ESPIANDO AMANTE E ESPOSA SEM ELA SABER

Click to this video!


Somos casados a 15 anos bstt experientes, já relatei inúmeros contos todos verídicos e passo a relatar mais um.
Bem quem já leu sabe que até pouco tempo ela nunca me tratou como ‘corno’ nem deixava que seus amantes o fizesse, até pq não achamos isto pois corno mesmo é o que não sabe, mas a algum tempo começamos a brincar e acabamos por gostar tanto eu de ouvir como ela de ser má comigo RSS. Atualmente ela tem dois amantes fixos, um deles é colega de trabalho dela a come a uns dois anos mas não sabe que sei, ele pensa que ela me trai, ela vai até a casa dele de uma a duas vezes por semana, a ele ela diz que eu penso que ela vai na academia, e isto também acontece aos fins de semana quando o tesão dela esta muito grande, claro que o cara tem um pau bem grande pois ela exige isto, só dá para dotados.
Bem o que vou relatar aqui agora é uma história mais recente, uma das minha realizações como marido corno, sempre curti que ela saísse sozinha e mais ainda se eu pudesse escutar ou saber tudo que se passava, por muitas vezes consegui que os comedores me contassem os detalhes que por vezes batiam com os dela, por outras nem tanto rsss, uma puta sempre fica mais a vontade a sós, como a minha não curte me humilhar sempre imaginei q sozinha ela se soltasse mais, se lerem minhas historias todas consegui por vezes escutar sem ela saber, mas nunca como desta vez que vou relatar. Consegui convencer ela a sair com um novo cara, pauzudo claro e sozinha o que é difícil pois ela apesar de experiente sempre tem medo de o cara querer forçar algo e tal então, mas como eu já teclava a tempos com este mostrei fotos e tudo ela acabou aceitando, então marcamos para dali uns dias, o que ocorreu foi que falei de minha vontade de escutar ela dando sem que ela soubesse e ele como comedor e macho dominante que vi ser me convidou a ir escondido sem ela saber e me prometeu segredo. Não foi difícil marcar e chegar antes dela pois ela sai só em horário comercial onde eu deveria estar trabalhando portanto cheguei uma meia hora antes mas sempre ligando para saber onde ela estava, o cara mora num bom apartamento de dois quartos num bairro nobre de porto alegre, quando eu cheguei ele havia acabado de tomar banho e estava a minha espera e a dela claro que já tinha avisado o horário que chegaria, ele de bermudas mas já sem cuecas esperava minha vadia, me mostrou o quarto dele onde já havia um balde com gelo e champanhe, ele certamente iria agradala ela adora, dei umas dicas do que ela gosta e vi o pau dele crescer nas bermudas, combinamos que eu ficaria no quarto ao lado com a porta fechada, e assim que eles entrassem eu poderia sair e ficar escutando na porta, pela posição da cama eu os veria de costas pois os pés da cama ficavam quase na porta, bem próximo, e para melhorar o quarto possuía um WC e ela então dificilmente teria de sair do quarto ameaçando me ver, ainda estávamos falando das preferências dela quando o porteiro avisou que havia alguém na portaria, ele autorizou ela a entrar e enquanto ela subia não consegui desviar o olhar do pau dele e ele vendo isto tirou o pauzão para fora e falou, OLHA CORNINHO O QUE ELA VAI GANHAR EM INSTANTES, nossa fiquei louco vendo, tinha visto em fotos mas não é a mesma coisa, um pau cheio de veias, a cabeça não tão grossa mas o resto extremamente grosso, bem como ela gosta, ele ficou acariciando enquanto esperava na porta olhando pelo olho mágico, assim q ele viu o elevador abrindo ele falou para mim ir para o quarto e ficar em silencio pois ele tbm corria risco caso ela escutasse e me descobrisse ali, pois poderia não querer mais ele, fui para o quarto rápido e não fechei a porta, deixei uma fresta para poder escutar, fiquei no escuro mesmo, ouvi ele abrindo a porta, se apresentando a ela, comentou que ela era realmente linda de rosto assim como gostosa, ouvi dela só sorrisinhos e logo em seguida escutei os estalos dos beijos molhados deles, tomei coragem e abri a porta até poder ver o fim do corredor onde ficava a porta de entrada, ela já estava aos beijos claro, a bolsa dela já estava no chão, enquanto ele a abraçava forte ela acariciava as costas musculosas dele e não demorou já via ele abaixar para esfregar seu pau duro entre as pernas dela mesmo de bermuda, ao sentir isto a vadia já foi direto com a mão procurar seu pau, apalpou por cima da bermuda e ao sentilo soltou um risinho e um NOOOSSA, enquanto ele perguntou se ela havia gostado, neste momento ele se afastou um pouco mais dela para ela poder agarrar melhor e sem cerimônia ela rapidamente abaixou a bermuda dele podendo sim admirar e agarrar melhor aquela ferramenta, achei inacreditável pq ela adora beijos e caricias, preliminares e tal, mas ficou encantada com o corpo e o dote do rapaz, deram mais uns beijos enquanto ela manuseava o pau dele juntamente com o saco uma mão em cada um, então vi ele botando a mão na cabeça dela e pressionando delicadamente para baixo, ele não forçou mas é claro que ela entendeu e atendeu ao pedido do seu novo macho então se abaixou, ficou acocada segurando o pauzão na base enquanto fazia sua cara de safada ao olhar para os olhos do macho e para o pau, iniciou cheirando como gosta de fazer, esfregou na face deu uns beijos e o macho já se retorcia por isto então ele que ainda segurava a cabeça dela a forçou contra seu membro enorme e duro, e por fim, finalmente ela abocanhou, ela não é das que faz garganta profunda, mas adora deixar o cara fuder a boca dela como uma boceta, forçando o máximo que pode, no caso do pau dele q tinha uns 21cm era pouca coisa mais q a cabeçona, e foi isto que ela fez abocanhou, tirou lambeu e a puta mesmo começou a puxar ele contra si enquanto abocanhava o caralho ele soltou a cabeça dela se segurou na parede e então fez o que ela gosta iniciou uma sessão de metidas na boca de minha mulher, enquanto isto ele a chamava de gostosa, a chamou de puta e perguntou se ela curtia, o gemido gostoso dela foi o consentimento então o macho voltou a carga metendo e chamando de ela puta gostosa, boqueteira, que tava botando um chifre no