desejos da minha exposa amada

Click to this video!


Este é o meu primeiro conto, mas não é um conto e sim um relato verídico, com todos os detalhes. É a fantasia que descobrí que a minha esposa tem.
Casei com uma mulher maravilhosa... Annika, 29 anos, Loira de cabelos cumpridos, atlética, 1,70m., coxas grossas e um bundão tipo gostosona, super em forma e com abdominais sarados. ..Caráter forte e doce ao mesmo tempo. Peitos grandes com bicos avantajados. Ela precisa colocar protetor pois se não eles são muito evidentes. Um sorriso maravilloso. Uma deusa.
Contarei para vocês como a mulher, quando fogosa e tesuda, para estar satisfeita na cama precisa ser bem comida. E como o marido deve ser aberto para escutar as suas fantasías
Nos primeiros anos eu a comía quase todos os dias, sempre bem comida, proporcionava a ela orgasmos muito fortes. Ensinei-a liberar-se e fazer sexo sem pudor, com grande intimidade.

Tirei para fora o seu excitante lado sexual. Devo dizer que ela, quando faz sexo, geme gostoso e quando goza grita como uma devassa, sem controle, é uma loucura... É o tipo de fêmea que todos os vizinhos sabem quando está sendo comida. Ela gosta de sexo e sabe ser comida. Obviamente fiquei com fama de ser bom de cama com aqueles gritos quase diários.

Fizemos de tudo ao longo dos anos. Já no inicio comecei a comer ela por atrás. Se bem ela teve varios namorados nenhum tinha comido ela assim, era uma virgem anal. Inacreditável que não a tivessem comido pelo cú... com esse bumbum grande e duro...Comigo ela começou a ser enrabada e a gostar de ser dominada assim. Lembro que logo depois da primeira vez que eu a comí pelo cú, alguns dias depois a surprendí masturbando-se no banheiro com uma escova de cabelo enfiado no rabo! A peguei de surpresa! Ela tinha gostado...

O meu pau tem uma cabeça grossa e ela gostava disso. Se bem ele é medio/pequeno (13 cm. aprox.), a cabeça é grossa, o corpo é bem grosso também, arrombador, fica bem duro. No final ele afina um pouco e por tanto fica "entalado" nela. Annika gosta muito e me achava bem dotado comparado com os seus ex namorados. Ela me contava que todos eram pequenos, finos, e que não souberam comê-la do jeito que ela precisava. Ela me disse que tinha tido so' um ficante que tinha o penis bem grande... um nadador que tinha ficado com ela algumas vezes.

Se bem um mulherão eu concluí que ela quase sempre tinha sido mal comida e tinha tido homens de membros pequenos. Com exceção deste nadador, que ela me disse que a tinha feito gozar forte e que a tinha comido muito bem duas ou tres vezes... Ela dizia que aquele tinha um pênis "não pequeno", mas não comentava nada mais...

Eu a comia bem, fodia ela gostoso, por todo o tempo necessario para ela gozar. Virava ela do avesso, ia pela boceta, pelo cú, de quatro, frango assado, de lado, segurando os braços por atrás e bombando ela de quatro, com força, boa pegada e firme, até ela gozar... O meu prazer era dar prazer a ela.

Com o tempo, 8 anos depois, a boceta dela obviamente já estava bem mais aberta de tanto pau, o cú também bem treinado. A minha loira era uma balzaquiana de 37 anos que tinha sido, e continua sendo, bem comida e satisfeita sexualmente.

Numa época comecei a ter fantasias vendos vídeos onde negros comiam loiras casadas... Batia muita punheta pensando nisso. Imaginava a minha mulher sendo comida por uns desses super dotados e gritando de prazer.

Um dia, no meio da transa perguntei se ela gostava de pau grande. Ela disse que sim, que gostava da minha pica... Perguntei se ela não queria que eu tivesse a pica maior.. Ela no começo dizia que não, mas depois não gostava de algumas posições pois dizia que não chegava até o fundo como antes. Ela não gostava de estar por cima por exemplo. Gostava sempre de levar de quatro pois chegava mais profundo. Perguntei então se ela não gostaria que eu tivesse o pênis mais longo.

-"Hmmm. Gostaría que fosse um pouquinho mais cumprido amor..." disse meio encabulada...
Nós sempre tinhamos um diálogo muito aberto, sem problemas e sem complexos.

