Na roça com meu pai.

Click to this video!


O estranho é como somos obrigados a viver devido as circunstâncias. Fui criada na roça junto com meus pais e meu irmão, cuidando de galinhas e porcos enquanto meu pai, minha mãe e meu irmão cuidavam da plantação de verduras e hortaliças. Era o nosso modo de sobrevivência, vendendo para pessoas que participavam de feiras livres na cidade. Minha diversão era ver televisão (parabólica) e estudar em uma escola rural que ficava em uma das fazendas (3 Quilômetros de onde eu morava). Íamos sempre em grupos de meninas e meninos que moravam ao longo do trajeto. Mas como tudo era difícil, os anos iam passando e algumas pessoas paravam de ir à escola. Até que ficou por perto de onde eu morava, apenas a Júlia, o Pedro, o Carlos, Maurício e eu. Os garotos regulavam a minha idade, mas a Júlia; por ter repetido de ano muitas vezes, era bem mais velha (passava dos 19 anos). Andei faltando alguns dias no colégio, e quando retornei a Júlia veio me contar que tinha dado a bunda pros três garotos no meio do mato. Fiquei abobalhada e ao mesmo tempo curiosa. No dia seguinte, conforme Julia tinha me falado que ia fazer, paramos no meio do caminho e adentramos alguns metros pra dentro do mato. Julia levantou o vestido, tirou a calcinha e ficou de quatro. Acho que os três ficaram mais excitados ainda comigo olhando eles um por um comer e gozar no rabo da Júlia. Passamos a pelo menos dois dias da semana pararmos no meio do caminho. No início eu só colocava a mão no pinto duro deles, depois aprendi com a Julia a chupar... Mas ela se deliciava era dando a bunda. Quando pela primeira vez deixei um deles me comer por trás, adorei. Gostava quando a Júlia não ia na aula e eu tinha os três pra fazer fila e comer minha bundinha. Eu nem tinha noção de que era uma menina tipo gostosona: Bunda grande e peitos volumosos (tudo durinho); além de ser bonita de rosto. O tempo ia passando e o tesão só ia aumentando, que combinamos eu e Julia a deixar os garotos meter na nossa periquita (ela já não era mais virgem a muito tempo); mas sem gozar dentro. Perdi meu cabaço e passei a dar pros três constantemente; mas deixava meter só um pouquinho e tirar pra gozar fora ou dentro da minha bunda. Mas eu muito bobinha, nem percebia que eles antes de tirar deixava cair algumas gotas de porra lá dentro... Tão novinha e fiquei prenha. Passando mal constantemente e com ânsia de vômito, minha mãe logo desconfiou.
- Shi! menina, você parece que está prenha??!!....
- Deus me livre mãe!...
- Você anda se engraçando com alguém?
Entendi o que ela queria saber.
- Claro que não mãe!...
- Sua menstruação tá normal?
Ai fudeu tudo. Tive que contar que naquele mês não tinha vindo ainda. Minha mãe me levou para a cidade fazer uma consulta e duas semanas depois ela obteve o resultado positivo. Levei uma surra da minha mãe e outra do meu pai quando ela foi contar pra ele. Na roça, sabia de garotas que tinham sido expulsas de casa pelo pai por motivo de gravidez indesejada. Fiquei apavorada em ser a próxima já que meu pai era um nordestino daqueles bem ignorantes; apesar de ser muito trabalhador. Pra minha sorte, meu pai não me expulsou de casa apesar de praticamente parar de falar comigo e de me fazer parar de ir ao colégio. O problema foi que tive que contar pra minha mãe, que lógico foi contar pro meu pai, que eu não sabia quem poderia ter me engravidado por ter sido mais de um... Por isso levei uma nova surra do meu pai que fiquei com a bunda inchada por uns três dias. Quando minha barriga começava a aparecer, como fazia muitas vezes, minha mãe me pediu pra ir levar um café pro meu pai que estava sozinho roçando lá nos fundos da chácara. Ele sentou num tronco de árvore e foi tomando o café e comendo a broa.
- Tua barriga já está aparecendo, hein?...
Eu de pé na sua frente, olhei pro meu próprio corpo.
- Acho que sim pai!...
- Deixa eu ver como está a sua barriga, vai?...
Achei que não tinha entendido o que ele me pedia e fiquei de lado apertando o vestido no meu corpo.
