Uma Delicia de Assalto!

Click to this video!


Tenho 24 anos, sou casada, morena, queimada de praia e tenho cabelos castanhos, até pouco abaixo dos ombros. Posso dizer que sou bonita, como percebo pelos elogios dos homens e também pela conferência nos espelhos, através dos quais não canso de admirar meus seios médios, durinhos e com auréolas rosadas e estofadas; minha bundinha, que além de ter um formato lindo, se ressalta também pelas marquinhas do sol, que faço questão manter; e as pernas que são o meu orgulho, pois alem de longas, são grossas.
Sou natural do litoral norte de São Paulo, onde me casei com o primeiro namorado que tive. Como meu marido trabalhava em São Paulo, numa firma de componentes eletrônicos, mudei-me para um apartamento no Sumaré, bairro de classe média de São Paulo. Na época, minha irmã Deise, dois anos mais nova do que eu, e também um tesão de mulher, a ponto de eu admitir que ela me deixa no chinelo, já morava nesta cidade, num apartamento um pouco afastado do centro da cidade, onde ela trabalhava. Ela fazia faculdade de Direito no centro, e como nosso apartamento era espaçoso, nós a convidamos a vir morar conosco, e ficamos os três morando naquele apê, onde guardamos saudades e boas recordações, inclusive de um assalto que sofremos e que passo a contar.
Num sábado de manhã, resolvemos sair para fazer umas comprinhas, tomei um banho e estava no quarto escolhendo as roupas que ia vestir. Deise estava tomando banho e Rogério, meu marido, na sala lendo jornal, quando a campainha tocou. Rogério abriu a porta na tradicional correntinha e era um rapaz oferecendo uma enciclopédia. Após insistir muito para fazer ao menos uma demonstração sem compromisso, o moço conseguiu convencer meu marido, que acabou abrindo a porta para ele entrar.
Quando a porta foi aberta, apareceram mais três homens de arma em punho, empurrando Rogério para dentro e avisando que era um assalto. Eu estava no quarto, só de calcinha, tendo na mão uma saia que ia começar a vestir quando um cara grandalhão de cabelos quase ruivos entrou com um revolver na mão, dizendo para eu ficar quieta que era um assalto. Tentei vestir a saia, mas imediatamente o brutamontes agarrou-me pelo braço, tomou-me a saia, que jogou em cima da cama, e saiu puxando-me para a sala, onde Rogério já estava sentado numa poltrona, com um cara mulato, apontando-lhe uma arma. Logo em seguida surgiu um terceiro, trazendo minha irmã totalmente nua e molhada. Finalmente surgiu um outro bandido, com o corpo de quem fazia musculação, e avisou para o grandalhão que não tinha mais ninguém na casa.
O grandalhão, que era quem dava as ordens, mandou o mulato continuar na sala, enquanto os outros dois dariam uma geral no apartamento.
Eu e minha irmã tremíamos visivelmente e chorávamos como crianças. Foi quando o grandalhão jogou-me numa poltrona e disse para o mulato: “Fique de olho que eu vou dar um pirulito para a madame se acalmar”.Ele ficou de pé em minha frente, baixou o zíper da calça e pôs para fora um membro enorme, ainda mole, mas de um tamanho e grossura que eu confesso, até então, não imaginava que poderia existir. E ordenou-me: “Chupe!” Fiquei paralisada e olhei para o meu marido, como que a buscar socorro. Ele, sem poder fazer nada, também me olhava assustado. De repente, o cara, pegando-me pelos cabelos, puxou minha cabeça, e segurando aquela ferramenta enorme, começou a roçá-la em meus lábios e tornou a ordenar: “Chupe!”.
Eu tremia demais, mas não via outra alternativa, e abri a boca. Ele me enfiou aquele pau, ainda mole, até a garganta; e com as mãos, agarrando nos meus cabelos, começou a forçar minha cabeça para frente e para trás, fazendo com que eu entendesse que, se não fosse por bem, seria por mal. Ainda com medo comecei a fazer-lhe a chupetinha e ele largou minha cabeça. Aquela coisa foi crescendo e endurecendo na minha boca e confesso que mesmo naquela situação eu estava começando a gostar daquela picona. Aos poucos fui me excitando e passei a dar a ela o trato que sei para agradar um pau gostoso. Após alguns minutos de lambidas caprichadas, senti o grandalhão se retesar e ai aquela pica esguichou uma dose enorme do licor que tanto gosto. Engoli tudo até o fim e me afastei, mas ele tornou a ordenar-me, só que desta vez mais calmo: ”Lambe tudo, lambe!” Obedeci de pronto, lambendo aquela cabeçorra e mexendo em seus testículos para que libertassem o resto de porra que tinham. Aos poucos o gigante foi acalmando e murchando junto ao meu rosto.
O grandalhão se ajeitou e, apontando a arma para o mulato e para minha irmã, disse: ”Agora é a sua vez, eu fico de olho”. O outro não pensou duas vezes, abriu as calças exibindo um cacete que não chegava aos pés do grandalhão, mas que também era respeitável e bonito. Chegando perto de Deise, ordenou que ela chupasse. Ela não se fez de rogada, pois ela já estava excitadíssima, com o que acabara de assistir. Só que o mulato não deixou que ela chupasse direito. Quando a coisa já estava bem retesada, ele pegou Deise, colocou-a de quatro, ajoelhada no chão, com os braços apoiados na poltrona, e cravou-lhe a vara de uma só vez em sua xoxota. Foi até o fundo, arrancando dela um gemido que mais significava prazer. Ai, o grandalhão, apontando para o meu marido, perguntou se Deise era irmã dele. Rogério disse que não, que era sua cunhada, e o grandalhão então voltou a ordenar: “Então entra na dança e dá o caralho para a moça ir se distraindo!” Como não adiantaria retrucar, mesmo porque Rogério adorou a idéia, ele desceu as calças e cuecas, se acomodou na frente dela, e deu seu pau para ela chupar.
