METI NAS IRMAS E DEPOIS NAS TIAS

Click to this video!


Sou João Carlos, 40 anos, branco, solteiro, 1, 87 cm altura e caralho de 22cm.
Esta é uma experiência maravilhosa e inesquecível que que aconteceu a pouco mais de 4 meses.
Conheci Judite a pouco mais de 2 anos em um passeio que fiz a cidade de Praia Grande, litoral sul de SP.
Judite agora com 22 anos, negra, solteira, 1,56 cm altura cm peso proporcional a sua altura, seios pequenos e morava junto com sua irmã e tias.
Sempre que tinha um tempo a mais de folga, corria para o litoral e ficava na casa dela, na qual já tinha um quarto reservado para mim.
Tudo começou no dia que entrei em férias e fui convidado a passar uns dias em sua casa.
Como ela morava com irmã e tias, perguntei se tinha o consentimento delas porque não queria saber de problemas.
Judite me disse que estava tudo certo entre elas, e eu poderia ficar toda minha férias na sua casa.
Fui para sua casa no litoral era uma terça feira, chegando lá perto das 17;00 hs e fui muito bem recebido por todas, por mais incrível que possa parecer. Só tinha mulher na sua casa.
Com certeza suas tias e irmã, tinham namorado ou um caso, só que na casa só morava mulher.
Fui apresentado a suas tias que chamarei de Maria, Cibele, Teresa e sua irmã de Fernanda.
Todas bonita, simpática e o que era mais visível nelas, eram seus grandes seios que com certeza eram deliciosos.
Estavam todas vestida com roupa super leve devido ao calor que fazia, me controlei ao máximo para não ficar de caralho duro na frente delas.
Judite foi me mostrar a casa e o quarto onde eu ia ficar, me disse para ficar a vontade como se eu estivesse em minha casa.
Disse a ela que colocaria uma roupa mais leve e ia da uma volta na areia sentindo a brisa que vinha do mar e Judite disse que iria comigo.
Era tudo o que eu queria no momento e ate ia convida-la, mais já que ela se ofereceu, achei muito melhor.
Fomos andando e ela segurou minha mão dizendo que assim ninguém iria mexer com nós.
Sua casa era duas quadras da praia e em poucos minutos já estava pisando na areia, caminhamos por mais de uma hora e selamos nosso passeio com um delicioso beijo na boca.
A barreira já tinha sido quebrada entre nós dois, agora era só deixar acontecer tudo naturalmente.
Fomos perguntado o porque demoramos que elas já iam atrás de nós dois, uma tia Maria veio até nós e olhou nossas roupas e cabelo e disse para as outras que não tinha areia.
Tia Teresa e sua irmã Fernanda disseram que não rolamos na areia.
Tia Cibele perguntou se eu queria tomar banho antes do jantar e lhe disse sim, peguei minhas roupas e toalha e fui ao banheiro grande tomar meu banho.
Tinha calcinha pendurada em todo o banheiro, comecei a pega-las na minha mão e vi que eram minúscula, eu imaginei elas vestida com elas e fiquei de caralho duro, mais não me masturbei e coloquei o chuveiro no frio e rapidinho ficou mole.
Sai do banho e depois foi uma a uma tomar banho e saia do banheiro com roupa mais ousada.
Jantamos e fomos para sala conversar e nos conhecer melhor.
Me fizeram perguntas das mais variadas, só faltaram me perguntar se estava de cueca por baixo da bermuda, mais para mim tudo bem e respondi a todas.
Perguntei também sobre a vida delas e me contaram serem solteiras, não terem namorado mais não estavam mortas e que as duas sobrinhas eram filhas de uma irmã que mora na capital.
Eu posso dizer que nos conhecemos a fundo e por já passar da meia noite, resolvemos ir para nossos quartos dormir.
Estava difícil para eu dormir por causa do barulho das ondas quebrando na praia, era como se elas tivessem quebrando bem ao lado pelo silêncio da noite.
Pensei o sono logo vir e que nada, já passava das 2;00hs da manhã e eu ali virando de um lado para o outro na cama.
Escutei barulho de alguém levantando e provavelmente ido ao banheiro.
Ouvi quando foi para a cozinha e resolvi levantar para ver quem era e tomar agua também.
Judite estava só com uma minúscula camisola rosa e totalmente nua por baixo.
Ao me ver, pensei que ia sair correndo, tentar esconder o que desse para ser escondido e não fez nada disso. Me olhou perguntando se eu queria agua, suco pois sentia que eu não tinha dormido ainda.
Olhando seu pele negra em baixo da camisola era estonteante e meu caralho ficou duro, fiz de tudo para Judite não ver e ate fiquei de costa para ela, mais ela passou para minha frente e viu meu caralho duro.