- Não Rita... Levanta o vestido pra eu ver!...
Gelei, minhas pernas tremeram e eu quase perdendo a fala.
- Não pai, eu não posso!...
É que justamente naquele dia, depois de cuidar das galinhas tinha tomado meu banho e estava indo pro meu quarto justamente pra colocar uma calcinha que tinha esquecido de levar pro banheiro, quando minha mãe me chamou pra levar o café... Não achei que ia ter problema de ir sem a calcinha... Foi muito azar.
- Tô mandando Rita, levanta logo o vestido!...
- Tô desprevenida por baixo pai!...
- O quê???? Tu não tá usando nada por baixo?...
Aos solavancos, com a voz embargada tive que explicar o que tinha acontecido, e ele rindo.
- Ninguém tá vendo não Rita, levanta o vestido mesmo assim, levanta!...
Eu que sempre fui obrigada a obedecer meu pai, acabei fechando os olhos e levantando o vestido até na altura dos meus peitos pra ele poder olhar minha barriga... E os restos também.
- Chega aqui mais perto!...
Não sei como conseguia me manter em pé com minhas pernas tremendo tanto... Mas obedeci e ele colocando e passando a mão na minha barriga.
- Tá ainda muito pequena, mas você já tem que evitar fazer muito esforço pra não prejudicar o bebê!
Eu vendo que ele olhava pros pentelhos ainda ralos da minha buceta.
- Tá pai, pode deixar que eu vou tomar cuidado!...
- Agora vira pra eu ver sua bunda, vira!...
- Pai????...
- Tô mandando você virar menina; quer apanhar?
Novamente obedeci e sentindo sua mão passando levemente nas minhas nádegas.
- Caramba Rita, sua bunda tá maior do que da sua mãe!...
Deu-me algumas palmadinhas de leve e ele mesmo puxando o vestido pra baixo me deixando mais aliviada.
- Agora vai Rita, vai pra casa e vê se cuida direitinho dessa barriga.
No caminho de volta pensando no que tinha ocorrido comigo e meu pai, fui percebendo que tinha gostado de tudo aquilo, até dele ter passado a mão na minha bunda. Deve ter passado uma semana quando fiquei sozinha em casa com meu pai (num domingo), pois minha mãe e meu irmão tinham ido até a cidade receber alguns dinheiros dos feirantes. Estava na sala quando ouvi meu pai me gritando lá de dentro do banheiro.
- Trás uma toalha pra mim Rita!...
Normalmente, fui até o quarto pegando a toalha e me dirigindo até a porta do banheiro que percebi meio aberta... Bati.
- A toalha pai!...
- Pendura ela qui dentro!...
- Conhecedora de como era o nosso banheiro e ouvindo o barulho da água, sabia que ia ver coisa. Empurrei a porta e me deparei com meu pai peladão debaixo do chuveiro.
- Entra Rita, coloca a toalha aqui perto de mim!...
Acho que eu não piscava vendo aquela coisa no meio das pernas do meu pai ir levantando cada vez mais, até se transformar numa coisa imensa... Hoje tenho noção de que devia passar dos 25 cm, cabeçuda e grossa. Em uma outra oportunidade, meu pai entrou no meu quarto e sentando na cama foi levantando minha camisola e sem falar nada fez um pouco de carinho na minha barriga, desceu a mão puxando minha calcinha pro lado e passando a mão na minha buceta.
- Você gosta disso Rita?...
Eu assustada olhando pra ele com os olhos arregalados.
- Me responde Rita, gosta ou não?...
Balancei a cabeça afirmamente e ele ficou passando o dedo por vários minutos até se levantar e sair do meu quarto... A calça que ele usava ficou estufada na frente. Mais alguns dias, quando vi que meu irmão e minha mãe iam novamente juntos pra cidade imaginava que ia acontecer alguma coisa comigo e com meu pai... Acho até que eu esperava que acontecesse mesmo. Estava dando milho pras galinhas quando meu pai saiu de casa e veio vindo na minha direção. Ele entrando no celeiro onde era guardado as ferramentas e muitas outras tranqueiras.
- Vem aqui comigo Rita!...
Eu o acompanhei e ele trancando a porta.
- Quero que você tire toda sua roupa!...
- Mas pai? pra quê?...
Ele vindo e segurando meu vestido.
- Deixa eu te ajudar!...
Em menos de três segundos eu estava diante do meu pai só de calcinha (calçola) e sutiã.
- Tira o resto!...
