Nina e o avô da minha amiga

Click to this video!


Finalmente, chegaram as férias do mês de julho. Eu estava super eufórica, pois havia recebido um convite de uma amiga da escola por nome de Mariana, para passarmos as férias do meio do ano na fazenda do pai dela. Ia a família dela inteira...o pai Sr. Paulo, a mãe, dona Iara e o irmão dela o Rubens. Minha mãe não conhecia os pais da Mariana, então foi preciso os pais da minha amiga virem à minha casa, pedir o consentimento da minha mãe. Consentimento obtido, finalmente chegamos na fazenda depois de algumas horas de viagem. Jogamos nossas mochilas no quarto e vestidas de roupa de banho corremos para a piscina, pois o calor estava grande. Eu não tenho costume de dormir depois do almoço, então como a casa estava muito silenciosa com todos dormindo, resolvi dar uma volta. Eu sou uma garota de 1,60 gordinha, mas boazuda. Peitos pequenos, cintura fina e um traseiro bem arrumado pela academia que freqüento. Após alguns minutos, cheguei à um local muito arborizado e que tinha uma pequena casa.
- Noossaa...que casinha linda!! Toda pintada de branco com o destaque de suas janelas azuis escuro. Me aproximei cautelosamente, pois não sabia quem morava lá, e porque podiam não gostar da minha chegada. Através da vidraça de uma janela, que dava para um quarto, eu vi um homem muito idoso, acho que por volta de 70 e poucos anos, enrolado em uma pequena toalha. E uma grande barraca se formava em cima das suas pernas. Fiquei passada! Mesmo sendo virgem e tido pouquíssimos namorados, deu pra ver de cara, que o pau daquele velho era muito grosso.
- Anda Joana, senão eu perco a vontade, gritou ele. Em seguida entrou uma mulher de aproximadamente 50 anos, bem morena com peitos e bunda enormes. Tirando a toalha do velho, ela se ajoelhou e começou a chupar aquela jeba. Fiquei estatelada! ...e logo minha calcinha molhou toda!
- O que é isso?...eu pensei! Com a minha mão apertei a minha xoxota, e não despreguei os olhos. Meus peitos ficaram com os bicos em posição de tiro e comecei a suar...a mulher morena parou de chupar aquele cacetão, colocou cuspe na mão e passou em seu cu. O velho colocou a mão na cintura e começou a balançar propositalmente o seu pau para cima e para baixo e a mulher começou a rir. – Oh homem cheio de arrumação! Mete logo esse pau na minha bunda, que ela hoje está desejosa. Eu tenho muita coisa para fazer. O Seu Paulo chegou com a família e não vou mais ter tanto tempo assim. O velho veio se empinando para frente e colocou o pau no buraquinho da mulher, que levantou mais ainda a bundona dela. Como eles estavam meio de lado para mim, deu para ver bem como aquele mastro entrava na mulher.
- Como essa mulher agüentava isso nela?? E cu não é para outra coisa??
Eu já estava molinha, molinha...meus olhos se fecharam e eu senti um fogo subindo da minha xana pra cabeça...explodindo como fogos de artifícios.
O velho enfiou todo o seu cacete lentamente...e se abaixando um pouco, pegou nas tetas enormes da mulher. A mulher começou a rebolar depois que o pau desapareceu dentro dela, e começou a uivar...- Uuuhhhhh...uuuuhhhhh.... ele começou a socar com mais força, mais força, mais força e a mulher gritando...- Uhhhhh....uhhhh....uhhhh....até que ele começa a gritar também: - diabo de cu gostoso!! Toomaa...toomaa! E arregaçou o cu da mulher e com a duas mãos abriu as duas partes da bunda e ficou olhando o seu cacete entrando e saindo da criatura. Até que após um urro enorme, ela desabou na cama e ele por cima dela. Eu acabei gozando sem me tocar....só vendo aquela foda maravilhosa. Fechei meus olhos e segurando a minha xana...dei um suspiro:
