O casal armou um menage comigo

Click to this video!


Tudo começou com um jantar na casa dos meus pais, eu não esperava muita coisa já que só iriam pessoas mais velhas e os assuntos apesar de interessantes sempre acabavam por se tratar de negócios e coisas assim. Me arrumei melhor que de costume, pus meu perfume e fiquei esperando os convidados, já que minha mãe ainda se arrumava. Passou das 19h e várias pessoas começaram a chegar, algumas vinham sozinhas, outros em casais, a maioria mais velhos que meus pais. Eles se serviam de vinho e outras bebidas enquanto esperavam na sala de estar. Pra minha surpresa, quando o jantar estava prestes a começar um outro casal chegou, eu não os conhecia, mas eram diferentes dos outros pela idade e beleza. O homem era jovem, barbudo e de rosto comum, porém bonito de certa forma. Já a mulher mesmo sendo mais velha, era de tirar o fôlego, tinha cabelos muito pretos e lisos mas levemente ondulados, um rosto rosado, olhos muito azuis e um corpo incrível, era sulista descobri pelo sotaque. Fui ao encontro deles e os acompanhei até a mesa. O jantar seguiu como previsto, sem muitos assuntos em que eu pudesse dar opinião.. Logo após o jantar as pessoas foram para a sala e ficaram a beber e conversar. Meu pai pedia ajuda de vez em quando para servir os convidados ou buscar outras bebidas, foi numa dessas voltas ao freezer que encontrei a mulher morena.
- Ah, Arthur não é? Me perdi.. - Ela aparentava ter mais de 30 anos mas menos de 40, os seios de perto eram muito mais visíveis no decote.
- Do que a senhora precisa?
- Pode me chamar de Elisa, meu anjo..Eu estava atrás de um toilette..
- É do outro lado do corredor, a última porta.
- Ah sim, mas acho que está ocupado e eu estou muito apertada.
- Bom, tem outro no andar de cima, se quiser ir posso te explicar
- Você não pode me levar lá? Tenho medo de me perder..
- Bom, tudo bem então..
Estávamos subindo, com ela na frente, eu tinha uma visão linda daquela bunda apertada no vestido vinho que ela usava. Eu tentava disfarçar o começo de uma ereção quando ela olhou pra trás e tentou puxar assunto.
- Você tem quantos anos Arthur? - Ela pareceu não ter percebido nada e continuou a subir.
- 20.
- Hmm.. Saudade dos meus 20 anos..
- Você não parecer estar tão longe deles não..
Ela sorriu enquanto chegávamos no corredor de cima.
- Você é muito gentil. Pode me esperar um instantinho?
- Claro.. - Ela entrou na porta que indiquei, e eu entrei no meu quarto do outro lado do corredor, procurando meu celular enquanto esperava. Estava distraído sentado na cama quando ela encostou na porta. Demorei notá-la ali. 

- Ah..Elisa, desculpa, tava distraído. - Fui levantando tentando arrumar minha roupa.

- Sem problema.. - Antes de levantar completamente ela me empurrou pra cama e chegou mais perto. - Mas... pra quê a pressa? - Nisso ela colocou a mão no meu pau por cima da calça e eu que não esperava, hesitei e me afastei um pouco.

- Mas o que é isso? Tá com medo de mim é Arthurzinho? É isso? 

- Não Elisa, é que você é casada, vai que alguém chega...

- Então a única coisa que te preocupa é eu ser casada? Nem idade nem nada? 

- Claro que não, você é mó......linda.

- Gostosa, Arthur, Gostosa.Pode falar - Ela pegou minha mão e colocou em seu seio, apertando.

- Gostosa pra caralho. - Não aguentei e a beijei, desesperadamente, beijando seu pescoço em seguida, ela apertando e alisando meu pau.Ela parou e sorriu. - A gente tem que descer, chato não continuar isso aqui, mas olha.. Eu vou dar um jeito..Só segue meu roteirinho. - E saiu do quarto. Eu fiquei confuso mas desci a escada logo em seguida.Já estava ficando meio tarde, algumas pessoas já tinham ido embora mas os convidados ainda eram muitos. Visualizei Elisa perto do marido com um olhar preocupado, depois a vi falando com meu pai.
Logo em seguida meu pai veio em minha direção.
- Seguinte filho, o Maurício ali esposo da Elisa tá mais pra lá do que pra cá, e ela queria saber se você pode levar eles até em casa porque ela não sabe dirigir.. Mas só se você puder, qualquer coisa a gente chama um táxi mesmo. - Não entendi se era sorte ou o quê mas concordei prontamente.

Ajudei a colocar Maurício no banco de trás e a mulher sentou do meu lado na frente. Ela ia me indicando o caminho e quando estávamos na metade mais ou menos ela começou a acariciar minha coxa, fiquei assustado e olhei pra trás, o homem não dava sinal de vida, então deixei.
- Você é safada assim mesmo ou eu sou muito sortudo?

