Virei mulher com a ajuda e cumplicidade do meu pai

Click to this video!


Virei mulher com a ajuda e cumplicidade do meu pai
Conto de Mayara Nascimento
Meu pai sempre foi um home trabalhador, e com o suor do próprio rosto adquiriu um pequeno sítio na zona rural onde construiu uma casa com uma suíte mais um quarto sala cozinha banheiro e um varandão nos fundos. Nesse sítio ele cultivava verduras legumes e algumas arvores frutíferas, era mais pra passar o tempo e aliviar o estresse do trabalho. Duas vezes durante a semana depois do trabalho ele dava uma passadinha no sítio, e no sábado ele costumava ficar o dia inteiro por la, minha mãe detestava, pois não gostava de mato. Eu ainda era uma menina e estudava num colégio onde as meninas quase todas tinham seus namorados, ou ficantes como diziam elas, eu pelo contrario não tinha ninguém, sempre tive medo de me relacionar com alguém, em parte por medo da minha mãe que era muito durona, severa e conservadora, e eu novinha e sem nenhuma experiência. Um dia decidi que eu seria igual a elas, que teria meu namorado ou ficante e decidi ser mais ousada, pra conseguir isso, escrevi um bilhete pra um menino de uma outra classe, o qual me despertara interesse e eu tinha a intensão de conhecer os prazeres do sexo, como minhas amigas da escola já diziam ser muito bom. Nesse bilhete além de ousada fui muito explícita, eu dizia a ele que queria ver o seu pau, queria pegar e sentir ele duro em minha mão, que eu tocaria uma punheta pra ele e deixaria ele gozar em minhas mãos, queria beija-lo na boca e em troca deixaria ele acariciar meus seios e tocar minha buceta, e mais algumas outras coisas. Eu era novinha mas levada, e uma pequena chama de desejo já dava uma coceirinha na buceta, já era indícios de que eu seria bem safada.
Eu pretendia entregar o bilhete no outro dia na hora do recreio, mas por azar da minha parte, minha mãe mexendo na minha mochila escolar, acabou encontrando esse bilhete e focou horrorizada, acabei levando uma surra e sendo xingada de um monte de nomes feios, rapariga, cadela, puta rampeira, vadia, mulher atoa, e muitos outros adjetivos que me qualificavam como a pior das mulheres.
Depois da surra e dos adjetivos que me qualificavam, me fez tirar a roupa e ficar completamente nua, de castigo em pé em um canto da sala, meu corpo estava todo marcado da cinta do meu pai que ela usou pra me bater, não satisfeita ainda entregou o bilhete pro meu pai assim que ele chegou em casa, dizendo pra ele conversar com essa puta, (no caso eu) que a surra ela já tinha me dado.
Fiquei morrendo de vergonha, eu completamente nua diante do meu pai e com meu corpo marcado pela surra que levei. Pensei comigo: Ai meu Deus, dessa vez ele me mata, embora não me lembrasse dele alguma vez ter me batido, mas meu pai era um homem sisudo, muito sério, e um homem de pouca conversa. Meu pai me olhou de cima a baixo, me mandou virar de costas, minha bunda toda marcada, me virou de frente e carinhosamente me abraçou, eu ainda em lágrimas, ele as secou e me deu um beijo no rosto, me levou pro meu quarto e me mandou vestir uma roupa. Diante dele peguei uma calcinha na gaveta e ele se abaixou pra me ajudar a vestir pois meu corpo ardia, queimava como fogo, peguei um vestido e ele colocou em mim, me tomou pela mão e me levou ate o carro, gentilmente abriu a porta e me conduziu pela mão pra que eu entrasse, fechou a porta, tomou a direção e saímos.
Fomos pra um local deserto, paramos embaixo de uma arvora frondosa, ele desligou o carro pegou o bilhete e se voltando pra mim, leu em voz alta pra que eu pudesse ouvir, mais uma vez a vergonha tomou conta de mim e meu rosto ficou vermelho como um pimentão maduro. Meu pai me puxou pra junto dele e me beijou na testa com aquele carinho de pai, e me disse: Filha, eu já tive a sua idade, e nessa época os hormônios estão a flor da pele, desejar sexo é coisa normal na adolescência, não é nada condenável, nem mesmo pra uma mulher. Eu conheço bem o seu desejo de conhecer o sexo, de experimentar, de transar com um rapaz, mas como pai tenho que te dizer que é muito bom, mas principalmente pras mulheres há ainda muito preconceito, quando uma família descobre que a filha caiu em tentação e já não é virgem, é como se o mundo fosse acabar, sentem vergonha de sua filha ficar falada, de não arrumar um casamento, que qualquer homem vai se achar no direito de come-la porque acham que ela é vagabunda, e tudo isso, mas é tudo tabu, e tabu é pra ser quebrado. Eu não posso ficar te vigiando, e por mais que isso aconteça se você tiver com vontade de dar, vai achar um jeito de fazer isso, e eu nem vou ficar sabendo. Então filha, quando você tiver com vontade, por mim ta liberada, pode foder com quem você achar que merece desfrutar desse corpinho lindo, com quem você achar que é de sua total confiança e em quem você confia, mas sempre com o cuidado de se prevenir pra não pegar uma gravidez, que com certeza atrapalharia sua vida e sua juventude. Lembra que você ainda é uma adolescente, lembra das coisas que você gosta de fazer, e que com um filho não poderia mais, e não é só gravidez, se previna pra não pegar nenhuma doença, lembre sempre que AIDS não tem cara, assim como outras doenças sexualmente transmissíveis, portanto, por traz de um rostinho bonito pode estar uma doença que vai te marcar pro resto da vida. Lembre se sempre que o fato de um rapar te comer não significa que vai casar com você, nessa idade, homem quer mais é diversão, comer muitas bucetas pra se afirmar como macho pegador.
Depois de me falar todas essas coisas meu pai pegou aquele bilhete e rasgou me dizendo: Filha, tudo que você escreveu aqui diga pessoalmente a ele e em particular, nunca escreva bilhetes, é sempre uma prova contra você, se sua mãe achou, poderia cair nas mãos de outra pessoa, se você entregasse isso a ele e ele não for de confiança, poderia mostrar pros outros colegas e você ficaria com má fama entre eles, a escola toda ficaria sabendo, o que você tiver de dizer a ele diga pessoalmente e a sós, qualquer coisa é sua palavra contra a dele, não há provas. E se quiser dar pra alguém que seja por puro prazer, apenas sexo. E por falar em sexo, você já viu que não pode contar com sua mãe, portanto qualquer coisa que você tenha dúvida, pode me perguntar sem medo, qualquer coisa que você queira falar sobre sexo pode se abrir comigo, por mais absurda que pareça essa coisa, saiba que vai encontrar em mim não apenas um pai, mas principalmente um amigo e seu confidente, vou te ajudar em tudo e nunca te condenar. Pode confiar em min e pode se abrir comigo, e nunca tenha vergonha de mim só porque sou seu pai, se abra comigo e terá meu apoio e compreensão. Se previna e aproveite a vida que ela é curta. Novamente meu pai me deu um beijo e me abraçou carinhosamente, aiii meu Deus, que coisa gostosa sentir aquele abraço gostoso depois daquela surra, e aquelas palavras que sei que não é qualquer pai que teria coragem de dizer isso a uma filha, isso me fez ficar mais confiante e ter no meu pai não só um amigo mas também um conselheiro e alguém em quem eu pudesse confiar e dividir com ele todos os meus segredos. Aquele homem sisudo, muito sério e de pouca conversa, foi de uma docilidade imensa, e de uma compreensão que eu nem imaginava que pudesse ter naquele coração. Voltamos pra casa e fiquei uma semana me recuperando da surra, meu pai não queria que alguém da escola me visse daquele jeito e chamassem o conselho tutelar, isso poderia causar a prisão da minha mãe, ele ficaria muito triste e eu também não queria isso, embora ela merecesse, mas apesar de tudo e de todos os seus defeitos era minha mãe e eu a amava desse jeito. Naquela época comecei a descobrir minha sexualidade cedo… senti o meu corpo mudando, ficando arredondado, meus peitinhos começavam a fazer volume sob a camiseta. Sempre fui bonita, atraia não só os olhares dos garotos, como também dos homens mais velhos. Meus cabelos eram muito loiros e lisos, e minhas pernas começavam a serem delineadas, os meus seios estavam ficando maiores e uma penugem loira crescia entre as minhas pernas, descobri a masturbação nas noites solitárias na minha cama. Algum tempo depois o meu corpo fervilhava por dentro, tinha muita vontade de ser tocada, ser possuída, mas era muito tímida e ainda virgem. O máximo que eu conhecia de sexo além de me masturbar a noite na minha cama, era quando via minhas colegas comentarem, o que aprontavam com seus ficantes, eu me sentia excitada e depois sentia minha calcinha ficar melada com meu liquido que teimava em sair. Quando chegava em casa corria logo pro banho, eu