Ela olhou e passou sua mão na minha bermuda sentindo como estava duro, se aproximou mais seu corpo do meu me beijando na boca esfregando sua buceta na minha perna.
Puxei a alça de sua camisola para baixo deixando ela cair no chão, mamei seus pequenos seios ali mesmo em pé na cozinha.
Ela tirou meu caralho para fora da bermuda e disse que era justamente o que ela estava precisando.
Judite pegou sua camisola do chão e eu a peguei no colo a levando para quarto.
Já deitada na cama nua só para mim, coloquei minha cabeça entre suas pernas e meti a boca, língua e dedos dentro da sua buceta.
Ela não só gemei como gritava jogando sua buceta contra minha boca, já não mais pensava se suas tias ia ouvir ou se nos pegariam no quarto fodendo, eu só pensava mesmo no nosso prazer do desejo forte entre nós dois.
Me deitei na cama a pedido dela que sentou no meu caralho, fazendo ele sumir dentro de sua buceta e começou a cavalgar.
Já não mais ouvia o barulho das ondas do mar, ouvia agora os gritos e gemidos de Judite metendo sua buceta no meu caralho.
Segurei meu gozo ate onde deu que foi por uns 20 minutos, não mais aguentei e jorrei toda minha porra dentro de sua bucetinha.
Ela ainda continuou cavalgando no meu caralho para terminar de gozar, depois saiu de cima dele levando meu lençol no meio de suas pernas para o banheiro.
Não a vi mais naquela noite e logo peguei no sono acordando só por volta das 9;00hs que é tarde para quem reside no litoral.
Levantei, tomei banho e fui tomar o café sozinho pois todas já estavam acordada a muito tempo.
Recebi um beijo de bom dia de todas e me perguntaram se ia querer ir tomar banho no mar junto com elas.
Disse que era uma grande honra ir a praia com mulheres bonitas e charmosas.
Ela deram risada e foram trocar de roupa para tomar banho de mar.
Eu como tinha levado algumas bermudas, usei uma delas para vestir e acompanha-las.
Elas estavam com biquini que por mais que tentam esconder alguma coisa, metade da bunda e seios totalmente a mostra.
Fomos para praia eu junta das belas negras e vi como uma era mais gostosa que a outra.
Brincamos muito pulando ondas e eu não tirava os olhos de tia Maria, seus seios eram enormes e balançavam a cada onda que pulava.
Em um de seus pulos, a parte de baixo de seu biquini saiu e vi um tufo de pelos pretos cobrindo sua buceta.
Ela nem deu bola, arrumou sua roupa e continuou a pular ondas .
Tia Cibele tinha os seios um pouco maior e mais flácido parecendo gelatina, pude ver que era muito gostosa também e comecei a ficar de caralho duro dentro da agua.
Tia Teresa já tinha os seios mais firmes mais não menores, eram grandes como duas bolas cortada ao meio.
Judite e sua irmã Fernanda eram as de seios menores mais deliciosas também, Judite eu já tinha metido na sua buceta e queria agora com as outras.
Voltamos para casa para tomar banho para almoçar e acredito que elas já mais confiantes e seguras, agora já não tinha tanta formalidade, me chamam de voçe e usavam agora shorts e camiseta.
Pensei na possibilidade de Judite ter comentado algo sobre eu ter metido com ela durante a noite, mais fiquei na minha para estragar tudo.
Na parte da tarde elas foram novamente a praia, eu preferi não ir e ficar na casa descansando, Fernanda disse que também não ia e ficaria conversando comigo caso eu não me importa-se.
Todas foram e fiquei com Fernanda que é uma bela jovem corpinho pequeno e seios um pouco maior que o de sua irmã.
Conversamos na sala e ela me disse que sabia que eu tinha transado com sua irmã.
Eu disse que imaginava alguém ter ouvido os gemidos e gritos de Judite.
Ela me disse que as duas dormem no mesmo quarto, ela viu quando ela levantou e não retornava, então ela levantou o foi ver se tinha acontecido algo com sua irmã, ao passar pela porta do quarto ela nos ouviu metendo.
Pedi desculpa a ela e tinha sido a primeira vez que isto aconteceu e respeito muito a todas.
Ela me disse que me perdoaria se eu a fode-se também e ficaria tudo em segredo.
Levantei do sofá beijando sua boca e minha mão alisando seu corpo, procurando seus seios e buceta que toquei e estava molhadinha.
Fomos para o quarto e já fui metendo em sua buceta por não saber quanto elas iam demorar na praia.