Eu estava toda molhada entre as coxas, de tanta excitação vendo minha irmã sendo comida por trás e tendo o pau de meu marido na boca, quando percebi que ela começou a gozar. Logo em seguida, Rogério jorrou seu leite na boca de minha irmã, que fez questão de não desperdiçar uma gota. Finalmente o mulato estremeceu e notei que escorria um filete de esperma da vagina de Deise.
Enquanto os três paravam para dar uma relaxada, o rapaz musculoso entrou na sala, carregando vários objetos de valor que tínhamos, e depositou-os sobre a mesa, dizendo que Sá havia achado aquilo. O grandalhão nem ligou e falou para ele vir brincar com a gente. Ele olhou para minha irmã e para mim e me chamou para chupá-lo. Comecei a chupeta, e quando ele estava com a pica dura, me fez sentar na beirada da poltrona, recostar para trás e abrir bem as pernas. Ajoelhou no chão e enfiou tudo, de uma vez em minha boceta. Senti seu saco ser espremido na boca de minha xota. Estocou várias vezes e depois de alguns minutos, afastou-se deitou de costas no chão e me mandou cavalga-lo, o que obedeci prontamente.
Estava naquela posição, cavalgando-o de olhos fechados, sentindo a cabeça do cacete me tocar o útero, com minha bundinha exposta e desprotegida, quando o mulato veio por trás, cuspiu na cabeça de seu cacete, encostou-se ao meu frágil cuzinho, e começou a forçar a entrada, mas estava difícil. Mesmo assim ele não perdoou, segurando-me pelas ancas foi forçando. Quando a metade já havia entrado, ele começou a foder-me lentamente, tirando quase tudo, para entrar até a metade, e quando eu já estava começando a gostar de ser sodomizada, ele segurou minhas ancas com força e arremeteu com toda a força que tinha. Enfiando até o saco. Soltei um grito, mas relaxei e senti que ele estava todinho dentro de meu reto, seus pentelhos encostavam em minhas nádegas. Um calor aflorou em meu rosto e senti um prazer indescritível de estar ali ensanduichada por dois homens ao mesmo tempo. Olhei para Deise. Ela mordia os lábios e enfiava as mãos entre as pernas. Não agüentei e comecei a gozar, só que eu não parava, aqueles dois me fodiam na frente e atrás e eu gozava múltiplas e abundantes vezes, até que eles também gozaram, me enchendo de creme e me largaram. Ai cai no tapete e relaxei.
O ultimo ladrão entrou na sala, e foi logo se entrosando na farra. Tirou a roupa e deu seu pau para minha irmã chupar. Ela ajoelhou-se e com a ferramenta na boca, deixou seu traseiro como que fazendo um convite para alguém enraba-la. O grandalhão aproveitou, ajoelhou-se atrás dela, pegou aquela picona, cuspiu na cabeçorra e começou a penetrar no cuzinho dela, o que a fez estremecer. Ele tentou acalma-la dizendo: “Não tenha medo, vou meter com carinho”.
Pensei que ela não fosse agüentar, mas a pica foi rompendo o cuzinho, e ela se rebolava toda, parecia que já estava acostumada a levar ferro no cu. Entre gemidos ela ia se ajeitando, para facilitar a entrada, com o grandalhão empurrando devagarzinho, e eu abismada vendo o buraquinho, que eu julgava delicado, ir engolindo, pouco a pouco aquele mastro enorme, até entrar todo, e ele começar a bombear. Ela era fodida entre gemidos e grunhidos, como louca de prazer, rebolando desesperadamente, quase engolindo o pau do homem que estava chupando. Os três juntos começaram a gozar, e ela ficou inundada de esperma.
Depois disso o revezamento foi constante e geral, tanto de posições como de parceiros, e passamos à tarde naquela orgia desenfreada.
O grandalhão quis ver Rogério ser cavalgado por Deise, quis ver o pau de Rogério no cuzinho dela enquanto ela chupava minha boceta e ainda quis ter o prazer de ver nos duas nos amando. Pedi para tomarmos um banho e ele aceitou, mas de porta aberta, e uma ensaboando a outra. Foi um banho divino, já estávamos mais acostumadas com intimidades e, portanto não sentimos constrangimento em dedilharmos a chaninha, uma da outra, e acabarmos rolando na sala, fazendo sessenta e nove ante o olhar de todos aqueles homens.
No final, eles se vestiram, pegaram os objetos roubados e saíram. Naquele dia resolvemos não sair de casa. O preconceito e o tabu haviam caído por terra. Passamos a noite os três juntos, na mesma cama, relembrando as cenas da orgia e descobrindo o prazer de estarmos mantermos uma relação a três.
O prejuízo, pelo assalto, até que foi pequeno, mas o lucro sexual foi enorme. Hoje moramos noutro apartamento, e sempre lembramos daquele outro, com saudade pelo tanto de gozo que tivemos.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