corninho, estas palavras fizeram ela gemer mais e mais, então o safado olhou e me viu, sorriu como safado mesmo mostrando já de cara q era dos machos dominadores, tirou o pau da boca dela e ficou batendo forte no rosto dela e ela louca procurando meter novamente em sua boca, enquanto não conseguia ela lambia o saco o pau o que pudesse, ficaram brincando assim até ela não aguentar mais ficar acocorada, então ela levantou e ele voltou a baijala com vontade já liberando seus peitões do sutiã e blusa enquanto ela retirava calça e calcinha e em instantes os dois estavam pelados no corredor de entrada do apartamento, entre beijos e elogios de um ao outro, ela sempre falando do tamanho e dureza do pau dele e ele elogiando sua bunda seus peitos e boquete, enquanto se beijavam ela não largava o pau que batia em sua barriga enquanto o safado percorria todo o corpo dela com suas mãos apalpando e apertando vigorosamente sua bunda, peitos, ele sugava fortemente os peitos dela fazendo barulho dos estalos em sua boca e eu já via os bicos dos peitos de minha mulher duros de desejo, quando finalmente ele tocou a boceta ela ela gemeu mais forte ainda, um gemido que geralmente não ouço quando estou presente, ele sorriu e falou A PUTA TA ENCHARCADA e ela respondeu falando que só em chupar aquele enorme cacete a deixara louca, por vezes ele a apertava forte contra seu corpo e ela desesperada pegava aquele pau e guiava por entre suas pernas para sentilo quente e duro como gosta mas a altura não a ajudava muito, até que ele a virou violentamente de costas fazendo ela se escorar na parede do corredor, ficou por instantes admirando sua linda e grande bunda enquanto ela se segurava a parede prensando seus peitões e arrebitando o rabo para ele admirar mas não foi só isto q ele fez não se aguentando ele colocou o pau entre as coxas de minha esposa e colou seu corpo ao corpo dela vi que ele não tinha a penetrado mas os gemidos dela era como se estivesse, ela gemia gostoso e dizia um NÃO, ASSIM NÃO, VAI ME MATAR, AHHHH DELICIA DE PAU QUENTE E DURO, enquanto isto ele a segurava pelos peitos e beijava seu pescoço sua nuca e por fim sua boca por trás bem como ela adora, enquanto isto ela rebolava indo de encontro ao corpo dele e por vezes cheguei a ver o baita pau saindo entre as pernas dela na frente e ela louca com sua mão pressionava o pauzão entre seus grandes e pequenos lábios, o safado chupava o pescoço e costas e ela não protestava mesmo vendo que ficaria marcada como comprovei depois, eu já não me aguentava de tesão e permanecia espiando pela porta aquela cena louca de minha esposa toda oferecida e submissa aquele cara que ela mau deveria saber o nome, então ela que rebolava louca enquanto ele a apertava forte de repente parou enquanto ele a olhou nos olhos agora mais calmamente ambos de corpos imóveis, isto durou instantes, vi que ele estava mais afastado dela mas o pau permanecia entre suas nádegas e eu não conseguia ver a real posição, então agora ele sem mexer o corpo a beijou deliciosamente um beijo mais calmo parecendo de um casal apaixonado e só entendi porque aquela parada quando vi ele novamente investindo seu corpo contra o dela, mesmo com sua boca completamente tapada pela dele pude ouvir seus gemidos, gemidos de extrema tesão, gemidos de fogo misturado com dor, apesar de saber que não doeria nada aquelas alturas e meu coração quase explodiu ao ver que ela delirava ao sentir o pau dele entrando, ao ser penetrada por aquele cavalo assim por trás, sem sexo oral que ela tanto adora, sem muito carinho, e principalmente sem camisinha, isto mesmo a puta deixou ele meter sem camisinha pois ainda estavam na entrada do apartamento, ele entrou todo em minha esposa e ficou imóvel por instantes enquanto ainda se beijavam até que ela não aguentando ficar com o pescoço virado para trás tirou sua boca da dele, encostou a cabeça na parede se segurou mais forte ainda ficando na ponta dos pezinhos e com a expressão mais desfigurada de tesão que já tinha visto, ouvi ela falar num misto de tesão e dengo que só ela sabe fazer, então ela disse, METE, METE GOSTOSO ESTE PAUZÃO, então o safado a segurou pelas ancas e olhando para o corpo tremulo de minha esposa retirou grande parte do pau de dentro dela arrancando um suspiro gostoso mas antes que o pau saísse por completo ele investiu novamente contra ela cravando forte e firme o pau na bucetinha linda de minha mulher que agora não gemeu mas gritou um AHHHHHHH enorme até que novamente ele voltou a ficar colado ao corpo dela e com certeza seu pau todo no interior de minha esposa, ficou mais alguns instantes até que ela novamente falou VAI METE, ME COME GOSTOSO, ME FAZ GOZAR novamente ele fez o mesmo movimento saindo devagar de dentro dela e voltando a cravar forte na minha puta que agora em vez de gritar como se estivesse reclamando somente disse ISTO, METE FORTE NA TUA PUTA, nisto o safado perdeu o controle e começou a bombar aquele pau fortemente em minha esposa que gemia, gritava e grunia como um animal sempre pedindo mais e mais e pior apesar das cravadas fortes que ele dava ela forçava mais e mais sua bunda para trás se abrindo ao máximo para seu novo comedor os sons dos amantes eram inebriantes para mim, eu não podia nem tocar meu pau duro pois gozaria na hora, ainda por cima já sentia o cheiro de suor e sexo dos amantes que travavam aquela batalha sem ganhador ou perdedor pois a mesma força que ele fazia para entrar nela era a que ela fazia para suportar a investida daquele pau duro, não sei quanto tempo durou mas vi o amante perdendo o controle e então falou, VOU PARAR SENÃO VOU GOZAR DENTRO, e fez menção de parar suas fortes metidas mas antes disto minha safada vadia falava agora como ordens dizendo, NÃO PARA QUE VOU GOZAR, NÃO PARA, AGORA NÃO, e ele agora nem tão ditador como antes falou para ela mas me olhando com cara de safado enquanto ela permanecia de olhos fechados, MAS ASSIM O CORNO VAI VER TUA CHOTA CHEIA DE LEITE, e ela para minha surpresa e espanto falou novamente já quase gozando, O CORNO QUE SE FODA QUERO GOZAR E QUERO GOZAR CHEIA DE LEITE, GOZA, ME ENCHE, GOZA LA NO FUNDO ONDE