Dou pro meu pai até hoje.

Click to this video!


Já vinha transando com meu primo Celso pelo menos uns cinco meses, quando, num final de semana que estávamos no sítio da família (do meu pai e irmãos) pra passar um feriado prolongado, eu e Celso demos um jeito de ir escondidos lá pros fundos do sítio onde tinha bastante mato... Já tínhamos feito isso outras vezes. Eu já era bem safadinha, e, mamei um pouco a piroquinha do meu primo antes de levantar a saia; já tinha ido de propósito sem calcinha, pra ele meter na minha bundinha... Adorava dar a bunda pra ele. Jamais poderia imaginar que meu pai vindo do sítio vizinho, estava passando por um caminho um pouco acima de onde estávamos e ficou vendo tudo. Levei um susto quando estávamos voltando, no meio do caminho demos de cara com meu pai. Mesmo vendo a cara fechada do meu pai, nem imaginava pelo que eu ia passar... Achava que apenas ele não tinha gostado de me ver junto com o Celso vindo do meio do mato. Ele me pegando pela mão foi me levando para os fundos da casa me fazendo sentar sobre um tronco de árvore... Celso prevendo que ia vir bronca continuou seu caminho me deixando sozinha com meu pai.
- Você tá namorando seu primo?...
- Não pai... Claro que não... Só estávamos passeando um pouco.
- Fala a verdade Joice... Eu vi o que vocês estavam fazendo lá no meio do mato.
Foi como se eu tivesse levado uma baita cacetada na cabeça... Fiquei até zonza.
- Viiiiuuuu pai? Mas... Mas nós não estávamos fazendo nada demais.
- Porra Joice, chupar o pinto do seu primo e ainda deixar meter na sua bunda não é nada demais?????
Fui ficando desesperada, com vontade de correr e me enfiar de novo no mato e não aparecer nunca mais na frente do meu pai.
- Ai meu Deus!!!!
Achei que eu estava fodida pra sempre com meu pai.
- Me conta, vai! Faz tempo que você transa com ele?
- Não pai, faz pouco tempo.
- Porra... Você não tem juízo? Nem usam camisinha, não é?
As lágrimas desciam do meu rosto e minhas pernas tremiam. Não tive outra opção a de não ser, me explicar.
- Ele só põe atrás pai...
- Ahammmm? É????
- Nunca deixou na frente; ou já?...
- Nunca pai... Na frente nunca!...
- Deixa eu conferir; levanta a saia.
Ele sabia que eu estava sem calcinha, e olhando pra ter certeza de que ninguém ia ver o que estava acontecendo, levantei a saia e fiquei esperando. Senti a mão do meu pai na minha xota e a ponta do seu dedo na portinha da minha gruta fazendo leves movimentos, mas sem forçar muito.
- Ai pai... Aiiiii!!!!
Ele parou e me fez prometer que não ia mais fazer aquilo com meu primo. E me proibiu até de contar pro Celso que ele tinha visto tudo... Simplesmente eu teria que me calar e não falar mais nada sobre aquilo.
Sempre fui boa aluna, e, acho que meio traumatizada passei a me dedicar exclusivamente aos estudos... Nunca tive mais nada com meu primo, mesmo ele insistindo por várias vezes. Mas acabei por sentir muita falta de dar a bunda, atrás do muro do colégio fui com um colega com a intenção de me satisfazer... Só que o filho da puta, ao invés de enfiar no meu rabo me deu uma pirocada tão violenta na buceta que soltei um grito e desesperada levantei a calcinha e sai em disparada. No banheiro do colégio é que fui perceber que minha bucetinha estava sangrando... Lógico que sabia que tinha perdido o meu cabaço. Novamente resolvi não me envolver com mais ninguém... Não virei uma santa, mas virei uma NERD´s só focada nos estudos.
Com pouco mais de dezessete anos fui aprovada no vestibular de medicina no Rio de Janeiro, em uma faculdade pública. Meu pai fez de tudo pra que eu pudesse me adaptar sozinha naquela cidade enorme (éramos do interior). Alugou uma quitinete já mobiliada e tirou um mês de férias pra poder ficar comigo pelo menos duas semanas. Dentro de uma casa grande, conviver junto com meu pai, minha mãe e meu irmão era uma coisa; mas naquele AP de apenas um quarto, cozinha e banheiro era muito diferente... Tínhamos sempre problema na hora de usar o banheiro. Ele foi me esperar na saída da faculdade, passamos no restaurante pra jantarmos e quando chegamos no Ap ele foi direto tomar banho.
- Pô pai... Estou apertada pra fazer xixi, vai demorar?
- Quer entrar? Prometo que não vou olhar.
Não tinha outra opção, acabei concordando.