- Um pouco dos dois, podemos dizer.. - E começou a abrir meu zíper enquanto eu dirigia, tirou meu pau pra fora e começou uma lenta punheta, depois amarrou o cabelo em um coque e colocou a cabeça entre minhas pernas e começou a chupar bem devagar. Ela fazia aquilo com classe e ao mesmo tempo parecia ser mestre em putaria. Chupava num ritmo compassado e às vezes lambia de um jeito circular na cabecinha. Ficamos nisso enquanto eu segurava seus cabelos que caiam do coque. Eu não queria gozar no carro então pedi pra ela parar.
- Vai sujar o carro Elisa.

- Mas e se eu engolir?

Ela continuou até eu gozar, e gozei fundo na garganta daquela coroa vadia. Gemi um pouco alto e quando olhei pra trás o marido dela estava gravando tudo com o celular. Quase perdi o controle do carro e parei a pouco metros da casa deles.

- Maurício me desculpa..Eu..Eu.. - Elisa colocou o dedo na minha boca.

- foi tudo combinado seu bobo, meu amor aqui não tá nada bêbado - Ela deu um tapinha no rosto dele enquanto os dois sorriam. - A gente é um casal meio diferente Arthur. Você quer entrar pra descobrir? - Olhava pros dois sem entender mas Maurício indicava com a cabeça pra eu aceitar. Meu coração estava disparado quando estacionei e os dois saíram do carro. Ela puxou minha mão até a porta, abriu e entramos. Ela me guiou até o quarto do casal enquanto ele pegava bebidas. Me fez sentar na cama e sentou no meu colo, de frente pra mim. E falou no meu ouvido:

- Você tá assustado né? Não se preocupa. A gente não planejava que eu fosse te fazer gozar logo no carro então vamos pular alguns passos...- Começou a tirar minha gravata beijando meu rosto e minha boca. Ele chegou com as bebidas, encarou um instante da soleira da porta e logo entregou taças nas nossas mãos. Bebíamos e intercalávamos entre beijos. Ele começou a massagear o pescoço dela e beijar. Ela tirou minha camisa e jogou o resto do champagne no meu peito. Começou a chupar e lamber minha barriga enquanto Maurício abria seu vestido. Ele desceu o vestido pelos ombros dela, revelando uma lingerie preta e um abdômen muito branco, começamos a nos beijar com mais agressividade até conseguir tirar o vestido dela, depois ela me deitou na cama e tirou minha calça. Agora tava sentada de costas pra mim e tirava a roupa do marido, rebolando no meu pau enquanto apertava o pescoço dele com a gravata.
Eu não entendia como aquilo funcionava mas parecia estar tudo correndo muito bem, ela tirou toda a roupa do Maurício e abocanhou o pau dele, enquanto ia ficando de quatro..chupava e rebolava ao mesmo tempo, então ele acenou pra mim e eu entendi a deixa. Abaixei a calcinha dela, e me deparei com uma buceta totalmente depilada e rosadinha, muito lubrificada..comecei a chupar e ela gemeu alto, depois continuou a chupar ele enquanto eu a chupava. Ficamos os três num ritmo combinado, ela rebolando na minha cara e eu sentindo aquele líquido escorrendo pelo meu rosto e queixo. Maurício batia em seu rosto a xingando e eu batia em sua bunda até ficar vermelha. Elisa depois de um tempo se virou pra mim, tirou minha cueca e lentamente sentou no meu pau, deslizando meu membro dentro da sua vagina até encaixar direito, começou a rebolar, quicava e eu ajudava a ditar o ritmo com a força das minhas pernas. O marido estava na beira da cama batendo uma punheta, até que tirei o sutiã dela e comecei a chupar aqueles peitos imensos e de auréolas muito rosadas. Ela me xingava e eu dava mordidas naquele corpo perfeito.
- Me fodam agora, vocês dois.
Nos olhamos rapidamente e ele deitou na cama, encaixando a rola na buceta dela, pensei por um momento e encaixei também. Ela gritou e segurou na cama. Começamos a tentar encontrar um ritmo, ela gemia e gritava com os dois membros dentro dela, xingava nós dois e a si mesma. Ficamos assim até aumentarmos a força das estocadas, até que ela gozou e perdeu as forças momentaneamente enquanto apertava seus seios. Depois virou pra mim e sussurrou.
- No meu cuzinho agora vai Arthur, aproveita, seu cachorrinho.
Mudamos um pouco a posição e eu fui tentando enfiar minha rola no cu daquela vadia. Entrou com mais facilidade do que imaginei, mas mesmo assim ela gritou e arranhou meus braços. Estoquei bastante, enquanto eu mesmo gemia e xingava Elisa. O marido dela e eu apertávamos seus seios alternadamente. Até que senti que ia gozar e gozei fundo nela, ela sorriu e gemeu, sentindo meu líquido quente escorrendo entre suas coxas. Logo depois sentei na cama enquanto Maurício gozava também. Os dois se beijaram e ela veio me beijar também. Segurou nós dois pelo pau e nos levou pro banheiro, banhamos num clima de putaria imensa enquanto ela se esfregava e nos chupava. Depois voltamos pro quarto e recomeçamos, com outras posições e outros ritmos. Ao amanhecer eles me explicaram que já estavam pensando em mim há muito tempo e por ser novo, sabiam que eu iria aceitar. Continuamos os encontros durante muito tempo e eles me ensinaram várias coisas, além de me iniciarem no mundo do swing..mas isso é outra história