_ Nossa, que sensação boa! Quando abri os olhos, me deparei com um par de olhos muitos azuis me fitando surpreso: - Quem é você?? Dei uma volta e saí correndo, só parei quando cheguei à casa. Ela ainda estava silenciosa, mas Mariana estava acordando quando eu entrei no quarto.
- E aí Nina...está gostando?? – Sim, muito...eu respondi. Ela me olhou demoradamente e falou: - Aconteceu alguma coisa?? Você está meio que assustada! – Nada não, eu respondi. Mudamos a roupa e fomos para a varanda, onde já estavam todos. E para minha surpresa, o velho da casa estava sentado com eles. O pai da Mariana falou: Oi Nina, deixa eu te apresentar o meu pai. Pai, essa é uma amiguinha da Mariana, a Nina. O velho não se levantou, apenas ficou me olhando e eu sem querer olhei para o meio das pernas dele. Estava murcho e comportado. Ele percebeu o meu olhar, então se levantou e disse: - Seja muito bem vinda garota. É UM PRAZER ENORME CONHECER VOCÊ!
E me puxou e me deu um forte abraço, encostando suas coisas em mim. Me deu um calafrio que tremeu meu corpo, e ele percebeu... – Você está com frio, menina?? – Não, não...eu disse, me soltando dele, e rápidamente olhei para os outros. Mas ninguém nos olhava. Logo, nos chamaram para o jantar e após a refeição, o seu Paulo e o pai dele foram sentar novamente na varanda, e eu com os outros ficamos assistindo televisão. Mas, eu estava totalmente desconcentrada. Só via na minha mente o episódio da tarde, e aquele cacete.
Ao se despedir, o avô da minha amiga que se chamava Américo, falou: - Mariana, apareça lá por casa, e leve a sua amiga ele disse, me dando um olhar bem malicioso. Os dias foram se passando...banhos de piscina...muitas conversas e risadarias. Até que uma tarde, o seu Paulo precisou dar uma saída com a dona Iara e o Rubens, irmão da minha amiga, avisando que chegariam apenas no começo da noite. Depois do almoço, Mariana foi tirar o seu cochilo de praxe e eu rumei para a cabana do seu Américo. Quando eu fui me aproximando, ele estava sentado na varanda. Ele estava sério, mas os seus olhos sorriam... – estava lhe esperando! – Como assim?... eu gaguejei. Ele não respondeu e me chamou para sentar ao seu lado. Eu sentei em um sofá de vime acolchoado de dois lugares ao lado dele, e ele colocou a mão por cima do meu ombro no encosto do sofá.
- Então, menina...Nina, não é??
Eu apenas balancei a cabeça confirmando. – Gostou do que viu?? ...eu não respondi e ele começou a fazer movimentos circulares com o dedo indicador em cima do meu ombro.
- Para que você não pense mal de mim, eu não costumo fazer sexo para os outros verem. Apenas estava com muito tesão e chamei a “Negona” para me aliviar. Ela sempre vem...nem todas me agüentam, mas ela sim. E descendo a mão, começou a alisar o meu braço. De pronto, meus pelos se arrepiaram e os bicos do meu peito me denunciou. Ele baixou a mão e ficou passando prá lá e prá cá em cima do meu seio. Como eu não disse nada, ele meteu a mão dentro da minha blusa e puxou o meu peito para fora, pois eu estava sem soutiã.
- que peitinho lindo você tem! E me virando para ele, baixou a cabeça e encheu a sua boca, mordiscando os bicos, lambendo, e sugando.