tirava minha calcinha que ainda estava molhada cheirava e sentia nela o cheiro do meu sexo, aquilo era delicioso, e eu viajava em minhas imaginações cheirando e lambendo minha calcinha úmida, tocava minha bucetinha ainda com poucos pelos ralinhos, e umedecida, e em meus pequenos seios em crescimento mas que ao serem tocados já ficavam arrepiados e com seus biquinhos rosados rijos, entumecidos. Aquela sensação deliciosa de prazer não me deixava parar, meu clitóris durinho e sensível me levava a loucura e assim tive meu primeiro orgasmo, aquele toque continuo me fez ter arrepios, calafrios e uma moleza no corpo, me contorcia e assim acabei deitada no piso do banheiro gozando e tremendo por aquela sensação deliciosa do prazer ainda desconhecido pra mim. Depois da primeira vez veio a segunda, a terceira e muitas outras, o único prazer que eu conhecia era com meus dedinhos de menina na minha xaninha que eu sempre levava a boca e gostava do meu cheiro e do sabor do meu melzinho. Eu queria conhecer o prazer do sexo de verdade com um menino como minhas colegas tinham, e pensei também, porque não com uma menina, já que gostei tanto do meu cheiro e do melzinho da minha buceta. Logo arrumei um namoradinho, namoramos um tempo escondido, mas como conhecimento do meu pai, só minha mãe não sabia, dei meu primeiro beijo, vi e peguei numa pica pela primeira vez e senti como era dura e pulsante, também deixei ele tocar em meus seios e acaricia-los, conduzi sua mão pra dentro da minha calcinha pra acariciar minha buceta agora com mais pelos e sentir minha umidade, contei pro meu pai tudo que havia feito e o que queria fazer, ele mesmo providenciou pra mim preservativos e contraceptivos, e me disse: Filha quando você sentir que esta pronta siga seu coração, só tenha certeza de que não vai se arrepender depois, pois aí não tem mais volta, e foi também com meu pai que aprendi tudo sobre preliminares, saiamos de carro pra minha mãe não desconfiar e fomos pra um lugar deserto, afastado, e ficamos horas conversando dentro do carro onde ele me falava tudo, como era gostoso chupar uma buceta e sentir a mulher gozar e melar sua boca e cara com o mel do seu prazer, como era gostoso lamber um cuzinho, enfiar a língua la dentro, chupar os peitos, sentir a mulher com sua boca macia chupar sua pica e até o gozo sair e ela engolir tudo, como era gostoso comer o cuzinho da mulher, e tantas outras coisas, que eu acabava com a calcinha molhada só em ouvir ele dizer, e como ele já tinha me visto nua eu não tinha nenhuma vergonha mais de baixar a calcinha e deixa-lo ver minha bucetinha virgem babando, cheia de desejo por uma pica. Apesar do fogo e do desejo ainda levei um tempinho pra perder meu cabaço, queria antes aproveitar e experimentar tudo que ele havia me ensinado. Depois de pegar naquele pau e sentir o quanto estava duro e pulsante fiz o que a muito eu queria, toquei uma punheta pro meu namorado e ele gozou na minha mão, era um liquido esbranquiçado meio viscoso mas ainda muito ralo, depois virei a mão e deixei aquilo cair no chão mas lambi um pouquinho da palma da mão pra sentir o gosto, não era muito diferente do meu mel, noutra oportunidade chupei sua pica até ele gozar em minha boca, não tive nojo como minhas amigas da escola descreviam, ao contrário sorvi com gosto aquela iguaria até sua pica amolecer e deixei ela limpinha. Noutro dia foi a vez dele me beijar chupar deliciosamente meus pequenos seis, depois se abaixar e pela primeira vez ele viu minha bucetinha, pois puxei minha calcinha de lado e deixei livre acesso pra ele ver, cheirar e depois cair de boca e saciar sua sede, ai que língua gostosa, quentinha macia sedosa que me dava o máximo de prazer, e como me fazia gozar gostoso, me lembrava dos ensinamentos do meu pai e tirava o máximo de prazer que aquela língua podia me dar, e quando chegava em casa na primeira oportunidade relatava tudo pro meu pai que se alegrava com a minha alegria. Depois de alguns meses de muita sacanagem com meu namorado resolvi que era chegada a hora de dar minha buceta pra ele, era hora de perder meu cabacinho. Meu pai ficou contente em saber que eu tinha esperado o momento certo, que eu já estava consciente do que eu queria e tinha certeza de que não me arrependeria dessa decisão, eu só não queria que esse momento tão especial fosse com pressa, queria fazer daquele momento uma eternidade, mas como?, se eu demorasse na rua minha mãe já queria saber onde eu estava, com quem, o que estava fazendo, eu tinha que envolver meu pai e meu cumplice nessa aventura. Depois de conversar com ele veio a solução, meu pai pediu pra eu marcar num sábado que ele nos levariam pro sítio, combinei com meu namorado, dei-lhe o endereço e pedi que fosse de moto, não queria que ele se sentisse constrangido de ir no mesmo carro que eu e meu pai sabendo que iria me comer, não contei pra ele que meu pai sabia de tudo. No sábado marcado, depois do café da manhã, diante da minha mãe meu pai me disse: Filha eu vou pro sítio, tô precisando de um favor seu, você não quer ir comigo?, a casa de lá tá uma bagunça, precisando de uma arrumação, e sua mãe não vai lá, não gosta de mato. Não gosto mesmo, detesto, respondeu ela mau humorada. Claro pai, vou sim, respondi, vou só por outra roupa. Aproveita e leva mais uma muda de roupa, lá tem muito mosquito, você vai voltar “picada” entendi bem qual picada ele se referia, rsrsrs, partimos para o sitio pra eu ser comida pelo meu namorado e minha mãe em casa sem sequer desconfiar, que a filha que ela tanto queria preservar e tinha chamado de puta, estava indo pro sítio pra ser puta de verdade, pra gemer gostoso e gozar na pica do namorado, e com a ajudinha do próprio pai. Chegamos, achei mesmo que a casa tivesse uma bagunça, que eu teria que arrumar tudo primeiro, mas estava um brinco, e a cama de casal da suíte com lençóis novos, digna de um verdadeiro motel, mau pai tinha preparado tudo pra minha primeira vez. Fiquei surpresa e com os olhos em lágrimas, meu coração estava disparado, abracei meu pai e o beijei agradecida por aquele presente digo de uma princesa, que era como eu estava me sentindo naquele momento. Depois daquele abraço lhe dei um selinho, pai você é incrível. Meu pai me deixou e foi cuidar dos seus afazeres se afastando da casa, uma meia hora depois chegou meu namorado, quis saber se eu estava sozinha!!! Sim, meu pai foi cuidar dos afazeres do sítio, entra, ele só volta no final da tarde, a casa é toda nossa. Entramos e já fomos direto pro quarto, nos abraçamos, e nos beijamos, Eu usava um vestidinho desses bem soltinho e uma calcinha pequena que deixava minha bucetinha bem marcada, meu namorado parece que também era virgem, parecia nunca ter comido uma buceta, pois suas mãos percorriam todo meu corpo me deixando doida de tesão, depois ele foi por traz de mim e quando ele se encostou em minha bundinha é que meu tesão foi a mil, aquela pica dura encostada na minha bundinha e no meu rego deixou minha buceta toda melada, fazendo minha calcinha ficar encharcada. Ele se mostrando muito safado foi tirando meu vestido me deixando apenas de calcinha, chupou com vontade meus peitinhos enquanto sua mão esfregava minha bucetinha sobre a calcinha encharcada, logo ele me forçou para baixo, entendi o que ele queria, coloquei-me de joelhos, e ele me segurando pelos cabelos esfregava meu rosto na sua pica bem dura ainda dentro das calças, me fazendo sentir ainda mais tesão, eu me sentia uma fêmea de verdade sendo dominada por aquele homem que seria meu. Depois ele me mandou abrir sua calça e chupar sua pica, desabotoei e baixei sua calça, deixando-o apenas de cueca, era visível sua excitação, pois seu membro duro delineava a cueca, e na ponta uma manchinha molhada, fiquei admirando aquela ferramenta que dentro de poucos minutos estaria rompendo meu cabacinho, alargando as paredes e o canal da minha bucetinha e gozando la dentro. Baixei a cueca devagar e vi saltar seu pênis pra fora diante do meu rosto, aquilo babava muito, balançava como se fosse de borracha, mas era de carne, aquele pedaço de carne quentinha, cheirosa, pulsante, não tive dúvidas segurei e levei a boca, e pela segunda vez iria chupar a pica do meu namorado, e como não tinha nenhuma pressa agora queria sentir seu gozo em minha boca, degustar seu creme leitoso e engolir tudo como eu queria. Ele segurava minha cabeça empurrando sua pica na minha garganta me fazendo engasgar e em seguida retirava pra ver minha cara de putinha safada. Lambi e chupei aquele cacete como se fosse um sorvete e chupei por muito tempo. Fui punhetando gostoso aquela carne dura e massageando seu saco, apertando de leve suas bolas e ele fazendo movimentos de foder minha boca até que seu pau cresceu mais ainda e jorrou seu esperma morninho em minha boca e eu acabei engolindo tudo, depois foi sua vez de tirar meu vestido, se livrar do restante de suas roupas e me fazer deitar naquela cama e ir logo arrancando minha calcinha e caindo de boca na minha buceta, degustando meu melzinho, me levando a loucura, me fazendo ver estrelas, aiii meu Deus como eu gozei naquela língua, que parecia querer me invadir, ele me chupava arrancando gemidos e grunhidos, mas eu fui mesmo a loucura quando ele me colocou de quatro e começou a chupar e lamber deliciosamente meu cuzinho, e me fazer gozar mais outras vezes, até sua pica ficar em pé de novo pronta pra me foder. Eu já implorava por pica, meu corpo queria sexo.