Achei que ele ia só querer me ver pelada pra me bolinar um pouco, mas quando vi ele abrindo a calça e puxando aquela jiboia enorme pra fora me deu um calafrio.
- O que você vai fazer pai?...
Ele me puxando pela mão me levando até uma pequena mesa onde me levantando pelas axilas me fez ficar sentada sobre ela.
- Isso que nós vamos fazer aqui não pode ser comentado com ninguém, entendeu?
- Entendi sim pai!...
Ele apalpou meus peitos, beijou, chupou e enfiando com muito cuidado dois dedos na minha buceta que logo começou a ficar molhada.
- Agora deita ai na mesa Rita!...
Deitei, e ele pegando minhas pernas me puxou até que a metade da minha bunda ficou pra fora do mesa e minhas pernas apoiadas sobre seus ombros... Sabia que ele ia me foder e não podia fazer nada. Ele ajeitou seu cacetão na portinha da minha buceta e começou a forçar até que senti uma pressão muito grande alargando minha vagina. Urrei feito uma égua até ele conseguir enfiar tudo e ficar parado me olhando.
- Tá dando pra aguentar Rita?...
- Tá sim pai!...
Meu Deus... Quando ele começou a puxar pra fora e enfiar novamente fui sentindo algo tão gostoso que rapidamente tive um orgasmo gemendo muito e me contorcendo toda sobre a mesa. Mas ele ainda ficou me comendo por mais de dez minutos que tive um outro delicioso orgasmo antes dele gozar uma barbaridade dentro da minha buceta. Me limpei com minha própria calcinha e fui pra casa me lavar. Quinze dias, novamente em um domingo em que foi minha mãe e meu irmão pra cidade receber alguns dinheiros na feira, meu pai me chamou pro meu quarto e me mandou ficar pelada enquanto ele ia tirando toda sua roupa. Me fez deitar com ele e passou a mamar nos meus peitos, me beijar muito, me virar de bruços e ficar beijando minha bunda enquanto passava o dedo sobre meu ânus.
- Faz um tempão que eu não como uma bundinha!...
Acho que até meus pentelhos ficaram arrepiados quando imaginei ele enfiando aquele enorme pau na minha bundinha. Fiquei aliviada quando ele me fez ficar de quatro sobre a cama e atolou tudo na minha buceta e começou a socar gostoso.
- Caralho Rita, sua buceta continua bem apertadinha!...
Também com aquele pauzão enorme e grosso, era lógico entrar apertado na minha pequena bucetinha. Novamente ele me fodeu por vários minutos me fazendo ter dois orgasmos seguidos antes de encher minha bucetinha com uma quantidade enorme de esperma. Naquele mesma semana ele me fodeu no meio do mato por duas vezes, e eu passei demonstrar que estava adorando ser trepada por ele. Era ficarmos sozinhos em casa pra irmos ficar pelados na minha cama e ele me usar como se eu fosse a sua putinha. E foi no mato que ele comeu minha bundinha pela primeira vez e me fez chupar sua rola pra deixá-la bem molhada. Quando ele me pegou de quatro e foi atolando aquela coisa roliça e grossa no meu buraquinho traseiro, tive de aguentar travando os dentes e só gemendo um pouco alto... É que estávamos a poucos metros de casa e minha mãe poderia ouvir. No início parecia que eu ia morrer sendo partida ao meio pela pica enorme do meu pai, mas, não demorou muito pro prazer de tomar no cuzinho foi mais forte que a dor. Meu pai me comeu muitas e muitas vezes, até que minha barriga cresceu muito e ele parou de meter na minha buceta com medo de prejudicar o bebê... Mas continuou me fazendo chupar seu pau e comer meu rabinho... Adorava. Após o resguardo do parto do meu filho, meu pai voltou a me comer com mais força ainda. Nova com um filho dos braços, acabei aceitando me casar com filho do Português que era dono do único armazém da cidade... Pelo menos eu ia sair do meio do mato e ter uma vida com mais conforto. Mas não demorou muito pra começar a sentir falta da pica grande do meu pai; principalmente no meu rabo que o Manoel se recusava a meter. Meu pai passou a saber exatamente o dia e hora no meio da semana pra ele vir me visitar e me dar o prazer que meu marido não conseguia... Até hoje tenho dúvidas de quem é o pai do meu segundo filho.
Foto 1 do Conto erotico: Na roça com meu pai.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario

Comentou em 04/02/2016

Muito bom conto, bem votado.

foto perfil usuario giuser

giuser Comentou em 19/12/2014

Que delícia adoro por na bundinha quando quiser e só chamar. Votado

foto perfil usuario jhtg

jhtg Comentou em 24/11/2014

gostei muito, delicia de conto....tesão puro.......bjssssss votado

foto perfil usuario mestre1990

mestre1990 Comentou em 20/11/2014

Delícia. Gostei.

foto perfil usuario angelrj6

angelrj6 Comentou em 18/11/2014

Que delicia... Acabo de dar o meu voto.

foto perfil usuario baudoscontos

baudoscontos Comentou em 18/11/2014

Muito bom, mereceu meu voto.

foto perfil usuario andre.lino

andre.lino Comentou em 18/11/2014

Conto muito gostoso de se ler... votei.

foto perfil usuario anjo discreto

anjo discreto Comentou em 18/11/2014

Sempre histórias deliciosas!!! Bjs




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


14558 - Meu marido me arrumou um amante. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 150
14675 - Vestida de colegial, perdi meu cabaço com meu tio. - Categoria: Incesto - Votos: 64
15033 - Liberando tudo pro papai. - Categoria: Incesto - Votos: 110
15328 - Indo morar com meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 45
15552 - Acordo familiar - Parte I. - Categoria: Incesto - Votos: 80
15553 - Acordo familiar - Parte II. - Categoria: Incesto - Votos: 73
15952 - Relação de madrasta e enteado. - Categoria: Incesto - Votos: 57
16628 - Chantegeada pelo sogro. - Categoria: Incesto - Votos: 47
16712 - Fui pela primeira vez num motel, com meu tio. - Categoria: Incesto - Votos: 20
16845 - Com meu pai foi muito mais gostoso. - Categoria: Incesto - Votos: 38
17098 - Mania de ficar pelada; acabei dando pro meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 56
17199 - Religiosa e esposa de pastor. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 46
17413 - Primeiro orgasmo com um homem, foi com meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 33
17738 - Quando deixei meu pai de pau duro. - Categoria: Incesto - Votos: 62
17838 - Dando pro papai no sítio. - Categoria: Incesto - Votos: 32
17963 - Meu pai é o pai do meu filho. - Categoria: Incesto - Votos: 41
18112 - Doce vingança... Traindo minha mãe. - Categoria: Incesto - Votos: 31
18323 - Carnaval inesquecível com meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 18
18696 - Incesto com meu pai na praia. - Categoria: Incesto - Votos: 28
19536 - Trepando com meu pai sem remorsos. - Categoria: Incesto - Votos: 31
19788 - Acabei ficando tarada pelo meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 41
20106 - A periguete e o vovô. - Categoria: Incesto - Votos: 29
20564 - Uma família muito sem vergonha. - Categoria: Incesto - Votos: 59
21826 - Não sabia quem estava me comendo. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 125
22009 - Tio Carlos chifra meu marido. - Categoria: Incesto - Votos: 61
23861 - Aproveitei da separação dos meus pais. - Categoria: Incesto - Votos: 30
28226 - Passei a gostar de ser a putinha do papai. - Categoria: Incesto - Votos: 32
28661 - Eu, minha namorada e meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 43
29606 - Castigada pelo papai... - Categoria: Incesto - Votos: 38
30344 - Meu genro me pegou gostoso. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 85
