Nego exxx

Click to this video!


já se passava das 22 horas, estava na hora de eu entra em serviço na caverna, mas algo não estava certo, me sentia angustiado de mais, com algo, o comportamento de minha esposa não estava muito certo, seu sorriso, seu caminhar suas roupas, seus cigarros sendo sugados de maneira longínqua me deixava com pensamentos a respeito de sua atual fidelidade...
Decidi liga para empresa e com uma bela desculpa consegui fugir daquele dia de escravidão, e fui direto ao pronto socorro e pega um atestado, algo me deixava nervoso á demora no pronto socorro só me deixava ainda mais louco de vontade de volta para minha casa e pega minha esposa fazendo algo errado, dois dias antes ela havia esquecido seu Face conectado, não tenho mania de fica observando suas intimidades cibernéticas, mas nesse dia uma curiosidade tomou conta do meu ser e decidi assim me envolver um pouco mais em suas intimidades, claro que foi só por alguns instantes... é estranho o nervosismo que bate em nosso corpo ao esta fazendo algo que jugamos ser errado e ao mesmo tempo á forte sensação de medo de achar algo realmente fora do comum... Não sou adepto ao Swing, nem tenho nada contra ou ao liberalismo total em casamento, mas estava com um forte receio, minha esposa acabara de sai de uma gravidez e se comportava diferente de antes, ao observar notei um homem negro, seu nome era Pablo, claro que não posso expor aqui seu nome real seria muito ruim...
Eles haviam sido namorados na sua adolescência, fiquei realmente nervoso, angustiado, desconfiado... sabe-se que amizade de ex nunca pode ser totalmente confiável, não tinha nada de mais na conversa que os dois havia tido, eu simplesmente sai e me conectei ao meu... Claro sem esquecer aquele rosto e a fisionomia do Rapaz forte e negro, uma fisionomia de malandro e pagodeiro, estilo de homem que Bia tem como maior atrativo sexual, ás vezes nos pegávamos transando a noite naquele calor incessante, dizia á ela que um negro forte e pintudo tava fodendo ela com força, ela gemia mais forte, eu sentia sua buceta apertando meu pau e sugando ele com mais vontade, ela gemia e pedia "isso preto gostoso me fode gostoso".
Costumo dizer que homens casados por vezes antecipam seu próprio chifre, eles dão as esposas determinadas fantasias. Fantasias essa que não sairão da mente delas, ficaram ali e elas brigaram com seu inconsciente até não conseguirem mais se controlarem e se entregarem a elas...
Depois de ter visto aquele negro no seu face fiquei observando mais, olhava seus modos, tentando capta algo dela, algo que ela deixaria escapar, e foi em um dia frio e chato, era uma tarde chuvosa onde proliferava o silêncio da casa, meu filho assistia quetinho um dos seus desenhos animados favoritos e minha esposa sentada a cadeira digitava algumas coisa no computador ela de vez enquando olhava em minha direção, confirmando minha distância e minha distração, um enorme receio de que eu fosse ali averiguá sua conversa. Eu me encontrava deitado na minha cama lendo um livro, mas minha verdadeira atenção se voltava a ela e ao personagem que ela conversava com tanto ardor, de longe eu conseguia ter em vista a fisionomia do negro que ela compartilhava aquela conversa voraz...
Assim que ela saiu do computador, corri em direção ao mesmo de forma á encontra a conversa com o tal rapaz, e assim que entrei em suas mensagens invadindo seu mundo intimo novamente, mas dessa vez não dando a minima, ela simplesmente havia deletado toda conversa, era o detalhe que eu necessitava para saber que o papo realmente foi acalorado de mais...