Só que o banheiro pequeno, o box era separado por uma cortina de plástico fino e totalmente transparente. Corri abaixando meu short junto com a calcinha, sentando no vaso. Fui urinando e olhando pra cortina onde dava pra ver claramente meu pai pelado que também parecia olhar na minha direção. Meu pai estava com 41 anos e tinha um físico bem definido que lhe dava um aspecto de garotão surfista... Rsrsrsrsrs. Já eu aparentava ter mais idade, apesar de ter um belo corpo: bunda grande, seios médios e coxas grossas.
- Você prometeu não olhar pai!...
- Não estou olhando não!...
- Está sim... Eu estou te vendo olhando pra cá.
Eu já tinha terminado de urinar e precisava limpar minha xoxota.
- Então você está me vendo, também?...
- Estou ué... Você tá de frente pra mim.
Continuei sentada no vaso, mas gostando de ver o vulto do pinto do meu pai que parecia estar reto... Quando ele ficou meio de lado é que pude ter noção do tamanho, notando que meu pai estava de pau duro.
- E o que você está vendo?
- Hahahahahaha... Estou vendo tudo!...
Percebi que ele procurou ficar bem de perfil pra que eu pudesse ver melhor seu cacete duro. E quando peguei o papel higiênico e deu uma levantadinha do vaso, ele abriu de repente a cortina.
- Também quero te ver!...
Voltei a sentar rapidamente no vaso.
- Pai???? Assim eu fico com vergonha.
Eu olhava pro cacetão grande e bem grosso do meu pai... Simplesmente maravilhoso; nunca podia imaginar um daquele tamanho.
Ele ficou enxugando o corpo ali mesmo na minha frente, com seu pau sempre duro.
- Você se lembra que eu já vi sua vagina?...
Claro que eu lembrava, mesmo tendo passado quase dois anos parecia ainda sentir a ponta do seu dedo cutucando minha bucetinha. Ele foi saindo do Box e chegando perto de mim que seu pau ficou a uns 15 centímetros do meu rosto, pegou o papel higiênico que estava na minha mão e mandou me levantar do vaso. Fascinada por aquele lindo pinto duro, levantei a bunda da tampa do vaso e ele passando seu braço pela frente do meu corpo foi passando o papel na minha xoxota por trás da bunda e repetiu mais duas vezes pegando mais papel.
- Está bom ou quer que eu limpe mais?
Eu com a cara pegando fogo.
- Está bom pai!...
Depois dando um tapinha na minha bunda saiu pelado do banheiro... Aproveitei e resolvi tomar também meu banho. Como ele tinha deixado a porta do banheiro aberta, dava pra vê-lo vestindo uma bermuda forçando pra ajeitar seu pau duro dentro da roupa, e, ao mesmo tempo ele também estava me vendo tirar minhas roupas... A vergonha tinha desaparecido e aquela Joice de antigamente que era muito safadinha ia reaparecendo em mim. Mesmo sabendo que era proibido, não conseguia tirar a linda pica do meu pai da cabeça... Quase que toquei uma siririca tomando banho. Sai do banho já vestida pra dormir e fui sentar na mesa pra dar uma revisada nas matérias. Meu pai deitado no sofá onde ele dormia, notava que ele continuava de pau duro. Não esperei nem dois minutos pra fazer um comentário bem idiota... Na realidade eu queria provocar meu pai.
- Porque você tem um pinto tão grande, pai?...
- Você achou ele grande? Não é não!...
- Claro que é pai... Pra mim ele é enorme.
Adorei ver meu pai; que estava demonstrando que era tão safado quanto eu, abrir sua bermuda e colocar seu pau pra fora.
- Olha de novo filha... É grande?...
Virei a cadeira ficando de frente pro meu pai que segurava seu pinto.
- Pra mim é pai... Nunca tinha visto um desse tamanho?
- E você já viu muitos?...
- Claro que não né pai?... Mas você sabe que eu já vi... Hahahahaha!...
- Sei do seu primo... Mas deve ter tido outros, não teve?
Sem um pingo de escrúpulo sentei na beirada do sofá bem do lado do meu pai sem tirar os olhos do seu pinto.
- Ah pai... Tive sim, mas não quero falar disso não!...
Acho que meu pai por saber o quanto me dediquei aos estudos, sem nem sair de casa por meses acabou me perguntando.
- Faz tempo que você não transa?...
Fiquei um pouco corada pela pergunta, mas, alisando minha mão naquela grossa piroca.
- Mais de um ano, pai!...
- Nooooosssa... Isso tudo?...
Tive vontade de dizer que tocava muita siririca nos meus banhos... Aumentando o ritmo da minha mão na sua pica.
- Ué pai... Estudei muito, você sabe disso.