- Cumprido como? - perguntei.

- "Que chegasse até o umbigo..., sei lá... um pouquinho mais longo" me respondeu. "Até aquí" apontou colocando o dedo no meu umbigo. Ou seja, ela queria uma pica de uns 20 cm...!

- " Gosto de pau grande e duro...Assim de grosso"- disse ela fazendo um gesto com os dedos mostrando um grossor consideravel e dando uma risadinha safada. Na verdade tudo isso era fruto da nossa abertura sexual e comunicaçao aberta de anos...

- "ah... Você quer um super dotado... Não é? sua safada..."

- ".. hmmmmm... Deve ser gostoso..."

- "E você aguenta?”

- "Mmmm... Porque não?" ; ) - ela fazia um gesto de gosto e dava uma piscadinha.

* * *

Uma vez ví em um sex shop um extensor, aqueles que se colocam como se fossem uma camisinha enorme, um pênis extendido... Comprei.

Naquela noite, em um momento quando a estava comendo, coloquei-a de quatro e disse para ela esperar pois pegaria um gel. Coloquei o extensor, como ela estava na posição de cachorrinha não sabia que eu estava com aquilo, que deixava a minha pica mais gorda e de 18 cm... Me posicionei e fui enfiando na boceta e ela logo gemeu, gemeu diferente, era um gemido mais forte, mais gostoso...

- "Umm... que gostoso amor... Está bem grosso hoje...oque é isso? Ummmm, amor! que gostoso..".

Enfiei, pela primeira vez, até o talo... A primeira vez que ela levava 18 cm de pica! E me excitei muito pensando nisso. Ela gemeu alto e disse...

- "Ai amor, que gostoso, sinto muito fundo! Ummmm...mete forte, vai tudo, vai fundo. Aiiiii..."

Ela sentia o pau cutucando e empurrando o útero depois de varios anos e os labios sendo obrigados a selar o caralho pelo maior diâmetro, esticando assim a xana. Os labios eram puxados para fora cada vez que eu saía para logo entrar de novo. Antes a minha pica era suficiente, agora aos 37 anos e tendo sido comida de todos os lados, e muito, este mulherão precisava de uma pica mais dotada.. Fui dando pau nela e ela gozou forte gritando: "É essa! Este é o tamanho que eu quero!! Aiiii, aiii, aiii esta é do meu tamanho!!" Gozamos juntos.

Com o tempo começamos a fantasear que um massagista super dotado a seduzia e a comia. Eu fazia a massagem, colocava o alongador peniano e a satisfazia com uma pica maior....

Depois tentamos uma que era também de 18 cm, mas ainda mais grossa, um pouco menor ao grossor de uma latinha de cerveja. Na primeira vez ela ja falou que sentia muito gostoso...

- "Ai meu amor, como é grande, estou toda esticada, esta bem grande amor, ai amor aaa, aaahh ahhh, como é grande a cabeça desta pica! Ah!!! Toda a pica e’ grande... ai ai amor”
Gemía como uma cadela no cio... gozando forte pediu para eu tirar e terminar bombando ela de quatro com o meu pau. Você quer o meu? Perguntei..."Sim, o teu, me acaba com o teu pau, vaiii!"... Na hora H ela sempre pedia o meu pau...

Era excitante ver ela dando conta desses calibres. Uma vez, surfando na internet, vi um de altíssima qualidade chamado "Colossuss". Comprei e depois de umas semanas chegou via courrier.

Aquele "colosso" tinha 22 cm! E era muito grosso, a cabeçona grande, bem rombuda do jeito que ela gostaría, se bem nunca tinha levado uma assim, pensei. Eram 22 cm de puro cacetão grosso! Tinha certeza que ela nunca tinha levado uma assim e não sabia se ia dar conta.

Uma noite, alguns dias depois, no meio do romance, falei que tinha uma surpresa. Aquela noite tinhado deixado ela bem amaciada depois de comê-la uns 20 minutos. A coloquei na sua posição favorita, de quatro, e perguntei se ela gostaría de ser comida por um super dotado... Na excitação ela não duvidou e disse que sim...

- "Sim! Quero um super dotado!".