Depois das tradicionais e inevitáveis preliminares que deixam agente no ponto exato, era chegada a hora que eu mais aguardava, eu estava melada, e a pica dele babando, o chamei pra cima de mim, ele se deitou sobre mim e enquanto me beijava segurei sua pica, abri minhas pernas ao máximo e direcionei seu membro na entrada, na portinha da buceta, depois cruzei minhas pernas em seu quadril, enquanto sentia seu membro entrando bem lentamente. - Aaaaaiiii! Amor Aaaaiiii! Tá entrando! Tá entrando!...Vem meu amor, me fode gostoso, arrebenta meu cabaço, sou sua fêmea, sou sua puta, me come gossssstoso. Sua pica foi entrando cada vez mais fundo, - Nooooosssa! Que pica gostosa, que cacete delicioso! Hummmmmmmm! Hummmmmmm!... mete tudo, mete o mais fundo que puder!!! senti uma dorzinha e um ardume la dentro, come se tivesse me rasgando, era sua pica rompendo meu hímen, estourando meu cabacinho. Vai meu macho, agora mete tudo, mete com forca que agora já sou mulher, quero gozar gostoso na sua pica, só parei quando senti suas bolas coladas ao minha bunda, pode anunciar ao mundo que você já me comeu, que tirou meu cabaço, que gozei na sua pica, a estas palavras ele acelerou, socou fundo, socou com força, urrou e despejou seus jatos de porra dentro de mim. Ai! Ai! Ai! to gozando! Tô goooozaaaaaaaando! Mais forte! Mais forte! Aaaaaaaah! Aaaaaah! Aaaaaaahhhhhhh!!!!!!!!!!... Ele dizia que eu era gostosa, uma delicia e que queria me comer todos os dias, eu apenas gemia e mandava ele bombar mais forte na minha buceta e ele obedecia, depois de meter por algum tempo ele saiu de cima de mim, se deitou e me mandou sentar naquela pica. Eu sentia aquela tora me deixar toda alargada, minha bucetinha estava toda preenchida, eu sentia um pouquinho de dor mas era muito gostoso, logo eu subia e descia com maestria naquela vara, cavalgava como uma verdadeira amazona enquanto ele apertava minha bunda e meus seios. Eu já tinha gozado na sua pica que insistia em continuar dura, que virilidade, que pegada tinha aquele quase menino, saí de cima dele e então me colocou de quatro e novamente enterrou sua pica na minha buceta me arrancando um grito, me segurou pelo quadril e bombou forte, enterrou sua pica o mais fundo que pode, minhas pernas estavam bambas, eu estava toda doída, insana, mas não, queria parar, então ele me segurou forte e tremeu, ficando quase paralisado, senti seu pau engrossar e pulsando dentro de mim, enchendo de porra minha bucetinha já arrombada, depois de me comer pela segunda vez deitei na cama trazendo ele junto comigo e sua pica ainda enterrada dentro de mim, ele ficou ali deitado sobre meu dorso, ate seu cacete murchar e ser expulso pela minha buceta. Aquilo era demais, gozei junto com ele, nós dois urrando, gemendo, era uma sensação indescritível, foder, perder o cabaço e gozar pela primeira vez na pica de um homem, eu estava extasiada, exausta, satisfeita de me tornar mulher naquele momento e com a cumplicidade do meu pai, não tinha preço. Depois de gozarmos bastante fiquei curtindo aquele momento sentindo seu peso em minhas costas, enquanto minha buceta deixava escorrer parte da sua porra e do meu gozo com resquício de sangue, marcando o lençol da cama que seria testemunho e nossa primeira transa e do momento especial em que perdi meu cabacinho. Ficamos naquela cama por uma meia horas descansando daquela maratona, e quando nos levantamos pude ver a quantidade de porra misturada com o sangue do meu cabacinho, que ainda escorria da minha buceta molhando e manchando ainda mais o lençol novinho que meu pai colocou naquela cama. Fomos então até o banheiro, e ele então me deu um banho demorado, e eu fiz o mesmo com ele. Mas eu ainda queria mais, queria dar meu cuzinho também pra ele, queria o serviço completo, queria que ele me comesse o cuzinho, eu sabia que aquilo ia doer, pois assim como minha buceta era virgem meu cuzinho rosado e apertadinho também nunca tinha encarado uma pica, mas eu desejava muito. Pedi para ele: Amor come meu cuzinho!!! Então voltamos pra cama, me coloquei de quatro sobre a cama com o rosto em um travesseiro, e ele com a pica já bem dura pincelou na minha buceta já molhada e aproveitando começou a enfiar forte o seu pau na minha bucetinha ainda dolorida. Molhou seu dedo indicador e enfiou aos poucos no meu cu me fodendo devagar, fui relaxando e ele tirou e molhou de novo no meu suco e desta vez enfiou dois, aquilo ardia mas eu aguentei firme, meu cuzinho a essa altura estava piscando. Ele tirou os dedos do meu cu, tirou o pau da minha buceta e encostou a cabeça na portinha do meu cu, falei para ele ir enfiando com calma, ele deu uma forçadinha, senti entrando a cabeça e alargando meu esfíncter e minhas pregas sendo rompidas, gritei de dor e arregalei os olhos, alguns centímetros mais e me senti sendo arrombada pelo pau do meu namorado. Ele deu um tempo até meu cuzinho acostumar com sua pica lá dentro. Após alguns instantes eu contraia meu cuzinho, mastigando aquele pau, e logo ele começou os movimentos de entra e sai, enfiava até o talo e tirava tudo pra fora e metia de novo, Ah que delícia!!! Agora entrava tudo sem nenhuma dificuldade, e eu pedia como uma desesperada para ele enfiar com mais força, com mais vontade. Ele puxou meu cabelo enquanto socava fundo no meu rabinho, eu me masturbava e pedia pra ele me xingar como fez minha mãe, eu queria realmente naquele momento me sentir uma puta, ele atendeu meu pedido e me chamou de vagabunda, puta, vadia, socou, socou no meu rabo por mais de cinco minutos antes de encher meu cuzinho com seu líquido quente e me fazer gozar junto com ele… Depois de mais um descanso tomamos outo banho juntos e por volta das três horas da tarde meu namorado foi embora. Arrumei o quarto e troquei o lençol da cama, e deixei o outro no sexto de roupa suja pra lavar, mas antes queria mostrar pro meupai a prova do crime, a prova de que sua filhinha já fora descabaçada e agora era mulher. Sai de lá toda assada, sentia minha bucetinha inchada e meu rabinho todo ardido de tanto meter, mas estava feliz e realizada.
Fui pra cozinha e preparei um almoço gostoso que aquela hora parecia mais um jantar, e fui atrás do meu pai pra almoçar comigo, ao encontra-lo eu estava com as pernas meio abertas, me sentia assada, minha buceta e meu cuzinho em brasa mas contente, eu estava sorrindo, e minha cara de felicidade demostrava que tudo estava consumado, abri os braços e corri pra ele que suado me abraçou, e perguntou: Tá feliz filha? Estou pai. Tá tudo bem mesmo? Pai minha bucetinha e meu cuzinho estão em brasa, mas tô feliz. Depois de uns dois dias essa dorzinha passa filha, só toma cuidado em casa pra sua mãe não desconfiar de nada, como explicar pra ela que tá andando com as pernas abertas. Depois de alguns dias em casa, quando minha mãe não estava meu pai me perguntou como eu me sentiria se ele pudesse me ver perdendo meu cabacinho, se ele pudesse ter assistido minha primeira transa comeu namorado. Ah pai, talvez eu ficasse com vergonha de saber que você estava ali, e não conseguiria fazer nem metade do que fizemos, mas como eu tinha certeza que você só voltaria a tarde fiquei a vontade. Mas porque? O senhor tinha vontade de me ver perder meu cabacinho?, o senhor nunca me disse nada?. Filha você notou que eu preparei o quarto pra você? Reparei, claro!!! Então, eu coloquei uma câmera lá pra filmar vocês enquanto transavam, sei que é invasão de privacidade, por isso ainda não assisti, e só vou fazer isso se você autorizar e quiser assistir comigo, se você disser não, eu apago agora. Fiquei pensativa, mas achei injusto depois dele ter me ajudado e ser meu cumplice nessa aventura, e compartilhar tudo com ele, lhe negar isso. Ainda não dei resposta, mas vou deixa-lo assistir junto comigo, ele merece.
Mayara Nascimento 01/03/2016

