Diabinha do Ipanema

Click to this video!


Quando abri meu face aquela manha de sábado eu percebi que tinha um recadinho pra mim no bate papo.(Tudo isso é seu)
"Era da cassia uma morena de cabelos pretos do nordeste do pais, se referindo a foto da minha rola que tinha mandado pra ela. Eu tinha feito uma amizade com ela
através de uma amiga a Susana uma outra historia que outro dia eu conto. Cassia era casada era uma pequena comerciante da sua cidade mas o casamento não ia bem pois eles estavam¨"pelo que entendi" (separados). Mas ele ainda morava com ela, um em cada quarto, isso já fazia alguns meses disse ela.
então pegamos uma afinidade virtual ela curtindo meus contos, minha pagina no face e sempre que ela estava on line nos falávamos.
Um dia uma foto veio ate mim, ela tinha postado acho que pra mostrar pra amiga Suzana, aquela foto mudou totalmente as coisas eu desejei muito ter aquela mulher e sei que muito outros também, mas ela não gostava de homens afoitos e sem respeito, tinha que saber conquistar ela, afinal ela estava em um relacionamento conturbado.
Curti a foto e disse que adoraria ver essa diabinha de perto"
Nesse sábado eu estava diante de uma pergunta dela(Tudo isso é seu?) Era uma foto de calça jeans azul, minha rola estava mole com o zíper aberto e ela pendurada como uma tromba de elefante. Escrevi que sim ela escreveu rssr então ela continuou. Nossa que isso amigo assim eu fico toda mole aqui na loja rrs, se vc quiser eu posso ir ai colocar ele na sua mão escreveu eu. Ela escreveu, teria coragem de vim tão longe pra me conhecer? se você se vestir de diabinha com certeza vou ate você e te amo muito. Mas com carinho né rssr escreveu ela, se referindo a tromba de elefante que tinha visto na foto. Você quer que eu vá ai princesa? Demorou um pouco pra responder dando a intenção que ela tinha se ofendido ou que só queria brincar e na hora h sair fora. Quando você pode vim? aquela pergunta me pegou de surpresa minha rola estava pra fora, eu segurei nela e dei algumas balançadas e disse; você quem manda estou livre todo final de semana.Pode vim dia 15 agora ? esse é meu numero se vier me liga 8125...
Já estou aqui no hotel querida próximo a rodoviária hotel dos viajantes, era sexta feira dia 15 .mas antes estávamos nos falando pelo telefone foi uma semana que gozamos muito falando um com outro, noites sem dormir direto falando com ela e gozando virou um vicio, você vem mesmo amor, estou molhadíssima.
Vai para o motel vip próximo a saída da cidade rodovia senador... esteja la as 16;00 em ponto já tem um quarto la pra nós, suite 25 em meu nome disse ela com a voz um pouco nervosa ao celular.
Quando cheguei e abri a porta da suite 25 ela estava em pé na frente do espelho com um arco com dois chifrinhos na cabeça prendendo os cabelos, batom vermelho na boca com uma capa vermelha cobrindo todo o corpo e descalça, deu um sorrisinho um você veio mesmo seu louco saiu da boca dela e me agarrou. Sua boca era deliciosa e carnuda ela era quente e suculenta, Gostou meu negão da sua diabinha ? amei, ela abriu a capa vermelha e revelou um corpete vermelho todo transado misturado com preto em couro calcinha vermelhinha de renda toda enfiada na bunda, deu uma voltinha e me abraçou de novo, se abaixou e alisou minha rola por cima da calça que já estava ficando enorme eu estava sem cueca fiz de proposito minha rola esta toda pra baixo, parecia que estava amarado na minha perna esquerda. Caralho Dom que pau enorme que delicia, deu umas mordidinhas por cima da calça mesmo abriu o zíper,( ela estava de joelhos na minha frete) sem tirar a calça só pelo o zíper ela pegou minha rola já crescendo e inchada com as duas mãos e ficou olhando uns segundos pra ela deu risada e disse,nossa cara que delicia . A boca estava subindo e descendo pela minha rola que já estava duríssima, a baba escoria pelos cantos da boca, ela sugava como alguém que estava com muita fome, lambia das bolas pra cima ate a cabeça e descia mordendo, sempre segurando com as duas mãos algumas batidas na cara ficou toda melada pois minha rola escoria baba de dentro. De repente ela pegou com uma mão minha rola e ficou olhando pra ela e fez um aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii delicia vou me acabaaaa apertando a cabeça que ficou vermelha parecia que ia explodir, se levantou e foi para um sofazinho que tinha no quarto a calcinha estava todinha dentro da bunda dela minha rola pingando baba, tirei totalmente a calça e fui ao seu encontro ela se sentou de frente e eu ajoelhei ao seus pés.

