Glaucia e a mudança de cidade.

Click to this video!


Passaram-se 6 meses desde que Luiz meu corninho fora trabalhar embarcado, nossa vida melhorou sensivelmente, tanto financeiramente como estruturalmente. Luiz trocou de carro, fizemos algumas melhorias na casa e eu tinha administrado melhor minha buceta, nos 7 dias que Luiz estava em casa, me mantinha uma verdadeira santa, tempo integral para meu marido, minha casa e a igreja, nada de escapulidas nem a Dick nosso cachorro eu dava uma chupadinha. Era toda pura e buceta só a Luiz meu corninho, que até melhorou nas trepadas acredito pelo tempo trabalhando acumulava esperma (pois segundo ele masturbar era pecado) e descarregava toda em minha buceta agradecida. Porém nos 7 dias que ele estava trabalhando era uma farra, perdi o senso de vergonha e ligava pro taxista com o propósito de ir ao mercado e metia muito com ele num motelzinho na beira da rodovia, Edvan me ligava assim que desembarcava e antes mesmo de ver a família a primeira foda era a minha, passei a me cuidar mais mesmo com discrição passei a me vestir melhor nada de saias até os pés, passeia usa-las até os joelhos, blusas mais decotadas apesar de meus seios serem pequeninos passei a não usar sutien deixando-os soltinhos durinhos apontando pra cima, recebendo tanto elogios com repreensões tanto dos familiares de Luiz com das irmãs da igreja e até o pastor me aconselhou a ser mais discreta nas vestes no templo. Pouco importou estava feliz, bem amada pelo marido, bem fodida pelos amigos e meu cachorro Dick, uma maravilha só. Aconteceu que Luiz foi transferido para outra plataforma essa na bacia de Campos no Rio de Janeiro e trabalharia 15 por 15, de onde nós morávamos pra Campos ou alguma cidade da região eram cerca de uns 800 km e ia ficar complicado pois Luiz perderia cerca de 3 dias de folga só com deslocamento. Ao me avisar sobre isso resolvemos que o bom senso seria que nos mudássemos também a uma cidade mais próxima de seu desembarque, e assim providenciamos uma residência em Rio das Ostras num valor que daria pra alugar a nossa e compensar. Doamos alguns moveis que seria perda de tempo transporta-los e outros de maior necessidade alugamos uma transportadora para levar. Me antecipei a ir conhecer a nova residência e fazer uma limpeza e comprar os moveis doados. Luiz o corno voltou pra acompanhar a mudança com o transportador e fiquei para que os armadores viessem montar os moveis, sala, cozinha e quarto. Lavei toda a casa deixei tudo em ordem até os armadores chegar. Sem nada pra fazer e sem conhecer ninguém, sem televisão instalada, a única coisa a fazer foi foder com Dick, e ele se deu bem, não mais que eu mas se deu. Chupei sua pica e dei a buceta a Dick 3 dias o dia todo, não dei descanso a ele, só não dei a buceta no dia da mudança chegar pra Luiz não encontra-la alargada, mas em compensação resolvi experimentar dar o cu mesmo com medo do nó ao cão, Dick já estava com quase 1,30 m de altura e pesava quase 100 kg tinha que ter cuidado pra não acontecer dele me quebrar com seu peso colocava ele sempre deitado com as pernas para cima e fazia a festa chupando e punhetando ele, até ficar no ponto certo então me debruçava sobre a cama ou sofá para ter apoio, acontece que não haviam ainda armado os moveis, improvisei no capô do carro me abrir inteira pra ele copular, ele subiu abraçando-me parecendo um urso por trás tentando achar onde empurrar sua enorme