O quarto em semi penumbras... Coloquei aquele cacetão. Aquela "prótesis" era muito real, ficava da temperatura do corpo, a textura idêntica, as veias, tudo muito real, da cor de um mulato!

Ela viu e arregalou os olhos. "Amor, que pica grande!... Me mete, me mete essa pica!". Ela ficou toda assanhada quando viu aquela jeba de jumento!

Ela voltou a se posicionar de quatro, como uma égua no cio, empinou o bundão. Era a visão de uma loira bunduda, malhada, empinando o rabo instintivamente, abrindo quase sem querer as pernas em uma reação femenina, a xana já brilhando, cor de rosa, boceta de loira, toda lubrificada, querendo e antecipando sentirse arrombada, a buceta sendo forçada a abrirse, a receber um macho grande... Annika é uma fêmea sexual, gosta de sentir a xana penetrada até o fundo e um pouco mais, até sentir no umbigo por dentro,....sentirse uma fêmea sendo coberta por um cacetudo...

Você vai aguentar? "Sim..., vem amor, enfia". Comecei enfiando a cabeça rombuda...

"ooooohhhh está grossa...ai amor... Sim! esta eu gosto sim, sinto muito grande...uuuuufff... Mete mais, mas devagar, mete com carinho, devagar amorzinho, deixa me acostumar..." ela pedia... Lentamente fui penetrando ... Ela pedia para ir devagar pois abría tudo....

- "Devagar amor,ai ai estou sentindo a minha buceta sendo toda aberta...Ai para...para! Não..... mete, mete mais, mas devagar amor...ufff....

- É isto que você queria?

- Sim! Sim, vai devagar amor...

Minha esposa nunca tinha tido um super dotado e estava se acostumando. Deixei ela se acostumar e fui bombando devagar, ia colocando lubrificante cada vez que saía e entrava... Ela comeceu a gemer mais e a gostar, com o ky gel ajudando ela já começava a arfar e a dar gritos e gemidos fortes. Pediu para começar a aumentar o ritmo...era minha égua sendo comida como merece...com um cacete de cavalo. Não tinha escutado ela gemer desse jeito antes, pelo menos não por tanto tempo, cada estocada era uma loucura.

Gemendo e choramingando de prazer perguntou se estava tudo dentro... Disse que faltava ainda cinco centímetros... Quer levar até o talo?

- "Sim...sim, me enfía até o talo, vai amor....me mete até o talo, me arromba, um pouquinho mais fundo.." Estava surprendido de como ela dava conta do super dotado... A buceta dela estava toda alargada, aguentava tudo! Dei uma estocada. "Aaaaaaaiii,ela abriu mais as pernas tentando acomodar e dar lugar. Já tremendo apertava os lençois, jogava a cabeça para trás empinando o rabo. Ela sabia que eu gostava dessa posição. perguntei se ia aguentar...

- "Sim, eu aguento..é muito grande amor...mas vai que eu aguento, vai devagar, ai amor...uuufff uuuffg".

- Esta gostando?

- "simmmmm!!.. comece a se mexer, devagar, fundo... umm ummm, aahhgg". Eu ia aumentando o ritmo e via como o cacetão estava todo melado com um creme branco do gozo dela por causa das bombadas já no ritmo. Ela estava indo a loucura gradualmente, até que fora de controle começou a apertar os lençois e a gemer, choramingar e dar risadas nervosas; no meio dos gemidos e palavras desconexas dizia que estava muito grande, mas que era assim que ela quería.. De repente ela gritou:

- "Agooooraaa amoor, agoora!! naaao paara! nao para, agora! forte, forte, vai, vai, vai, vaaaaaaaiiii!,, aaaaahhhggggg.. filho da puuuuutaa!!! No momento do gozo forte ela gritava como louca, pedia para bombar forte, xingava, estremecia o corpo. Eu tirava até a cabeça da pica e enfiava de novo até o talo de uma. Quando ia tirando parecia que aquilo não acabava mais de sair, era enorme! Estava chegando até o estômago dela por dentro! Eu completamente excitado de ver a minha fêmea assim fora de controle. Nesse momento perguntei...

- Voce quer a minha? Quer que tire esta e te coma com a minha pica?!

Ela respondeu.. “ Não!! Não!! Eu quero estaaaa!! Me da essa aqui, gosto desta...amor me da essa aqui".

