quando eu era mais novo 2

Click to this video!


Olá, como prometido irei contar como foram as minhas aventuras quando eu era mais novo.
Depois de minhas primeiras aventuras com meus amigos da rua na cabaninha no matagal do campinho, eu virei a Putinga do grupo. Todo dia tinha um ou mais garoto querendo me comer. Como disse no conto anterior, depois de uma tarde de pirocada, uns caras mais velhos que jogavam bola no campinho nos viram fazendo a festa e quiseram participar também. Eles eram mais velhos, sendo 5 no total, o Rogério um mulato de quase dois metros de altura bem corpulento, deveria ter uns 25 anos, o Pedro, moreno escuro quase negro, um pouco gordo, deveria ter uns 20 anos, Mateus um loirinho lindo todo Malhadinho, era o garanhão do bairro, deveria ter por volt de 28, jorge outro negão de quase 30 anos e o mais velho, betão de quase 40 anos, betão era pedreiro daqueles bem grosseiros moreno claro queimado de sol corpo trabalhado no serviço pesado, todo peludo, coxas grossas e um volume de assustar qualquer puta de esquina. Eles haviam flagrado nossa brincadeira e quando eu estava de quatro levando a rola do paraibinha eles entraram na cabaninha já fazendo algazarra. Alguns garotos assustados correram me deixando sozinho com o paraibinha atolado no meu cu. Nao deu tempo de fazer nada. Eu morto de vergonha comecei a chorar querendo sair dali. Mas como sair se eu estava pelado com um pau socado no rabo? O Rogério já foi falando: então quer dizer que temos uma putinha no bairro? Mateus falou: bom saber, agora temos como nos divertir depois do futebol. Betão mais, o mais safado, já me comia com os olhos, já foi abaixando o shorts e me mostrando seu pau. Fiquei nervoso tentei pegar minhas roupas e correr mas eles nao deixaram. Pedro foi me tranqüilizando dizendo que eu nao precisava ter medo pois eles também queriam brincar comigo, e já foi esfregando a minha cara no seu pau por cima do shorts. Senti que o pau dele era pouco maior que o do neguinho mais tao grosso quanto o do paraibinha. Aquilo foi me dando um tesão sem tamanho. Entrei no clima e abaixei seu short liberando sua pica, que por sinal era bem gostosa e sacuda. Os outros também entraram na brincadeira e foram tirando a roupa. Logo eu estava com 5 caras adultos pelados de pau duro ao meu redor. Fiz o melhor que pude. Chupei um a um. Eles adoraram minha chupeta, disseram que era melhor que de mulher. Aquilo me deixou mais vaidoso e eu caprixei mais ainda. Chupei todos, chupei muito. Betão tinha um pau delicioso, grande grosso, sacudo, reto, macio... Uma delicia. Me dediquei a chupada enquanto o paraibinha ainda me comia. Logo o Mateus que tinha um pau de mais ou menos 18 cm, quis me comer. O paraibinha tirou o pau do meu cu e o Mateus meteu toda de vez, vi estrelas, apesar de acostumado com a pica do paraibinha, o Mateus meteu sem ajustar. Socou fundo, forte e por muito tempo. Eu estava adorando. Depois do Mateus foi a vês do Pedro e seu pau grosso. Foi uma delicia pois o pau dele era bem duro e fazia massagem nas paredes de meu cu. Seu saco balançava e fazia aquele barulho maravilhoso. Ele metia suave, ritimado. Depois dele foi a vez do Jorge. Jorge tinha um pau grande mas nao muito grosso. Ele metia forte, me agarrava com força e socava fundo, me fez ver estrelas também. Nao sei por quanto tempo ele socou no meu cu, mas foi por muito tempo. Depois do Jorge foi o Rogério a tomar a vez de meu cu. Tive medo dele pois ele era muito grande, achei que nao iria aguentar, o pau dele deveria ter no minimo uns 22 cm, mas ele meteu devagar, com carinho, deixou meu cu já alargado se acostumar com seu tamanho. Seu saco também era bem pesado e quando ele meteu todo, seu saco ficou pousado em cima do meu. Senti seu pau latejando dentro de mim foi uma delicia. Eubja estava deitado de bruço com o pau donrogerio atolado no rabo e a rola do betão no fundo da garganta, os maiores paus da roda. Os outros assistiam a tudo batendo uma. Depois de acostumado com a pica do Rogério começou o meu primeiro tormento. De carinhoso ele