Comecei lambendo os pezinhos dela, dedo por dedo
vão por vão.
Chupando um dedo depois o outro
do dedão até o dedinho.
Dando lambidas curtas e outras leve.
Depois fui subindo lambendo perna por perna ate o joelho,
sua voz embargada quase não dava pra entender nada,
nossa amor que isso aii delicia nunca senti isso.
Quando comecei a sentir o cheiro da xoxota dela então percebi que era hora de mudar e subir mais a linguá.
Abri as perna dela e sem tirar a calcinha dei um leve cheiro na sua buceta pra me certificar que estava babando.
Então dei leves lambidas por cima da calcinha mesmo sem tirar, lambi dei mordidinhas ate sentir que a baba estava escorrendo e vazando pelos furinhos da calcinha vermelhinha de renda (que estava todinha enfiada na bunda dela).
então percebi que era hora de tirar a calcinha puxei ela de lado e dei umas lambidas aleatória nos beiços da xoxota que estava escapando pelos lados da calcinha pequena.
Tirei a calcinha totalmente e coloquei ela na boca mastigando como chiclete olhando sempre dentro do seus olhos.

Nossa que isso amor nossa que delicia minha calcinha toda dentro da sua boca ai, aiii minha... não completou a frase

Nesse momento minha rola já estava gigante então fui lambendo sua xoxota lentamente com a ponta da linguá levantando mais sua anca e comecei lambendo a partir do cuzinho lambia o cuzinho e ia subindo de vagar mas, com a linguá bem prensada em toda sua xoxota.
Estava agora fixo no grelo dei algumas mordidinhas e pelo retorcimento de corpo e as palavras sem nexo balbuciadas, nossa,ai amor vou morrer, ai que delicia . um cheiro muito forte saia da buceta dela, não era mal cheiro, era adocicado,inebriante,embriagador,fazia minha linguá ficar sem direção,sem coordenação, eu lambia agora desesperadamente, suas pernas estavam sem controle tentando escapar e ao mesmo tempo abria e fechava violentamente, mas suas mãos estavam prensando minha cabeça e como uma torrente de água, o leite veio ao encontro da minha garganta, mas pra minha surpresa saiu muito mais que isso, xixi misturado com leite me fizeram entender o cheiro forte que eu tinha sentindo minutos antes, fiquei todo lambuzado, minha cara estava totalmente melada de uma gosma deliciosamente quente .
Ela estava berrando, urrando como um animal, aiiiiiiiiii, minha nossa senhora, aiiiiiiiiii, se contorcendo na cama como uma cobra. Um toque na porta me fez sair da irrealidade e me trouxe para o quarto de motel onde estávamos, fui ate la com uma toalha no rosto me limpando a camareira perguntou se estava tudo bem disse que sim, desculpa é que escutei uns gritos muitos fortes e diferente de que estou acostumada, olhando pra baixo eu me lembrei que estava nu e minha rola totalmente enorme (ainda não tinha comido a cassia pois estávamos só nas preliminares e nem sabia se iria come-la, pois ela estava em êxtase tremendo na cama como quem esta com frio). Nossa; disse a camareira agora sei o porque dos gritos,minha rola nesse momento pingou uma baba e ela deu um sorrisinho e um delicia saiu da boca dela e foi embora.Voltei para a cama cassia estava dormindo profundamente, olhei ela suspirando entre as cobertas molhada de xixi e leite, uma mistura macabra mas totalmente proporcional para alguém que estava fantasiada de diabinha. Fui ao banheiro e tomei um banho demorado e revigorante, liguei a água quente, depois fria, quente e fria sempre alternando sobre meu corpo nu, me senti melhor, um vulto atras do box revelou que cassia já estava acordada; amor, uma voz meiga e manhosa falava comigo, estou molinha com as pernas bamba, me deu um beijo e eu a puxei pra dentro do chuveiro ela estava nua e se virou pra eu esfregar as costa dela, minha rola já inchando outra vez entrou no meio das pernas dela meu corpo começou a arder o dela ficava mais quente, ela arrebitou bem a bunda pegou com a mão direita minha rola e direcionou pra dentro da xoxota dela que ainda escorria leite, estava fácil a penetração deu uma abaixada pra ficar como uma cadeirinha pra ela sentar encostei na parede minha rola totalmente ereta quando a cabeça se encaixou na porta da sua vulva melada, ela disse ai amor, com carinho ta! Cincos minutos depois minha rola estava totalmente dentro dela, ela rebolando bem de vagar com as mão na parede do banheiro um pouco pequeno pra nos dois mas ficou perfeito, ficamos bem encaixados e dava pra ver sua bunda grande e macia se contorcendo sobre minha rola inchada. Ai que delícia amor que carinho gostoso nossa estou sentindo ele no meu útero amor, tira um pouco nossa ta la no fundo essas palavras fizeram sua voz ficar mais intensa e um ai amor vou gozar saiu de dentro da sua garganta e o rebolado aumentou, aii amor, ai amor, come ai, ela começou a se debater e então minha rola bem prensada dentro daquela xoxota quente e apertada começou a pulsar inchava e desinchava minha porra saiu juntamente com a dela os dois gritando e gemendo perdi totalmente a noção não queria sair de dentro dela senti todo meu leite derramar, as perna dela amoleceu ela teve tipo como um desmaio e foi caindo lentamente no chão do banheiro, minha rola babando saiu de dentro dela e ficou escorrendo, ela segurando na parede gemendo baixinho, deixei a água cair sobre ela e a levei pra cama envolta na toalha, ela ficou deitada balbuciando palavras sem nexo e gemendo bem de vagar adormeceu. Era já 22:30 quando meu celular tocou, vi seu recadinho escrito de batom no espelho do banheiro amor fiquei chateada e ao mesmo tempo feliz estou já indo embora ardida,bem comida, com saudades e feliz. o telefone foi desligado me deitei na cama do hotel onde estava hospedado e um sorriso aflorou em meus lábios e um pensamento (isso vai dar um bom conto).

