Cabaço de mulher casada 1.

Click to this video!


Cabaço de mulher casada 1.





Às vezes é melhor nem pensar em como as coisas acontecem; acontecem e pronto!

Sendo casado ha 20 anos é natural procurar novas aventuras fora do casamento, apimentam mais a relação e renovam a forças de um homem. Casei jovem, 20 anos e minha esposa 18 anos. É uma bela mulher, mas nossa relação não andava bem, depois do nascimento do nosso terceiro filho ela esfriou e o sexo já não era tão bom...

Conheci uma outra mulher na internet e a coisa rolou de forma muito rápida, trocamos telefonemas e após duas semanas marcamos um motelzinho básico. E eu como poderia de se esperar não levava muita fé em fotos trocadas no MSN, mas resolvi arriscar.

Meire; seu nome verdadeiro tinha dois filhos adolescentes e havia me dito que seu casamento era de fachada, dava para o marido sem muita vontade e ele por sua vez já estava com mais de 50 anos e não dava conta do recado; tinha sido seu único homem!

Mas ela insistia que era a primeira vez e seria a ultima loucura da vida dela...

No dia combinado encontrei-a no estacionamento de um supermercado (mulher casada gosta de estacionamento de supermercado, juro! ), Ela havia dito que era loira nignon e baixinha e tinha 45 anos. Passados 15 minutos do horário, pensei: Levei um bonde...

Estava injuriado dentro do carro, quando ouvi uma voz feminina dizendo:

- Desculpa amorzinho!

Era melhor do que a foto, realmente loira, baixinha, seios pequenos e bem cuidada; mulher de bacana. Abri a porta mais que depressa e ganhei um selinho.

- Desculpa, mas meu marido veio almoçar em casa.

- tudo bem.

- Olha, sou bem casada e não sei o que meu deu na cabeça...

Mulher casada tem dessas: não sei o que aconteceu comigo, não sou assim e por ai vai...

Saquei um discurso pronto.

- Fique tranqüila, não vou acabar com seu casamento e nem com o meu; sou um cavalheiro.

Ganhei mais um selinho e elogios:

- Como você é bonito, é melhor do que as fotos.

- Você é muito melhor!

Meire realmente era uma delicia, comportava-se como uma colegial e percebi que estava nervosa.

- Quer desistir, para mim tudo bem?

- Não, só quero sair daqui.

Liguei o carro e segui para marginal, escolhi o primeiro motel e cai para dentro.

Ela entrou rapidamente e foi ao banheiro, fiquei esperando uns 5 minutos.

Saiu e olhando-me com cara de seria disse:

- Você não vai contar para ninguém, vai?

- Não, sou cavalheiro.

- Confio em você...

Deitou-se ao meu lado e começamos a brincar, ela era toda durinha, seus seios cabiam na minha mão e para meu deleite era falsa magra tinha quadris largos, tirei sua roupa, estava com uma micro calcinha e sutiã pretos; um tesão!

Enlouqueci, arranquei a calcinha e cai de boca naquela bucetinha. Depilada, lisinha e com uma marca quase invisível de cesariana, comecei a chupá-la, arqueou o corpo e começou a falar coisas desconexas:

- Ele nunca me chupou, ai, ai, ai...

- Me chupa tesão, me chupa...

A buceta era pequena e rosa, seu clitóris era pequeno mais muito sensível, cada vez que passava a língua ele estremecia. Já estava muito molhada, quando me posicionei pra enfiar meu pau naquela bucetinha.

- Vai com calma benzinho, faz tempo que eu não recebo um pau tão duro.

É realmente a baixinha era apertada, fui forçando até que cedeu, gemia baixinho e pedia calma. Comecei o vai e vem até que senti que podia estocar com mais força, soquei!

Levantou mais seus quadris e atolei de vez!

Só ouvia os gemidos e o pedido para não estoura-la, não demorou muito e Meire começou a gritar:

- To gozando, não para!

- Ai, amorzinho...

Quase desfaleceu, ficou molinha e eu com pau duro não tinha terminado. Comecei novamente, mas ela pediu para deixá-la descansar.

Fui ao banheiro e quando voltei e ela estava enrolada no lençol, Chorando.

