A FILHA DA MINHA EMPREGADA

Click to this video!


Eu tive uma que vou chama-la aqui de Lurdes, negra, separada, 47 anos, 1,62cm altura, 54kg e era uma mulher que cuidava bem do serviço da casa e da nossa alimentação.
Trabalhou alguns anos em casa e tinha duas filhas, Carol, solteira, 23 anos, negra, 1,64cm altura, 58kg e belo corpo.
Keila, solteira, negra, 21 anos, 1,61cm altura, 50kg e era bem mais saidinha que sua irmã e tão gostosa como ela.
Bom Lurdes passou a dormir em minha casa para economizar o dinheiro da passagem que eu lhe dava.
Como eu tinha só uma televisão que ficava em meu quarto, Lurdes pediu para ficar em meu quarto para assistir as novelas, falei para ela se deseja-se colocar outra cama de solteiro no meu quarto que era grande, podia colocar no canto oposto ao meu e assim podia assistir suas novelas e o que mais deseja-se.
Ela gostou da ideia e assim fez e passou a dormir no meu quarto.
Suas filhas estranharam a mãe esta dormindo agora no meu quarto, perguntaram se era só dormir mesmo ou tinha algo a mais entre nós dois.
Expliquei a elas o motivo e principalmente Keila a filha mais nova, passou a ficar em minha casa ate tarde da noite, indo embora sempre 23;00hs ou mais para sua casa.
Para mim não tinha nenhum problema, eu deitava em minha cama e logo dormia que as vezes nem via Keila ir embora.
Os dias foram passando e Lurdes já não ia nem final de semana para sua casa, sendo assim sua filha Keila também passou a ficar mais tempo em minha casa.
Carol ia a minha casa as vezes por ter namorado e passar a maior parte do tempo com ele, ate ficou grávida dele e pensavam morar juntos.
As vezes eu acordava com o barulho da televisão ligada e
Lurdes dormindo, muitas vezes vi sua buceta porque ela dormia de camisola sem calcinha.
Passei a dormir só de cueca para ver o que podia acontecer.
Cheguei a acordar algumas noites assustado como se tivesse alguém me tocando, olhava para os lados e só via Lurdes dormindo em sua cama, eu de cueca as vezes abaixada e caralho duro.
Pensei ser eu mesmo me tocando dormindo e deixei para lá sem comentar nada com Lurdes, ela podia ate sair do serviço por eu pensar ser ela.
Porem uma noite e eu sem sono só de olhos fechado, senti uma mão entrar na minha cueca e tocar meu cacete ate ficar duro.
Fingi mesmo estar dormindo para deixar Lurdes fazer o que queria.
Sua mão masturbava meu caralho agora já duro, passava a língua na cabeça e colocava um pouco dentro de sua boca.
Fiquei deitado imóvel, sem gemer para não assusta-la e deixa-la terminar o serviço.
Lurdes chupava com vontade na certeza de eu esta dormindo mesmo, quando senti o gozo se aproximando, esperei ela colocar todo meu caralho dentro de sua boca e gozei toda porra que ela bebeu toda.
Dei uma mexidinha na cama, ela levantou correndo para sua cama e deitou fingindo esta dormindo.
Na manha seguinte, Lurdes estava toda sorridente e cantando.
Perguntei a ela o que estava acontecendo e sua resposta fui o que aconteceu fui maravilhoso, ela bebeu um leitinho fresco direto da fonte que estava com o gosto em sua boca mesmo já tendo tomado café.
Keila chegou cedo e viu sua mãe diferente, não sei desconfiou de algo, mais ficou perguntando a sua mãe o que tinha acontecido para tanta felicidade.
Lurdes falou que ia ficar séria para eu e sua filha não ficar fazer perguntas.
Keila chamou a mãe para conversar no quarto e já sabia que vinha alguma bomba, conversaram por mais de meia hora e Lurdes retornou dizendo precisar falar comigo.
Me disse que sua outra filha ao invés de ir morar com o namorado, pai do filho que ela estava esperando, ele é que foi morar na casa dela e lá estava a maior putaria, eles tinham ate convidado a Keila a manter relação sexual, já que Carol estava grávida e tinham medo de prejudicar a gestação.
Perguntou se sua filha Keila podia dormir uns dias com ela em minha casa, ela como pagamento a ajudaria no serviço da casa e para dormir só colocaria um colchão no chão e pronto.
Não podia negar este pedido a ela no momento difícil, afinal ela era muito útil para mim e sempre foi ótima no serviço que fazia, a única coisa que me deixou meio bolado, que ela não mais podia me masturbar e chupar meu caralho.
Keila foi buscar suas roupas e quando chegou já se vestiu como se estivesse dentro de sua própria casa.