35632 - O Traveco Vingou a Irmã! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
35718 - PRESENTE DE SOGRA! - Categoria: Incesto - Votos: 21
35719 - Marido Assumido! - Categoria: Gays - Votos: 14
35721 - ANFITRIÃO COMEDOR DE CU! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
35722 - TRACEI MINHA MÃE! - Categoria: Incesto - Votos: 21
35723 - A Cunhada Adormecida - Categoria: Incesto - Votos: 24
36014 - Mulher Fofinha, Sexy, Gostosa e minha irmã! - Categoria: Incesto - Votos: 5
50437 - Meu Irmão Bebado! - Categoria: Incesto - Votos: 16
50438 - Desejos de Gravida! - Categoria: Incesto - Votos: 17
50477 - Primeira Masturbação - Detalhes! - Categoria: Masturbação - Votos: 3
51142 - A GRAVIDA E O CÃO! - Categoria: Zoofilia - Votos: 12
51143 - Na Chácara do Prazer! - Categoria: Incesto - Votos: 6
51144 - Sexo ao Amanhecer! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
51145 - Sexo ao Amanhecer 2 (Continuação) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
55415 - PAGUEI PELO CUZINHO DA CRENTINHA! - Categoria: Heterosexual - Votos: 17
57453 - Traição na casa de Praia! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
57454 - Acomodando uma grande pica! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
57455 - Exame Médico para Trabalhar! - Categoria: Fantasias - Votos: 1
57456 - Saindo do Jejum depois da Gravidez! - Categoria: Fantasias - Votos: 1
57457 - Um Exagero de Homem! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 1
57458 - Minha esposa com meu melhor amigo! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
57459 - Bem Fodida dentro da Sala do Museu! - Categoria: Fantasias - Votos: 0
57460 - Traindo na Festa de Final de Curso. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
57461 - Aventuras no Cabaré! - Categoria: Fantasias - Votos: 1
57462 - Delicias da Cidade Grande! - Categoria: Fantasias - Votos: 1
57463 - Só o primo come o cuzinho da esposa! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
57465 - Minha esposa pagou pelo meu sucesso! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
57467 - Assaltantes do Prazer! - Categoria: Fantasias - Votos: 2
57469 - Nosso primeiro menage masculino! - Categoria: Fantasias - Votos: 4
57470 - Traição e Dor na Consciência! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
57471 - Sádico Amor! - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 1
57472 - Descobrindo o Prazer! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
57473 - Combinei para estruparem minha namorada! - Categoria: Fantasias - Votos: 1
57474 - Tracei a coroa na casa de praia! - Categoria: Heterosexual - Votos: 0
57475 - Meu marido e minha mãe, me trairam! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
57476 - Iniciações Sexuais! Com um cão e um homem! - Categoria: Zoofilia - Votos: 2
57477 - Meu Tio Tarado! - Categoria: Incesto - Votos: 5
57478 - Como era Boa a Mãe do Rubinho! - Categoria: Fantasias - Votos: 3
57573 - Marceneiros Bons de Ferramenta! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
57574 - OS COLEGAS DO MEU MARIDO! - Categoria: Fantasias - Votos: 2
57575 - Trocando casais! - Categoria: Incesto - Votos: 4
57576 - Pau de bebado não tem dono! - Categoria: Fantasias - Votos: 2
57577 - Comi a cunhada por engano! - Categoria: Incesto - Votos: 11
57578 - Dei forçada e gostei! - Categoria: Fantasias - Votos: 1