Foto 1 do Conto erotico: Virei mulher com a ajuda e cumplicidade do meu pai

Foto 2 do Conto erotico: Virei mulher com a ajuda e cumplicidade do meu pai

Foto 3 do Conto erotico: Virei mulher com a ajuda e cumplicidade do meu pai

Foto 4 do Conto erotico: Virei mulher com a ajuda e cumplicidade do meu pai

Foto 5 do Conto erotico: Virei mulher com a ajuda e cumplicidade do meu pai


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario marcoza

marcoza Comentou em 12/04/2016

Nossa que relato delicioso, vc tem o dom de me prender do inicio ao fim com seus relatos gostosos,eles me deixam no ponto mais alto do prazer e da excitação;espero que quando vc for assistir o vídeo de sua transa com seu namorado,vc e seu pai se entreguem ao desejo,pois é óbvio que ele te deseja tbm,este seu relato tem cheiro de que tem continuação e merece ter uma continuação.

foto perfil usuario

Comentou em 10/04/2016

Votei em todos seus novos contos e comentei no último aproveitando para fazer uma homenagem as duas mais lindas e sensuais mulheres do site, duas amigas lindas que um dia espero conhecer pessoalmente,juntas ou separadas.Esse ano vou a Portugal conhecer a terra de meus avós,vamos nessa princesa ? sonhar ainda é de graça e eu não sou de economizar em meus sonhos. Beijos,

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 10/04/2016

Com uma pica maravilhosa dessas, impossível não perder o cabaço! E foi gostoso, não foi? BETTO