- Está sentindo falta de sexo, não está?...
- Lógico né pai... Ainda mais com você pelado perto de mim.
- Você teria coragem de fazer comigo?
- Sexo com você pai? Mas isso seria muita loucura.
- E daí? Ninguém precisa ficar sabendo.
Nisso, meu pai sentado do sofá foi tirando meu short e em seguida minha calcinha. Me fez ficar encostada de bruços sobre a mesa e veio com seu pauzão procurando minha buceta. Mas foi só começar a sentir aquele rolo compressor alargando minha pequena bucetinha, pra eu começar a gritar a ponto de qualquer pessoa que estivesse passando pelo corredor do prédio ouvir.
- Aaaaaiiiii pai! Aaaaaiiiiii! Huuuuuummmmm! Huuuuummmmm!!!!
E foi pelo menos uns dez minutos socando aquela tora na minha buceta que fui tendo um orgasmo atrás do outro, até ele tirar da minha buceta pra gozar muito sobre minhas costas. Fui com minhas pernas bambas me lavar pra tirar toda aquela porra grudada no meu corpo. No dia seguinte, oito horas da noite fui tomar banho primeiro, e ele, novamente tomou seu banho e saiu peladão pro quarto. Eu que já estava sentada na mesa pra começar a estudar, senti se aproximando por trás de mim e colocando seu pau duro sobre meus ombros.
- Nossa pai... Tá querendo hoje, de novo?
Era lógico que eu também estava pensando em fazer sexo de novo com meu pai, que nem me concentrar no estudo ia conseguir.
- É rápido filha... Depois você volta a estudar, não quer?
Segurei seu pau que estava no meu ombro e sem nenhuma vergonha fui beijando e passando a língua como uma gatinha lambendo seu filhote.
- Caralho... Isso é gostoso demais... Quer chupar um pouco, quer?
Era lógico que eu queria... A última vez foi exatamente quando meu pai me viu chupando meu primo. Cai de boca, mas, por ser muito grosso só consegui engolir uns cinco centímetros... Mas foi o suficiente pra eu fazer um gostoso boquete no meu pai.
- Oooooh meu Deus... Chupa filha... Chuuuuupa o papai, chuuuupa!!!!!
Recebi a primeira golfada de porra no fundo da minha garganta, me fazendo engasgar. Fui obrigada a engolir e continuar recebendo na minha boca um grande volume, até seu pau parar de pulsar e ejacular. Mas o gostoso foi ele me fazer ficar sentada sobre o braço do sofá e me dar chupadas e linguadas na minha buceta que fui tendo um orgasmo totalmente diferente do que tive no dia anterior... Meu pai ficou a cara toda lambuzada com meu líquido vaginal. Parei de estudar passando das onze horas da noite, e quando ia apagar a luz pra deitar, meu pai que estava dormindo acordou.
- Já vou deitar pai!...
- Mas antes vou ganhar um abraço e um beijo?
Sentei do seu lado no sofá, reclinei pra lhe dar um abraço, e quando fui lhe dar um beijo no rosto ele segurou o meu e me lascou um direto na boca.
- Te amo filha!...
Achando interessante ter ganho um beijo na boca do meu pai, lhe dei outro.
- Também te amo muito pai!...
Dali foram vários minutos nos beijando na boca, que, sem cerimônia levei a mão onde devia estar seu pau e segurando-o por cima do tecido.
- Queria sentir ele de novo dentro de mim, pai!...
Só de falar fui sentindo seu pau ir ficando duro rapidamente. Dei mais alguns beijos no meu pai, tirei meu short e a calcinha enquanto ele foi tirando seu pau pra fora. Subi no sofá e rapidamente fui descendo o corpo até colocar minha bucetinha bem sobre seu pau duro. Ao soltar meu corpo e seu pau começar a entrar fui sentindo um prazer tão grande que comecei a mexer meu corpo e rebolar até conseguir fazer minha buceta engolir tudo, praticamente sentando sobre suas coxas. Nunca tinha cavalgado no pica antes, mas, o instinto de fêmea me fez ficar subindo e descendo na pica do meu pai que rapidamente fui tendo um delicioso orgasmo... Em seguida fiquei de quatro pra ele voltar a meter na minha buceta por mais alguns minutos, me fazendo ter outro orgasmo antes de tirar e gozar sobre minha bunda. Um ano se passou e estou saindo de férias. Durante todo ano eu ia pra casa uma vez no mês pra visitar minha mãe e meu irmão; mas, meu pai constantemente vinha nos outros finais de semana pra trazer-me roupas limpas e outras coisas que eu tivesse necessidade. Era quando ficarmos na cama por várias horas trepando como dois pombinhos apaixonados e tarados.
Foto 1 do Conto erotico: Dou pro meu pai até hoje.