57579 - Primos sacanas me foderam! - Categoria: Incesto - Votos: 2
57580 - O pessoal da Mudança me fodeu! - Categoria: Interrraciais - Votos: 2
57583 - Traindo meu marido na Africa! - Categoria: Interrraciais - Votos: 5
57584 - Substituindo meu marido! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
57585 - Nero, Um Cão Especial! - Categoria: Zoofilia - Votos: 3
57586 - Minha esposa, de timida a devassa! - Categoria: Fantasias - Votos: 4
57587 - Tracei a mulher do porteiro! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
57589 - Presente de Aniversário! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 1
57590 - VELHAS LEMBRANÇAS! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
57591 - Os jardineiros arregaçaram a minha esposa! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
57592 - GRAVIDA, CRENTE E QUENTE! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
57593 - LUA CHEIA DE TESÃO! - Categoria: Incesto - Votos: 4
57631 - Ginecologista Taradão! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
57632 - Fui trair meu marido e acabei arrombada! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
57634 - Lua de Mel com Participação! - Categoria: Incesto - Votos: 4
57635 - O Melhor Amigo da Mulher! - Categoria: Zoofilia - Votos: 3
57636 - Substituindo meu Pai! - Categoria: Incesto - Votos: 7
57637 - Meu namorado fez minha amiga de escrava! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
57644 - Tentei não esquecer que era minha mãe! - Categoria: Incesto - Votos: 4
57645 - Despedida de Solteira - O Estupro! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 6
57646 - A Cunhada Tentou me Foder e Acabou Fodida! - Categoria: Incesto - Votos: 4
57647 - Trai meu Marido sem Querer! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
57648 - A promessa de Fátima! - Categoria: Virgens - Votos: 2
57649 - Flagrei meu pai e ele me fodeu! - Categoria: Incesto - Votos: 11
57650 - Mãe forçada a dar pro filho e pro genro! - Categoria: Incesto - Votos: 8
57652 - Meu marido não sabe que fiz porno! - Categoria: Fantasias - Votos: 3
57653 - Minha esposa me trai com meu pai! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
62138 - CHANTAGEADA PELO CASEIRO DA CHACARA DO PRAZER! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
62567 - O CUNHADO E O CASEIRO ME COMERAM NA CHACARA DO PR - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
76280 - Minha cunhada viu meu pau, provou e aprovou! - Categoria: Incesto - Votos: 20
76898 - MINHA CUNHADA APRENDEU A FODER DEPOIS DOS 50! - Categoria: Coroas - Votos: 9
81748 - FOI A ULTIMA NOITE DE AMOR, DA GENTE! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
81750 - Duas Coroas Fodendo na Pousada! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 7
81751 - DUAS COROAS SE PEGANDO DEPOIS DA SURUBA NA POUSADA - Categoria: Lésbicas - Votos: 2
81752 - Meu Chefe Pagou pelo Meu Cusinho! - Categoria: Virgens - Votos: 9
81754 - MESMO GRÁVIDA, MEU CUNHADO PAGOU PELO MEU CORPO! - Categoria: Incesto - Votos: 4
82089 - MEU MARIDO ME TRAIU, MEU FILHO ME FODEU! - Categoria: Incesto - Votos: 14
82091 - MEU MARIDO ME TRAIU, MEU FILHO ME FODEU! Parte 02 - Categoria: Incesto - Votos: 13
82374 - MEU MARIDO ME TRAIU, MEU FILHO ME FODEU! Parte 03 - Categoria: Incesto - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil gogofredo
gogofredo