ADOOOORO, então o safado a pegou pelos peitos novamente usando eles de apoio para puxala contra si enquanto ela fazia força se segurando na parede e agora já não tirando quase todo pau como no inicio, agora ele ficava mais no fundo dela só sincronizando seus movimentos como os dela e já sem me olhar como fazia antes começou a mandar ela gozar, dizia para ela goza puta que to gozando, goza cadela que to te enchendo de leite e não precisou muito mais que isto para ela começar a gritar e gemer e falar VAI GOSTOSO METE Q TO GOZANDO TAMBEM AHHHH AIII MINHA BUCETA AHHH DELICIA então vi ele desacelerando suas metidas de dentro de minha esposa enquanto ela também perdia as forças e ambos tentavam controlar suas respirações, ele ainda deu mais uns urros que conheço bem pois são quando a puta aperta a buceta, apesar dela ser bem bucetudona ela tem uma enorme força nos músculos da chota e quando goza ela pisca estes músculos fazendo o macho delirar, ainda mais quando o cara também gozou, ela diz que adora tirar até a ultima gota enquanto pisca, e assim foi, ficaram engatados respirando forte até que ambos começaram a rir ele falando que ela era louca e gostosa e ela dizendo que estava completamente cheia, que sua chota parecia que explodiria assim que ele retirasse o pau ele sorrindo me deu mais uma olhada e disse VAMOS VER ENTÃO, ai vi ele retirando aquela mangueira de dentro dela que ainda gemeu ao sentir o pauzão sair todo, imagino o buracão que deve ter ficado, eu pude ver o membro dele já flácido a meia boca com a cabeça agora pendendo para baixo enquanto ela meio de pernas abertas virava novamente para ele, ela olhou novamente admirada para seu membro e voltou a agarralo mesmo lambuzado, ficaram se beijando enquanto falavam coisas que eu não ouvia até que ela pegou e mostrou para ele suas pernas e disse, OLHA GOSTOSO TA PINGANDO NO CHÃO, ele devolveu dizendo que ela estava jogando fora seu liquido precioso e ela então confirmou o que eu sempre soube que ela adora ficar vazando leite depois de trepar, tive que voltar a me esconder quando ele a pegou pela mão e a dirigiu para o quarto que ficava ao lado do que eu estava, ouvi ela ainda gemendo ao entrar pois viu a cama pronta, e na cabeceira uma garrafa de champanhe num balde de gelo o safado realmente não fechou a porta do quarto e em pouco tempo escutei o chuveiro ligado em seguida risos e conversas dos dois que vinham de dentro do Box do WC dele, então sai do quarto e espiei porta adentro pude ver o vulto dos dois no Box de vidro os dois se lavando e claro ela dando especial atenção ao cacete dele e assim ficaram por um bom tempo, antes que saíssem eu vi as roupas dos dois na entrada do apartamento então fui lá dar uma conferida, a safada estava com uma gostosa calcinha de rendas e seu sutiã preferido, peguei o sutiã e cheirei sentindo seu perfume gostoso junto com o cheiro de seu suor, então não resisti e agarrei sua calcinha, ela demorou a tirar a calcinha por instantes enquanto chupava o pauzão do cara ela até se acariciou por cima da roupa e eu pude sentir o delicioso perfume de sua buceta, o cheiro que conheço bem de seus líquidos internos quando esta com tesão, pude ver a meleca que havia escorrido de sua vagina e cheirei, cheirei quase gozando e meu coração novamente deu uns pulos quando vi ao lado uma poça, uma poça de porra do seu amante, vi pingos e mais pingos que ela havia dito que tinha saído mesmo, o piso era claro mas pude ver a porra densa do seu amante, um leite bem branco, ao contrario do meu ´que é transparente, não aguentei e me abaixei passando o dedo naquele liquido viscoso e então cheirei, não cheguei a provar mas cheirar foi inebriante, pois não senti só o cheiro de porra, senti naquele cheiro forte também a presença dos líquidos da vadia, o mesmo cheiro que tinha sentido em sua calcinha, não pude me demorar muito pois ouvi eles desligando o chuveiro então tive o cuidado de colocar no mesmo local que estavam as roupas e fui novamente para a porta do quarto dele, não facilitei e mais escutava que via enquanto eles conversavam animadamente, ambos se secavam agora ela nua linda, bunda e peitos vermelhos ele com o pau a meia boca balançando na frente dela, assim que ele se deitou ela já foi do seu lado, ficaram agora se beijando mais carinhosamente mas não demorou para a mão dela escorregar e agarrar o membro dele, lembro de ver que dava quase três mãos dela isto ainda mole rsss, ouvia pouco da conversa mas pude perceber ele perguntando a ela sobre ter gozado dentro, ela falou que eu iria reclamar mas no fim aceitaria e curtiria pois eu adorava ela alagada, ele ria e por vezes a abraçava e me olhava apertando a bundona dela, até que ouvi ele falando mais alto ENTÃO VAI ME DAR MESMO O CUZINHO? Ela sorriu e disse safadamente VAMOS VER, então volto a beijalo e continuou manipulando o pau em sua mão, em poucas punhetiadas o pau do cara já estava duro feito ferro e ela comentou espantada sobre isto olhando para a vara enorme e dura em sua mão, então como uma gata no ciu ficou de quatro e foi chupar novamente seu macho, assim que ela começou a chupar ele a virou deixando o rabão dela virado para a porta onde eu estava então logo após ele enfiou um e depois dois dedos na xota melecada de minha esposa, pude ver o leite dele ainda escorrendo por entre os dedos dele e ela gemendo caprichando cada vez mais no boquete, enquanto ele mandava ela mamar gostoso dizendo para deixar o pau dele bem duro para comer o rabo dela e ao dizer isto o safado usou a meleca da xota de minha esposa para lubrificar o anus dela e em seguida enfiou um dedo como ela não protestou ele acabou por enfiar com mais dificuldade o segundo dedo no rabo de minha esposa que desta vez gemeu diferente, um gemido de dor misturado a prazer mas mesmo assim aguentou, inclusive empinou mais e mais a bunda para que ele pudesse cravar mais seus dedos que a esta altura já eram certamente mais grossos q meu pau em seu rabo, ficaram assim por um bom tempo, os dedos dele já fodiam o cu de minha mulher que não mais reclamava, eu nem acreditava que ela iria dar o cu para aquele pauzudo, comigo q