Foto 1 do Conto erotico: Diabinha do Ipanema

Foto 2 do Conto erotico: Diabinha do Ipanema

Foto 3 do Conto erotico: Diabinha do Ipanema


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario

Comentou em 04/10/2016

Muito excitante. Adicionado.

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 04/10/2016

Coelhinha linda! Betto

foto perfil usuario dibinhocarinhos

dibinhocarinhos Comentou em 03/10/2016

A M I G O VC ERROU FEIO, ISTO NÃO É UMA DIABINHA, E SIM UMA C O E L H I N H A....VC NÃO SABE A DIFERENÇA......POR SINAL, UMA DELICIOSA COELHINHA.....




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


89855 - Recheada de Bombom - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
89905 - Carente De Amor - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
89973 - Minha Quase Sobrinha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
89974 - Minha Primeira Vez Com Uma Cdzinha - Categoria: Gays - Votos: 16
89977 - Cdzinha Adrianinha - Categoria: Travesti - Votos: 11
89983 - A Mamadeira Da Boneca - Categoria: Travesti - Votos: 11
90012 - Minha Tia Helena - Categoria: Coroas - Votos: 5
90043 - Minha Sobrinha Fernanda. - Categoria: Incesto - Votos: 11
90054 - Comendo Pelo Whatsapp 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
90122 - Ja Estou Fechando - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
90184 - Os Delirios De Uma Manicure - Categoria: Interrraciais - Votos: 2
90304 - Comendo Pelo Whatsapp 2 - Categoria: Masturbação - Votos: 8
90376 - Fiz Meu Sobrinho de Putinha.(Parte 1) - Categoria: Gays - Votos: 31
90424 - Fiz Meu Sobrinho de Putinha (Parte2) - Categoria: Gays - Votos: 18
90450 - Fiz Meu Sobrinho de Putinha (Ultima Parte) - Categoria: Gays - Votos: 19
90458 - Eu Ela e Meu Cachorro - Categoria: Zoofilia - Votos: 7
90592 - 3 Safadas 1 Pai e 2 Maridos - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
90924 - No Onibus para.Floripa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
91088 - Casada de Americana - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
91161 - 30 Dias com meu Casal de Primos (Parte 1) - Categoria: Gays - Votos: 7
91238 - 30 Dias com meu Casal de Primos (Parte 2 ) - Categoria: Gays - Votos: 7
91327 - 30 Dias com meu Casal de Primos (Parte 3) - Categoria: Gays - Votos: 7
91374 - 30 Dias com meu Casal de Primos (Parte Final) - Categoria: Gays - Votos: 10
92400 - Sussuros de Uma Mulher Carente - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
95539 - A Coroa do Hospital Tatuapé - Categoria: Coroas - Votos: 4
96270 - Gosto Assim - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
96336 - A Vizinha Misteriosa - Categoria: Fetiches - Votos: 1
100297 - Dedada Milagrosa - Categoria: Fetiches - Votos: 3
101623 - Reencontro - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
101685 - Cdzinha Kamilinha - Categoria: Gays - Votos: 2
105682 - Sem Dentadura - Categoria: Coroas - Votos: 7
106649 - No Pesqueiro - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil dommonteiro
dommonteiro