Foto 2 do Conto erotico: Dou pro meu pai até hoje.

Foto 3 do Conto erotico: Dou pro meu pai até hoje.

Foto 4 do Conto erotico: Dou pro meu pai até hoje.

Foto 5 do Conto erotico: Dou pro meu pai até hoje.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario putariaweb

putariaweb Comentou em 27/12/2016

Gozei um litro de porra.

foto perfil usuario nino12

nino12 Comentou em 27/12/2016

Delícia de conto! votado com certeza!!!

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 26/12/2016

Uma ninfetinha dessas, e uma PICA dessas, como resistir? Parabéns ao pai e a filha! Betto

foto perfil usuario Soninha88

Soninha88 Comentou em 25/12/2016

dar pro paizinho é a coisa mais gostosa que eu já fiz...adorei seu conto, me deixou molhadinha...votado...bjs




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


14584 - Virei o viadinho do meu tio. - Categoria: Gays - Votos: 15
14685 - Pai probre e tio rico... Descobrindo um segredo. - Categoria: Incesto - Votos: 31
15190 - Papai... Meu melhor amigo. - Categoria: Incesto - Votos: 19
15434 - Fiel ao primo e ao amigo. - Categoria: Gays - Votos: 10
15632 - Tia popuzuda. - Categoria: Incesto - Votos: 14
16115 - Meu pai foi meu primeiro macho. - Categoria: Incesto - Votos: 18
16606 - Minha filha Zara. - Categoria: Incesto - Votos: 22
16641 - Minha esposa virou atriz pornô. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
17136 - Sobrinha gostosa e safadinha. - Categoria: Incesto - Votos: 16
17287 - Minha filha peladinha na webcam. - Categoria: Incesto - Votos: 38
17532 - Minha filha de criação. - Categoria: Incesto - Votos: 20
17635 - Ganhei outra amante... Minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 26
17915 - A melhor sogra do mundo. - Categoria: Incesto - Votos: 18
17994 - Depois dos 45, voltei a dar a bunda. - Categoria: Gays - Votos: 16
18080 - Se minha filha gosta, não vejo problema... - Categoria: Incesto - Votos: 23
18422 - Meu padrasto me iniciou. - Categoria: Gays - Votos: 13
18823 - NASCI HOMEM E CRESCI MULHER. - Categoria: Travesti - Votos: 40
19674 - Meu bebezão. - Categoria: Incesto - Votos: 17
19756 - Eu mesmo me enrabei na primeira vez. - Categoria: Gays - Votos: 18
20087 - Amigos da onça. - Categoria: Gays - Votos: 8
21192 - Minha doce irmãzinha. - Categoria: Incesto - Votos: 26
21533 - Meu irmão me fez gostar de um pau bem grande. - Categoria: Gays - Votos: 22
22093 - Tem muito macho que gosta de bundinha masculina. - Categoria: Gays - Votos: 24
24067 - Final de ano na cama com minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 43
25826 - Amigos pra sempre. - Categoria: Gays - Votos: 16
26167 - Corno - primeira vez foi em família. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 33
28462 - A FAMÍLIA MARRETA... - Categoria: Incesto - Votos: 17
31019 - Dona Dalva e seu filho Igor. - Categoria: Incesto - Votos: 28
32750 - Minha filha Mariana. - Categoria: Incesto - Votos: 40
34452 - Filha e esposas puta. - Categoria: Incesto - Votos: 47
35961 - FILHÃO DO PAPAI... - Categoria: Incesto - Votos: 37
36643 - Meu irmão sabe que eu como sua mulher. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
40065 - Troca de chifres. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
41385 - Não resisti minha filha fogosa. - Categoria: Incesto - Votos: 39
42069 - Transformando o filho em amante. - Categoria: Incesto - Votos: 29
43310 - Pai careta & filha maluquinha. - Categoria: Incesto - Votos: 27
45352 - Filha ninfomaníaca. - Categoria: Incesto - Votos: 36
69357 - Virando a putinha do filho. - Categoria: Incesto - Votos: 47
87275 - Um pai bastante safado... - Categoria: Incesto - Votos: 22
89091 - Meu filho é uma boneca linda. - Categoria: Incesto - Votos: 26
89356 - Minha filha me provocou... - Categoria: Incesto - Votos: 26
89748 - Indo morar com meu tio Júlio. - Categoria: Incesto - Votos: 18
91359 - Eu, tia Dalva e tio Paulo. - Categoria: Incesto - Votos: 31
91437 - Meu pai imaginava me comendo, transando com mamãe. - Categoria: Incesto - Votos: 24
91670 - Incesto japonês. - Categoria: Incesto - Votos: 26
92341 - Minha tia Rose... - Categoria: Incesto - Votos: 30
98268 - Família incestuosa. - Categoria: - Votos: 8
103439 - Pai e Mãe & Filha e Filho - Incesto consentido. - Categoria: Incesto - Votos: 34
105311 - Com ciúmes do meu pai, ele acabou me comendo... - Categoria: Incesto - Votos: 33
105602 - Pelo tamanho, meu pai parece um jumento... Adoro. - Categoria: Incesto - Votos: 38
105836 - DO TÊNIS DE QUADRA, PRA CAMA COM MEU PAI... - Categoria: Incesto - Votos: 19
106012 - FÉRIAS NA PRAIA, SOZINHA COM MEU PAI. - Categoria: Incesto - Votos: 34
106316 - Eu, meus pais e meus dois irmãos... Putaria gostosa. - Categoria: Incesto - Votos: 21
111615 - QUANDO FLAGREI MINHA IRMÃ MAMANDO NO MEU PAI. - Categoria: Incesto - Votos: 24