se transformou em uma maquina de foder. Metia muito fundo e forte. Me senti perdendo as forças naquela rola, quase desmaiei de tesão. Ele socava como se eu fosse adulto. Socava muito forte e rápido me dando tapas na bunda e me chamando de cadela. Eu estava em êxtase quase em transe. Ate que fui acordado pelo pau do Mateus em minha cara. O betão já havia dado a vez de minha boca a ele e eu nem tinha percebido. A pica do Mateus ia fundo em minha garganta me fazendo quase vomitar. Enquanto o Rogério socava o pau em minha Bundinha branquinha já vermelha de tanto tapa que ele havia me dado, os outros esfregavam AA picas em mim. Já nao sabia mais quem era quem. Só sentia o pau do Rogério dentro da bunda o do Mateus na garganta e os outros esfregando o pau pelo meu corpo. Rogerio socou fundo e forte gozando bem no fundo de mim. Me senti inundado de tanta gala. Quando ele tirou a pica, achei que fosse me virar ao avesso. Senti meu cu muito aberto e vazando porra. Mas nao deu tempo de fexar. Assim que ele tirou a pica, betão já estava posicionado pra meter. E meteu com tudo. Nessa hora quase desmaiei novamente. O pau do betão entrou rasgando o resto das minhas pregas. Senti meu cu dilatar ao extremo. Ardeu muito, mas eu fiquei firme e aguentei tudo sem reclamas. Mas também nao tinha como reclamar, pois a rola do Pedro estava agora batendo com a cabeça no céu de minha boca e seu sacão balançando no meu queixo. Só deu tempo de gemer. E eu gemi muito. Betão também me comia como gente grande. Metia fundo, com força. Segurava em minha cintura e socava firme. Me senti uma puta. Foi maravilhoso. O paraibinha colocou a pica na minha cara para eu chupar junto com a do Pedro. Eu chupava duas rolas ao mesmo tempo enquanto era arrombado pelo maior pau que au já havia enfrentado ate o momento. E o betão me comeu por muito tempo. O Mateus me pedio pra chupar que ele queria gozar em minha boca. Nao contei conversa e chupei muito. Ele socava sua rola branca na minha garganta e me dava tapas na cara. Socou muito ate gozar tudo no fumdo de minha garganta me fazendo engolir tudo. Era muita gala pra pouca boca. Tanto que boa parte escorreu pelo canto e ele recolheu com o pau e me fez tomar tudo. Depois ficou sentado do lado assistindo o betão me rasgar o cu. O Pedro voutou com o pau na minha boca e me fez engolir tudo de novo. Socou fundo na minha garganta ate gozar lá no fundo também. Dessa vez deu pra beber tudo pois ele gozou bem menos que o Mateus. Mas a porra dele era mais grossa e mais saborosa. Depois foi a vez do Jorge me dar mais mamadeira. Chupei com gosto ate ele gozar também. Já estava quase de barriga cheia de tanta gala. Enquanto isso betão castigava meu rabo. Rogerio que assistia a tudo já estava com o pau duro novamente e resolveu me dar de mamar também. Chupei aquele pau como nunca. Ele gemia alto com sua voz grossa. Ele tentava enfiar no fundo de minha garganta mas nao dava. Seu pau era muito grande. Chupei ate ele encher minha boca de porra grossa. Engoli tudo também. Depois de muito tempo socando no meu rabo, betão resolveu que também queria gozar em minha boca. Tirou o cacete de minha bunda e veio ate minha cara. Começou a bater com a pica em minha cara enquanto me chamava de puta, safada, cachorra entre outros. Se masturbou oi um tempo e lotou minha boca de porra. Era tanta porra que eu quase me afogo. Bebi tudo. Agora sim estava saciado e com o cu arrombado. Fiquei um tempo deitado com o cu aberto e eles me olhando com Caras de safado. Quando acabamos nossa festinha já estava escuro. Fui pra casa esse dia todo lascado, mas feliz. Depois desse dia, eles sempre me procuravam para matar a minha fome de pica. Ai descobri que era de rola que eu gostava. Todas as tardes haviam 2 ou 3 deles querendo me comer. Fora os garotos que já me comiam. Fiquei viciado em cacetes. Teve uma tarde que todos os caras mais velhos que jogavam no campinho foram brincar comigo. Mas esse é outro conto e depois eu conto pra vcs. Bjus na cabeça da rola.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