31388 - Peladinha do jeito que papai gosta. - Categoria: Incesto - Votos: 38
32436 - Voltando para casa do meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 35
33534 - Mulher de 40 & filho de 23. - Categoria: Incesto - Votos: 71
34709 - Enganei vovô, que não era mais virgem. - Categoria: Incesto - Votos: 26
35792 - As duas putinhas do papai. - Categoria: Incesto - Votos: 53
37031 - Evangélica, meu primeiro homem foi meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 72
37296 - Eu e meu pai, começamos no sexo virtual. - Categoria: Incesto - Votos: 43
39562 - Os contos de Estela - (1) Eu e o vovô. - Categoria: Incesto - Votos: 27
39905 - Abandonada, virei uma mãe puta. - Categoria: Incesto - Votos: 74
41001 - Dormindo com papai. - Categoria: Incesto - Votos: 53
42710 - Quando papai descobriu meu romance com o professor - Categoria: Incesto - Votos: 36
43548 - Pra me vingar, arrumei mais de um amante. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 42
46183 - A safadinha do papai. - Categoria: Incesto - Votos: 44
46792 - Eu, meu marido e minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 77
47047 - Tio Mário era um safado enrustido. - Categoria: Incesto - Votos: 55
48276 - Meu pai me flagrou e acabou me comendo bem gostoso - Categoria: Incesto - Votos: 41
50296 - Papo entre mãe e filho. - Categoria: Incesto - Votos: 65
51124 - Virei mulher do meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 42
52175 - Meu pai me comeu pela primeira vez, na sauna. - Categoria: Incesto - Votos: 44
56620 - Vontade de ser corno. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 36
57829 - Papai me comeu... - Categoria: Incesto - Votos: 35
59200 - Meu vovô era tão bonzinho... - Categoria: Incesto - Votos: 31
61910 - Papai me viu sem calcinha. - Categoria: Incesto - Votos: 37
62726 - Pais & filhas. - Categoria: Incesto - Votos: 40
63483 - Filho ciumento. - Categoria: Incesto - Votos: 47
64312 - Só com meu paizinho querido. - Categoria: Incesto - Votos: 30
67249 - Papai é quem me satisfaz. - Categoria: Incesto - Votos: 26
70838 - Papai virou meu macho. - Categoria: Incesto - Votos: 35
71931 - Eu, Lívia e seu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 45
72378 - Achando que meu irmão era gay. - Categoria: Incesto - Votos: 35
72830 - Minha mãe sabe que transo com meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 47
74807 - Goza pro papai... Goza!... - Categoria: Incesto - Votos: 42
76262 - Eu e meu padrasto. - Categoria: Incesto - Votos: 47
79604 - Eu, minha irmã Vera e nossa cunhada, com papai. - Categoria: Incesto - Votos: 61
84156 - Papai me comeu atrás e na frente, no mesmo dia. - Categoria: Incesto - Votos: 26
86152 - Papai começou na minha bundinha. - Categoria: Incesto - Votos: 32
87867 - Fui dormir com papai, na casa do meu tio. - Categoria: Incesto - Votos: 45
88589 - Papai bate um bolão comigo... - Categoria: Incesto - Votos: 29
88769 - Minha família evangelica e incestuosa. - Categoria: Incesto - Votos: 52
88899 - Meu marido é corno, desde quanto namorávamos. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 56
89087 - Atualmente vivo como mulher do meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 33
89177 - Ajudando o maridinho a ser promovido. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 39