foto perfil usuario aliciamt

aliciamt Comentou em 10/04/2016

delicioso seu contoooo.....parabens....bjimm da Alicia

foto perfil usuario gauchofodedor

gauchofodedor Comentou em 09/04/2016

Delicia de conto me deu ate vontade de tirar um cabacinho parabens




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


27876 - Amor de irmãos - Categoria: Incesto - Votos: 55
27921 - Botei chifre e engravidei - Categoria: Traição/Corno - Votos: 104
27961 - papai gosta dela peluda - Categoria: Incesto - Votos: 75
28098 - com uma frase meu filho me comeu - Categoria: Incesto - Votos: 124
28100 - Mamãe deu uma forcinha - Categoria: Incesto - Votos: 72
28102 - O churasco foi so um pretexto Parte 1 - Categoria: Incesto - Votos: 44
28103 - O churasco foi so um pretexto Parte 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30
28227 - cheiro de buceta na calcinha usada - Categoria: Incesto - Votos: 59
28230 - Eu, Marcela e a pica do seu Donato - Categoria: Fetiches - Votos: 57
28231 - Apagando o fogo da sogra - Categoria: Fantasias - Votos: 34
28232 - Irmãns amigas e amantes - Categoria: Incesto - Votos: 39
28392 - botei chifre e engravidei parte 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
28393 - realizando um sonho - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
28394 - Realizando as fantasias deBianca - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
28395 - Realizando nossas fantasias - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
29140 - Manú, uma mulher quase perfeita - Categoria: Travesti - Votos: 44
29141 - Eu comendo o marido da outra - Categoria: Fantasias - Votos: 30
29142 - Papai tirando meu cabacinho - Categoria: Incesto - Votos: 91
29143 - Mudança de planos - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 20
29144 - Desafiando a cunhada - Categoria: Incesto - Votos: 26
30386 - A vez da mamãe - Categoria: Incesto - Votos: 34
30387 - Pagando uma divida com a cunhada - Categoria: Fantasias - Votos: 22
30389 - Eu Gabi, e minhas fantasias - Categoria: Incesto - Votos: 14
30756 - Amor a três - Categoria: Incesto - Votos: 27
30757 - Enfim acordei - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
30759 - Eu comendo Gabi minha filha caçula - Categoria: Incesto - Votos: 52
30760 - O relato de Andre - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
30761 - Pegando papai no flagra - Categoria: Incesto - Votos: 52
30766 - Quando a carne é fraca até o sogro come - Categoria: Traição/Corno - Votos: 38
30767 - Reaprendendo a dirigir - Categoria: Incesto - Votos: 24
30768 - Duas semanas com papai, que delícia - Categoria: Incesto - Votos: 20
31782 - Dri, nossa fonte de prazer - Categoria: Incesto - Votos: 28
31783 - Dri, nossa fonte de prazer "continuação" - Categoria: Incesto - Votos: 26
31784 - Removendo a teia de aranha - Categoria: Incesto - Votos: 24
31785 - Jacira, minha diarista,minha fantasia - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
33868 - Eu quis, e engravidei do meu próprio filho - Categoria: Incesto - Votos: 58
33877 - O prazer de ser corno - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
33878 - Férias em Natal - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
35928 - Vontade +desejo= tentação - Categoria: Incesto - Votos: 21
35930 - Do medo ao prazer parte 1 - Categoria: Incesto - Votos: 24
35931 - Do medo ao prazer parte 2 - Categoria: Incesto - Votos: 12
35933 - Do medo ao prazer - final - Categoria: Incesto - Votos: 13
37418 - Um lobo e tres ovelhinhas - Categoria: Incesto - Votos: 31
37419 - Um lobo e tres ovelhinhas 2 - Categoria: Incesto - Votos: 23
37420 - Um lobo e tres ovelhinhas 3 - Categoria: Incesto - Votos: 25
37422 - Uma rapidinha na volta pra casa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
37423 - Insentivei ela a dar pro jeepeiro - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
37424 - Júlia minha esposa, e o Dr Fernando - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
37462 - Ele gozava so de ouvir eu contar 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 35
37464 - Ele gozava so de ouvir eu contar - 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
37465 - Ele gozava so de ouvir eu contar - 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19
37466 - ele gozava so de ouvir eu contar - 4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
37467 - Chifre Santo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
37479 - Ele gozava so de ouvir eu contar 5 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 29
41738 - Aquele olhar de anjo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
41739 - quebrando tabus - Categoria: Lésbicas - Votos: 20
41740 - A folha e o vento - Categoria: Fantasias - Votos: 9
41741 - Fazendo o dever de casa - Categoria: Incesto - Votos: 42
42850 - Descobrindo o prazer do sexo com meu irmão 2º part - Categoria: Incesto - Votos: 19
42851 - Na calada da Noite - Categoria: Incesto - Votos: 23
42853 - Vestido vermelho e sem calçinha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 29
42856 - Descobrindo o prazer do sexo com meu irmão 1º part - Categoria: Incesto - Votos: 28
43914 - Era só uma depilação - Categoria: Incesto - Votos: 37
43916 - Eu Joice e Manuela - Categoria: Lésbicas - Votos: 20
43918 - Minha Irmã e Meu Marido - Categoria: Traição/Corno - Votos: 43
43919 - Seu Mario sabia como comer um cuzinho e uma buceta - Categoria: Traição/Corno - Votos: 27
43920 - Mas, e se eu gostar? Você quer mesmo ser corno? - Categoria: Traição/Corno - Votos: 49
46349 - Tesão pelo cunhado - Categoria: Fantasias - Votos: 17
46350 - A babá dos sonhos - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
46351 - A curiosidade da sogra foi maior - Categoria: Traição/Corno - Votos: 36
46352 - Quem come tres come quatro - Categoria: Incesto - Votos: 44
46353 - Me exibindo na estrada - Categoria: Exibicionismo - Votos: 37
47834 - Meu filho e eu, aconteceu - Categoria: Incesto - Votos: 78
47835 - NOSSO CASEIRO, MACHO E BEM DOTADO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 47
47838 - NOSSO CASEIRO, MACHO E BEM DOTADO 2ª Parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
47839 - TRAI, FUI PERDOADA E GANHEI UM AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 49
47841 - Volta pra casa depois da balada - Categoria: Lésbicas - Votos: 18
48959 - Dei pro meu cunhado - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
48960 - o proprietário - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
48961 - saiu caro a minha traição - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
48962 - Bastou uma discursão, pra eu saber que era corno - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
48963 - Fingi que dormia, e ele me comeu - Categoria: Traição/Corno - Votos: 43
48965 - O proibido é mais gostoso - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
50991 - COMO FIZ PRA SEDUZIR MEU FILHO - Categoria: Incesto - Votos: 47
50992 - ESSE MEU CHEIRO DE BUCETA - Categoria: Fetiches - Votos: 14
50994 - LEVEI CHIFRE NO SONHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
50995 - O MEU VOYEUR - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
50996 - OS DOTES DE CÉCILIA - Categoria: Fantasias - Votos: 11
53045 - CHEGUEI EM CASA BÊBADA, MEU PAI NÃO PERDOOU - Categoria: Incesto - Votos: 24
53046 - DEPILANDO MINHA IRMÃ GRÁVIDA - Categoria: Incesto - Votos: 39
53047 - GOZO GOSTOSO NA PICA DO MEU IRMÃO ROLUDO - Categoria: Incesto - Votos: 19
53048 - PAR PERFEITO - Categoria: Incesto - Votos: 8