Nome do conto:
Uma Delicia de Assalto!

Codigo do conto:
57468

Categoria:
Fantasias

Data da Publicação:
09/12/2014

Quant.de Votos:
0

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


www.contos eroticos minha esposa e professora flagrei ela metendo com aluno bem dotado.com.brcenoura conto heroticocache:OYd7x6Hp6DoJ:mozto.ru/perfil.cfm?widn=10491&wa=c lembrancinha de pornô de mulher de pornô da irmã da Fazenda de pornô para baixar4dedosnocuContos Eróticos. de Minha Madrinha Verapadrasto a proveita a donselinha dormindo a mulhe a vai desvirginar a entiadacasa dos contos tia 22cmcontos eroticos dei o meu cu para meu filhocontos eroticos de rabudas sendo arrombadascontos porno de coroa com meniminhasTranzei com meu filho mozquadrinhos porno vovo voieurcalca camuflada e pau duro porno gayTo com tesao no meu enteadoCorno família primos contocontos incesto forcado em quadrinhoconchinha dormir corno contovideos d insestomais loucocontos com foto de bucet sendo comida incestoconto erotico minha namorada dançando forro com meu tiopornocontosincestoscontos eroticos comadre gostosa marido cornoconto erotico acunhada do meu amigo rabuda mete aiiiporno fotonovelamulheres du bumbum enormes sendo gosada ppr pau grande grosso na bocetarola no cuhistoriacontos de filhas dando pros paisse atracando com meu amigo no trabalho conto gaycontos eróticos da fiz minha esposa crente de cadela coloquei até coleiraContos erótico d novinha a conduzir cm um vestido mostrando a sua calcinhalarilas xupandoo cacrtaoConto erotico minha buceta ficou ixanda comi minha irma bebadaconto erotico cumendo empregada pretinha mozquadrinhos eróticos shemale negra emrabado casaisxoxotas em perigo cabaçoWww.bucetabraquinha.com.bresposa com amigo de corno no banheiro xhamatercontos gay meu filhinho bebezinho viadinhoencoxada no ônibusConto porno desdi pequena pai e mae me comeconto erotico estrupo gayContos eroticos punheteiro de cadeia marandro colocou a calcinha de de lado e meteu fundo na bucetaConto erótico de coroa com bigodinho na bucetacontos eroticos com fotos mulher casada traindo corno gozada empresario chefexvidio buceta de clesacontos eroticos meu primo doente mental comeu minha bucetaRAJA HENTAI.COMQuadrinhoseroticosirmasfudi minha irmazinhaContos picantes animalescosMinha vó bundudavideo sexo minha esposa com negao pintor me traindohistoria erotica minha mulher deu cu para nosso cazeiro parte2dog pauludo prezo pela xoxotacaminhoneiro fudendoblog lindas sexcontos eróticos meu avô cuidou muito bem de mimConto erotico porno em quadrinhosXvidio encoxatriz de frente em conducaoprono quadrinhos Conto erótico vizinha inocenteultimos contos sado professora submissa 29ContosinsestofamiliaEu era empregada meu patrao coroa rico ele me dava dinheiro sem sua esposa saber meu patrao ele fudeu minha buceta virgem ele agora ele me dar mais dinheiro conto eroticoporno gay dei o cu numa apostaboy inocente aprendendo chupar pica contos gay segredocontos de putaria sou safada minha amiga que me ajudar fazer um dp com negroscontos eroticos trai meu marido quando ele viajou com dois rokudosEstourei um cabaço contoscontos eroticos gay forçados 2017lesbicas sexo triplocontos viciei na siriricacontos eróticos de professoras gostosas transando gostosoconto erodico tentado comer avisinha casada