89647 - Por dinheiro, virei a putinha do meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 29
90061 - Estou transando com meu avô... - Categoria: Incesto - Votos: 27
90507 - Tudo em família... - Categoria: Incesto - Votos: 33
91042 - Dançando com meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 36
91624 - Fui a namoradinha secreta do meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 32
91959 - Ele já sabe que é corno. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 63
92087 - Quando meu pai mexeu no meu celular. - Categoria: Incesto - Votos: 26
92261 - Meu padrasto me come até hoje. - Categoria: Incesto - Votos: 31
92516 - Reencontrando meu pai... - Categoria: Incesto - Votos: 29
92899 - Dando a bundinha pro vovô. - Categoria: Incesto - Votos: 28
93339 - O namorado da minha filha. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
94576 - No mesmo dia que fui assaltada, papai me comeu... - Categoria: Incesto - Votos: 31
96841 - Hummmm... Pode enfiar tudo pai... - Categoria: Incesto - Votos: 28
97198 - Deixei meu enteado me comer, e gostei... - Categoria: - Votos: 22
97683 - Meu filho me ensinou a ser puta. - Categoria: Incesto - Votos: 35
98632 - Meu amado e adorado paizinho. - Categoria: Incesto - Votos: 33
98925 - Meu namorado andava desconfiado. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
99147 - Quis casar mesmo sabendo que ia ser corno. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
99274 - Virei a secretária e mulher do meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 25
99884 - Meu irmão me comeu gostoso. - Categoria: Incesto - Votos: 10
100509 - Meu pai e minhas calcinhas. - Categoria: Incesto - Votos: 37
101217 - CONTO I - AS DUAS PUTINHAS DO TIO COSME. - Categoria: Incesto - Votos: 13
101218 - CONTO II - TOMEI CORAGEM E PROVOQUEI MEU PAI. - Categoria: Incesto - Votos: 21
102280 - MEU PAI FOI O PRIMEIRO EM TUDO... - Categoria: Incesto - Votos: 38
102629 - Primeiro meu pai ficou furioso, depois resolveu me ensinar a ser uma putinha. - Categoria: Incesto - Votos: 26
102716 - Mal casada, meu pai me ajudou. - Categoria: Incesto - Votos: 37
103053 - MEU PAI FAZENDO MASSAGEM NO MEU BUMBUM. - Categoria: Incesto - Votos: 28
103201 - TRAI MEU MARIDO COM O SUBSÍNDICO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
103875 - Vendo meus pais transando em um vídeo. - Categoria: Incesto - Votos: 37
104377 - Minha mãe dormindo bêbada e meu pai me comendo ao seu lado. - Categoria: Incesto - Votos: 60
105111 - Sou evangélica, casada e amante do meu pai e do meu tio. - Categoria: Incesto - Votos: 63
105737 - FLAGRADA PELADA PELO PAPAI... - Categoria: Incesto - Votos: 39
105810 - TREPANDO COM O FILHO E O SEU AMIGO. - Categoria: Incesto - Votos: 53
106127 - QUASE MATEI O VELHO NO MOTEL... TIVE QUE CHAMAR MEU PAI. - Categoria: Incesto - Votos: 37
106288 - VIREI A PUTINHA DO MEU SOGRO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
106489 - PAPAI ME FLAGROU TRANSANDO NO TERRAÇO DO PRÉDIO. - Categoria: Incesto - Votos: 44
106583 - VIRAMOS AS MULHERES DO NOSSO PAI. - Categoria: Incesto - Votos: 35
109278 - TUDO COMEÇOU NO ESCRITÓRIO DO PAPAI. - Categoria: Incesto - Votos: 25
110619 - MORANDO COM MEU IRMÃO, ACABEI VIRANDO SUA MULHER. - Categoria: Incesto - Votos: 59
111552 - EU E MEU FILHO USANDO O WHATSAPP. - Categoria: Incesto - Votos: 45