- “Mete fundo, me come com esta por favor!! ela choramingava de prazer... Aaaai ai, esta, esta por favor... É assim que eu gosto, é assim que eu gostava... era assim!" ela gozava uma atrás da outra...choramingava e não parava de mover as ancas e apertar os lençois. Eu tinha ela de quatro, as pernas arregaçadas, pegando ela pela cintura e o bundão exposto vendo a tora entrar e sair. Olhei para os pés dela e os dedos estavam todos contraídos com força.

- "Vai amor, me me me fode, mexe, me da.. me da bombada caralhoo!!". Ela gaguejava entre os gozos. "Me fode, sou sua puta!”

Comecei a aumentar o ritmo mais uma vez, a entrar e sair. Saía até o final e enterrava até o talo... Ela gritava como fazia anos não a escutava gritar, tremia, ..gemia diferente, era um gemido de gozo e de sentir uma pica super dotada entrar até o fundo como ela queria, fazê-la sentirse uma fêmea, uma égua sendo montada por um garanhão... O caralho cada vez com mais "creme" branco, a buceta dela babava muito, estava com muita lubrificação a causa da intensa excitação e dos orgasmos. Era um garanhão alargando o útero da minha gata.

Ela ainda tentava relaxar a buceta cremosa e rosa para permitir a enorme penetração... Eu percebía pois o cú estava muito froxo, para fora. Normalmente ela afrouxava o cu quando queria indicar que desejava anal. Mas agora isso não era possível, ela estava tentando afroxar a buceta ao máximo e o cú também ficava frouxo...., sem querer soltou pequenos peidos... e disse:

- "Disculpa amor, estou toda entupida e está saindo ar ao tentar afroxar a boceta." Eu nao ligava e dizia para ela fazer tudo aquilo que queira, gozar, gritar, gemer, peidar...

- "Vai amor, eu te amo, goza meu amor, você é minha! Eu sou o teu macho e você é a minha puta! a minha fêmea!" Eu ficava mais excitado pois era evidente que ela estava fora de controle de tanto gozo. Puxava os seus cabelos com uma mão e segurava na cintura dela com a outra. Ao puxar os cabelos ela empinava o cuzão, uma égua sendo domada. Eu mordía o seu pescoço e continuava bombando o caralhao nela. Logo no auge do terceiro ou quarto gozo forte, louca de prazer, desengatou e virou-se rapidamente, pediu para eu deitar, no momento de sair da posição de cachorrinha e virar-se para cavalgar, agora sim, a boceta dela soltou ar e toda frouxa fez barulho...

Estava bem arrombada, ela sem se importar pegou a base do pirocão e sentou. Soltou um urro e gozando por última vez gritou:

- "Assiimmm!!!! Esta sim chega até lá, até o fundo!!! Aaiiii amor que cacete filho da puuuutaaa!! Ooooooooouuu, uuuuu, era isso que eu precisava! Aiiiiii....aiiii, goza, goza agora amor, acaba, acaba agoooora!!!!". Arfava apoiando-se no meu peito pedindo para eu gozar e movendo-se em convulsões de orgasmos. Uma cara de éxtasis e os cabelos loiros suados na cara, jogando a cabeça para frente em espasmos... Gritou forte como uma gata no cio por varios segundos, era um urro único, parecendo uma louca... Eu dei estocadas rápidas e profundas apertando os peitos dela e explodÍ junto.

A minha deusa do sexo caiu desfalecida no meu peito...por uns minutos muda e respirando forte..Logo toda lánguida, trêmula, suada, suja de gozo, arrombada, o pescoço mordido, a buceta enorme, cheirando a sexo, saiu de cima, colocou as mãos tremulas perto da boca e disse:.. "Wow. amor! Quero isto pelo menos uma vez por mês! Gozei muuuito".

Depois fiquei um pouco preocupado que ela só queira pica grande. No meio do gozo em um momento ela tinha dito que "era assim.." era assim oque?! Era assim que ela gostava? Mas porque tinha usado o verbo no passado?