pica roçando em minha buceta e bunda em vão sem acertar, fui pra o banco do carro pra ficar mais baixo e ai sim ele conseguiu com um pouco de ajuda eu guiando sua pica em meu cuzinho entrou a cabeça ardendo e foi o resto estocadas fortes e rápidas indo profundo parecia que estava no estomago de tão grande que era sua pica, de repente parou e começou a inflar seu nó me lascando toda alargando meu cu parecia uma bola de sinuca enfiada no cu e Dick passou a perna pro outro lado ficando engatado com se fosse numa cachorra e tentava sair doendo ainda mais meu cu ficamos assim bem uns 10 a 15 minutos uma dor intensa mas prazerosa, comecei a me masturbar enfiando os dedos na buceta agitando meu clitóris estourando em gozo saia muito liquido da minha buceta ensopando minhas mãos até sentir uma quentura dentro do cu e um estalo da pica de Dick saindo arrastando com ele muita gala bosta sangue, ficando lambendo aquele cacete de 30 cm ou mais minhas pernas bambas estavam toda galada escorria um rio de esperma e Dick limpou sem deixar nem uma gotinha sequer, meu cu cabia minha mão dentro de tão largo que ficou desabei ali mesmo no banco do carro desfalecida e dormir um pouco. Acordei eram 10:00 horas da manhã entrei em casa tonta tomei um banho e fui pedir algo pra almoçar. Meu celular toca e era da loja de moveis perguntando a que horas era melhor para mandar os armadores. Respondi que após o almoço qualquer horário pra mim estava bem, ficou acertado que viriam às 3 da tarde, meu almoço chegou comi um pouco e deitei num colchão inflável apagando exausta. Acordei atordoada com Dick latindo e alguém aos berros chamando na porta, eram os armadores da loja. Nem me dei conta de como estava vestida apenas de camiseta e calcinha mesmo assim abri a porta e os deixei entrar e ai sim fui perceber as vestes pedi licença e disparei ao banheiro a fim de colocar uma saia. Os rapazes ( três ao todo) entre sorrisos comentaram alguma coisa e foram até o veículo deles pegar as ferramentas, voltei sem graça e coloquei Dick na coleira, eles entraram e perguntaram por onde começar a montar os armários, disse pelo quarto e lá foram eles. Eram 3 rapazes de cerca de 25 anos, morenos dois relativamente altos cerca de 1,75 m e um mais baixo de 1,68 m bonitos de nomes Marcílio, Marcos e Cristovão. Cristovão era rastafari negro magro e comprido o Marcos era moreno alto de olhos castanhos claros lindos, e Marcílio era o baixinho musculoso mulato e risonho. Como bons profissionais acabaram rápido a armação dos moveis, ao todo dois guarda roupas duas camas, um armário de cozinha e um conjunto de sala completo. Estavam arrumando suas ferramentas e ofereci um lanche a eles que aceitaram e sentaram na cozinha enquanto preparava seus lanches, e um suco estava com uma saia que desenhava minha bunda e escutei suspiros e cochichos entre eles, Distribui os lanches e sentei estrategicamente numa posição que desse pra eles verem minhas pernas e calcinha enquanto eu abria discretamente minhas pernas, observava olhares de desejos, cruzei as pernas de modo a ficar uma parte da minha bunda a mostra, vi o volume em suas calças crescerem e um deles o Marcílio pedi licença e ir ao banheiro, imaginei se tratar de bater uma punheta em minha intenção, tamanho o volume em sua calça, levantei e fui recolher os copos a fim de lava-los e fiquei de costas para os dois ido a pia lavei os copos rebolando minha bunda empinada para os