tenho pau pequeno é raro ela ceder imagina para um pau daquela grossura, mas assim que ela parou de chupar e voltou a beijalo ele a pegou, virou de bruços botou um travesseiro por baixo de sua barriguinha e a deixou com a bundona empinada enquanto ela gemia sem ao menos ele toca-la, assim que ele preparou tudo ele ajoelhou-se sobre minha mulher que agora eu via de olhos fechados e rosto transtornado pelo tesão novamente, mas a via ali passiva, ela que quando tenta fazer anal comigo sempre é de 4 para que ela possa escapar caso queira, caso sinta dor, mas naquela posição aquele homem enorme deitaria por sobre ela deixando-a sem chance de escapar e ela não protestou só estava ali esperando para ser arrombada pelo cu como uma vadia qualquer, ou pior como uma esposa, mãe de família oferecendo seu mais precioso tesouro a um completo desconhecido sua xota certamente ainda vazava porra, assi quem o macho se acomodou por sobre ela pude ver ele punhetiando o pauzão e olhando sorridente para mim, como para me mostrar o que iria fazer em seguida, então o safado falou como que ordenando a ela que abrisse a bunda para ele e ela o fez, vi sua mão esquerda a mão da nossa aliança de casamento segurando e afastando ao máximo sua nádega a deixando oferecida ao pauzudo, ouvi um gemido gostoso dela ao sentir o safado cuspindo em seu rabo e novamente cuspiu agora na cabeça de seu pau que estava duríssimo como ela havia dito, então ele ainda sorriu e falou brincando que era difícil escolher em qual dos buracos iria meter, mas por fim falou já apontando para o rabo de minha mulher VOU NESTE PEQUENINHO AQUI, devido ao tamanhão de seu pau ele continuou ajoelhado sobre ela, apenas mirou o pau e forçou, foi devagar mas assim que ela sentiu ela protestou gemendo e dizendo um não, não, por favor, então o safado mto experiente retirou o pau da entrada do cu dela e sem ela falar nada ele penetrou sua xota novamente agora arrancando gemidos de prazer dela que incentivou dizendo ISTO, AI METE AI, QUE GOSTOOOOOSO AHHH, mas antes dela aproveitar mais ele retirou o pau e voltou a colocar na entrada de seu cu, novamente assim que ela sentiu a pressão voltou a protestar, então o safado voltou a tirar e meter na buceta larga e receptiva dela ele socava com força quase que com raiva em sua chota mas ela só elogiava e pedia mais e mais pau ali, então depois de várias destas tentativas ele deitou sobre ela, colou completamente o corpo dele ao dela mordeu o pescoço dela como um garanhão reprodutor e ela gemia gostoso arfando de tesão até que ele retirou o pau de sua xota e sem sair desta posição com uma mão guiou o pauzão para seu cu, ouvi novamente ela protestar parecendo agora mais apavorada por saber não teria como se defender naquela posição mas na verdade nem tentou, aguentou calada até que ele achasse o exato local de seu pequeno orifício, então mais uma vez forçou a entrada e em instantes ouvi ela urrar, não foi um grito pois ela tentou permanecer com a boca fechada, não tentou sair e só mergulhou o rosto no travesseiro enquanto eu via ele parado sobre ela claramente para ela se acostumar ao grosso calibre que acabará de entrar em seu rabo, isto mesmo por certo o cabeção havia ganho a batalha contra o apertado cu de minha esposa, e ele a beijava carinhosamente elogiando o apertado anel dela que cedia espaço a seu membro duro e enorme, ficaram os amantes respirando descontroladamente, ela tentando aguentar a dor e ele tentando se manter imóvel para ela se acostumar, o safado mais uma vez me olhou na porta e sorriu e para se mostrar a mim falou alto, TEU CUZINHO É APERTADO MESMO NEM O CORNO DEVE COMER, então para meu mais terrível espanto, minha mulher, minha puta que sempre trepa toda manhosinha na minha frente falou, É NÃO COME MESMO, MAS HOJE ELE VAI VER MEU RABO COMIDO, quase desmaiei e o safado me olhando e rindo mandou ela abrir mais, ABRE GOSTOSA, ABRE A BUNDINHA PRA MIM COLOCAR TUDO, e minha esposa sem tirar o rosto do travesseiro levou suas duas mãos para trás e escancarou aquela bunda grande gostosa na mesma hora que dizia, VAI METE, ACABA DE ME COMER POR TRAS, QUER SENTIR VOCE TODO DENTRO DE MIM, e nisto vi a cintura do comedor que estava longe ainda da bunda de minha esposa apenas com o pau mirando seu rabo, ir se aproximando mais e mais dela, os gemidos delas eram uma mistura de dor e raiva e eu ouvia estes sons abafados pelo travesseiro em seu rosto até que finalmente o corpo dele se uniu ao dela e para completar ainda vi aquele ultimo movimento dos quadris dele dando a ultima cravada, ao passo que a vadia forçava mais ainda suas nadegas para telo todo dentro então novamente ele largou todo o peso de seu corpo sobre ela e falou TA VADIA, TEU RABO TA CHEIO, e ela prontamente falou gemendo, AGORA ENCHE ELE DE LEITE, TA ME RASGANDO MAS GOZA AI PRO CORNO VER DEPOIS, mais uma vez ele me olhou sorridente e começou levemente a tirar seu membro do cu dela mas assim que saia um pouco ele voltava a meter e arrancava um gemido mais forte dela, ficou brincando assim levemente sobre ela e vi suas bocas se procurarem e se unirem, ela com seu rosto lindo transtornado sugava a língua dele que a beijava por trás, enquanto isto ele rebolava em cima dela com movimentos suaves mas quando cravava fazia questão de ir o mais longe possível e eu impressionado olhava ela que ainda segurava suas nadegas abertas para ele ir sempre até o fundo de seu rabo, até que ela soltou a bunda e eu imaginei que iria pedir para ele sair ou parar mas não ela se apoiou melhor e começou a rebolar juntamente com ele, isto mesmo a vadia estava com um pau enorme entalado no rabo e rebolava gostosamente tentando ajudar seu comedor a comela gostoso, ele ao ver o desespero de minha esposa novamente se ajoelhou sobre ela mas com o pau em seu rabo e olhando para mim novamente mandou ela rebolar e ela rebolou a puta gemia ainda de dor mas rebolava seu enorme rabo na pica do macho sobre ela, por vezes ela forçava ao máximo sua bunda contra ele fazendo o pau sumir por completo em suas nadegas e ele sorria e batia forte em sua bunda, a cada palmada ela gemia mais e mais gostoso e ele