Nome do conto:
Diabinha do Ipanema

Codigo do conto:
89979

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
03/10/2016

Quant.de Votos:
14

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


filhaputacontoSexo enfurecido, loucamente estrupei gostoso fudi sem dó conto erótico a namorada do meu amigo chupou meu pauedinara gostosa peladaPerdi minhA virgindade num estrupo contofilme de pornô morena com cavalo das Naçõescontos veridico de incesto cunhada casada fode com o cunhado pra pagar dividacontos vovóeróticoscunhado fodendo a cunhadacontos eroticos sou adotadaptimrira sirica contogato pueteir porraqero ver Novinhas transando cor caxorrocontos gay pai cabaçominha mulher contou que ficou com a buceta arrombada em floripamenina viciada em gozaranjo negro contos eroticosgibi porno antigoconto erotico professoras fazendo orgiasContos Perdendo a virgindade com o namoradoconto minha enteada de dez anos sentou no meu pau sem calcinhaConto eritico de esposa pegando no flagra o marido cravado no cu da melhor amigacontosComendo a mulher do meu tiohomens de pau duro em publicoestruprei minha mae e minha tia contisquadrinho erotico filho com ciume do amigo da maefotonovela pornoContos eróticos gay comeram meu cu quando guripau e xana peludos contos eróticossexo gay de mulekes e mostrando as axilas raspadinhacontos eroticos, minha filha berrouchequei em casa e mao aquentei ver minha enteada dormindo peladalesbica conto 52 anos ultimoscontoEle pressionou seu pau na minha buceta me puxando pela bundasexo em quadrinho gay a forçacontos eroticos fudi com um jumento e me lasqueivideos de mulheres de saia sem calcinha anda na rua e aceitando dar a buceta 2017Contos eroticos meu papai safado me comeu no meu quartogordinha bucetuda metendo obijeto grande na buceta conto eroticoLucmar mimha conhadA cpm a vagina melAdA .oConto no cu da minha irmãcontos erotico gay negro quadradinhoultimos contos sadoContos erotico madrasta gostozaVidioporno professora de quadrinhocontos eroticos de pokefilia e pokemoncontos eroticos minha mulher doente comi minha sogra na areacontos eroticos fudi o padrinho gaymeninAcrenteputadeisnegao comendo o cu da novinhaConto erotico de medicocontos eroticos mamae mandou eu chuparmarandro colocou a calcinha de de lado e meteu fundo na bucetacontos eroticos comendo a prima do meu amigonoracontoeroticominha tia anda de bicicleta sem calcinhas contos eroticosmae e novinho conto erotoicocontos eroticos com foto comi minha aluna putaconto vi minha filha metendocom e genromendigo gay pornoquadrinho erotico pai fudedo com a filhacontos erótico com fotos sou casada mas adoro dar pra molequesconto de erotico melhor amigo hetero e gay videocontos comi irma na viagem pornoensinei meu filho de dez anos a bater punhetafilmes porno de incesto listahistoria quadrinho porno vizinhaconto eroticoco traindo com 26 cmultimo contos eroricos com fotos 2017 de tanto meu marido fatasia na cama virou cornominha esposa numa dupla penetração contoprofessora submissa 38deixei meu cunhado gozar na minha bucetaEu fui fudida pelo meu padrinhoconto comendo a babacontos eroticos afilhada dando o cu pra padrinhocontoeroticoburroconto erotico incesto mama e as fraldasrelatos sexuais nosso amigo comendo meu cú e meu marido filmano