ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 2

Click to this video!


SEGUNDA PARTE
Não dormiram muito tempo, apenas alguns minutos pois já passava bastante do horário do almoço, as poucas conhecidas dela já haviam desistido de procura-la para almoçar, eles então se banharam novamente agora juntos e só entre carinhos, claro que ela lavou o pauzão mole dele mas foi só, vestiram as roupas, esperaram o horário do curso começar que foi em torno de 13e30 para que ninguém os visse juntos, saíram, pegaram um táxi e foram almoçar longe daquela zona do hotel para que ninguém os visse, ambos famintos rsss, fizeram um bom almoço onde falaram mais de si, ele era solteiro ainda mas tinha namorada fixa, ela então contou que era bem casada mas que curtia trair o marido RSS, a ideia dela era terminar o almoço, voltar para o final do curso que era no sábado a tarde, mas foi dai que então ele fez um convite que ela ficou balançada, ele que tinha vindo sozinho de avião, tinha o voo marcado somente para o fim do dia de domingo então convidou para que ela ficasse com ele, que pernoitasse com ele no seu hotel e ainda poderiam ficar até as 16h do domingo juntos que era o horário que o próprio hotel disponibilizava condução até o aeroporto, ela nunca havia ficado uma noite longe de mim, mas aquele convite foi de mais, ela disse que teria falar comigo e inventar uma boa desculpa, então antes de sair do restaurante, ela se distanciou dele e me ligou, me explicou tudo me deixando maluco, quando falou do convite eu perguntei se ela queria, ela demorou um pouco mas confessou que sim, que tinha sido bom, ela ainda não tinha me contado todos detalhes, o Maximo que perguntei foi se era pauzudo o que ela disse que sim e bastante, nem me falou que era negro deixou para me surpreender em casa RSS, bem ela só não sabia o que diria a ele, qual desculpa ela teria que falar que me disse, então eu que sou campeão nisto logo tive a solução rsss, tanto para MIM como para as colegas dela que imaginavam que ela viria embora com elas, falei para ela dizer as amigas que havia encontrado uma amiga la na cidade e que esta amiga tinha a convidado para passar o resto do fim de semana, e foi isto que ela fez, ao voltar para a mesa com seu amante ela falou a ele que também havia me aplicado esta historia, que permaneceria mais um dia na casa da amiga, era realmente tem uma amiga nesta cidade mas que não vê a tempos rsss, pois bem, voltaram separados para o hotel, ela entrou no meio da ultima palestra e falou esta historia para as amigas inclusive disse que não ficaria até o fim do curso e aproveitaria para pegar as coisas no hotel dela, então voltou a seu hotel pegou suas coisas e foi direto para o quarto do seu novo macho, toda eufórica por poder passar uma noite com aquele belo macho. Chegou ele a esperava só de roupão, acomodou as coisas dela, já havia pedido que o serviço de quarto trocasse suas roupas de cama, ele também aproveitou para pedir um café reforçado, embora eles tivessem almoçado a pouco ele já se preparava para a tarde.
Se os amigos repararem, anos depois ela usou do mesmo artifício para poder passar um fim de semana com um amante que a come até hoje, inclusive na mesma cidade RSS, só trocando o hotel, leiam na nossa lista o conto em que ela passa o final de semana com o amante, são bem parecidos RSS.
Agora mais liberados e com parte do fogo apagado RSS eles deitaram nus claro para namorarem, ficaram se beijando muito e ela adorou, ele era muito carinhoso, entre os beijos falaram um pouco de suas vidas, ele alem de dar aula naquela tradicional rede de colégios particulares, tinha também uma academia de capoeira o que deu para entender toda sua regalia com hotel e tudo mais RSS, ficaram por um bom tempo assim, ela até não estava manipulando o pauzão que as vezes sentia encostar nela, já cansada da posição ela virou de costas para ele ficando na posição de conchinha com aquele baita homem, ela até queria descançar mais pois seu cuzinho ainda ardia, mas ao sentir o bundão durinho de minha mulher encaixar em seu mastro o negro começou a beijar o pescoço dela e elogiala, novamente falou que nunca tinha comido um cuzinho e visto a mulher gozar como ela gozou, que foi uma delicia sentir ela gozando e o cu apertando o pau, quando ela viu o pauzão já estava entre suas coxas duro como ferro, quente gostoso, novamente ela sentia o pau deslizar por entre suas coxas, indo da sua vagina até seu clitóris, quando passava por sua xotinha ele mesmo ficava lubrificado com a umidade de minha puta e a cada mexia a coisa ficava mais gostosa, as mãos dele já se punham sobre os