Tesão de sogro

Click to this video!



Todos sabem o quanto adoro me exibir e como não podia deixar de ser, desta vez vou contar a experiência que tive e tenho com meu queridosogro. Ele é
um sujeito já de certa idade, meio gordinho, pois adora uma cerveja e tem uma barriguinha um pouco saliente.

Minha sogra sempre diz que ele sempre foi muito safado, mas que agora, com a idade, parece que está mais tranqüilo. Bem, eu como sempre fui muito safada.
Adoro me mostrar, pois modéstia a parte, sou bem gostosa. Morena, 1,68, coxas grossas, quadril largo, bunda arrebitada, seios fartos, macios com aureolas
grandes e bicos sempre durinhos.

Tenho um tesão nos peitos que me deixam maluca! Adoro ser chupada, mamada, bolinada! As mãos dos homens nos meus seios me levam a loucura.

Confesso que fico molhadinha só de pensar! Chego a gozar deliciosamente só com as mamadas e passadas de mãos nos meus belos peitões. Bem, vamos ao que interessa!
Eu e meu marido, Sergio, fomos passar uns dias na casa dos pais dele que moram na praia.

No meio da viagem eu já senti muito calor e tirei o soutien (odeio) e fiquei só com a blusinha de alcinhas que marcava bem os peitões. Meu marido disse:
Assim não dá, vc está um escândalo com essa camisetinha e se chegar assim meus pais vão reparar. Olha essas tetas como estão! Os bicos parecem que vivem
com tesão!e enfiou a mão toda pelo decote e me deu uma apertada nos bicos. Eu dei uma gemida forte: Aiiiiiiiiiiiii, cacete!

Você sabe que sou sensível nos peitos e fica apertando com essa mão gostosae para provocá-lo abaixei as alcinhas e fiquei com os peitões de fora. Ele
quando viu, encostou o carro no acostamento imediatamente e veio pra cima de mim com as duas mãos apertando meus peitos dizia: Cadela, gostosa!

Fica mostrando esses peitos que me deixam doidoe caiu de boca ali mesmo, na estrada deserta. Começou a me chupar os bicos com força, a mamar com vontade.
Fazia até barulho as chupadas que ele dava. Fiquei de joelho no banco e facilitei bem as mamadas pra ele. Esfreguei bem os peitos na cara dele e ele ficou
desesperado pra me comer ali mesmo, mas fiquei com medo da policia rodoviária que podia passar e ele disse: Que importa se a policia passar! Se eles virem
esse peitão gostoso, com certeza vão ficar doidos pra dar uma mamada!. Seguimos viagem e de vez em quando eu deixava a alcinha da camiseta cair como se
não tivesse percebendo e mostrar um seio e ele ficava doido e na hora agarrava e queria parar para dar uma chupada, mas eu dizia que a policia podia passar
e só ia provocando até chegar. Quando chegamos eles nos receberam muito alegres. Minha sogra me abraçou e depois meu sogro que no abraço, senti que foi
bem apertado, pois seus olhos não desgrudavam do meu decotão profundo.

Depois dos cumprimentos, entramos e eu fui tomar um banho e quando sai, enrolada na toalha, meu sogro, com os olhos parados no meu decote, disse que minha
sogra tinha ido até a padaria. No quarto meu marido estava deitado e logo me arrancou a toalha me deixando nua e sentado na cama agarrou meu peitões e
começou a mamar e chupar muito gostoso.

Eu gemia de tesão e as mãos dele corriam meu corpo todo. Olhei e vi que pelo vão da porta meu sogro estava vendo nossa sacanagem e adorei me mostrar todinha
pro velho. Deixei que meu marido mamasse, chupasse bastante meus peitos para o pai dele ver tudo. Empurrei a cabeça dele para baixo, e ele enterrou a cara
na bucetinha e começou a chupar gostoso.

Eu me virei de frente para a porta onde estava meu sogro e o coitado do velho via tudo, eu me contorcendo toda nua, meus peitões e o filho dele chupando
minha bucetinha como um tarado. Depois eu arranquei o short dele e comecei a maior chupada no cacetão gostoso, sempre atenta no meu sogro escondido no
vão da porta. Deitei na cama, abri as pernas, meu marido me lambeu mais um tempo e veio com o cacetão e enterrou na bucetinha como se fosse um cavalo.
Socou gostoso e gozamos os dois juntos muito gostoso. Fomos tomar banho juntos, brincamos um pouco no banho e saímos. Na sala o sogro estava vendo TV e
descaradamente perguntou:

Vocês estavam na sacanagem? Ouvi uns gemidos, quase que fui ver o que era!. Meu marido mais descarado ainda disse: Com essa mulher eu tenho que viver
na sacanagem, ela é muito gostosa e se o senhor ouvir alguma coisa, não liga não, somos nós que temos um tesão louco!Eu fiquei meio acanhada, mas percebi
o olhar de tarado do sogrão. Minha sogra nem deu bola pra conversa. À noite saímos e quando voltamos o casal de velhos já estava dormindo. Fomos pro quarto
e eu logo fui ficando nua e me oferecendo toda pro meu marido. Ele logo foi me chupando, mordendo toda e me comendo a bucetinha, depois o cuzinho. No final
eu queria mais, mas o maridão estava cansado e dormiu chupando minha teta gostosa. No dia seguinte fomos para a praia e eu coloquei um biquíni bem pequeno,
asa delta que cobria só o grelinho e a parte de cima só cobria os bicos dos peitões.

Meu sogro quando me viu, quase que foi pra cima de mim, mas se conteve e me abraçando disse: Nossa que norinha linda eu tenhoe no meu ouvido cochichou:
gostosa, tesuda. Eu me molhei toda com aquilo e pensei: Hummm....estou mexendo com o velho, deixa comigo!!!!. Na praia, ficamos conversando e ele sempre
me olhando muito o corpo todo. Meu marido resolveu fazer uma caminhada e me convidou, mas eu não quis ir e resolvi ficar tomando sol. Ele convidou meu
sogro, mas ele muito esperto também não quis ir. O Sergio resolveu ir logo. Logo que ele saiu meu sogro começou:

Cuidado para não se queimar muito, senão vai ficar toda dolorida!Eu disse: Eu passei protetor, não tem perigo. Ele logo falou: É, mas com esses peitões
lindos e essa bunda gostosa, não pode maltratar!!Eu percebi logo que o velho estava a fim de falar besteira e deixei rolar: Não tem perigo está tudo
protegido, os lindos peitos e a bundona gostosa. Ele disse: Meu filho é uma cara de sorte, ter uma mulher gostosa desse jeitoEu disse: Porque o sr.
acha isso? Não é tanto assim!!!. Ele disse: Não? Com esse par de tetas deliciosas, com essa bunda gostosa!

Olha essa calcinha, só cobre mesmo grelinho e em cima só cobre o bicão gostoso desta teta! Ohhhh... Eu mamando nessa teta ia chupar até cansar e depois
ia chupar essa bucetona até você pedir água!! Ohh delicia de mulher!!!Eu comecei a rir e disse: Nossa o Senhor é louco mesmo, como é que fala isso da
nora?Ele nem deu bola e disse: Aposto que tarada do jeito que é deve estar molhadinha, louca pra sentir a minha língua!. Eu disse: Estou molhada mesmo,
sou louca pra ser chupada todinhaEle disse: Pois eu sou capaz de te dar um banho de língua, chupar você todinha e te comer bem gostoso. Logo o Sergio
voltou e mudamos o papo, mas eu pensei: Vou deixar esse velho babando. Fomos pra casa e ficamos fazendo um churrasquinho. Coloquei um shortinho e a parte
de cima do biquíni que mal cobria os bicos dos peitos. Meu sogro sempre soltando umas piadinhas dizendo: E Sergio, você tem o que mamar sempre em? Sua
mulher com esse peitão pode te amamentar pro resto da vida!Eu só ria, minha sogra nem olhava e o Sergio safado dizia: Isso é verdade, meu pai, mamar
é o que eu mais gosto e minha mulher adora me amamentar a qualquer hora, quer ver?e sem que eu esperasse ele tirou o bico do meu peito pra fora e começou
a chupar.

Meu sogro ficou surpreso com aquilo, mas seu olhar brilhou. Minha sogra deu bronca nele e disse: Para com isso meu filho, quer mamar, vai mamar lá dentro,
não aqui na minha frente e do seu pai!Meu sogro logo foi falando: Que é isso mulher? Deixa o filho mamar onde ele quiser, ela é mulher dele e ele mama
a hora que quiser!!!O Sergio disse: Isso mesmo, mamo onde eu quiser!Minha sogra resmungou um pouco e continuou fazendo a salada.