Ficha do conto

Foto Perfil salinas-vamp
salinasvamp

Nome do conto:
Na roça com meu pai.

Codigo do conto:
56411

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
17/11/2014

Quant.de Votos:
21

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


videos porno contos flagrei morena na rua oferecir ajuda ate casa dela analfotos de coroas super bundudasContos eroticos dei a buceta a um.roludocontos eroticos menininhas evangelicas dormindo na rolaconto erotico de patricinhacontosdeanalcontos fudendo casadaconto erotico gay meu favelado cap1zoofiliacantocontos eroticos q o marido pegou a esposa fudendo com outro e sentiu foi tesao e participou tbm da festaminha mulher me contou a traiçao e como foi arrombadacontoeroticodfcontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anoscontos eroticos de esposa iniciando o marido como putinharelatos eroticos arebentei os cabacinhos das duas novinhas chorou muitoconto erotico perdi mulher em jogoconto gay virei mulherdoce nanda contos eroticoscontos eroticos pai viu a filha tomando banhomulhe cu vigidas video foto. pes. pes. pesporno cadrinho estrupodei a buceta meu filho na frente de todocontos eroticos real o vaqueiro quebrou meu cabacinhosex hentai art of jaguarfotos de pau de 30cm arrombando bucetas e enchendo de porra so casadinhasçizgi+film+porno noel babaContos esposa santinhaSoca esse pauzão na minha buceta arromba contosContos de cdzinha afeminada provocando com shortinhocontoporno minha mulher gosta de pica grandecontos eroticos tomando leite no curralhistoria erotica minha mulher deu cu para nosso cazeiro parte2conto casada mestruada na dpCONTO EROTICO HOME FUDENDO CADELAconto a bucetinha da minha filhaquadrinhos pornor filho atrevidowww conto engravidei a mulre do meu amigotezao pelo papai incestoswww. pornosconto ela viu punhetacoto erotico sou a putinha do papaixxx comics negrosMãe boqueteirá contoseroticosprima comta com trpou com seu primo conto erodicoGuero ver gozar na boseta da ermaVideos porno com genro comendo sogra da buceta grande e grisalhacontos eroticos estupro vovo e netoConto erótico na cachoeira com a priminha ingênuaconto erotico reuniaoxvideos.com mobili a minha cunhada que mora na minha casacontos eroticos enfiei o dedo n cu da minha filha de cinco anoscontos de sexo forçado com velhos taradosporno gay sai do armário e chupa travesticontos eroticos as inquilinas parte 3conto erótico garotão bombado da farmácia do pau grossoconto compartilhei minha esposaContos érotico de visinhas vigensconto erótico incesto mesmo grávida de sete meses dei minha bucetinha a meu filhoconto erotico com vizinho de 60 anoscontos eróticos ferias de famíliacontos eroticos de pessoas q tiveram q ser levadas ao hospital pk se machucaram fodendoConto erotico fui fagrada brincando de esconde escondequadrinhos porno tio tarado pega enteadanuaconto erotico minha namorada disse que era virgemcontoshentaiincestoempreitero gay com rola dura fotoultimos contos sadoshq porno negrossexo com pai e mãe acaba sobrando porra para filhinhacontos eroticos gays com papais roludosmaegravidafilhocontorelatos gay afeminado usando calcinha com fotoPorno incesto pais e maes iniciando masturbando tranzando com suas ninfetinhas contosContos erotico de fodessao de mulher casada com fotosContos eroticos seios judiadosvídeo pornô massagista dando gostoso de bruço por Palmaquadrinhos porno coroasCorno primos contocontos eroticos meu padrasto me comeu com seu pauzao