- Venha garota, venha cá! Levantou e me levou para o quarto dele, dessa vez, tendo o cuidado de fechar as cortinas. Parecia que eu estava hipnotizada, pois estava sem ação. Apenas querendo ver e pegar aquela jeba. Isso nunca tinha me acontecido antes. Nunca tive um tesão assim tão grande por homem algum, e agora tendo por esse velho. Que loucura! Ele me deitou delicadamente em sua cama, abriu minha blusa, deixou meus peitos de fora e começou a passar a língua. – Que delícia...eu tremia toda. Minha calcinha estava encharcada. Eu sentia meu grelinho altamente excitando roçando na calcinha. Ele abriu o meu short jeans, puxou para baixo, passando pelas minhas pernas, baixou a minha calcinha e começou passando a língua pela minha barriga, descendo até a minha xana, que derramava horrores de liquído, escorrendo pela
minhas coxas. Quando ele viu meu grelinho, ele gritou: - Menina, que negocinho grande!! E passou aquela língua áspera por sobre ele, me levando às nuvens. Levantei meu corpo, para seu rosto ficar mais perto e apertei a sua cabeça sobre o meu grelo. Meu corpo estrebuchava todo. Eu fechei os olhos para sentir mais aquela louca emoção antes nunca sentida. Gozei uma...duas...três vezes....sem parar...ele me despertava demais. Ele enfiou a língua dentro das minhas dobras, lambendo, mordendo e sugando. Eu comecei a sussurar: - Gostoosoo...como é bom....hummm....vovô gostoso, eu te amei desde que te vi comendo a “Negona”...eu sempre sonhei com um momento assim. Me entregar à pomba da minha vida... a do senhor! Ele se levantou e tirou toda a sua roupa, ficando totalmente pelado. Essa eu não podia perder, me levantei sobre os cotovelos e fiquei olhando aquela coisa magnífica! Aquele membro de carne poderoso, que me olhava desafiador. Duro...em pé...esperando por mim. Não me contive e taquei a minha boca em sua pomba. Mal coube dentro dela! E decidi naquele momento, que eu iria dar a minha virgindade para ele. Suguei muito, sem jeito, pois minha boca não conseguia colocar ele direito dentro dela. De repente....ele urra! – Uuhhhhhhhh....uuhhhh....minha menina que delícia!! Adoro buceta nova! E jorrou um monte de leite cremoso, que me engasgou quase me sufocando. Mas engoli uma boa parte. Eu gostei do gosto dele, adocicado. Em seguida, ele deitou-se ao meu lado, fechou os olhos e meteu um dedo na minha xana. De repente, ele levanta e diz: - Menina, você é virgem?...com os olhos esbugalhados.
- Sim, vô, ela é!!! Pulamos os dois da cama e vimos a Mariana em pé na porta do quarto, com a mão dentro do short.
- Então é aqui aonde você veio parar! Caiu de graças na jeba do vô também, foi??? E tirando a sua roupa, se jogou na cama ao lado do avô e começou a beijá-lo frenéticamente. – Ah, vôzinho que saudade!! Estava louca para chegar e te ver, e você de graças com a minha amiga! Ele abraçou a neta e disse: - Querida, não fique com ciúme, tem para as duas. E começou a sugar os peitos da Mariana, enquanto sua mão introduzia um dedo dentro dela. – Como vai a xaninha do vovô?? A boceta da minha netinha estava com saudade do vô? E já com a pomba a meio pau, se levantou e colocou para ela chupar. Mariana chupava com uma prática tão grande que me deu inveja. Ela virou o avô e montou em cima da pomba. Eu não sabia que ela não era mais virgem. Subindo e descendo da jeba do avô, ela