dois seios dela fazendo uma suave massagem enquanto a enorme boca percorria seu pescoço, sua nuca e avidamente procurava sua boca para um beijo gostoso e molhado, ela por sua vez forçava a bunda ao encontro dele fazendo por vezes o pau ir quase a seu umbigo la na frente e quando isto acontecia ela aproveitava para agarrar, acariciar aquele descomunal cacete que a pouco lhe preencherá toda e estava pronto para novamente a arrombar, em poucos instantes entre uma e outra mexida ela pedia toda manhosa para ele meter, mas ele estava adorando aquilo, o pau encaixava em sua vagina mas quando ela ia forçar ele recuava e fazia novamente o pau escorregar por toda sua bunda, por vezes o pau saiu e encaixou nas nádegas dela batendo quase a metade de suas costas, ela louca, sentia o vazio entre as pernas e suplicava, Não,NÃO, BOTA, BOTA PARA DENTRO, então ele novamente fazia o pau sumir entre suas coxas, apesar do fogo o arreto era tão gostoso que ela cheou a imaginar ele ejaculando ali entre suas pernas fazendo ela sentir seu leite tanto na xota quanto no cuzinho, o safado por vezes mirou o cuzinho dela, ela que não protestava ficava imóvel esperando ele entrar mas novamente o pau voltava a escapar quase entrando em sua xota ensopada, ela se sentia uma presa fácil pois estava abraçada por aqueles braços musculosos, seus peitos já saiam por entre os dedos dele de tanto que ele apertava, a boca quando não a estava beijando estava sugando seu pescoço a deixando maluca, e ele continuava o vai e vem, o pau por vezes cutucava seu cu ardido mas no tesão que ela já estava novamente ela não reclamava pois o queria dentro dela nem que fosse em seu cuzinho denovo, não aguentando mais enquanto era beijada ardentemente a puta levantou a perna e com uma das mãos segurou o pau guiando-lhe para sua vagina molhada, ao sentir o cabeção na entrada rapidamente fez um movimento mais brusco para trás fazendo o cabeção sumir em seu ventre, ela até tentou gemer e gritar mas a boca estava completamente preenchida pela língua do negro assim como sua xoxota foi ficando também estufada, ele também fazia força para lhe penetrar, ambos agora mexiam sincronizados enquanto ela fazia força para trár ele forçava para frente para que o máximo de seu pau lhe penetrasse, ela por sua vez usava sua perna que estava hora no ar hora colada a outra para enlaçar as pernas dele lhe dando o apoio que precisava para rebolar naquele pau que lhe dava tanto prazer, apesar de não entrar tudo como na outra posição o que tinha dentro dela já era uma boa parte do cacete, mas o que mais lhe dava e lhe da prazer é a grossura e isto ela estava sentindo, sua xota estava bem como ela adora, estufada, preenchida parecendo no limite de sua capacidade, e ela adora transar assim de ladinho com o macho por trás, ficaram nesta meteção gostosa por um bom tempo, ela rebolava, as vezes baixava a perna e arrebitava o máximo possível sua bunda sentindo aquele pau entre suas nadenas ir invadindo sua vagina, ele novamente largou um seio e começou a dedilhar seu clitóris a deixando mais acesa ainda, a outra mão não largava seu seio farto que estava vermelho de tanto ser apalpado apertado e por vezes até chupado, sim ela se contorcia, virava o corpo para beijar o macho e ele aproveitava e puxava forte seu seio e sugava como um bezerro, abocanhava tudo que podia, mordia forte o bico do seu seio a deixando maluca, ela usava um mão para trás puxando seu amante ao seu encontro, mostrando a ele que queria mais e mais pau, enquanto a outra mãozinha acompanhava a dele que estava sobre sua xota, acariciando ajudando ele a lhe dar mais prazer, embora aquela meteção toda estivesse muito gostosa ela e ele também adoravam quando o pauzão escapava da xota indo novamente quase a seu umbiguinho, novamente ele ficava roçando seu cacete entre as coxas e nádegas de minha esposa ao mesmo tempo que ela aproveitava para agarrar, acariciar apertar e novamente introduzir na xota alargada dela, imagino a cena, aquele pau preto brotando entre o meio das coxas da minha branquinha e depois ela abrindo a perna e segurando, fazendo-o sumir em seu ventre, tudo isto entre beijos e elogios, ela falando que ele estava a enlouquecendo com aquele pau enorme e duro e ele falando que ela era muito gostosa e putinha, que sua xota era apertadinha, ela já querendo gozar fazia ele meter mais e mais, e pedia isto, mas claro que ele não estava querendo só isto, ela percebeu numa das vezes que o pau escapou e antes de ficarem se roçando ele segurou lá atrás dela procurando seu cuzinho, ela gemeu e disse um não muito sem vontade, ele falou em seu ouvido, AH