O Sergio muito sem vergonha, depois que disse isso, tirou meus dois seios pra fora e sentado na cadeira e eu na frente, ele começou a mamar e chupar meus
peitos na frente dos pais dele. O pai não tirava o olho e estava tarado, sentou do lado do Sergio e ficou olhando nos peitões bem de perto (eu quase que
tirei da boca do meu marido e coloquei na boca do sogrão que já estava babando de vontade de dar uma chupada). Eu disse: Isso mesmo, meu amor, mama gostoso
na sua cadelinha, mama, chupa gostoso os peitinhos da sua putinha, chupa!!Meu sogro disse: Noooossa, vocês não prestam mesmo, são dois tarados, não
vão trepar aqui em?!!Percebi que meu sogro ficou louco vendo aquilo.

Meu marido chupava minhas tetas com tanta vontade que eu, muito cadela, tive que me apoiar no meu sogro para não cair. Meu sogro ficou me segurando enquanto
ele me chupava, mamava muito gostoso. Mas logo nos contemos e fomos almoçar. Meu sogro estava assando a carne e eu ia pegar pra mim e para o Sergio, que
já estava bêbado e não parava em pé. Resolvi mexer com o velho e quando eu chegava por trás, para pegar a carne, eu passava os bicos dos peitos (ainda
cobertos) nas costas dele, que estava sem camisa e o velho gemia e dizia baixo: Para de passar esses bicos nas minhas costas, senão te agarro aqui mesmo!
Eu ria e levava a carne pra mesa, daqui a pouco voltava e passava os bicos durinhos nas costas dele (hummm...uma delicia fazer isso).

Ele dizia: Você esta abusando de mim!! Não faça isso?Eu ria e saia. Estava deixando o velho louco!. O Sergio e minha sogra nem percebiam então e fui
pelo lado do velho, descobri o bicão e passei no braço dele. Quando ele viu aquilo, levantou a mão e segurou no bico e apertou e falou: Se eu te pegar
eu acabo com você!Eu zombando dele disse: Duvido, você não me agüenta!. Ele me deu um tapa na bunda e disse: Cadela, gostosa!. Depois do almoço fomos
descansar e o Sergio caiu num sono profundo. Minha sogra foi visitar uma amiga e eu logo pensei numa sacanagem. A casa estava silenciosa e pensei que estava
sozinha. Tirei toda a roupa, ficando nua (adoro andar nua pela casa) e fui até a cozinha.

Estava tomando água, quando meu sogro entra e me vê toda nuazinha, descalça, coxas grossas, bundona linda, peitões balançando com bicos durinhos, ficou
vidrado e disse: Que coisa deliciosa, mulher gostosa, vou te dar um trato agora!! Eu tentei sair, mas ele me apertou contra a parede e foi me agarrando
e me beijando a boca com força, me mordendo e lambendo o pescoço, a orelha. Com as duas mãos apertava meus peitos com força. Passava a mão na minha bucetinha
que a essa altura estava melada. Me colocou sentada na pia e começou a chupar meus peitos.

Chupava com tanta força que até doíam um pouco. Mamava ora um, ora outro, com vontade, como se nunca tivesse mamado numa mulher. Eu já estava transpirando
tesão e a bucetinha estava encharcada. Pedia pra ele parar (frescurinha) senão ia chamar o Sergio e ele dizia com os peitos na boca: Pode chamar, ele
ta morto de bêbado e não acorda tão jáEu falava em tom normal:

Sergio por favor, vem aqui, seu pai esta chupando meus peitos, está mamando nas minhas tetas gostosas, vem que ele vai engolir meus peitões!. O velho
parece que gostava mais disso e chupava com mais força. Eu estava gozando com os peitos na boca daquele velho tarado. Ele, rápido me pegou no colo e me
levou para o quarto dele, ao lado onde dormia meu marido, bêbado como um porco. Me jogou na cama e escancarou minhas pernas e caiu de boca na bucetinha.

Chupava gostoso, mamava, lambia, mordia os lábios da bucetinha com carinho e tesão e eu gemia como uma cadela no cio e agora era a vez dele dizer: Sergio,
vem filho, vem que eu estou chupando a bucetinha da sua cadelinha mulherzinha, estou mamando o suquinho dela todinho. Vem filho, vem me ver mamar na xaninha
da sua putinha, vem!Aquilo me dava um tesão louco e eu me contorcia toda e esfregava a buceta na cara do velho que gemia doido.

Depois ele ficou em pé e desamarrou a bermuda e tirou um cacete pra fora. Eu dei um pulo da cama e abocanhei aquele cacetão lindo, duro, vermelho (nem pensei
que fosse assim pela idade dele). Chupei gostoso, fiz uma chupeta deliciosa pra ele que quase desmaiou de tesão. Depois me apoiei na parede e ofereci a
bunda pra ele. Ele me segurou pela cintura e enterrou o cacete na bucetinha com força. Socou gostoso e gozamos muito, juntos.