disse: - Nina, deixa de ficar olhando e vem prá cá! – Eu não...prefiro ficar olhando! E com o corpo em brasa, coloquei meus dedos dentro da minha xana e comecei a bater uma siririca. Mariana, subia e descia da pomba do seu Américo que com as duas mãos bolinava os peitos dela. – Vozinho da minha vida...hoje você vai comer o meu cu e descabaçar a Nina. Ao que o seu Américo respondeu: Tá louca?! Tá sonhando?? Só se eu fosse doido!! Sabe quantos anos eu tenho menina??Levantou-se e colocou a Mariana de quatro, e enfiou o cacete na boceta dela, dando umas palmadas tão fortes na bunda dela dizendo: - Isso é por passar tanto tempo sem vir me ver, sua cadelinha safada do vô! E tome pomba na Mariana, que gemia horrores! – Vôzinho....vôzinho...aahhhh....uuhhhuuu. Saudade dessa pomba, não existe igual a ela. E se jogava de encontro ao avô.
E eu gozando...gozando só em olhar, mexendo no meu grelinho com os meus dedos. Mariana começou a chorar com as palmadas fortes em sua bunda...
- Isso vô me castiga, eu sou uma desalmada por abandonar você! Ahnnn...Ahnnn...soluçando e gemendo... - vovô, vovô... meu vovozinho...e o seu Américo socando e batendo ela...até que ele encheu a sua boceta de porra e ambos depois de um grito, despencaram na cama, lado a lado. Eu também deitei e fiquei olhando para cima, pensando em tudo aquilo. – Noossaa, que loucura! Olhando para o seu Américo, aquele corpo macilento e cheio de pelos brancos, aquela pomba mole e melequenta, pensei, é hoje! Eu quero essa pomba na minha boceta. E estendendo a mão segurei ela, e comecei a massagear entre os meus dedos. Me levantei um pouco e coloquei ela na minha boca. Lambi limpando ela daquela gosma, de alto a baixo, coloquei a
língua dentro do seu buraquinho, mordisquei um pouco, e ela começou a dar sinal de vida. Completamente encharcada, me levantei e tentei sentar em cima daquela bomba! Caralho, como doeu! Mas, eu continuei a tentar...Mariana acordou do seu leve cochilo e ficou me olhando. Seu Américo também me olhava...e disse: - Menina, é isso mesmo que você quer?? Eu respondi: - Sim vô, é isso que eu quero. Ele então se levantou, me deitou de barriga para cima, e caiu de boca na minha xana. E Mariana, começou a chupar meus peitos. Gente que sensação deliciosa! Seu Américo então, afastou Mariana, levantou minhas pernas, e direcionou a sua pomba no meu
reguinho. Eu estava tão molhada, que não precisou lubrificar...ele foi forçando a entrada e eu subindo, totalmente tensa. – Relaxe menina, assim dói menos!
Mariana se aproximou e colocou o bico do seu peito na minha boca. Eu comecei a sugar, chupei, até que o seu Américo conseguiu me arrombar!! – PQP que dor!! Ai...caralho! E o seu Américo totalmente parado. E eu falei: - Porque o senhor parou?? E ele então começou a bombear, prá dentro e prá fora, prá dentro e prá fora. Então foi mais rápido...- Menina eu vou gozar! E vai ser dentro de você! Como é bom descabaçar... adoro meninas virgens! Ahhh...huuu....priquitinho gostoso do vô! Delícia...e gozou dentro da minha boceta! – Vai seu Américo, vai...está vindo, está vindo...ooohhhhh....ooh!
E ele despencou em cima de mim...e Mariana gritando: - Ai que foda deliciosa!! Ahhhhhhhhh!...Uhhhhhhuuu!!!
Depois a minha amiga me disse que o avô dela era vasectomizado, ai que
Alívio!!
Isso aconteceu na segunda semana, então imaginem o que veio depois até o final das férias!!