POR FAVOR, então minha puta arrebitou bem a bunda abrindo a nádega novamente oferecendo seu cu para aquele cavalo, ela ainda ajudou ele a achar o local correto e ficou esperando novamente a tortura que seria aguentar aquela tora lhe alargando o rabo já dolorido, e assim mesmo foi, quando ela sentiu o cabeção entrando ela até tentou sair mas ele abraçou ela forte e dizia, CALMA, CALMA, DEIXA, DEIXA GOSTOSA, e a mesma mão que segurava o pauzão agora acariciava novamente sua xota a deixando sem ação, então com calma ele foi fazendo sumir novamente o pau em seu cu, ela aguentou firme apesar do desconforto, agora não era uma dor aguda, era mais uma ardência mesmo, mas ela aguentou, a principio sem sentir prazer algum, mas assim que o macho enfiou tudo se acomodando novamente as costas dela, bem abraçadinho e mexendo em seu clitóris não demorou para ela começar a gemer gostoso, os gemidos novamente eram misturados com Ais de dor quando ele voltava a cravar em minha mulher, apesar de dor a posição era muito gostosa, novamente ela levantou a perna sobre ele liberando mais a xoxota para ele manusear e quando ele enfiou um, dois dedos na xota apertada dela ela novamente enlouqueceu falando,AHHH ASSIM TU ME MATA, AI MEU RABINHO, AHHH METE GOSTOSO, COME A CASADINHA SAFADO, e ele aproveitava para meter mais e mais, não acreditando novamente ele estava vendo minha esposa prestes a atingir o orgasmo dando o rabo, e foi assim mesmo, em algumas metidas ela estava gritando mandando ele arrombar ela, ele arrebentar o cuzinho dela, então sua delicadeza desapareceu e novamente o safado estava estufando minha esposa, comendo violentamente seu cu e assim ela gozou, anunciou o gozo fazendo ele mexer rápido em sua xoxota e logo ele sentia o cu de minha mulher quase atorar seu caralho de tanto que piscava, sua gozada foi mais longa ainda que as outras mas ele para infelicidade dela não gozou, manteve-se firme enquanto ela rebolava e gritava na vara dele, assim que ela acabou de gozar ela caiu morta a sua frente, rindo novamente e ele agora louco continuava a bombar em seu rabo só em ritmo mais lento esperando ela se recuperar, enquanto ela ainda gemia cansada ele não parava de elogiar e gemer com seu pau atolado em seu cu, acontece que depois da gozada dela suportar aquele mastro no rabo acabou sendo uma tortura e como em outras vezes que até vi minha esposa sofrendo ao ser enrabada depois de gozar agora ela estava desfalecida, cansada enquanto um cavalo a enrabava, ela como boa puta mandava ele gozar logo instigando o tesão dele mesmo contra a vontade, mas claro que depois da primeira gozada o homem sempre demora mais e assim estava o negro a fuder o cu dela, ela empinou o que pode a bunda se abraçando a um trabesseiro enquanto ele se concentrava em meter forte, o cu dela sofria pela falta de lubrificação mas nem ele nem ela paravam ela pq sabia que não o aguentaria no rabo de novo e ele querendo gozar logo, depois de vários minutos de metida em seu cu finalmente ele começou a lubrificar o cu de minha esposinha com sua porra, ao mesmo tempo que ardia o rabo dela pela porra que brotava era um alivio pois também a lubrificava ajudando a suportar aquele pau que parecia ficar mais grosso ainda enquanto ejaculava, ela só conseguia dizer um GOZA GOSTOSO, ME ENCHE O CU DE NOVO, enquanto ele gemia gostoso a suas costas, após ejacular mais uma vez ele voltou a abraçar ela por trás mas sem tirar o pau do cu dela, os dois cansados suados mas satisfeitos, ela com dor no rabo sabia que tinha quase passado de seus limites, ainda era cedo e ela pela dor que sentia imaginava que não mais conseguiria fazer anal com ele, já tinha sido muito por aquele dia, mas estava feliz sentindo aquele estranho em êxtase atrás dela, apesar da dor estava gostoso ficar assim agarradinha sentindo o pau diminuir de tamanho mais ainda dentro dela, novamente ele pegou a toalha para ela colocar na bunda e tirou o pauzão mole de seu rabo inundado, ambos se limparam ali mesmo e continuaram abraçados cansados e adormeceram. Desta vez dormiram bem mais, ela falou que não demorou a dormir apesar da dor no cuzinho, acordou a tardinha quase escurecendo saiu da cama e admirou aquele baita homem negro deitado ali nu com ela, foi para o banho e quando estava acabando ele a encontrou, namoraram no chuveiro mas não fizeram nada de mais, enquanto se arrumavam beliscaram alguma coisa do café pois estavam famintos, não chegaram a fazer todo o lanche pois a ideia era sair, depois de prontos desceram para o restaurante do hotel, por sinal muito chic RSS, agora não havia mais ninguém do congresso pois todos