Shorts apertado, blusinha que mostrava seus pequenos seios e já sentou no sofá da sala com as pernas abertas com os pés em cima da mesinha de centro.
Chamei Lurdes e perguntei a ela se não era melhor ela e a filha dormirem em outro quarto, eu ate compraria outra televisão ou elas colocariam a minha lá, só para elas terem mais liberdade.
Keila ouviu eu conversando com sua mãe e veio da seu palpite.
Disse que não queria atrapalhar eu e sua mãe, ela iria dormir sozinha no outro quarto já que não ligava por televisão.
Falei que para mim não tinha problema as duas dormirem no meu quarto, só estava pensando na liberdade para elas.
O dia passou rápido, cada um tomou seu banho, jantamos e elas foram assistir as novelas.
Eu não mudei a maneira de dormir, tirei a calça na frente das duas ficando só de cueca, dei boa noite e deitei em minha cama.
Keila não perdeu tempo e já foi dizendo que se eu podia dormir de cueca, ela ia só dormir de calcinha ou sem roupa nenhuma.
Lurdes a repreendeu e falei que não ter problema ela dormir nua, ela estava em sua casa e com toda liberdade.
Lurdes falou que a casa era minha e ela tinha que respeitar, falei para ela ficar calma e deixar a filha ficar com queria.
Lurdes com certeza sentiu esta perdendo o espaço que era só dela, agora tinha sua filha que já atacou direto mostrando para que veio.
Dormi pouco aquela noite, pois Keila realmente dormiu nua no colchão no chão entre a minha cama e a da mãe dela.
Percebi que Lurdes também não dormia, virava de um lado para outro na cama e não se para vigiar eu e sua filha, ou por querer vir chupar meu caralho e não ter jeito.
Com a claridade da televisão ainda ligada, podia ver o corpo nu de Keila que não fez questão de se cobrir.
Sua buceta depiladinha brilhava e só não pulei em cima dela em respeito a sua mãe.
Os dias foram passando e a jovem a me perturbar com meus pensamentos de sexo.
Chegou finalmente o final de semana e pensei que as duas iriam ate sua casa para resolver o problema com a outra filha.
Engano meu porque fui só Lurdes e a filha ficou a espera do resultado da conversa delas.
A noite chegou e tomei banho para jantar, Keila também foi tomar o dela e saiu do banheiro vestindo só calcinha.
Ao ver o seu corpo praticamente nu, esqueci ate que ia jantar.
Fui na direção dela que não fugiu, nos abraçamos aos beijos e já fui conduzindo ela para o quarto onde tinha a cama de casal.
Deitamos na cama para o delicioso 69 e nos chupamos com prazer, bebi muito do seu gozo e dei a ela jatos de porra dentro de sua boca.
Nem eu ou ela queria perder tempo, já a coloquei de quatro e meti na sua buceta por trás, mais na verdade eu estava era louco para foder seu cuzinho que piscava de tesão.
Meti tudo dentro de sua buceta e fiquei tirando e metendo lentamente, curvei meu corpo sobre o dela e toquei os bicos de seus seios com meus dedos socando meu caralho em sua buceta agora com mais força.
Keila rebolava na minha vara aos gritos dizendo para não parar porque ia gozar.
Meti mais rápido para seu orgasmo seu abundante, realmente foi que senti meu caralho agora deslizar para dentro de uma piscina cheia de agua, tamanho foi o seu gozo.
Mudei de posição e ela vindo por cima, fazia ela me foder como queria e o fazia muito bem.
Sentia meu caralho sumir dentro de sua buceta e sair com seus movimentos cadenciados me deixando louco de tesão.
Segurei-a com força sobre meu caralho e gozei gostoso dentro de sua buceta, eu quem cadenciava agora a metida para gozar tudo e enche-la de porra.
Descansamos um pouco e voltamos a foder com todo prazer que sentia um pelo outro.
Eu via seu cuzinho piscando perto do meu caralho, mais ela só deixou eu meter um dedo dentro dele.
Quando meti o dedo ela ficou em brasa e me fodeu gostoso o caralho, mordia e soltava com gritos de que era a minha putinha me fazendo gozar gostoso novamente.
Foi uma noite maravilhosa de muito gozo com prazer, gozei acredito que quatro vezes ate o dia raiar, depois descansamos, tomamos banho e deixando tudo arrumadinho para sua mãe não perceber nada.
Depois que ela voltou para casa da irmã, Lurdes voltou a chupar meu caralho quase todas as noites sempre pensando eu esta dormindo.
FICO POR AQUI
ATÉ A PRÓXIMA
JOÃO CARLOS
Foto 1 do Conto erotico: A FILHA DA MINHA EMPREGADA

