No onibus

Click to this video!


Bom, meu nome e Carla(ficiticio), o que relato agora aconteceu a
>tres anos atras, tinha 21 anos, eu não sou muito bonita, quer dizer
>da pro gasto, mas sempre tive um corpão, tenho 1,70m e o meu forte
>sempre foram as pernas e o bumbum que sempre fizeram muito sucesso,
>eu ate posei para propagandas de langerie, e no clube fui eleita
>tres vezes seguidas miss piscina, realmente tenho uma bunda grande e
>durinha, me orgulho dela. Eu morava em Valparaizo(cidade vizinha a
>Brasilia) e trabalhava numa empresa de publicidade em Brasilia, ia
>e voltava de onibus lotado todos os dias. Era um sufoco porque o
>uniforme era uma calça de tecido azul apertada e por eu ter uma
>bunda grande a peãzada ficava doida, todo mundo queria ir atras de
>mim. No começo achava meio desagradavel, mas depois me acostomei e ficava mais relaxada. Ficava sentido aquele monte de pau duro na ida e na volta, eram pequenos, grandes,
>grossos, alguns mais finos, eu ficava medindo com a bunda e
>associando com dono e assim foi por uns seis meses. Ate que numa
>segunda-feira um cara estava forçando demais a barra e me expremendo
>contra o encosto do banco, eu tentei sair uma duas vezes e o
>desgraçado voltava, ate que eu vi um rapazinho ao meu lado e fiquei
>na sua frente para escapar do desgraçado, ele ficou um tempo do
>lado, mas depois desistiu. Foi ai que pude ficar mais tranquila e
>notar que o rapaz atras de mim parecia não ter pau, eu me empinava
>um pouco, mas não sentia nada, aquilo não era normal, eu estava
>acostumada a sentir os paus endurecendo qdo se encostavam em mim. Já
>faziam meia hora e nada ai eu dei uma viradinha com a cabeça para
>tras e dei um sorriso de agradecimento por ele me ter salvo, foi ai
>entao que na curva seguinte que o onibus fez ele se afastou de mim e
>com a mao pareceu ter arrumado alguma coisa na perna. Quando ele se
>encostou em mim novamente tomei um susto, parecia que ele tinha
>colocado um pedaço de madeira dentro da calça, era muito grande e
>duro, eu ja tinha sentido muitos paus encostados em mim, mas esse
>era disparado o maior de todos, de lado ia de um lado ao outro da
>minha bunda. Fiquei espantada, dei uma olhada para tras por cima do
>ombro e vi que ele estava meio sem graça, devia ter uns 18 anos com
>cara de moleque. Ficamos assim por mais um tempo e tive que descer,
>passei o dia inteiro com aquilo na cabeça, nunca fui uma tarada, mas
>confesso que ficava imaginando o tamanho que devia ser, em como um
>rapazinho daqueles tinha aquilo tudo. No final do dia peguei o
>onibus torcendo para encontra-lo novamente e não deu outra, lá
>estava ele em pe no fundo do onibus, fui pedindo licensa ate ficar
>na frente dele e bem empinada, vi qdo ele se afastou um pouco e
>arrumou a ferramenta, só que dessa vez em pé e encostou em mim.
>Agora podia sentir o tamanho todo, era muito grande, fiquei em
>transe, forçava o corpo para traz para sentir melhor. Perdi o
>controle, como o onibus estava lotado e meio escuro coloquei a mão
>difarçadamente nas costas e toquei levemente no monstro, ai fingi
>que estava coçando as costas e toquei pra valer, era muito grosso e
>pude perceber que ele saia por cima da calça, desci a mão ate o saco
>do rapaz e senti a cabeça quase encostar no meu cutuvelo, o pau dele
>era quase do tamanho do meu ante-braço. Chegou a minha hora de
>descer, dei uma olhada pra tras e um sorriso. Me mastrurbei umas dez
>vezes a noite pensando naquela situação, decedi que queria
>experimentar aquele pau. No dia seguinte fui com uma saia de malha bem fininha que ia ate o joelho, em vez de calcinha um piquini asa delta bem pequeno que amarrava dos lados e uma sandalia bem alta. Peguei o onibus e nada dele, em compensação os homens não paravam de me olhar. De noite peguei o onibus anciosa para encontra-lo, la estava ele no fundo do onibus e quando me vi de saia ja arrumou a ferramenta para cima. Fomos para atras dos ultimos bancos do onibus e eu o encostei na parte de tras e me encostei nele que ja estava com o monstro durissimo, parecia desconfiar das minhas intensões. Eu rebolava, empinava e como sai era muito fina podia sentir bem a dimensão, ai resolvi dar a ele um presente, cheguei um pouco pra frente e como esta meio escuro levantei a parte de tras da saia e deixei ele ver a minha bunda com aquele biquini com o qual eu havia ganho o miss piscina, pude ver pelo reflexo do vidro que ele ficou maravilhado, de boca aberta e tirou a ferramenta para fora, a mão dele quase não fechava a circunferencia do pauzão, e começou a esfregar na minha bunda, era bem quente. Começou a me segurar pela cintura com força e se esfregar com força, eu estava com medo e anciosa pra enfretar aquele pauzão, então soltei o piquini e levantei um pouco mais a saia, fiquei na ponta dos pes e me empinei mais, ele pos o pau entre as minhas coxas, ele atravessou e ficou bem pontudo na saia, segurei-o por cima da saia, minha mão nao fechava em volta dele, ele ficou num vai e vem por alguns momentos e então direcionou a cabeçona pra entrada da minha xoxota, começou a forçar, mesmo estando muito molhada não entrava, abri mais as pernase comecei a fazer força para tras, ai começou a entrar, era muito bom estava sendo arreganhada, mas achando muito bom, ele segurou com mais força a minha cintura e o negocio começou a forçar meu utero, pus a mão para tras e notei que tinha entrado mais o menos a metade, eu não aguentaria tudo de jeito nenhum. Aquele rapazinho torno-se um animal, forçava aquele negocio com força, eu tinha que morder a alça de minha bolsa para não gritar, foi ai que comecei a gozar, foram uns dez orgasmos, um atras do outro estava para desmair quando ele tambem gozou, senti os jatos de porra no meu utero, ele quase desfaleceu apoiado nas minhas costas e o pintão saiu mole, batia na metade da coxa dele. Ele fechou a calça e eu baixei a saia sentido um liquido escorrer nas minhas pernas. Ai ele falou, pela primeira vez, no meu ouvido que poucas tinham aguentado na frente o que eu aguentei, mas que atras algumas ja tinha aguentado ate o talo, bom, mas isto fica para proxima vez.....
>