dizia que ia mandar ela para casa com o cu e a bunda vermelha de apanhar até que ela desesperada rebolava e mandava ele bater, ele deu muitos tapas em ambas as nádegas dela enquanto ela rebolava freneticamente com o pau no rabo, até que ele parou e deitou novamente sobre ela mas agora apoiado nos braços como em posição de apoio, ela abriu as pernas e ele colocouse no meio delas, e agora estava em cima dela mas a única parte do corpo que encostava nela era o seu membro, para mim foi o máximo pois agora eu via claramente o tamanho e grossura do pau que entrava e saia do cu de minha vadia, e os movimentos dele começaram a ficar mais e mais fortes a fodendo como se fosse uma boceta molhada ela gemia e soltava gritinhos que eram impossíveis de dizer se de dor, prazer ou mais certo dor e prazer, por vezes quando ele metia ele ia até o fim e batia seu corpo por sobre a bunda de minha esposa fazendo o tradicional barulho de bate bate duma foda, mas muitas vezes ele tentava controlar a distancia deixando só o pau conectado a ela, confesso que foi um exercício muito forte que só para quem esta em forma para fazer o suador dele era farto e pingava sob a cadela abaixo dele que não parava de gemer e pedir mais e mais, entre outras coisas ela mandava arrebentar o rabo da casada, que o corno iria ver como uma puta deve ficar, que eu merecia pois tinha insistido em ela ir dar sozinha para um pauzudo como ele e isto era insuportável para mim, não resisti e gozei tentando segurar todo meu leite em minha, mão e sai correndo para o banheiro do apartamento, me limpei rapidamente mas mesmo assim perdi uns minutos, voltei ainda escutando ela gemendo, mas quando me posicionei para espiar eles já haviam trocado de posição, agora eles estavam deitados de ladinho com ele enrabando ela por trás, ela adora transar nesta posição,embora nesta época nunca pelo rabo, mas estavam ali, agora mais calmos novamente se beijavam, a mão de baixo dele a enlaçava e apertava um seio, e sua outra mão acariciava todo o corpo dela por vezes indo até sua xota molhada ainda e me dando a bela visão dela esporradinha, vertia ainda leite da primeira gozada dele, e o mais impressionante, ele se posicionou de forma que eu tivesse a bela visão da penetração dele nela, quando cheguei na porta vi só as bolas dele de fora, o pau completamente cravado no rabo dela, por um instantes pararam e ficaram se beijando e conversando desta vez ao pé do ouvido e eu não podia escutar, até que a mao dele deslizou por seu corpo indo novamente acariciar a xota dela e isto a deixou maluca então novamente minha mulher rebolava com um pau enorme em seu cu, foi lindo demais ver o esforço dela para fazer aquele monstro sumir em seu rabinho dilatado, e por muito tempo ficaram assim namorando gostoso, eu chegava a ver o pau pulsando no rabo dela, até que ele mais uma vez enfiou um dedo em sua vagina molhada, ela gemeu gostoso e estremeceu ao mesmo tempo que rebolou mais gostoso e para provocar mandou ele socar nela, SOCA FORTE GOSTOSO, SOCA QUE QUERO TEU LEITE AI, e não precisou falar novamente, ela rebolava descompassada enquanto ele entrava e saia forte de seu rabo, era lindo de ver aquele pauzão deflorando minha esposa, o cu dela parecia que ia virar do avesso quando ele retirava o cacetão até a metade, como ele tinha gozado a pouco tempo já a fodia pelo rabo a um bom tempo e não parecia estar perto do gozo, até que para minha surpresa comecei a escutar os gemidos característicos dela a procura do orgasmo e nisto ela começou a pedir para ele encher ela de leite que ela queria gozar com ele em seu cu, a mão dela foi até a bunda dele e a pressionava contra ela enquanto ele caprichava no dedilhar de sua buceta, ele por vezes enfiava um ou dois dedos nela e também retirava-os de seu interior acariciando o clitóris dela enquanto isto ele bombava gostoso o rabo dela e ambos estavam excitados ao máximo, mesmo com o corpo colado e por vezes se beijando ele fodia forte o rabo de minha mulher tão forte que o pau chegou a sair fora e pude ter a real ideia do tamanho dele, o pau escapou numa das metidas e escorregou por sobre a xota dela indo até seu umbigo e ela desesperada o agarrou e o guiou a seu rabo que mantivera-se aberto um enorme buraco e ali novamente ele sumiu, meu pau estava prestes a ejacular denovo e o dele também tanto que ele começou a dizer que iria gozar e para meu espanto minha vadia tambe, ela dizia AI MEU CU, AI MEU CU, VOU GOZAR METE QUE VOU GOZAR, ME ENCHE GOSTOOOOOSO QUE TO GOZANDO COM TEU PAU NO MEU RABO, AHHHH METE METE METE, e ele a acompanhou guinchando e cravando mais e mais, parou de tirar e botar e só a pressionava para frente enquanto ela agora ajudava a mão dele a acariciar sua xota, pude ver os testículos enormes dele se contraindo nos espasmo de seu gozo no interior de minha esposa, ela gozou com uma perna completamente levantada para o ar e forçando o rabo contra ele me dando a visão mais completa para um corno, ver um macho pauzudo enchendo o cu da esposinha de leite, e o melhor ela gozando juntamente com ele, gozando pelo cu, coisa que é muito difícil de acontecer os movimentos de quadris dela eram rápidos e curtos e ele permanecia todo enfiado nela mesmo porque ela pedia para ele gozar bem no fundo e em meio a gemidos ela falou quase q desesperada em meio ao seu orgasmo, AII QUE GOSTOSO AHH TO SENTINDO AHH TO SENTINDO TEU LEITE QUENTE, AHHH GOSTOSO, PAUZUDO GOSTOSO FILHO DA PUTA, e ele só gemia e ria, ria dela e por certo de mim que sabia que assistia a tudo, assim que ele terminou de ejacular nela ele falou, ISTO QUE TU QUERIA PUTA, LEITE NO CU PARA O CORNO VER, e ela já desfalecida falou AH SAFADO, SIM QUERO TUDO TUDO, e ficaram ali engatados, vi que ela terminara seu orgasmo porque a perna que estava no ar foi descendo até se fechar e tirar minha linda visão do sexo dela, mas também foi muito bom ver eles ficarem engatadinhos até recuperarem as forças, ele a abraçou forte e a manteve junto a ele, mesmo com o pau já mole permaneceu em seu cu que piscava igual ou mais forte que sua chota, assim que os dois se recuperaram eles foram muito carinhosos um com