E ela confessou... Contou que na verdade já tinha sido comida por um super dotado antes, muitos anos atrás... Tinha sido um amigo de uma amiga com quem tinha paquerado, um romance fugaz e curto, sem importancia, só sexo.... Era aquele que ela dizia que tinha uma pica "não pequena". Mas tinha sido só duas vezes quando ela tinha uns 22 ou 23 anos. Ela tinha tido pênis pequenos sempre, com exceção de um que era um cacetudo de 21 cm e depois o meu, mais curto e grosso... Será que agora ela ficou com vontade de ter bem dotados depois da tremenda trepada que eu oferecí com o prolongador?

Ela respondeu que sim...mas não sempre.... Mas agora ela vai querer transar com um super dotado de verdade ou o nosso brinquedo é suficiente? Ela disse que é só fantasia, mas na hora do gozo as vezes eu pergunto "quer um super dotado?" sim!... mas quer um de verdade ou o brinquedo? sim! Sim amor....de verdade, quero um dotado de verd...aaaaaaggghhhhh e goza feito louca. Oque acham? É só fantasia dela ou é de verdade que ela quer um?.

Foto 1 do Conto erotico: desejos da minha exposa amada


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil garota10vergonha2007
garota10vergonha2007

Nome do conto:
desejos da minha exposa amada

Codigo do conto:
92727

Categoria:
Fantasias

Data da Publicação:
04/12/2016

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


contos eroticos me esfregando no vizinhocontos eroticos homens marginal violentocachorro goza dentro da mulher e enche seu útero de esperma história em quadrinhoscontos erotico porno traicao incestomae super rabuda sendo chantagiada pelo filho conto erodicotrimmed pussy hairconto incesto tô gozando na buceta e ela engravidoucantos eroticos tres meninos e comeram fe gosaran dentro de mimpai meu amante contocontos eróticos aulas com maestrocontos eroticos o dia em que perdi minha virgindade com minha titiacontos eroticos/ chupei a rola do meu irmãozinhosexotia flagrou o pintao do sobrinho e regalou o olho porno.contos erotica na praia de tambabaConto flagra enteada anospai e filho porno gay quadrinhosconto erotico cara e coroacontos eroticos dei a primeira vez que peguei numa picacarne mijadas casadas conto eroticos com fotossalinas vamppapi comendo miha espozinha.contoContos eroticos chupada dormindoporno koreanas lesbicasContos de incestos.da mamae cavalona seduzindo filho novinhoHq porno gayTio indo no parquinho com as sobrinhas curiosas contos eroticosconto erotico fui na casa da minha sogra e so ta minha cunhadinhacontos eroticos cunete gays pai e filhopais a emrrabar as filhasquadradinho erotico incesto COM HUMORcomendo minha avo quadrrinhoContos eroticosde traiçãomeu marido derrama muita porra minha buceta fica escorrendo conto eroticozoofilia cachorro viciado emfuder buceta de mulher de quatrocontos erotico de vizinho tarado e pai ciumentocontos narrados de casada que adora um boquetezoofiliacantoincesto tio ginecologista bolinando sobrinha de doze anosJanaína deu cu virgemparasogroporno com camioneiro em patio da empresaconto erótico aliviei ele punhetaContos sou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempowww.contos+filho+pega+mãe+calvacando+na+rola+pai.com.brmeu pai é crosdresser conto eróticocontos eroticos de netinhas com vovofoto meninas virgem peladinhaconto erótico deu para um estranho com meu marido no cinemacristina puta conto eróticominha vizinha safada casada heleniceacabei virando mulherzinha da mamae conto de cdzinhacontos flagrei minha esposa traindo numa festacontos eróticos de gay comido pelo tio do meu amigocontos eroticos minha mae cedeuporno enquadrinhos mamae vadiafoto conto erotico mae cavalonaMeu genro me comeu na casa abandonada contos eroticos femininocontos eroticos suruba das cinquentonascomi a buceta e cu de cilene contoshq porno marvelMinha esposa dando pra meu amigo em contosminha professora em quadrinhoerotico parte 5contos er noite friaqero ver Novinhas transando cor caxorroMeu patrao dono da empresa que eu trabalho ele me convidou eu pra eu ir passear na sua lancha conto eroticobuceta grande conto eróticoperfil sapegadorconto incesto tô gozando na buceta e ela engravidoume assustei com o tamanho do pau do meu primo pornohq porno negaoContos a calcinha da namoradamulher gozando na picacorroa safsdacontos cu cabacoconto acabei traindo meu marido com meu irmaosinho novinho