dois, eles levantaram e disseram que já iriam, me dirigi a Marcos e falei que gostaria de agradecer e dar-lhes uma gorjeta no que ele falou que só de olhar uma mulher tão linda não tinha recompensa melhor, sorri agradecida e disse que assim me deixava sem graça, pedindo que aguardassem que iria dar algo pra eles se lembrasse de mim, nisso o Marcílio saiu do banheiro e ouvindo isso, com a maior cara de pau falou que ele queria de lembrança uma calcinha minha. Não me fiz de ofendida e ali mesmo na sala abaixei a calcinha que usava estendendo para ele entreguei. O safado disse que havia acabado de masturbasse em minha intenção que eu era muito gostosa, o que os outros concordaram balançando a cabeça em aprovação. Disse que ele foi um bobo que era só pedir que eu mesma bateria pra ele, aquilo deixou os caras malucos abrindo suas braguilhas colocaram suas picas pra fora simultaneamente, três cacetes lindos o do Marcos era grosso e pequeno, e de Cristovão era comprido e fino e o de Marcílio era cabeçudo cerca de 19 cm, me ofereceram e agarrei o primeiro de vi e comecei a punhetar enquanto um outro procurava desesperado meus peitinhos apertando e o outro me agarrou por trás puxando meus cabelos sugou meu pescoço engatando em minha bunda roçando seu pau levantou minha saia e foi logo abrindo minhas pernas enfiando os dedos em minha buceta, chupei a língua de Marcos tocando punheta nele e em Marcílio, enquanto Cristovão ajoelhado atrás de mim lambia e chupava minha bunda cu buceta enlouquecido, encostei na mesa da cozinha e pedindo por pica o que fui atendida recebendo uma enfiada do Marcílio com aquela cabeça grande entrando apertado na xana bombando forte me joguei pra trás ficando deitada na mesa com a cabeça virada para o lado o que facilitou a Cristovão colocasse sua pica em minha boca que chupei com gosto era comprida porém fina fácil de chupar entrava e saia até minha garganta e Marcos chupando meus peitos tocando punheta Marcílio gozou dentro de mim rapidinho e saiu dando lugar a Marcos que era da pica menor porém muito grossa entrando rasgando minha buceta Cristovão vendo eu gemer gostoso acelerou as metidas em minha boca gozou segurando minha cabeça para que eu engolisse seu esperma, me chamando de puta cachorra, crente safada, corneira, dava tapa na cara socando ainda mais seu pau em minha garganta me fazendo engasgar, Marcílio puxou ele e apresentou sua pica meio mole pra eu chupar abocanhei lambendo e sugando seu pau o fazendo endurecer de novo, enquanto Marcos mandava ver na buceta socando aquele pau grosso alargando minha buceta todinha gozou muito dentro dela. Os três nem sequer quiseram tomar um banho depois disseram que queriam ficar com meu cheiro levaram Marcílio a calcinha Marcos a saia depois de limpar minha buceta toda galada nela e Cristovão minha blusa como lembranças, só não comeram meu cu porque Dick havia deixado ele todo alargado e dolorido. Cristovão reclamou que não havia fodido minha buceta e prometi que daria um jeito e que outro dia ligaria pra loja e pediria pra ele vir consertar algum armário, sem meu corninho estar em casa. Nua me despedi dos três beijando cada pica deles e suas bocas e eles se foram. Desabei no sofá lembrando das picas que acabara de engoli, sou mesmo uma puta safada que não aguenta ver um macho de pau duro. Crente só no Templo fora dele sou mesmo uma cachorra.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario leo1san13