o outro, ele a beijava enquanto conversavam, ela aninhada ao corpão dele de conchinha, eu não sabia ainda se o pau tava dentro ou fora, só soube depois, ele falava coisas ao ouvido dela e eles riam, mas por vezes ele falava mais alto claramente para eu ouvir coisas do tipo QUE RABO GOSTOSO, NUNCA MAIS VAI SER O MESMO, e fazia ela dizer que iria dar para ele novamente e ela confirmava, até que silenciaram, vi que estavam exaustos e iriam dormir mas a pergunta era, o pau ta dentro ainda? Até que ele meio que acordou do cochilo e falou rindo ao ouvido dela então ele pegou a perna dela e fez ela novamente levantar, claramente para exibir para mim o rabo de minha esposa, então vi o pau mole dentro do cu dela, o cu quase cortava o pau dele e vi ele forçando para o pau sair o que fez com dificuldade pois estava mole e o cu apertado, mas foi saindo como se ela estivesse defecando rss, até que o cabeção saiu por ultimo e aquele pau caiu mole e flácido com a cabeçona encostando na cama, mesmo assim ainda maior que o meu duro, o cu dela estava vermelho o anel inchado e apesar deu ver o buracão logo se fechou com uma ou duas piscadas dela, não vi a porra dele no cu em compensação a vagina ainda vertia uma porra branca de dentro e também estava inchada e vermelha, seu clitóris então estava duro ainda, e assim que ele retirou o pau dela voltaram a se abraçar e ficar de conchinha e em instantes os dois estavam dormindo, eu já tinha dado a segunda gozada na mão, agora com menos porra pude ficar observando e só dpois fui me limpar, enquanto eles dormiam descansei um pouco na cama do quarto ao lado mas não dormi, voltei a ir observalos e ela já estava dormindo no braço dele com uma perna por sobre as pernas dele e o rabo lindo virado para cima, sua bunda cheia de marcas dos dedos dele com vergões vermelhos, fui mais atrevido e entrei no quarto pude sentir o cheiro forte de sexo o pau dele adormecido ainda melecado e enorme caído para o lado escorria uma ultima gota de seu leite branco, minha maior vontade foi enfiar o dedo na xota dela para sentila como gosto mas não o fiz, me limitei a me abaixar e espiar mais de perto mas sua buceta já estava fechadinha e só pude ver um pekeno fio de leite que havia vazado virilha abaixo, pude novamente sentir o cheiro de sexo, perto da bunda dela o cheiro do pau, da porra e do suor dos dois era forte e gostoso depois voltei para o quarto novamente, passou quase duas horas quando escutei movimentos, e cuidadosamente voltei a espiar, era ele no banho, ela continuou sonolenta na cama linda, nua e fodida, ele voltou e me viu na porta mas nem deu bola, ela continuava deitada de olhos fechados, achei q ele iria deitar ao lado dela mas não, o safado se ajoelhou ao lado da cabeça dela e segurando seu pênis mole guiou até o rosto de minha esposa deu umas batidinhas leves para ela acordar e ela safadamente começou a sorrir e ronronar como uma gata fazendo charminho, ele ria e dizia que tava na hora de acordar e continuava esfregando o pau pelo rosto de minha esposa e ela manhosa fingia não querer até que ele guiou para sua boca e a segurou pelos cabelos mais forte ordenando, MAMA VADIA, então ela safadamente gemeu abrindo a boca e aceitando seu membro que já não estava tão mole, em poucas mamadas e lambidas o pau dele já estava duro e enorme e ela chupava como na primeira vez parecendo desesperada por uma gozada, ainda mais quando ele tirava o pau e dava uma surra com ele em seu rosto, enquanto isto ele ficava ordenando a ela certas coisas até q falou TU QUER MAIS PAU NA BUCETA, ela gemendo confirmou e ele ENTÃO TA, EU VOU FUDER TUA XOXOTA MAS VOU GOZAR NA TUA BOCA OUVIU? Ela entre mamadas e lambidas disse, NÃO, ME DA MAIS LEITE NA BUCETA, mas ele foi enfático em dizer JÁ ENCHI TUA XOTA E TEU RABO AGORA É NA BOQUINHA, VOU TE MANDAR COM OS TRES BURACOS COM LEITE PRO CORNO, VOU TE COMER E NA HORA Q FOR GOZAR TU ME CHUPA, então ela concordou, imediatamente ele foi para cima dela e pela primeira vez a penetrou num papai e mamae, pude novamente ver o pau sumindo dentro de minha esposa que gemeu dizendo GOSTOOOOOSO, e então a meteção novamente continuou. entrou fácil e em instantes ele tava entrando e saindo rapidamente de minha mulher que recebia o membro duro e grande dele com cada vez mais facilidade e ainda pedia agora mandando ele meter maie fundo e forte, o som do pau entrando nela foi inebriante, aqueles sons caracteristicos de vagina bem lubrificada era um "nhec nhec, nhac nhac" louco eles gemiam e ele falava ao ouvido dela coisas que eu nao escutava, só percebia que ela gemia mais ou ria enquanto ele falava gemendo a seu ouvido, ouvi coisas do tipo SIM ELE VAI DEIXAR, ou, SE NÃO DEIXAR EU VENHO IGUAL, então percebi que ele estava combinando outros encontros com ela, depois de meter mais forte por instantes ele diminuiu o ritmo e foi mais carinhoso beijando demoradamente a boca dela e isto ela adora, ele ficou tirando o pau até a metade e voltando a entrar nela mas mais devagar enquanto a beijava assim e eu via a excitação de minha esposa, mesmo tendo gozado a poucos instantes ela gemia e forçava os quadris contra os dele deliciosamente enquanto se beijavam e falavam um ao ouvido do outro, ela por horas cravava as unhas na bunda dele forçando uma penetração mais profunda e por horas acariciava o corpo e a nuca dele, e ficaram assim até ela perder o controle e gozar com o macho cravando devagar como que fazendo amor, e mais uma vez ela gozou pedindo o pau no fundo, pedindo pra ele deixar o leite no útero dela mas não adiantou ele bombou e fez minha mulher ter espasmos enormes de gozo mas continuou com o pau duro feito pedra, assim que ela perdeu as forças e ficou recuperando o folego ele saiu de dentro dela, pude mais uma vez ver aquele enorme pau abandonar a vagina arreganhada de minha mulher que ainda vertia leite da outra gozada dele, ele ficou deitada acariciando ela até ela se recuperar, falaram alguma coisa e vi minha esposa ficando de 4, estava vermelha e cansada do ultimo orgasmo mas mesmo assim vi ela arreganhando a bunda para ele e ele se posicionando atrás dela, novamente ele me olhou