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico baudoscontos

Nome do conto:
Dou pro meu pai até hoje.

Codigo do conto:
94651

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
23/12/2016

Quant.de Votos:
17

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos minha mulher traz porra para mimcontos dei pro meu patrao do estagio gayContos animados papai tio e padrinho me foderam muito quando novinhameiri casada no porno em Uberlândiaconto erotico namoradacontos eroticos novinho virgema meni.inha da enpregada contos eroticoscontos eróticos Pinto de filho parte 01contos eroticos de filho viadinho e mãe puta comendo o cu do viadinho com Pinto de borrachaConto de puta depravada servindo a muitos machoscomi o cu da enteada - contosContos erticos picantes de gays com fotos ilustrativasconto erotico mexeram na ruaquadringo porno analcontos eroticos de jogos esposinha putinha fazendo dp vibradorwww entiada safada com namorado fudendo la no se kitinete. comAi pai tira meu cabacinho contocontos eroticos um encontro inesperadoMendigo pauzudo cabeçaosodomizada pelo padrasto contosquadrinho erotico a sograsexo cacaContos erotico em quadrinhos o punheteiro da praça contos eroticos insestu com viuva gostosa dormindoConto eróticos dando o cuzinho pro meu padrinhocontos eroticos sozinha em casa com o pepino e meu cachorrovideo porno noiva engrvidar do cunhado antes de casarcontos eroticos das bucetinhas bem novinhascasado sendo penetrado no seu cuzinho pelo amigo,devagar e suave.contoseroticos cagueinopaudo meufilhoquadrinhos porno vovo voieurtio iniciando gay contos eroticos gaycontos eroticos colegial assediada em quadrinhossó o meu amante que me satisfaz"regina" download video pornocontos eróticos esposa dopadatia peladaconto gay dei pra varioshq gay primos roludosbig penis toon gayMulheres que traem marido de itapipoca ceconto se exibindo no hotelcontos reais de esposa com negaoconto erótico com o papaicontos eróticos esposa tentando desvencilharirma kavalaA esposa "pagou" o serviço de outra maneiraContoerotico deeptroat na filinhaconto erotico o cabaco da noiva do meu amigopizzaiolo conto sexopornô pai e filho em quadrinhosContos o homem rasgou a buçeta da vovoeu quero ver vídeos do feriado da cachorra lambendo o pau duroporno pênis duronovinho do meu predio chupador de rola grandecontos eroticos dando leitinho para a irma novinha dormircontos eroticos tudo em familiaConto erotico nossa que cu arrombadoconto erotico bunda lindaporno doido comendo 3negabati punheta pro meu filho contos eroticosداستان مصور سکسی خفنultimos contos sadominha madrasta mi seduziu pra fuder a buceta rachadacontos eróticos pepino no cuzinhocontos veridico menino bem dotado conseguiu fode a professora casadapaguei um boquete pro meu tio gay e dei tambem contosXoxotas grande de quatro de evangélicaswww.garota cota comu pedeu u cabasu du cucontos eroticos com tios e sobrinhas safadas e putaPau grande e preto no meu c. Conto erotico eterosexual.contosgays incestoultimosconto erotico clube do scatSexo com minha prima conto erotico