53049 - FIDELIDADE RELATIVA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
53050 - O PREDADOR E SUA PREZA - Categoria: Incesto - Votos: 7
53051 - VIREI MULHER NA PICA DO MEU PAI !!! - Categoria: Incesto - Votos: 31
54740 - FERIAS NA CASA DOS TIOS - Categoria: Incesto - Votos: 9
54741 - MEU QUARTO VIROU MOTEL, PRO MEU IRMÃO - Categoria: Incesto - Votos: 15
54742 - SER PUTA É UMA DELÍCIA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 29
54743 - VEM PRA CAMA QUE TE FAÇO UMA MASSAGEM!!! - Categoria: Lésbicas - Votos: 11
54744 - VIREI PUTA DE QUATRO AMIGOS - Categoria: Traição/Corno - Votos: 27
54748 - AGRADECIMENTO AOS LEITORES - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 8
55935 - BUCETA - Categoria: Fetiches - Votos: 8
55936 - Desejo carne na carne - Categoria: Fetiches - Votos: 9
55937 - DE QUATRO - Categoria: Fetiches - Votos: 13
55938 - EU QUERO - Categoria: Fetiches - Votos: 16
55942 - PERDI A CABEÇA E MINHA FILHA O CABAÇO - Categoria: Incesto - Votos: 55
56299 - " DEIXEI LEVAR E FUI CORNA " - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
56300 - ADORO CHEIRO DE SEXO - Categoria: Fetiches - Votos: 7
56302 - O TOQUE DOS MEUS DEDOS - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 5
56303 - O CHEIRO DA CALCINHA DELA ME DEIXAVA ALUCINADO - Categoria: Incesto - Votos: 17
56304 - UMA EXPERIÊNCIA E TANTO - Categoria: Lésbicas - Votos: 8
56306 - PORQUE MULHERES NÃO FALAM BUCETA? - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 12
56307 - ME PEGA DE JEITO - Categoria: Poesias/Poemas - Votos: 7
56308 - SE O MARIDO QUER!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 32
57814 - CHEIRANDO PARMESÃO E BACALHAU - Categoria: Fetiches - Votos: 10
57817 - DEPOIMENTO - Categoria: Fetiches - Votos: 4
57818 - "LETÍCIA", O PECADO MORA AO LADO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
57819 - MINHAS CALCINHAS - Categoria: Incesto - Votos: 21
61168 - Comendo minha filha e seu namorado - Categoria: Incesto - Votos: 43
61169 - Se o marido quer? (Segunda parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
61172 - Se o marido quer (Terceira parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
61173 - Se o marido quer?(Final) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
61174 - Revelando meu maio fetiche: o cheiro - Categoria: Fetiches - Votos: 15
61947 - CASEI COM A BUCETA CHEIA DE PORRA DO MEU SOGRO! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
61949 - Não resisti aos carinhos e encantos do meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 36
61950 - Um Pedido Inusitado - Categoria: Fetiches - Votos: 12
61952 - Tracei o marido da minha filha (segunda parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
61953 - Tracei o marido da minha filha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
68808 - Segredos de maridos, que as esposas nem desconfiam - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
68853 - Segredos de maridos que as esposas nem desconfiam - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
69640 - Fodendo com o marido da amiga - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
69641 - Meu pai, um macho viril e um amante formidável - Categoria: Incesto - Votos: 18
69642 - As calcinha da minha filha - Categoria: Incesto - Votos: 29
70069 - Laís, um amor de filha. 4 - Categoria: Incesto - Votos: 23
70070 - Laís, um amor de filha. 3 - Categoria: Incesto - Votos: 30
70072 - Laís, um amor de filha 2 - Categoria: Incesto - Votos: 36
70073 - Laís, um amor de filha 1 - Categoria: Incesto - Votos: 51
71021 - De shorts e sem calcinha no Metrô lotado - Categoria: Exibicionismo - Votos: 34
71022 - Nossa mãe também entrou na dança. - Categoria: Incesto - Votos: 23
71023 - Troquei meu noivo pela pica do meu irmão - Categoria: Incesto - Votos: 17
71335 - Flagrei meu marido e minha irmã - Categoria: Traição/Corno - Votos: 40
71336 - Flagrei meu marido e minha irmã 2ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
71337 - Flagrei meu marido e minha irmã 3ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
71338 - Flagrei meu marido e minha irmã 4ª parte - Categoria: Lésbicas - Votos: 27
72094 - Minha irmã virou minha esposa - Categoria: Incesto - Votos: 29
72096 - Surpreendi minhas duas filhas se beijando - Categoria: Incesto - Votos: 28
72098 - Homem casado também gosta de pica 2ª Parte - Categoria: Gays - Votos: 17
72099 - Homem casado também gosta de pica 1ª Parte - Categoria: Gays - Votos: 28
72777 - Perdi o selinho da buceta com o marido da minha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
72781 - Perdi o selinho da buceta com o marido da minha ir - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
72839 - Perdi o selinho da buceta com o marido da minha ir - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
72883 - Perdi o selinho da buceta- 2ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
73320 - Incentivei meu marido a comer nossa filha 1ª parte - Categoria: Incesto - Votos: 107
73321 - Incentivei meu marido a comer nossa filha/2ª parte - Categoria: Incesto - Votos: 80
73322 - Incentivei meu marido a comer nossa filha / 3ª par - Categoria: Incesto - Votos: 80
73324 - Lucão, o amigo dotado do meu marido 1ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 27
73325 - Lucão, o amigo dotado do meu marido 2ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
74049 - ADORO ANDAR SEM CALCINHA SÓ PRA PROVOCAR - Categoria: Fetiches - Votos: 28
74051 - Môr, sonhei como marido dela!!! 1ªParte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
74052 - Môr, sonhei com o marido dela!!! 2ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
74054 - Noite de tempestade; meu caseiro se deu bem!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
74055 - Por culpa da crise, meu marido virou corno !!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 73
79574 - Pai tirando o cabacinho da filha. - Categoria: Incesto - Votos: 18
79575 - Meu marido não deu conta - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
79576 - Toda mulher casada tem suas fantasias secretas 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
79577 - Toda mulher casada tem suas fantasias secretas 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
79578 - Toda mulher casada tem suas fantasias secretas-3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
79807 - Pão de buceta - Categoria: Fetiches - Votos: 3
80463 - Irmã, depois que agente come, vicia - Categoria: Incesto - Votos: 16
80465 - Me Dei De Presente De Aniversário Pro Meu Irmão - Categoria: Incesto - Votos: 11
80466 - Janela do prazer - Categoria: Exibicionismo - Votos: 11
80467 - Dei a buceta no busão lotado - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
81229 - Encoxada pelo meu filho, não resisti! - Categoria: Incesto - Votos: 41
81231 - Hércules, meu dog alemão 1ªparte - Categoria: Zoofilia - Votos: 20
81232 - Hercules, meu dog alemão 2ª parte - Categoria: Zoofilia - Votos: 9
81233 - Hercules, meu dog alemão 3ª parte - Categoria: Zoofilia - Votos: 16
81234 - Marido compartilhado Conto de Mayara Nascimento F - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
81586 - Ver a pica do meu filho, foi a gota d’água - Categoria: Incesto - Votos: 20
81587 - Meu filho levanta sempre de pau duro - Categoria: Incesto - Votos: 17
81591 - Oh!!!!! Que cuzinho gostoso minha mãe... - Categoria: Incesto - Votos: 21
81592 - Laureen, amiga mais que especial - Categoria: Lésbicas - Votos: 14