Não sei o que me aconteceu, mas tive um acesso de raiva, e ao mesmo tempo tesão, não sabia o porque daquilo, aquela angustia em saber e não poder fala nada, pois simplesmente eu não tinha nada para provar, nada mesmo...
No dia seguinte entrei no meu trabalho as 14 horas, era um dia quente e irritante, sentei e logo conectei meu face, como eu sabia o dela também conectei o dela, e fiquei ali aguardando suas conversar, já era 20 horas, quando os dois começaram a conversa, o papo começou normal mais foi esquentando, logo ela disse algo que eu me surpreendi na hora...
"Essa noite vou trepa com meu marido pensando em você pode"
ele respondeu com um sonoro "kkkkkk" sinal de risada, eu me surpreendi com isso mas ao mesmo tempo que estava nervoso, decidi cooperar com aquela situação, ele então enviou uma foto á ela, era um membro preto e bem grande, e grosso com uma cabeça rosada e cheia de veias, um saco grande sem nenhum pelo totalmente lisinho... "acabei de tira Bia é todo seu"...
"nossa que pauzão gostoso, deixa eu Chupa ele Pablo..."
"Claro quando você quiser Bia..."
"Sério hummmm me traz ele amanha a noite depois das 23 horas meu marido vai trabalha a noite, vai cobri á folga do outro cara"
"hummmm sério vo sim, vc mora ainda no mesmo lugar?"
"sim, vc vêm?"
"sim, claro mais vai mete com ele hoje ainda pensando em mim ?"
"Vo sim rsrsrs vo mete gostoso com ele, ele tem um pau grande e gostoso também rsrs"
Foi algo que me deu orgulho, mesmo sabendo dá futura traição ela ainda dava valor ao macho dela, me surpreendi ao notar minha rola dura com aquilo tudo...
Eles se despediram, "me desculpe Bia mas preciso sai vou trabalha sou vigilante hoje to no trabalho beijo sua putinha safada..."
"humm nego gostoso quero que arrombe gostoso"
e ambos se despediram...
Nesse dia lagrimas, desciam pela minha face, o ônibus estava vazio, apenas duas senhora que discutiam coisas sem sentido o motorista que falava ao celular pelo foninho com alguma mulher que ele conheceu em sua jornada de trabalho e uma moça gorda e triste que lia um romance de vampiros e eu um futuro corno, mas claro que eu queria ver tudo cada detalhe...
Ao chegar no meu lar, ela a devassa se encontrava sentada á o sofá quietinha assistindo um programinha sem noção na televisão, era domingo, e como sempre nada de bom que se possa olhar ali naquele instrumento de atraso humano, ela me olhou e notou meu nervosismo, me perguntou algo e fui ao banheiro, tirava minha roupa como se tivesse despregando-as do meu corpo, me sentei no vaso e ali fiquei observando, tudo cada detalhe, o computador ainda estava ligado, ela foi ao quarto, colocou as crianças para dormi, meu filho ainda fazia sua manha e brigava com seu sono o bebe dormia quetinho ao som calmo de sinos batendo logo acima dele, tomava meu banho, coloquei na água fria, e abri ao máximo sentindo a forte pancada dá água se debatendo contra minha pele, e o frio dela mexendo ao fundo do meu ser, congelando minha alma, matando meu nervosismo ou simplesmente adormecendo ele...
Pouco depois me encontrava, sentado na cadeira, olhando e mexendo em cada mensagem dela á procura de mais alguma coisa, mas de nada encontrei, apenas á conversa deletada do negro que comeria ela no dia seguinte...