Buceta molhadinha, lisinha que eu metia para o nosso prazer e que prazer delirante, metia e metia cada vez mais rápido beijando sua boca e alisando seus seios e gozei gostoso dentro de Fernanda.
Fomos tomar banho rapidinho, mais ela começou a chupar meu caralho dentro do banheiro.
Eu a peguei pelo cabelo e socava sua boca contra meu caralho com força, quando senti que ia gozar, tirei meu caralho de sua boca gozando no seu cabelo e rosto.
Tomamos banho e voltamos para sala, ficando conversando ate a chegada das outras.
Tudo transcorreu normalmente na noite e madrugada, não recebi nenhuma vista no quarto e tive uma boa noite de sono.
Acordei ate antes delas e quando levantaram ate banho eu já tinha tomado.
Tia Teresa foi a primeira a levantar só de calcinha e pensei ser porque pensava eu ainda dormir, mais ela me deu bom dia com beijinho no rosto e disse que era para acostumar, elas são assim mesmo e as vezes ficam ate nua.
Colocou agua no fogo para o café e foi tomar seu banho, sua calcinha esta enterrada na sua bunda gulosa.
Voltou para cozinha, passou o café e logo em seguida as outra levantaram nem dando importância por Teresa esta ali semi nua.
Todas de banho tomado e fomos tomar o café reforçado, brincavam com tia Teresa dizendo que ela esta queimando de calor na buceta.
Tia Teresa agora já vestia uma tanguinha vermelha e uma blusa tomara que cai, sua tanguinha tinha abertura na parte da frente, permitindo sua buceta ficar visível e me disse que ela precisava tomar ar.
Tia Maria disse que iriam novamente a praia e era para tia Teresa ficar.
Olhei para tia Maria que sorriu para mim e disse, que eu fui o escolhido para apagar o fogo da buceta da tia Teresa.
Elas foram para praia nos deixando só, eu não perdi tempo e já parti para cima de tia Teresa beijando sua boca, abaixei sua blusa para mamar seus seios grande.
Fomos para seu quarto e nem tive o trabalho de tirar sua calcinha, meti meu caralho na sua buceta pela abertura que sua calcinha tinha.
Meti gostoso na sua buceta gulosa e quente fazendo ela gozar mais de duas vezes.
Eu sentia muito prazer fodendo Teresa, mais a cada metida que eu dava, meu gozo retardava mais e metia por mais tempo.
Fodi sua buceta por quase meia hora ate que meu gozo veio abundante alagando sua buceta.
Tomamos banho e vesti minha roupa por não me sentir a vontade para ficar nú, ela podia ficar porque a casa é dela e eu não me importava.
Elas voltaram da praia e perguntaram a tia Teresa se eu tinha apagado bem o seu fogo.
Ela respondeu que por hora sim, mais logo ia precisar apagar novamente.
Agora esta tudo escancarado, cada uma que saia do banho estava nua.
Tia Maria era a única que tinha bastante pelos na buceta e seus seios generosamente grandes com mamilos lindo, fiquei admirando seus seios de caralho duro para ela ver que eu tinha adorado eles.
Tia Cibele também tinha seios grande e pouco pelos na buceta.
Maria com olhar malicioso perguntou quem eu iria foder na parte da tarde.
Lhe respondi que a tarde iria a praia com elas e a noite e madrugada iria foder ela e tia Cibele.
Elas falaram que eu daria conta das duas juntas, era melhor uma de cada vez.
Falei para deixarem por minha conta que tudo daria certo.
A noite por volta de 21;00hs as duas foram nua para o meu quarto.
Beijei uma, depois a outra e metendo meus dedos na buceta delas as fazendo gemer, mamei muito seus seios para fazer as duas gozarem bastante antes de penetrar uma a uma.
Meu caralho duro e louco para fode-las, pedi para as duas ficarem de quatro e meti o meu caralho na buceta de uma, tirava e metia na outra e quando não o meu caralho, era meus dedos.
Assim fui fazendo as duas gemerem e gozarem com meu caralho e dedos dentro da buceta delas.
Ficamos fodendo assim por mais de uma hora ate que gozei um pouco dentro da buceta de tia Maria e o resto na buceta de tia Cibele.
Depois ainda chupei muito a buceta e seios das duas, fazendo elas terem vários gozos e ficarem plenamente satisfeita por hora.
Me deram trégua de um dia e depois voltamos a foder agora começando por tia Maria, Tia Cibele e dai por diante.
Emagreci alguns quilos, mais não por falta de alimentação forte e saudável, mais por ficar metendo e metendo e valeu a pena.
BEIJOS E CHUPADAS DELIRANTES E DEPOIS CONTAREI MAIS
Foto 1 do Conto erotico: METI NAS IRMAS E DEPOIS NAS TIAS