sorrindo com aquela ferramenta enorme na mão e pude ver ele pincelando entre o anus e a xota dela, ela gemeu e pediu na buceta, eles riram e ela comentou que atrás iria ficar sem fazer um bom tempo, ele ainda disse, POBRE DO CORNINHO, e antes dela rir ou falar mais alguma coisa ele estava ja dentro dela empurrando a vara e arrancando grtitinhos de minha vadia que ainda estava sensível demais devido ao gozo mas mesmo assim a puta forçou o corpo contra o dele fazendo sumir aquele monstro novamente, e assim foi, aquela guerra, ele socando e ela forçando mais e mais, mas agora eu por vezes via o rosto dela olhando para ele, não era o rosto de tesão mas sim de satisfação, rosto de puta querendo dar prazer ao macho, por vezes eu via que doia um ou outro avanço dele mas mesmo assim ela continuava rebolando e pedindo leite, pedindo para ele gozar nela, ele demorou e entre as conversas eu ouvia ela pedindo leite no fundo da xota e ele dizendo que não que ela iria chupar ele, ela gosta de chupar até o macho gozar na boca mas não chupar o pau com o gosto dela junto, mas mesmo assim via que ela iria fazer pois apesar de seus protestos pedindo para ele gozar com o pauzão no fundo ela fazia mais charminho q reclamava, e olhava para ele com a cara de vadia que tem quando quer, enquanto isto ele grudado em seus quadris cravava forte e o som da penetração era inebriante, aquele nhec nhec nhac nhac, sons que se imagina fazer quando o pau ta entrando fácil, embora eu não conseguisse imaginar aquele tamanho todo tendo esta facilidade toda, certamenteo o meu pau iria nadar dentro dela mas o dele deveria estar justo mas não parecia, até que ele cravando mais e mais forte anunciou o gozo dizendo, AH VOU GOZAR GOSTOSA, VOU GOZAR, VEM MAMAR VEM, e sacou aquela mangueira de dentro de minha esposa que num pulo ja estava sentada na cama na frente dele que permanecia em pé e guiou aquele pauzão para o rosto dela, de principio ela foi punhetiar ele mas ele ordenando falou, CHUPA Q TO GOZANDO, então minha esposinha, a mãe de minha filha, tão timida e recatada abriu sua boca e recebeu aquela mangueira e fazendo muito esforço aguentou o macho meter e meter em sua boca, ela até tentou dar um limite para a penetração mas ele em transe a pegou pelos cabelos e socou forte na boca dela, a principio vi um pouco de nojo mas no momento que o leite veio ela se grudou com as duas mãos no resto de pau que ficava de fora de sua boca e ajudava a punhetiar agora gemendo junto com ele e fazendo sons de engasgo, mas em momento algum tentou tirar o pau da boca ou fazer ele parar de socar nela, e por fim ele só dizia, TOMA VAGABUNDA, TOMA TUDO, TOMA AHHHHH, e ela correspondia batendo uma punheta gostosa e rapida para ele, eu assistia a tudo pela fresta da porta e pude ver minha esposa dar uma golfada quando sua boca encheu e ela não conseguiu engolir tudo que saia, o leite escorreu pelo canto de sua boca e caiu em seu peitão, mas mesmo assim ela tentava não deixar isto acontecer, eu ainda não sabia se ela estava engolindo ou segurando o leite na boca como geralmente faz, ela não engole, segura tudo e dpois gospe fora, só soube depois que ela nem tentou isto como ele meteu forte e fundo ela teve que ir engolindo a medida que o pau ia esguichando até q uma hora quase devolveu tudo mas ele continuou socando e forçando o pau na boca dela, e depois que a fissura dele passou que foi perdendo as forças ai foi ela quem o judiou rss, pois ela adora isto, ela fica batendo e sugando o pau até o fim, até o cara pedir para parar e com muita vontade, mesmo depois de gozar ela curte muito este momento e faz por prazer, então ficou batendo e mamando o pau dele e na hora só vi que ela engoliu o que pode quando ela passou a lamber o pau, ou seja, nao tinha nada na boca, batia e lambia a glande olhando descaradamente para a cara dele que gemia e a chamava de louca de gostosa, safada e ja ria enquanto ela lambia e expremia o pau até brotar outra gota de porra na cabeça do pauzão a qual ela voltava a chupar e mostrar ao macho que não desperdiçaria nada, ainda louca de prazer por ter dado prazer ao seu macho ela esfregava o cabeção do pau no rosto no queixo boxexas lambuzando o que podia e voltava a meter na boca, agora eu via que a rigidez do membro ja estava passando e ela quem o mantinha ereto com sua mão e ficou sorvendo agora mais delicada até ele pegar e dizer que não aguentava mais, então minha mulher vitoriosa tirou o pauzão da boca e ficou sorrindo enquanto admirava o macho e sua ferramenta que haviam lhe dado tanto prazer, para minha surpresa o macho a pegou novamente pelos cabelos abaixou e deu um beijo de cinema nela a deixando em extase pois vou confessar que depois que gozo na boca dela nao consigo a beijar, fico com nojo do meu próprio gosto de porra na boca dela, mas ele não ficou a beijou e cairam os dois deitados rindo e um elogiando o outro, não ouvi muito então, mas vi novamente ela deitar no braço dele e meter a mão no seu pau agora sem vida rss, ficaram conversando e fui para o quarto, não sei quanto tempo passou até que ele veio até mim, perguntou se eu havia gostado, falei que foi demais, ele me disse que ela era ótima e acabou com ele, então disse para mim ir embora pois ela havia dormido mas falou a ele antes q tinha q partir, achei melhor fazer isto para estar em casa antes dela, ele me acompanhou até a porta e pude ver ela ao passar na frente do quarto, estava realmente dormindo, nua e linda, o pau do macho estava mole pendurado para baixo e mesmo assim enorme, fui embora, ela dmorou mais de hora a chegar, posteriormente o macho disse que nao treparam mas namoraram bastante antes dela sair, em casa meti nela enquanto ela me narrava, gozei rapido como sempre, e trepamos várias vezes enquanto ela me narrava parte dos acontecimentos, parte sim porque ela omitia as vezes que me chamou de corno e falou que meu pau eera pequeno para a necessidade da xota dela, depois eles sairam novamente, mas sozinhos, mas isto é outra história. Colocarei fotos dela em ação mas não com ele pois não fotografei.
Foto 1 do Conto erotico: ESPIANDO AMANTE E ESPOSA SEM ELA SABER