Depois de uma hora, ela conseguiu enfim, por para dormi as crianças, eu estava no sofá quieto e vestindo apenas, uma bermuda negra, de jogar futebol sem cueca, e sem camisa, ela de vestidinho preto e de calcinha fio dental veio em minha direção se ajoelho no chão e logo tirou minha rola mole de dentro de minha bermuda e começou a acaricia-lo ela chupava com tanta vontade que ele logo ficou duro, e começou a sair o olhinho do tesão, chupando minhas bolas, pedia para que eu nada falasse, apenas relaxasse se levantou colocando sua enorme bunda na minha cara chupava meu pau com vontade, eu olhando aquela chana sendo tapada por aquela minuscula calcinha negra, sabia que ela dedicava aquilo ao negro, ela me chupava e gemia imaginando o negro que ia possui ela e do nada meu nervosismo virou tesão, um tesão incontrolável, agora mais que nunca eu queria ele ali comendo ela, e arrombando ela, coloquei sua calcinha de lado e expus uma buceta linda e depiladinha, branca com lábios rosados, estava lisinha aparada e cheirosa, ela me olhou e disse "Vai soca a boca e chupa a buceta da tua puta", não pensei duas vezes.
Me deliciava com aquela carne, sentia o cheiro e o ardor que decia em direção á minha boca, chupava o néctar dos deuses, estava entrelaçados ao paraíso perdido, ao fogo mais cálido e quente ao mesmo tempo inigualável do tesão e da submissão, eu imaginava ele ali chupando com tanta vontade aquela buceta que por direito era minha, mas que agora ele com meu consentimento ia abusa dela com vontade de um jovem casal de amantes...
Ela esfregava com vontade sua bunda grande e macia ao mesmo tempo firme no meu rosto, minha boca chegava a chupa até seu cuzinho ela, gemia e dizia "Isso me chupa, aiii gostoso enfia a linguá no meu rabo" era realmente devassa,puta, cadela... todos os adjetivos impróprios poderia ser usado naquele momento... mas eu não conseguia dizer nenhum, eu apenas gemia sentindo o gosto do seu néctar, e o calor de sua boca que acariciava minha enorme e grossa rola, a enorme cabeça do meu pau sendo sugada enquanto dois dedos enfiava dentro da sua buceta e ela gemia...
Rapidamente ela se levanto e sentou com vontade na minha rola, que entrou naquele paraíso, naquela carne macia e molhada, ela subia e descia e seus peitos enorme e inchados por causa do leite, se derramava a cada pulo, caia por vezes gotas no meu peito no meu corpo, eu ali imaginando todos aqueles, detalhes com o negro que iria sem duvida come ela no dia seguinte...
ela se abaixou e gemia eu então falei com um enorme tesão "Isso sua vadia soca gostoso essa buceta no seu negão"
ela gemeu forte e me apertou, "isso negão gostoso, vou dá muito pra você, isso me come gostoso...'
Eu não acreditava, estavamos em puro extase, eu sentindo aquela mulher louca e puta, metendo pensando em outro, implorando para ser comida por ele, ela então disse "Eu quero dá pra esse nego mor, deixa ele me foder gostoso, mor"
"Fode ela negão"
Era como se ela tivesse pedindo uma autorização pra mete com ele no dia seguinte, assim sua culpa seria menor, assim seu remorso de me olha no outro dia seria amenizada, pois eu autorizei ela, eu deixei com que ela fosse comida, pelo nego...
Deitada de bruços eu Socava com força,raiva,tesão,e loucura na sua buceta ela com o rosto no sofá gemia quase chorando e segurando meu braço "é assim que você quer que ele te come sua vagabunda" ela gemia e apenas dizia pela garganta "hum hum éee" eu estava quase gozando, e do nada ela abriu bem sua enorme bunda branca, e disse "goza nesse cu nego" eu não pensei duas vezes e fui colocando devagar minha rola grossa no seu rabo, ela gemia ainda mais, e depois de varias estocada fortes e sentir aquele, rabo abrindo a cada enfiada, ela gozou e ficou mole então joguei meu néctar branco todo dentro do seu rabo e senti um alivio incomum
sai de cima dela e corri ao meu banheiro tomei um banho novamente frio e sai, ela ainda estava ali deitada no sofá, com uma das pernas no tapete, e com o rosto no sofá cheguei perto dela e beijei suas costas deixando ela arrepiada e fui para meu quarto dormi pensado nervoso, no dia seguinte... sem mais nada a dizer... sem nenhum ultimo boa noite... parecia que ambos já sabia do crime do amanha... CONTINUA...