82164 - Chuva Dourada - Categoria: Fetiches - Votos: 13
82165 - Enfia paizinho... enfia tudo! vaaaaiiiii!!!!! - Categoria: Incesto - Votos: 24
82166 - Filha com desejo, sem pudor algum! - Categoria: Incesto - Votos: 21
82167 - Mostrando a buceta na loja de calçados - Categoria: Exibicionismo - Votos: 16
82168 - Pegando Soninha, a bela garota do Leblon - Categoria: Lésbicas - Votos: 11
83153 - Na casa de praia com minha amiga e seu marido - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
83154 - Meu Cuzinho!!! Mais valorizado que a buceta! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
83156 - Espiando minha filha - Categoria: Incesto - Votos: 18
83157 - Flagrada no motel com o melhor amigo dele - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
83159 - Até ontem, eu era uma esposa fiel!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
83160 - Até ontem, eu era uma esposa fiel !!! 2ª Parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
83161 - Até ontem, eu era uma esposa fiel !!! 3ª Parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
84073 - Três gatas no cio, Mayara, Dora e Rute - Categoria: Lésbicas - Votos: 11
84076 - Peguei meu filho de surpresa às duas da manhã - Categoria: Incesto - Votos: 34
84077 - Peguei meu filho de surpresa às duas da manhã II - Categoria: Incesto - Votos: 31
84078 - Amor, hoje eu vi a pica do seu irmão!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
84410 - Entre pai e filha - Categoria: Incesto - Votos: 34
84411 - Entre pai e filha 2. - Categoria: Incesto - Votos: 24
85551 - COMO CHUPAR UMA XOXOTA - Categoria: Fetiches - Votos: 14
85553 - Companheiros de quarto e de cama - Categoria: Gays - Votos: 11
85554 - Eu e minha irmã dividimos a pica do nosso pai. - Categoria: Incesto - Votos: 31
85555 - Fiz acordo com minha irmã pra foder com o marido d - Categoria: Incesto - Votos: 30
85556 - Levei meu filho pra cama... - Categoria: Incesto - Votos: 42
86134 - O cuzinho dela também era peludo e me deixou fasci - Categoria: Incesto - Votos: 10
86137 - Flagrei minha mãe diante do espelho, brincando com - Categoria: Incesto - Votos: 9
86138 - Quem tirou meu cabaço foi meu sogro II - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
86139 - Quem tirou meu cabaço foi meu sogro I - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
86254 - Comi sua buceta peluda e engravidei minha mãe - Categoria: Incesto - Votos: 19
86835 - O filho não deu conta, mas meu sogro me fodeu gost - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
86836 - NO TERRAÇO, PAPAI TIROU MEU CABAÇO - Categoria: Incesto - Votos: 17
86837 - Comi a buceta dela, mas o marido arrombou meu cu - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
90555 - Descobri que meu sogro tinha uma rola enorme - Categoria: Traição/Corno - Votos: 31
90558 - Meu marido faturou o cabacinho da minha irmã caçul - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
90559 - Embaixo dos edredons - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
90560 - Amor, diz pra mim, em quantas bucetas esse pau já - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
90561 - Flagrada pelo meu pai numa siririca deliciosa - Categoria: Incesto - Votos: 40
95058 - Meu irmão pirocudo tirou meu cabaço e rasgou a buceta da mamãe - Categoria: Incesto - Votos: 24
95059 - Meu marido armou pro amigo dele me comer!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
95060 - Meu marido descobriu, mas também se revelou!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
95061 - Comi minha prima casada por causa de uma foto!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
95075 - Meu marido descobriu, mas também serevelou2!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
96366 - Pra elas, as moças do site, e eles. - Categoria: Fantasias - Votos: 6
96398 - Um conto de incesto me deixou obsecada pela minha filha - Categoria: Incesto - Votos: 17
96445 - Sou Marcelo marido da Claudia, e a fêmea do Marcos - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
96467 - Esposa de caminhoneiro - Categoria: Incesto - Votos: 33
96543 - O gato do meu chefe queria me comer, e comeu!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
96621 - Dormi bêbada e sem calcinha, meu filho viu minha buceta. - Categoria: Incesto - Votos: 24
96697 - Fernanda, minha filha, a mulher que me satisfaz - Categoria: Incesto - Votos: 14
96974 - Na casa de praia liberei minha buceta pro meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 17
96997 - Liberando meu cuzinho pro meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 13
97043 - Peguei meu filho comendo a bucetinha da própria irmã - Categoria: Incesto - Votos: 41
97082 - Meu filho me pegou nua, quase morri de vergonha, mas depois... - Categoria: Incesto - Votos: 30
97141 - Chegando em casa com creminho na buceta - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
97215 - Vi meu pai chupando a pica de outro homem, na nossa casa, e depois gemendo na rola dele - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
97357 - Preciso comer uma buceta urgente - Categoria: Incesto - Votos: 18
106199 - Cuidando do meu sogro, meti com ele e meu marido nem desconfia. 1ª Parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
106200 - Cuidando do meu sogro, meti com ele e meu marido nem desconfia.2ª Parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 32
106212 - Sozinha com meu pai na chácara, aconteceu!!! - Categoria: Incesto - Votos: 35
106285 - Peguei meu irmão cheirando minha calcinha e batendo uma punheta - Categoria: Incesto - Votos: 32
106512 - Preparando a esposa pra experimentar a rola do nosso amigo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
107109 - “Amor, depois que você comer leva ela em casa!!!” - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
108342 - Meti a rola na minha cunhadinha 1ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
108343 - Meti a rola na minha cunhadinha 2ª parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
111919 - GOZAMOS GOSTOSO COM ALGUÉM NOS OLHANDO - Categoria: Exibicionismo - Votos: 21
111986 - Me fingi de bêbada só pra dar pro meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 35
112037 - De propósito, deixei meu genro ver minha esposa nua - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30
112189 - Fabrício, meu colega negro e roludo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
112347 - Deixei minha sogra me ver pelado - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
112424 - Presente de aniversário - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 12
112559 - Minha sogra fodeu meu cu, e me ordenhou feito uma vaca! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
112644 - Meu sogro tem uma rola descomunal - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
112650 - Meu sogro tem uma rola descomunal!!! Continuação - Categoria: Traição/Corno - Votos: 33
112733 - Meu marido não come meu cu. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 42
112783 - Vou dar pro meu cunhado com o aval da minha irmã - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
112848 - Meu cunhado arrombou meu cu - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
113293 - Meu presente de aniversário, sozinho com minha mãe na praia!!! - Categoria: Incesto - Votos: 24
113422 - Meu marido me acordou na melhor parte do sonho - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
113464 - Depois que acordei ela!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9