Foto 1 do Conto erotico: Nina e o avô da minha amiga

Foto 2 do Conto erotico: Nina e o avô da minha amiga

Foto 3 do Conto erotico: Nina e o avô da minha amiga


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario marcoza

marcoza Comentou em 02/01/2018

Delicioso relato,parabéns

foto perfil usuario cadima1

cadima1 Comentou em 17/01/2017

Que tezao de conto parabens

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 16/01/2017

Que grelinho mais gostosinho! A pica do vovô é deliciosa tb! Betto

foto perfil usuario grego970

grego970 Comentou em 16/01/2017

Que vozinho de sorte hein...Adorei e votei!

foto perfil usuario ksadodf

ksadodf Comentou em 16/01/2017

Um conto muito delicioso de se lê .




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


94571 - Sonho realizado - Categoria: Incesto - Votos: 16
94572 - O avô da professora - Categoria: Incesto - Votos: 11
94606 - Meu paciente - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
94607 - O idoso da casa vizinha - Categoria: Coroas - Votos: 10
94621 - Meu marinheiro tesudo! - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
94626 - Idoso pausudo - Categoria: Incesto - Votos: 11
94670 - O sargento - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
94720 - O capataz - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
94770 - Paulo meu enteado - Categoria: Incesto - Votos: 14
95012 - Lembranças do meu avô - Categoria: Incesto - Votos: 14
95027 - Diana - Categoria: Travesti - Votos: 15
95606 - Mário - Categoria: Incesto - Votos: 2
95707 - Meu tesudo! - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
95917 - Continuação do conto O MÁRIO... - Categoria: Gays - Votos: 3
95966 - Cont. do AVÔ DA PROFESSORA II - Categoria: Incesto - Votos: 10
96012 - Meu sonho virando realidade... - Categoria: Gays - Votos: 6

Ficha do conto

Foto Perfil coroapraiana
coroapraiana

Nome do conto:
Nina e o avô da minha amiga

Codigo do conto:
95657

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
15/01/2017

Quant.de Votos:
18

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


suada da academia mais dei meu rabao d 108 cm contos eroticosconto erotico orgiacontos eroticos de vovo fodendo a força neto gay com fotosconto erotico enfiando 23cm de pica na cumadrecontos sexo dildos duploscontos eróticos variadosporno da familiacontos erotico de fio dental na academiaconto esposa transa com moleque negrinhobaixar novinha sentindo pau porno mozcontos ero viagempornô em desenho animado tia e sobrinhoconto erotico boquete ceagespxvideo chavescontos de cdzinhas na fazendaporno. coroas com ps big Black cockcontos de transas com os avosconto tia e prima casadacorno e esposahistorias em quadrinhos XxXconto erotico travesti se vestindo para darcontos de lactofiliaContos coroa estrupou gordinhono meio da minha bundinha contos eróticosconto erotico.mao.amiga heteroscontos transando com vôvôrecatada babando no pau do amigo safado fotosdesejo de hannah finalconto minha titia comigo no banhocontoerotico filha paicorno a pedido domarido contoscontos gostosas dando juntas sem frescuraconto erotico marido convida amigo pra casa e nao tira olho das calcinha da esposa do varalminha mulher e filhas os pedreiros entai e contos eroticoscontos veridico menino bem dotado conseguiu fode a professora casadacontodebucetinhacasada que fes zoofilia pela primera veswww,punheta2017,comfotos de cunhada dando pro irmao do seu namorado em quadrinhps eroticosconto eroticos mulheres que coloca chifrescasadas.putafotoconto anal surpresaincesto contos eroticos dora sinsuconto de madrasta taradaGugamrapscatvedeopinguei feromonio de cadela na buceta da minha mulherEu e minha esposa e meu sobrinho e minha sobrinha em casa eu disse pra minha esposa fuder com meu sobrinho que eu ia fuder minha sobrinha conto eroticoso gostosa de shortinho socadocontos eroticos mulher casada do seu primeiro orgasmodei pra um cara muito gostosocantos erotico fui etrupada pelo meu tiorelatos de mulheres que trasaram com dotados e se arrependeramContos menage bi regado de putaria com o casalsexo e vovafilha puta conto eróticoPorque o homem e viciado a bater punhetaQuadrinhoseroticossobrinhasconto novidade swingcontos erotico prenhacontos eroticos - me enviaram dedos gostosos na vagina no onibusmulher gozando no casete do maridoConto porno desdi pequena pai e mae me comeconto erotico desejada e enlouquecida com manuela 1-2-8conto erotico no banho da academiaCasais Bi MetendoQuadradinho erotico conto 2006contos eróticos incesto meu cachorro subiu na minha irmãcontos eróticos de novinhas dando para hiper dotadosconto erotico em quadrinhõputa exibindo contoCONTO REGRAS SEQUESTRDOR SEGUNDA PARTEconto erotico fodi a vendedora de frutaconto pau entrou apertado esposabuceta da mae com fotos contosxvídio encochando de legueporno. em hqcontos eróticos inversão inocenteultimos contos sadoquadrinho erotico DBZ hentaiporno em quadrinho, a primeira traição de uma esposa fiel