Foto 2 do Conto erotico: ESPIANDO AMANTE E ESPOSA SEM ELA SABER


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario skarlate

skarlate Comentou em 21/03/2017

excelente

foto perfil usuario gege

gege Comentou em 29/05/2015

Deixa de frescura mama o leite de macho sua cadelinha gostosa

foto perfil usuario jjsnjorlin

jjsnjorlin Comentou em 28/05/2015

Ha tempo fgostamos de ler seus contos, são relmente exitantes

foto perfil usuario amigodelas

amigodelas Comentou em 27/05/2015

Gostei muito. Interessante e fico com vontade de ler todos. Votado com mérito.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


12342 - Amante da esposa la em casa. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
12371 - Minha esposa me fazendo surpresa(Verídico) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
12436 - Esposa perdendo(realmente) o cabaço do rabinho. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
12469 - INICIANDO A ESPOSA NO MENAGE(VERIDICO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
12479 - PROSTITUINDO A ESPOSA(PRIMEIRA VEZ) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
12578 - PROSTITUINDO A ESPOSA (NOVOS CLIENTES) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
12645 - ATUAL AMANTE O INICIO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
12666 - OUTRO CLIENTE DE MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
12709 - ESPOSA TRANSANDO NA FESTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
13013 - MINHA ESPOSA COM DOIS AMIGOS - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
13169 - NEGRO GOSANDO NA MINHA ESPOSA(REAL) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
13171 - AMIGO NEGRO LA EM CASA(EDITADO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13325 - ESPOSA TRANSANDO COM ESTRANHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
13603 - AMANTE FIXO EM CASA A SÓS COM ELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
13769 - ESPOSA SENDO GOSADA NA FESTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
13955 - ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
14253 - ESPOSA PASSANDO FINAL DE SEMANA COM AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
14557 - ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
14729 - ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL PARTE2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
14935 - QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
14949 - QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA(CONTINUAÇÃO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15094 - ESPOSA TRANSANDO GRÁVIDA DE 7MESES - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
15096 - PRIMEIRO AMANTE DO TRABALHO DELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15216 - ESPOSA TRANSANDO COM EX NAMORADO(VINGANÇA DELA) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
15259 - ESPOSA TRANSANDO COM UM COROA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15968 - PRIMEIRO SWING DO CASAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
16110 - PRIMEIRA VEZ DA ESPOSA SOZINHA COM AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
16607 - ESPOSA SOZINHA COM DOIS AMANTES - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
16627 - ESPOSA CEDENDO A CHANTAGEM DO COLEGA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
16934 - PRESENTE PARA O AMANTE(primeira parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 0
16966 - PRESENTE PARA O AMANTE(Segunda parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 0
18111 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
18115 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO parte2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
18295 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
19314 - ESPOSA FUDENDO COM AMANTE E AMIGO DELE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
19938 - ESPOSA DANDO PARA COROA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
20767 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
20768 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
20769 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
22017 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
22018 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
22019 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
23307 - ESPOSA SE PROSTITUINDO (VERÍDICO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
25452 - ESPOSA DANDO NO ANO NOVO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
26816 - O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
26852 - O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
27032 - NAMORADA DANDO PARA AMANTE NO WC DA FACULDADE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
27652 - ESPOSA COM AMANTE NO ESTACIONAMENTO(REAL)25/03 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
28366 - ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
28367 - ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
29811 - ESPOSA COM NOVO AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
30123 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE DOIS AMANTES 1º VEZ REAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
31212 - PRIMEIRO ANAL DA ESPOSA COM O NOVO AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
33094 - ESPOSA SENDO GOZADA POR DOIS AMANTES NO MESMO DIA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
36901 - ULTIMA IDA NO AMANTE PREFERIDO DELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
43645 - DANDO PRO AMANTE NA ESCADARIA DE SHOPING - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
46418 - ESPOSA DANDO NO CARNAVAL 2014 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
50214 - ESPOSA GRITANDO NA VARA DO AMANTE EM NOSSA CASA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
53229 - PRIMEIRA VEZ COM O AMANTE EM NOSSA CASA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
53992 - AMIGO DE AMANTE COMENDO MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
54589 - AMANTE NARRANDO COMO REALMENTE FOI O ENCONTRO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
61019 - ESPOSA E NOVO EMPREGO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
62243 - MARIDO NAO COMEU ELA DEU RABO PARA AMANTE. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
66277 - AVENTURAS DE ADOLESCENTE DA ESPOSINHA PUTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
66977 - ESPOSA NOVINHA TRAINDO SEU PRIMEIRO NAMORADO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
68118 - PRIMEIRO ANAL COM AMANTE PREFERIDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
70553 - AINDA NAMORADA AMANTE DO CHEFE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
71654 - FESTA COM AMANTE NEGRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
72266 - ESPOSA LEVANDO ESTRANHO PARA NOSSA CAMA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
73929 - ESPOSA DANDO AO AR LIVRE PARA O CHEFE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
77768 - FINALMENTTE UMA AMANTE AMIGO MEU - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
78053 - Vingança da esposa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
97684 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE NEGRO, PRIMEIRA VEZ - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
98334 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE NEGRO, PRIMEIRA VEZ - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
98619 - MARIDO ESCONDIDO NA CASA DO AMANTE ASSISTINDO ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12

Ficha do conto

Foto Perfil cacolabin
casalsul

Nome do conto:
ESPIANDO AMANTE E ESPOSA SEM ELA SABER

Codigo do conto:
65576

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
26/05/2015

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
2


Online porn video at mobile phone


thais puta de campo grande ms fudendoQuadrinho porno estrupadawww.contoerotico.pai e filhosquadrinho gay porno amigospornô grátis só contos eróticos sogra cozinhaquadrinhos eroticos joaozinhosexo sentei no colo do meu pai sem calcinhaultimos contos sadoconto gay me afroxouconto.erotico.minha.mulher.com.outro.homem2017conto erotico Leitadafotonovela erotica cdzinhacontos eroticos minhas alunas chuparan ninha bucetaxvideos dormiuconto erotico com fotos/ rabo da maecache:melhor amigo conto eróticomeu escravo picudo contosContos um caderante estrupou minha bucetacontos erotico ensinando o filhocontos gay de sendo arrombado por um garoto negro de ruacontos eroticos gay eu e meu amigo fudemos todo dia no mato conto gayconto gay Ribeira Do Pombalcontos erotico gay na infância com amigosuma bela foda no cinema casal contovirei o lanchinho da turma contoscontos eroticos sogro 2017Contos Eróticos De Gay Comi.a Bundasexo em quadradinho de pokemonconto erotico com pauconto erotico gay deliciaver videos homem cochano mulher e com tesaoBanda Desenhada Pornocontos eróticos dei pro amigo do meu marido segurar a escadacu arregacado pelo padrasto videoporno prinboyconto moleque comeu a sograContos e fotos de idosas boqueteirasfilhaputacontoconto erotico mulher briga com homem de pinto pequenoQuero ler contos corno tem medo negão arrumba suas filhas tambemsilto a esposa na boatesexo cornocontoerotico pequena norando aluguelCantos fotos eroticas de cazeiros pirocudo com patroa e a filhas virgemsexo gay em quadrinhoscontos do vaqueiro esposa e angelica safadacontos transei com minha tia gostosa no cinema ela chupou 23cmcontos eroticos enteado chantageando madrastaConto erotico gay velho maduroxana cazeira piludawww.contos dei a bucetinha pro meu tio no incestocontos fui seduzida pelo meu filho adoreifoto de tia transando com sobrinhofotos gordodelicia..peladasesfolaram minha xanaconto erotico sou viuva levei varaquadrinhos eroticos bdsmConto Gay o machão pegador de gatinhas que virou pegador de pauconto fama ter pau enormecontos eroticos trepando com o sograo 2conto erotico estrupada pelo vocontos eroticos d pai ou irmao vendo a filha ou a irmao transando com o namoradoMamei varios paus contosexo contos erotico pasaram a mao na minha bunda meu marido nao viug magazine matheus mazzafera fotosfoto xoxota da josinhacontos doggingcache:96w4Biafn4wJ:mozto.ru/fogoma contos eroticos comi minha prima bricando de esconde esconde so de calca de lycracontos de virgindade e tesao ilustrativasconto porno senzala3d hetai medicacontos eroticos meu padrasto me comeu com seu pauzaocontos eroticos de negona bundudacontos eroticos levei porra para o corno parte 5conto erotico meu.comprimo tirou minha virgindadegay chupando casado conto