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario mcelomc

mcelomc Comentou em 22/07/2014

Muito bom! E a continuação??! =]

foto perfil usuario duetto

duetto Comentou em 03/04/2014

Muito bom o conto agora tira uma foto desta gostosa.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


45777 - Chupando a Irmã na mdrugada - Categoria: Incesto - Votos: 20
61371 - UM DIA COM D.NEIDE - Categoria: Coroas - Votos: 7
61554 - Era SÒ uMa Encoxada na Mana - Categoria: Incesto - Votos: 10
62802 - O DIA DA TIA... - Categoria: Incesto - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil danprazer
danprazer

Nome do conto:
Nego exxx

Codigo do conto:
45191

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
02/04/2014

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


conto erotico comendo.comcocovovozinha safadihaporn violada no revezando gang bangconto de esposa virando putacaminhoneiros gays vivendo na orgiascabeça da rola do cavalo cogumelo - zoofiliaxvideos papai comendo filunhascornogaycontosdeixei me me cume de boua ate gozei pornoprima caipira contos eróticoConto erotico bebadapraia de nudismo 25cm de pau grande grosso mae chora aiiii meu cu virgemcontos dois montadores cuzinhocontos erotico mae na prai e filho pausudo 30cm de cuecacontos fotos esposas fudendo manauscorneando o tio contoscontos gay corno excontos gays novinhobuceta virada mozcontos erotico das gostosonas e perigosas.contos eroticos amiga e seu cuzinho que pisca na minha rolaeroticotransando com cunhada mais sobrinhaContos eroticos comendo cu da mamae com o papaiContos eroticos com coroasporno em quadrinhos surpegilContos eroticos tia gosta de descabaçou sobrinhoconto erotico gay com o motoboyfotonovelas corninhos tia sobrinhoxvideo de negao com mulher de4 efiando ate no estomagocontoeroticocalcinhacontos incesto escaldantes mae e filhoconto trepando genrocontos-mana peitudas e bundonas-fotosfogosas do dwollandcontos inversaocontos eroticos perdi a aposta e dei o cucoitadinhacontosENCOXANDO A MÀE III - CONTOS EROTICOSroupas para putas exibicionistas irem jantarpeguei minha sobrinhacontos eroticos vesti uma mini saia para meu sogrovideo porno grupal inversão de papelsuecos porno gay picudoaula de masturbacao contoContos eroticos vi o'sobrinho da minha mulher comendo seu cu eu quis tambemcontos eroticos de coroas fodendo com animasrola na madrinha/contosexo com pai e mãe acabou sobrando pra filhinhafodendo a buceta da tiacontos eróticos brincando de pique-esconde com priminho de ocoContoeroticosurubairmanzonha mamando meu paucunhado me comeu contoerguas com gozocontos eroticos bati punheta na calcinha da subrinha e acabei comendo ela e a tia que e minha esposacontos erotici prima beatawww,punheta2017,comcontos eroticos homens que vestem roupas femininascontos eroticos traindo marido no festaminha mulher choro muito na primeira dupra penetracao com dois amigos roludos contoscontos eroticos dp vaginal com papaiContos eroticos fui fudida gordasexo Com um virgem no carroContos eroticos de mamae e filhas gulosas mamando nos pauzao grandao grossao dos cinco filhos numa suruba em casasexy hot mamae i o papai voutarao pornocontoscasada com gueiconto erótico gay queria mas não aguentouconto erótico minha cachorra mais molhada que minha namoradaporno sofucado ate desmairporno xama o amigo prara comer sua espoza mais tem que xupar para elevelhos trazando com a neta no matoVestida de noiva traindo com negao conto suruba e traicoes homens virgenscontos eróticos doente mental violento e minha esposaConto erotico de evangélicahistoria porno em quadrinhocontos casada e a vizinha dando e tomando porracontos eroticos incesto chupei a bucetinha da minha filhaHistórias reais de incestos com mulheres gordinhas com idade 45anos ou mais e com fotos peladascontos eroticos de travestis com fotos ,e cdzinhascontos eroticos de velhos