leo1san13 Comentou em 10/03/2017

cachorra gostosa.... quase gozei

foto perfil usuario casados_safada

casados_safada Comentou em 22/02/2017

Simplesmente deliciosa. Lindo conto. Adoro putinhas.

foto perfil usuario p2brocador

p2brocador Comentou em 20/02/2017

Delicia... muito Safadinha essa cadela crente!! Deu vontade de arrombar vc

foto perfil usuario casalmorenoeloira

casalmorenoeloira Comentou em 20/02/2017

delicia de conto nos add ai para conversarmos mais...

foto perfil usuario joclacaves

joclacaves Comentou em 20/02/2017

Maravilha de relato, muito excitante, adorei !

foto perfil usuario reginha.larga

reginha.larga Comentou em 20/02/2017

Delicioso, seu conto! Votado.

foto perfil usuario josephsbrbrbr

josephsbrbrbr Comentou em 20/02/2017

delicia de conto minha pistola ficou melada de tesao e queria abrir essa bucetinha com minha pistolona grossa que voce iria gostar . beijos leia meu conto




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


96824 - Cunhado não é parente. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19
96898 - De evangelica a puta completa. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
96906 - De crente a puta a continuação. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
96949 - Glaucia a crente insaciável. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
96963 - Crente puta de sorte. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
96977 - Glaucia, Crente na aparência, puta na essência. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
97004 - Glaucia e Dick uma paixão animal. - Categoria: Zoofilia - Votos: 10
97032 - Glaucia e o Taxista - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19
97083 - Glaucia se adaptando à nova cidade. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
97094 - Glaucia 15 dias que não passa. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20

Ficha do conto

Foto Perfil glaucia69
glaucia69

Nome do conto:
Glaucia e a mudança de cidade.

Codigo do conto:
97061

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
20/02/2017

Quant.de Votos:
13

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


mamando leitinho contos eroticoshentai seu madruga comendo dona florindaContos eroticos com motorista macho do ubercontos gay brendonContos eroticos tirando cabacotio tarado pega enteadanuacontos eroticos eu menina meu padrasto me comeucontos eroticos/flagrei meu marido comendo o cu do meu/filhoprofessora conto eroticofiz meu marido chupar um pauzao junto comigo contoconto erótico apagãoultimos contos sadocontos heroticos cornos inversão de papéis explícitoqual hq erotica porno que o filho lucas come a empregada domesticacontos eroticos visitando meu amigo e cheirando a calcinha de sua esposapornô da mulher querendo 60 sua primeira filha botando a rola no priquito dela saindo sangue no Face deladei pro meu irmao mais velho a forca gay1contra 5 contos eroticosGoiânia 2017 cu vigia do conto gayconto sexo aiii uiii rasga mete aiii proibidosexo contos eroticos minha esposa me traiuaninha puta de emburelatos sexuais feminino começou com jogo de strip pokercontoeroticofilhamaridocontos mamadas coroasdeixaram minha esposinha toda baguncada contos cornoscontos eroticos gays bombeiro sarado hetero me fudeu sem doconto erotico de mamãe puracontos sexuiassogra gordinha sessentona contoscontos de corno esposa gravidawww.contos eroticos mae fude com filho novenho pauzodo dando cuRelatos eroticos: o espancamento de minha mulhercontos de incesto mae ajuda filho a sair da crise de bucetacontos sexo corno a tresfilho inventa um controle para hipnotiza a mãe pra fuder pornodoce nanda contos eroticosporno contos eroticos filho pauzudo arroba maecontos eróticos a professora submissaconto herotico eu e meu amigao fazendo dp na minha espisaconto erotico gozar dentro buceta da coroacontos sou uma sobrinha safadinha e putinhaMassagem masculino contosminhaesposagostosacontos meu pai mandava eu xupa seus amigoscerita perkosa ibu ibu rajahentaicontocos erotico com viralata e fotos mulhercarne mijadas casadas conto eroticos com fotospai fragor filha chupardo bem gostoso seu namoradoconto erotico o triste fim de jessicaboy inocente aprendendo chupar pica contos gay segredoconto eurotico amigo pouzano junto com casalconto erotico gay dei cu jogar video gameconto eróticos meu irmão comeu minha amiga e euPorque o homem e viciado a bater punhetaContos erótico moreno ativowww.primascontoseroticos.comContos eróticos gay menage militareshormonios femininos conto eroticoConto erótico sexo com mães e filhoscontos comi minha mae e engravidei elacontos eroticos traindo marido no festameu sobrinho conto eroticoaconto eroticoFilha disse pra mae que ela queria perder seu cabaço com seu pai conto eroticocontos porno condôminocontos eroticos comi a titiaconto erótico peguei a marcilenecontos eroticos tio com sobrinha virgemPorno incesto pais e maes iniciando masturbando tranzando com suas ninfetinhas contosquadrinhos porno kelly e jennywww.contos eroticos de dotados comadres.comconto eroticosafadoContos erotico esposa bundaoConto erotico mae dando buceta