Foto 2 do Conto erotico: METI NAS IRMAS E DEPOIS NAS TIAS

Foto 3 do Conto erotico: METI NAS IRMAS E DEPOIS NAS TIAS

Foto 4 do Conto erotico: METI NAS IRMAS E DEPOIS NAS TIAS

Foto 5 do Conto erotico: METI NAS IRMAS E DEPOIS NAS TIAS


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario c1

c1 Comentou em 13/09/2015

ISTO É O PARAÍSO!

foto perfil usuario fudedordecu

fudedordecu Comentou em 27/08/2015

que cara de sorte

foto perfil usuario duetto

duetto Comentou em 27/08/2015

Parabéns pelo conto, como é gostoso meter em umas negras deliciosas.

foto perfil usuario boxboxbox

boxboxbox Comentou em 27/08/2015

Votado. Gostei muito e cheio de erotismo. Leia o meu conto postado ontem "Como GP ajudando os meus clientes" com o nº 69889.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


69666 - O DIA QUE FODEMOS MINHA IRMÃ - Categoria: Incesto - Votos: 13
69708 - METI MINHA MÃO DENTRO DE MINHA PRIMA - Categoria: Incesto - Votos: 13
69819 - MINHA PRIMA PUTINHA RECEBEU DUAS MÃOS NA BUCETA - Categoria: Incesto - Votos: 9
70087 - METI NA MINHA TIA E SUA AMIGA - Categoria: Incesto - Votos: 18
70118 - MINHAS PRIMAS E SUA AMIGA - Categoria: Incesto - Votos: 4
70273 - FODI COM MINHAS 2 TIAS E DEPOIS 2 PRIMAS - Categoria: Incesto - Votos: 9
70344 - MINHA PRIMA É UM ÓTIMO REMÉDIO - Categoria: Incesto - Votos: 3
70397 - MINHA DELICIOSA PRIMA LETICIA - Categoria: Incesto - Votos: 4
70529 - EU MINHA PRIMA E A CARINA - Categoria: Incesto - Votos: 11
70655 - MINHA DELICIOSA TIA VERA - Categoria: Incesto - Votos: 13
70757 - O PRESENTE EM DOSE DUPLA DE MINHAS PRIMAS - Categoria: Incesto - Votos: 4
70920 - MINHAS AMIGAS DÉBORA E SIMONE NA FAZENDA - Categoria: Zoofilia - Votos: 20
106994 - CARMINHA A DOMESTICA PERFEITA - Categoria: Virgens - Votos: 10
107151 - A GORDONA DA MINHA RUA - Categoria: Fantasias - Votos: 2
107262 - A MORADORA MISTERIOSA - Categoria: Coroas - Votos: 2
107516 - SHEILA A MULHER DE MEU AMIGO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
107599 - A SANTINHA QUE ADORAVA SER FODIDA NO CU - Categoria: Virgens - Votos: 17
111085 - METI NA BUCETA DA SUELI E ELA ME PRESENTEOU COM SEU CU - Categoria: Heterosexual - Votos: 4