45771 - Quando eu era mais novo - Categoria: Gays - Votos: 15
52166 - Quando eu era mais novo 3 - Categoria: Gays - Votos: 5
67138 - Quando eu era mais novo 4 - Categoria: Gays - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil tzaopnegro
queronegaopauzudo

Nome do conto:
quando eu era mais novo 2

Codigo do conto:
52126

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
20/08/2014

Quant.de Votos:
10

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


que novinha safada conto@mesquitabiielConto erotico negao interracial comeu m mulhercontos eroticos gosadas no ginecologistacontos eroticos transando com esposa e sendo brechadoContos eroticos o primeiro boquete que recebineta virgem so que piroca do avo na bundinhamamando leitinho contos eroticoscomo faço para foder a minha mae contosconto erotico de cornoContos eroticos dei a buceta para o vizinhoos simpson em quadrinho sexo gaycaralho enfiado na cona da mulher do mestreconto erotico xoxota velhacontos eróticos de novinhas sendo arombadasrelatos meus amigos embebedaram minha mulher e arrombaram elalesbian etiada porno filmeSexo de vovôcontos eroticos animacaodiarista tesuda trepando com patrão contovale tudo com a sogra conto pornonetinha safadinha no colo do vovô contos eróticos de incestoprofebranca mulher bezerrinha conhecida vaginas q apertaconto esposa do amigo gaywww.contos de incesto deixei meu tio chupar minha bucetinhaamiga chupando amiga contocontos minha amiga vou ensinar meu marido ser corno hoje na marracastidade esposa conto eroticofotos incesto pauzudos brasilcasada que fes zoofilia pela primera vescontos erôticos chantagiadas pelos proprio filhosMinha Furry Conto Eroticocontos eroticos marido obrigado a vestir beybidol pros amigoscontos eroticos corno top pag 72novinho do meu predio chupador de rola grandecontos fiquei bebada e meu frouxoputanocioconto malicia incestuosagozou dentro da mulher do pescador -youtube -site:youtube.comcontos aparescendo os seios de minha namoradadei meu cu pra um travesti e le gozou dentro do meu cu e cagei todoporno bucetas da minha tiaver gibis eroticos da caçadoraconto erotico nina osconto bundonacontos eroticos gayconto erótico dando o cu por 50reaismamãe+mamãe.papai++nuaconto erotico de cornoconto erotico carahocontos eroticos de pro meu cachorocache:96w4Biafn4wJ:mozto.ru/fogoma Contos erótico moreno ativoconto erotico irmaos nuentiadacontoeroicoirmao inocente aprendendo foder com irmaozao incesto gay antigoscontos de putaria sou safada meu cunhado e seu amigo me fuderaocontos eróticos travesti pés creme de leiteconto herotico brechei minha mulher em casa transando com quatro homembucetaon vermelho molhado escorrendo comwww.dog tarado por meninas de doze contocontos eroticos gay 2017 primo com primoconto erotico cassete esposadesenho do meu papai semtil o meu tesao porno em qhvideos de sexo de gugagutofiquei sozinha na casa do titio e provoquei ele sem calcinha pornovideo de sexo comeno a mae do melhor amigo2017no carnaval conto eróticoquadrinhos eroticos troca de casais em viagemcontos eroticos incesto maravilhosocontos eróticos excitante e ilustrados de dotadosconto erotico sogro pausudo de cueca