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico marita

Nome do conto:
No onibus

Codigo do conto:
6286

Categoria:
Fetiches

Data da Publicação:
05/11/2005

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


chuprarquero ver mulher depilando a b***** limpinha deixa limpinha toda arranhadaConto eroticos gay fui fodido pelo entregadorvatia vacabunta fote com cavalo no cural.bundas+exageradas+com+marca+de+biquini+analponheta subrinha gostosa quadrinhos pornoconto gay com bêbadocontos erotico das gostosonas e perigosas.gozei com a minha.irma no meu coloultimos contos sadomazoquistaEdna minha vizinha safada contoconto erotico, pai deixando amigo bulinar a filhinhaporquinha sadomasoquismocorno de caminhoneiro contosconto de erotico melhor amigo hetero e gay videoxvideo cuzinho fuderozocontos eroticos colega de quarto vira femea gaycontos eroticos homens fudendo vendedor ambulante na praiacontos eroticos sou casada caridosa com meu sobrinho pênis grande no banheiroContos eroticos podolatria no restauranteengravidando puta de corno contodois pirocudos espludiram a buceta da novinhameu neto com um pirocudo comeu o meu cu e a buceta conto.foto de cacete18contoeroticodesdecedoconto moreno novinho heterocontos eroticos mentalcontos eroticos viadinho gostosoo sogro pauzudo e safado/ contos eroticoscontos eróticos gay cagandocontos eroticos tio e sobrinhacontos eroticos de casal sendo forcado mulher virar puta e homem viado em festas sadomazoquismoFilha disse pra mae que ela queria perder seu cabaço com seu pai conto eroticosensacao de garganta crescendo quando engolecontos eroticos medingo com um pau de 30cms fode casada rabudame eatrupou lesbica contoConto erotico defoto menina 2017conto erotico pego pela irma batendo punhetameu sogro mim comeu a forca agora sou a escrava dele contos ero.Conto erótico dando a boceta para o namorado virtualconto com foto bundudafotos de coroas super bundudasarrombou meu cu contoContos eroticos minha avo da pra todo mundoContos eroticos descabacando o sobrinho novinhovirei femeacontos eroticos de madura com neguinho novinho analConto erotico cornocontos sogro e noraConto erotico de evangélicaContos eroticos com fotos de podolatria com a empregada dormindofotos gordodelicia..peladaseu e a tia evangelica casada da minha esposa conto eroticoboneca do sexo quadrinhosrelatos meus amigos embebedaram minha mulher e arrombaram elaroziney do porno.comultimos contos sadofeia gostosa e puta contocontos viciei na siriricacontos eroticos irmmaos engravidando irmascontos eroticos a madrasta e enteada rebeldecontos eróticos insetos minha tia gostosa e putaconto erótico viagem maravilhosacontos herotico namoradaConto ertico espanking pai educando gayfudeno meu primo geyquadrinhos gay porncasada safada dupla contoler contos tio comendo sobrinha virgem de 2017dei pro meu enteadopadrasto a proveita a donselinha dormindo a mulhe a vai desvirginar a entiadaconto erotico casado gaycontos eroticos cariciano buceta virgemxvideis 2017comi a minha tiaas bucetas velhas enxugadascontos de grelos enormes gozando encaixadinhos num sabao gostosofilhaputacontomeu marido nao apaga meu fogo