Foto 1 do Conto erotico: O casal armou um menage comigo

Foto 2 do Conto erotico: O casal armou um menage comigo


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


63466 - Comendo a sogra gostosa - Categoria: Coroas - Votos: 5
64615 - Dominando a ruiva gostosa (parte 1) - Categoria: Fantasias - Votos: 7
65183 - Dominando a ruiva gostosa (parte 2) - Categoria: Fantasias - Votos: 5
70025 - Fodi a amiga safada da minha mãe, Helena - Categoria: Coroas - Votos: 18
72909 - Amiga da minha mãe me deu um presente (Helena pt2) - Categoria: Coroas - Votos: 13
74806 - A coroa gostosa me pagou pela foda - Categoria: Coroas - Votos: 10
79883 - Comi a mãe do meu amigo - Categoria: Coroas - Votos: 12

Ficha do conto

Foto Perfil bigarthur
bigarthur

Nome do conto:
O casal armou um menage comigo

Codigo do conto:
83644

Categoria:
Coroas

Data da Publicação:
20/05/2016

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
2


Online porn video at mobile phone


coroas contos de sogras sessentonaquadrinho em porno na praiamulher maravilha fudendomulher d moz urinar xvideocontos eróticos inversão inocenteconto erotico co fotos e imagem de boceta e cu raspadoscontos eróticos larinha minha filhinha inocentedupla penetração meu filho e o meu maridoContos erotico travesti ta me comendoConto amamentando o vizinhoconto evangélica rabudaContoseroticosDando o cu para o filhinhoContos herptico na chacara fui comida por quatro bandidosestuprado conto eroticowww.corno dominadocontos eróticos de novinhas sendo arombadasmae safada=professora putacontos de mulher casadaAgora meu casamento com a minha esposa e uma maravilha eu fudi a buceta da minha filha e fudi minha esposa elas duas juntas eu depois eu levei minha filha pro motel pra eu fuder seu cu virgem conto eroticominha prima pelada conversando comigoConto erotico peludacontos eroticos de transando com a cunhada casada e com seu marido bi sexualporno caseiro con tuta viciadaConto dei pro jardineiromeu mexicano chupou meus seiosporno gostandoantes de comer a mulhero amigo negro do meu filhoconvenci minha esposa dar para outros homenscontos erotico-vamos fazer analcontos com fotos de cornos mansinhocorninho manso contosquatrinho porno amigo do filhocontos eroticos - minha esposa na saunacontos eroticos de netinhas com vovoporno soutinhocontos provoquei meu tioContos eroticosProfessora gostosa transandoconto erótico amamentaçãocontos dei pro meu patrao do estagio gayhq porno cunhadaarronbei minha sogra todinha contoscontos papaku incesto pai fode filha de oito anos depois do balletconto erotico vizinha vendedo docefui a coelinha dos chefe dei o cu contos errroticosvideos de pimbançaultimos contos sadocontos eroticos gays com fotos fardadosconto gay objetos no meu culiberei o cuzinho pra quatro e amei contocontos punheta pro morador de ruacontos eróticos o negao da academiaceduzido pela minha irma parte 2Www.bucetabraquinha.com.brmaridão dormindo o pai dele me fodendo demais. conto eroticocontos de machos que experimentou um boquetever a velha trepamo de65 amoscontos eroticos contratei gay me arrependicontos eroticos filhinho inseminando a mamae enquanto pai dorme bebadoeu e a evangelica casada da minha esposa conto eroticoPorno contos incesto pais e maes iniciando filhinhas no banho e na camacontos erótico paizão enrabou filinho gayTiozão safado botando bezerro para mamar até gozarContos eroticos meu marido levou varios homens para dividirmos as porras delescontos eroticos sobrinhanegao e loira novinha conto eroticoporno conto erotico de traiçãoprovoquei meu pai no banho e ele me fodeu incesto contosconto falado depiladora travesticontos heroticos de mulheres casadas de manausPorno incesto pais e maes iniciando masturbando tranzando com suas ninfetinhas contoscontoeroticoirmãosContos gay fio dental com maduro