Quase que não parei em pé e ele precisou me segurar. Sentei na cama e o velho safado, ainda se ajoelhou no chão e novamente começou a chupar meus seios
deixando-os molhados. Eu quase que me entreguei toda de novo, mas me contive e com muito custo tirei a boca do velho dos meus peitões. Saí do quarto e
a noite saímos todos, como se nada tivesse acontecido. No dia seguinte, logo pela manhã meu marido saiu e disse que ia caminhar na praia com a mãe dele
e me convidou, mas eu estava com muito sono e fiquei em casa.

Adormeci e logo depois acordei com meu sogro passando a mão no meu corpo e tirando a minha calcinha. Eu fingi que ainda dormia e ele me deixou nua e começou
a chupar a bucetinha. Segurava o grelinho com os lábios e dava chupadinhas que me faziam tremer todinha (que coisa deliciosa!!!).

Eu abri bem as pernas e deixei que ele me chupasse toda. Subiu para os meus peitos, (que ainda estavam doloridos do dia anterior) e chupou, mamou como um
bezerro. Me virou de costas,e eu fiquei de quatro e ele lambeu do cuzinho a bucetinha. Chupava tanto que parece que ia arrancar pedaço!

Que velho tarado esse meu sogro!! Depois tirou o cacete pra fora e enterrou na bucetinha. Socou, socou e gozamos juntos, desta vez gritando como dois loucos,
pois não tinha ninguém em casa. Saiu e novamente começou a mamar nos meus peitos e eu deixei, pois estava doida pra dar o cuzinho pro velho. Não demorou
muito e ele estava louco e foi esfregando a cabeça do cacetão no cuzinho. Eu arrebitei bem a bundinha e facilitei a entrada do cacetão no buraquinho e
o velho começou a socar gemendo como um porco. Gozamos loucos. Depois ele saiu do quarto, pois o Sergio e a mãe poderiam chegar.

Eu me limpei e voltei a dormir mais um pouco. Logo sou acordada de novo pelo meu marido agarrado em mim, mamando nos peitões e eu como sou louca pra ter
os seios chupados, entreguei tudo pra ele. Mais uma vez fui gostosamente comida na bucetinha e no cuzinho, depois do sogro, agora pelo maridinho. Levantei
e fui para o banheiro e no corredor encontrei o sogro e sem que ninguém visse, abri o roupão e me mostrei nua pra ele. Ele deu um urro, parecia um leão,
minha sogra até veio ver o que era. Entrei no banheiro e ninguém desconfiou. Depois fui pra cozinha e ele estava tomando café e eu por trás da sogra, desamarrei
o biquíni e mostrei os seios pra ele.

Ele falou um palavrão e minha sogra ainda deu bronca nele. As vezes ele estava parado no quintal ou qualquer outro lugar, eu entrava na frente dele e esfregava
a bunda no cacete dele com uma cara de bem cadela e deixava o velho louco e ele dizia: Cadela, você vai me matar desse jeito, quero te chupar todinha,
te comer por todos os buraquinhos! Gostooooosa!!!! Tesão!!!!!!. Um dia antes de entrar no banho, vi que não tinha ninguém por perto, fui nua na cozinha,
ele estava sozinho, cheguei, me esfreguei nele como uma gata no cio, esfreguei a bucetinha na coxa peluda dele e deixei toda molhada e ele ficou louco
pra me agarrar mas eu corri para o banheiro rindo.

O velho falou um monte de palavrões que a sogra veio dos fundos ver o que estava acontecendo e não entendeu nada. Na hora do almoço quando o Sergio e a
mãe estavam lá fora, ele estava de costas no fogão, eu tirei o peito pra fora e passei nas costas dele. Ele deu uma agarrada nos meus peitos e uma chupada
e aí fui eu que dei um grito de tesão e eles lá de fora perguntaram o que estava acontecendo. Dei uma desculpa. Nos dias que passamos lá, deixei meu velho
sogro louco.

Me mostrei pra ele nas horas mais impróprias, coloquei meu seio na boca dele com a sogra cochilando do lado, quando ia tomar banho, ficava nua na frente
dele, sempre passando os bicos dos peitos durinhos nas costas e braços dele, etc.. provoquei muito!!!