Foto 2 do Conto erotico: A FILHA DA MINHA EMPREGADA

Foto 3 do Conto erotico: A FILHA DA MINHA EMPREGADA

Foto 4 do Conto erotico: A FILHA DA MINHA EMPREGADA

Foto 5 do Conto erotico: A FILHA DA MINHA EMPREGADA


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 16/02/2017

adoro meter em empregadas! Amo, e se for negra, amo de paixão! Quem me dera, meter na filha da atual empregada, ela tem 15a, mas com uma carinha de vadia, maravilhosa!! Betto(o admirador do que é belo)




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


76143 - MINHA SOBRINHA DELICIOSA - Categoria: Incesto - Votos: 15
76271 - FINALMENTE FODI GOSTOSO MINHA PRIMA - Categoria: Incesto - Votos: 11
88226 - A NOSSA EMPREGADA DE SOROCABA - Categoria: Fantasias - Votos: 12
88320 - FODI GOSTOSO AS DUAS IRMÃS - Categoria: Interrraciais - Votos: 2
88336 - FODENDO GOSTOSO AS DUAS IRMÃS - Categoria: Interrraciais - Votos: 7
88388 - DESCOBRI QUE MINHA NAMORADA ERA TARADA A DA O CU - Categoria: Fetiches - Votos: 9
88439 - MINHA DOCE PRIMA TERESA - Categoria: Incesto - Votos: 4
88588 - AS DUAS AMIGAS BISSEXUAL - Categoria: Lésbicas - Votos: 4
88659 - ANGÉLICA REALMENTE ME FEZ SENTIR MUITO PRAZER - Categoria: Fantasias - Votos: 4
88716 - JOYCE A NINFETA FAMINTA - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
88866 - LUCIANA A IRMÃ DE JOYCE - CONTINUAÇÃO - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
88925 - HELEN ME FEZ UM PEDIDO DEPOIS A FODI - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
88978 - A NINFETA DO LITORAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
89035 - MINHA DELICIOSA PRIMA GISELE - Categoria: Incesto - Votos: 3

Ficha do conto

Foto Perfil joaocarlosfurtado
joaocarlosfurtado

Nome do conto:
A FILHA DA MINHA EMPREGADA

Codigo do conto:
88632

Categoria:
Interrraciais

Data da Publicação:
03/09/2016

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


nao acreito que minha sogra me chupou contohpassrj@Yahoo.com.brestruprei minha mae e minha tia contiscontos de incesto meu sobrinho e um cavalocontos eroticos boca grandeconto erotico a coroa gostosaavo pelada e cu de margarinacontos porno mulher novinhovideos amadores de gugagutotia rápuda dar pro sobrinho porno incestowww.alyamirantinane.comquadrinho erotico a sograconto sexo em quadrinhos incesto 3dmae safada= professora putacontos eroticos mimha mae gostozonaquadrinhos pornor filho atrevidocontos gay 2017filhaputacontoPorno contos incesto mamaes ensinam tudo as ninfetinhas inicio orgiasesposa chapada contoo velho e minha esposa cavalona e timida contos eroticosde sirgir blog comda sikis indirconto erótico estrupo na lua de meuCumplices de um resgate Cumpli conto erótico Contos gay pau pequenoporno contos eroticos filhaconto erotico gay garotadaContos eroticos com coroasEu raspo minha buceta pro meu marido fuder minha buceta e meu cu conto eroticoContos eróticos, papai me levou para praiacontos casada e a vizinha dando e tomando porrabruna lombardesexocontos eroticos de mulheres evangelicas fuderam com sobrinhoesposa velho pauzao contosContos eriticos papai me molestocasa dos contos tia 22cmbaixinhas na dp conto eroticoConto erotico meninassiririca com objeto contos eróticosconto erotico mae bate uma punheta pra mimconto erotico maemae e meu paipaiContos eróticos adoro dar a minha buceta pro meu vovô pirocudocontos eroticos vizinha crente kkkkmaexesoquadrinho erotico a cachorrawww.conto erotico minha eteada me seduziucontos eróticos comi o cu do filho da mendigaconto erotico ilustrado cornosConto eurotico. Sedutoras e marentasSexo Eu meu marido e minha amigacontos eroticos gay host daddyconto erótico em quadrinhos transando com a colega de servicocontoeroticoinocenciacontos eróticos com fotoscontos erotico com cavaloentot janda memek tembemcoto erotico sou a putinha do papaicontos eroticos a minha mae no onibus pego no meu pauconto erotico o triste fim de jessicacontos eroticos incesto chupei a bucetinha da minha filhavideos de cornos que chuupamcontos heroticos de rafael alencar dando o rabinho deleconto fragei meu enquilinocontos eroticos gay de dando uma mamada no moleque moreninho claroirmãos franceses gay incestowww.contoerotico.meu pai mim trasformou em mulherconto erotico fui buscar a esposa do meu amigo no trabalho e tranzei com ela safada gemiaconto erotico meu pau entra folgado na buceta da minha esposa será q ela me trai?escravo gay contomãe coloca lingerie para filho incesto