Pensei comigo: fudeu!

- O que foi?

Com a voz tremula me disse:

- Sabe nunca gozei assim, ele nunca me chupou...

Foi ai que meu lado cafajeste tomou conta da situação:

- Sabe Meire você precisa-se ser tratada como puta.

Ainda de pau duro e de pé pedi que sentasse na beirada da cama. Segurando meu pau comecei batê-lo na seu rosto.

De inicio se fez de rogada, agarrei-a pelos cabelos e depois surra de pau, abocanhou meu caralho, começou com nojo, mas logo beijava e chupava. Afundava meu pau naquela boquinha, até que gozei. Tirei meu cacete e ainda gozei no seu rosto; tinha porra até no cabelo, fiz questão de esfregar meu gozado nos seus peitinhos, virei-a de quatro e enfiei com muita força, foram muitas socadas, até que ela caiu gemendo...







Segue...






Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico rela678170

Nome do conto:
Cabaço de mulher casada 1.

Codigo do conto:
7639

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
07/04/2006

Quant.de Votos:
0

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Gay contos marginalcontos porno sogro e noradesenhos porno negros em quadrinhosDespedida de solteiro hentelcorno e sua puta levando gozadaAnal gay fuderoso de chorarcontos corno leva blac cocks monster pra casaconto erotico maemae e meu paipaiconto erotico comendo a esposa necessitada do meu amigoconto erotico de calcinhavi meu concunhado quase matando minha cunhada com uma rola enormeporno quadrinho freirascontos sexo estorando cu de velhawww.conto erotico de jardineiro estrupando novinha viegemleomar1111tirando o cabaco da prima de dez anos no conto eróticoGaleria de fotos de gay levando varacontos eroticos come meu filhocontos veridico esposa fode pagando uma divida do marido com o homem bem dotadoconto erotico com padrinhoContos eroticos cofrinho aparecendofudendo a policial gordinha em contos eroticosconto erotico liga da justiça gaycavalo tirando cabaço da egua novinhacontos eróticos meu primeiro orgasmoRecém casadas traindo em contosultimos contos sadohomem escroto excitado gozando gemendo no grelo pra caralhobuceta grande conto eróticoconto eroticoficcao professorDesabafo de uma mãe contos.eroticosvideos de cornos que chuupamas heroinas mais gostosas porno lesbo desenhodeixo meu irmãozinho bater punheta vendo minha bundameu filho goza nas minhas calcinhas contos eróticosconto erotico transex linda no empregofotos da mae nua no dwollandcontos eroticos amante bem.maiorcontos erotico meu filho arrombo meu cuconto padrasto e meu irmaover contos com fotos exitantes em guadrinhos,contos no onibus e no mato,e zoofilia e incesto e na praia de nudismo.conto erótico grelo enorme briga de grelocontos incestos com avoconto esposa enrabadapeguei minha sogra de saia justa e fode elaConto erotico de bucetinha apertadamauricinho gay nu fardadoconto erotico freira veronicacontos arrombando a filhaConto erotico teen gay free quinzecontos eróticos brasileiro passando potretor num travesti na praiacontos eroticos incesto ensinei minha filha fudercontos peguei meu cunhado masturbandilanterna samba pornô por tu amorconto erotico gay cumplices de um resgatesexo incesto com calcinha novinhascontos historiasContos eroticos gosto de estupro seiossexo abilidade com as mãosconto esposa transa com moleque negrinhovidios porno brasileiro madrasta surrando a enteadacontos eróticos. com/mulheres que visita cadeiasconto meu amor meu sobrinhomulher.chorando.com.a.rola.do.negao.enterrada.no.cuconto.heroticocontos comi minha filha de menoconto erotico cunhada e sobrinhananda conto 021 997180802porno contos chantagem a casadasmeu cunhado abusa de mimbucetinha da sobrinha contoContoeroticocomidabucetas mais gostosasbranquela+deliciosaconto erotico meu primo me enganou e comeu meu cucontos eróticos de mamaes mal amadas aprendendo a gozar com seus filhoscontos eróticos de encoxando coroa no tremcontos eróticos aprendendo com a esposacontos eroticos fudeu na escada