Teve um dia que ele estava deitado e minha sogra dormindo do lado e eu coloquei o peito na boca dele e ele mamou gostoso e ela quase viu. Um dia fomos à
padaria juntos, eu e ele e no banheiro da padaria ele me chupou os peitos e a bucetinha. Adorei me mostrar pro velho!! E como ele é tarado!! Agora eles
virão no final de semana pra cá. Vou deixar o velho louco. Beijos.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


76170 - Meu sogro e seu irmão me saciaram de verdade - Categoria: Incesto - Votos: 35
79117 - Praia de Nudismo em família parte 1 - Categoria: Incesto - Votos: 23
79118 - Praia de Nudismo em família parte 2 - Categoria: Incesto - Votos: 21
79119 - Praia de Nudismo em família parte 3 - Categoria: Incesto - Votos: 30
83497 - Primeiro os amigos, depois meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 40
85198 - Sou puta mesmo - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
85855 - Traí meu marido com meu sogro - Parte 1 - Categoria: Incesto - Votos: 7
85856 - Traí meu marido com meu sogro - Parte 2 - Categoria: Incesto - Votos: 12
85858 - Traí meu marido com meu sogro - Parte 3 - Final - Categoria: Incesto - Votos: 12
87590 - Eu e meu sogro - Categoria: Incesto - Votos: 20
100847 - Incesto por acidente II - Categoria: Incesto - Votos: 7
100848 - Incesto por acidente III - Categoria: Incesto - Votos: 7
100849 - Incesto por acidente IV - Categoria: Incesto - Votos: 10
101025 - Incesto por acidente - Categoria: Incesto - Votos: 20
110942 - Mamãe perdeu e ganhou a suruba - Categoria: Incesto - Votos: 7
110943 - A aposta acabou em suruba - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 12

Ficha do conto

Foto Perfil paulofernandes
paulofernandes

Nome do conto:
Tesão de sogro

Codigo do conto:
86908

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
26/07/2016

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


filho come. mulher pelada de costa dormindo bebadaultimos contos sadoContos eroticos fui fudida por doiscontos papakuConto erotico negao interracial comeu m mulhercontos eroticos da noiva e seu padrinhoconto erotico perdi a virgindade do cu fotospriminha da bunda empinada contos eroticosUi ui ui tio mete contoContoeroticoempregada atoladaconto gay professorxvıdıos escorendoIncentivei meu irmao a usar minhas lingerie conto eroticofudendo rapidinha a xereca lisinha ca bacinhox gordinhas Bbg negaocontos esfregandoincestocontogayconto erotico filha a força incestocontoseroticosdpvaginalmeu compadre tem fantasia herotica cm migo o q devo fazercontos papai comeu meu cu com vontadeporno moz ponta finasentalei conto eroticosexo sogragostosa calça branca homenageada punhetapai meu amante contovidio amador cao engatado na sua dona e rnche ela de porraconto erotico como me tornei uma putacontos eroticos incesto fiz um bebê na minha filhaconto erotico transwi no tremContos eroticos com gays e travestis negros dotadoshentai travesti . a vinganca das alunas 2contos eroticos comi minha empregada na minha camaconto erotico comi meu primo dormindo gayContos eróticos:meu querido professorQuadrinhoseroticosirmascontos eroticos me comeraoo no onibus quando eubera novinhagibis pornonao era pra enfiar no meu cuzinho virgemRelatos e contos de incesto e zoofilia consentidocontos e relatos eroticos de traicao peguei minha esposa transando com dois negao dotadosincesto 1 em nome do pai e da filha DvD em phMeti.o.pal.no.cu.de.minha.filha.gravida.dormindo.filho transando com pai historias em quadrinhosna bunda da gorda contosConto Erótico Incesto Gay – Meu tio me comeupeituda de conchinha (contos).sentindo a vara do vovô contos eroticos de incestotrai lado corno ele rocavarmulher fodendocpm. melhor amigo do marido,contosvadia do ranchocontos erótico com fotos um pirocao para a vovo safadaconto erotico cunhada cristina mgincesto veridico mae cinquetona filho conto fotocontos eróticos vovó comendo o cu da netinhasedutoras e marrentas parte dozecontos sexo minha mãe grávida de quem?O velhio descabaçador de mocinhas virgemcontosde enfiei uma cenoura na minha bucetahydreigon e seu dono pornosedutoras e marrentas parte dozeConto erótico filhinha safadinhasoquei consolo ate no meu utero contos eroticosconto erotico comendo coroa casadaerotico conto magrinha negracomi minha mãe e a engravideia travesti amiga da minha mãe contos eroticosporno quadrinho massagistaContos eroticos dei a buceta a um.roludovigiei a mulher conto eroticochanas de presidente prudente -sp bucetasminha cunha espero meu irmão sai e mim mandou ajudar a ela a apertar o sutiã e eu a cumei sexoconto erotico trepei e paguei o debitofoto conto erotico mae cavalona