Ficha do conto

Foto Perfil joaocarlosfer
joaocarlosfer

Nome do conto:
METI NAS IRMAS E DEPOIS NAS TIAS

Codigo do conto:
69906

Categoria:
Interrraciais

Data da Publicação:
26/08/2015

Quant.de Votos:
12

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


mulhe. fezemno pornofodendo o rabao da dani peruibecontos eroticos vesti uma mini saia para meu sogrocontos eroticos gays infancia na roçaconto erotico sogro pausudo de cuecaminha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticoprocurar imjem mulher agachada mostra a lingua da bosetaocontos eroticos viciei no leite dointercâmbio conto eroticos gaycontos eroticos tarde especialx gordinhas Bbg negaocontos eroticos. dando carona para uma senhoracontos comi o cuzinho da minha irmãzinhacontos eroticos gostosa de camisola e a rola grossadra valeria pornô zôoquadrinhos porno coroascontos eroticos gay mijoConto gay novinho provocando o pastor da igrejaVovo especial do pau grande contoscontos eróticos dando pra negros bem dotadosbuceta inchada e ardida macho deixou para o cornoporno gay dei o cu numa apostacontos eróticos Tambaba 2017porno. coroas com ps big Black cockContos eroticos dei a buceta para um pêao de obracontos eroticos com imagenscontos eróticos de negras gordas peitudasajudando papai a gozar hertaiconto erotico novinho me pegou gostosoConto erotico linguadinha no cuzinho da sograhentai quadrinho as aventuras de lia 8conto erotico com vizinho de 60 anossentindo a vara do vovô contos eroticos de incestoconto erotico adoro socar a calcinha no cuporno de cunhado e cunhadacontos travesti e a amiga casada dando o cu juntascontos eroticos secretaria peitudaContos eroticos de gaysinhos bundudosCONTO DEI O CUZINHO PARA O VELHO COM MEU MARIDO DORMINDOhotwife e marido contoso amigo negro do meu filho desenho enthai erotico em quadrinhobaixar cenas porno da novela dois irmansa princesa do poder pornoPrimeira vez com meu cão pirocudo contos eroticoshentai lucia e arthur quadrinho completohq porno gay com dotadosporno 2013 emsaboando o pau menininhadiarista tesuda trepando com patrão contocontos eróticos brasileiro passando potretor num travesti na praiaENCOXANDO A MÀE III - CONTOS EROTICOSconto nao resistiu ao tesaozinho da amigoExvideo fragei a cunhada no qarto se masturbano e fis ela goza na linguaEroticotoirmãincestoconto Contos erotico com mim enteada novinhahentai simpsonsco/tos porno de filhos enfiando o dedo na buceta da mae sem permissaoos funkstones 5O anao da pica grande.conto eroticocontos eróticos a professora submissavídeo pornô mulher c****** na xoxota Pintadinha Marianacontos eroticos. fodendo com meu filhocontos eroticos so no meu cuzaoContoeroticoabusosmenina que tirou a virgindade com o cachorro pastor alemão lukimeu irmão me fode feita puta vaca me esporro como uma cabra contosbuceta virada mozmeu marido e minha mãe me trairam Contos de corno pede mulher pra usa roupa desenhando a buceta no shorte e dando pra um picao não queriaQuadrinhos sexo gays de meu filho atrevidoContos comi a dengosinhaconto erótico gay, flagrado de calcinhaContos meu cu mordei o pal enorme