Ficha do conto

Foto Perfil mayara 29
220137

Nome do conto:
Virei mulher com a ajuda e cumplicidade do meu pai

Codigo do conto:
81585

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
08/04/2016

Quant.de Votos:
13

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


contos e qudrinho erotico hental familia sacana cunhada gostosacomi uma garotinha contoscontos eróticos aliviando minha maeliga da justiça quadrinhos de sexocontos eroticos colegial assediada em quadrinhoscontos eroticos da noiva e seu padrinhosogra atisa o genro ate ele fuder elscontos eroticos gay meu pai de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anosmamae tem sonhos eroticos e acorda o filho com uma chupadacontos eróticos no YouTube deixei meu filho me comerasfantazias das mulher de pornotroca de casais pornôesposa velho pauzudo contosMelhor fotos perereca cabiluda gostosaasistir um pequeno de morena gostosa rebolando no pauquadrinhos porno de policiais gaymeu marido e minha amiga contos eróticosencoxada na mulher dormindocontos eróticos de filha ficou gafida deMulher pede pro marido do pinto pequeno trazer um negao bem pauzudo cheio de veias grossas pra matar seu tesãocontos eróticos padrasto e vizinhosconto erot adestramentocontos eroticos fui comida por meu esposo,cunhado e sogri.quadrinho filho dotado fudendo a mae rabudaminha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticoultimos contos sadocontos eróticos esposa tentando desvencilharcontos eroticos de incenso, a melhor tranza da minha vidaconto erotico.comendo abuceta virgemultimos contos sadoquadrinhos eroticos eu no quarto com meu irmaoConto erotico armei para minha mulherhistorias em quadrinhos XxXcontos eróticos de gay comido pelo padrinhocontos eroticos virei a puta titular da casaconto erotico gaycontos o ginecologista abriu minha buçeta na frente do meu filhodeixei meu cunhado gozar na minha bucetaultimos contos sadosconto erotico vizinha novinha da minha maecontos eroticos icestos tia de saiaconto gay com entregador de pizza baianocontos de assalto com incestoconto erotico foda com policialquero ver cabacinnha gemer de tesaosendorotico bebezinho incesto 4mulher chara au da cu amigo do marido conto eróticoscontos eroticos maes com filhos roludospunheta na infancia com amigoconto erotico cunhada doente mentalquadrinho erotico dando um trato na vizinhacontos ilustrados,tias transando com sobrinhosxvideos "não fala pra sua mãe" incesto com a tia"pedrojrrg"contos massagens heroticasperdendo a virgindade com um coroa contofotos cotos eroticos tirando atrazocontos eróticos d alguém q adorava ser molestaConto erotico com jebão com fotos1820 anos toda pelada tomando banho na banheira bem gostosa mostrando o bucetãoconto erotico casada enrabada por um menininhoquadri nho porno escritorioconto erottico vovoContos eroticos com fotos de podolatria com a atendentecontos gay tomei porra dormindobuceta virada mozindio tarado por grelo grandePorno conto erotico fodendo a maninha no meio de uma forte briga entro os doisconto ertico casada leva muita picaconto erotico uma pica gostosacontos chifrei ele na baladaContos eróticos carnaval com marido dei muitocontos dois montadores cuzinho