iriam embora a tarde, com exceção dos que eram de longe como ele, mas com estes não havia perigo, no próprio restaurante havia música ao vivo e um pessoal dançando, claro que ele a pegou para dançar sempre músicas mais lentas para casais mesmo, ela falou que os casais os olhavam com certa diferença tanto por ele ser um negro enorme como por ela estar com uma aliança e ele não mas ela pouco se importava, bebeu um pouco mais da conta e deixava rolar tudo que seu amante queria, houve muitos beijos, danças agarradinhas muita conversa e la pelas 22hs resolveram subir para o quarto, deixaram para pedir a janta depois, haviam comido alguns petiscos junto com o vinho que tomaram, ela já estava tesuda novamente e ele também, como na primeira vez entraram no quarto e logo estavam se agarrando um pelando o outro, desta vez ela fez ele deitar na cama nu enquanto ela subia para cima dele, depois de beijalo bastante desceu pelo seu peito barriga musculosa até chegar a seu pau que nem parecia ter gozado tanto já naquele dia, estava duríssimo e ela pode chupar bem como ela gosta, ficando no meio das pernas do macho enquanto chupa gostoso o pau, lambe as bolas e olha com cara de safada para o macho que se contorce de prazer, ela adora lamber o saco quase em seu tronco onde nos dá o maior prazer possível, depois vai subindo até chegar na cabeça, da pequenas lambidas ante de abocanhar tudo o que pode do pau, enquanto chupa ela deixa salivar bastante lubrificando bem, quando o pau é grande como o dele enquanto ela chupa a cabeça com sua mãozinha ela bate uma gostosa punheta, ela me falou que até estava com vontade de provar a porra do cara mas não conseguiu pois sua xota estava um fogo só, enquanto ela chupava sentia sua xota piscar ainda ardida e úmida da ultima trepada, seu cu sim estava em brasa, tanto que em determinado momento o negro falou que queria comela, e ela respondeu SIM ME COME GOSTOSO, MAS AGORA SÓ NA XOTINHA, ele riu enquanto ela continuava chupando, depois de muito chupar, lamber, babar ela subiu novamente pelo corpo dele beijando a sua boca grande lhe dando o gosto do próprio caralho, mas ele não deu bola abocanhou com voracidade a boquinha de minha esposa que ao mesmo tempo ia se posicionando sobre aquela pica, ela desta vez fez outra coisa que adora, ela se ajoelhou sobre ele para cavalga-lo mas no momento da penetração uma perna ela levantou se acocorando sobre o macho, sua mãozinha segurando o cacete em sua base, assim ela controlava tudo, segurando o cacete ela ficou pincelando o pau entre suas pernas esfregando aquele cabeção na xota e no cuzinho ardido provocando o macho e ela ao mesmo tempo, chegou a ficar batendo em sua xota com aquela vara enquanto o negro gemia debaixo dela, até que finalmente ela segurou firme o pau em sua vagina e foi sentando vagarosamente, agora os dois gemiam gostoso, os dois olhavam para o mesmo local, olhavam para a xota dela engolindo aquele pau centímetro a centímetro, a mão dela permanecia segurando embora não precisasse pois o pau estava duro feito ferro e já com a metade dentro dela não escaparia mas ela gosta assim, gosta de sentir o pau a invadindo, sentir que tem uma grande quantidade de carne dura dentro de si ao mesmo tempo que senti em sua mão o restante que tem ainda a entrar, assim que sua mão encostou em sua xota ela retirou a mão para que pudesse cravar todo o pau em sua vagina, a sensação de estufamento é muito gostosa para ela, a dor da xota fudida já não era nada perto do seu tesão por estar novamente empalada naquele homem que ela não sabia nem o sobrenome, ela permaneceu ali com uma perna ajoelhada e a outra acocorada sobre o cara controlando a penetração, olhava o pau preto sumindo sem seu ventre, olhava também para o rosto do homem para ver seu prazer, ele também admirava a penetração enquanto por vezes agarrava os peitões dela com força arrancando mais gemidos de minha esposa, por vezes ela subia a cintura a ponto de retirar todo o pau de seu interior então voltava a agarrar com sua mão, novamente esfregava o lambuzado pau em suas partes mais intimas, ela também pegou e ficou batendo com o cacete em sua barriga, lambuzando seu umbigo mais no intuito de medir onde aquele pau alcançaria em seu interior, olhando assim por fora o pau ia até seu umbigo quase não dando para entender como ele se alojava tão bem em sua buceta, talvez então ultrapassasse o cólon do útero por isto tanto prazer ao ser estucada lá, agora ela explorava com seu amante diferentes posições onde pudesse sentir o pau de todas as formas, primeiramente agora para descançar as pernas ela sentou literalmente sobre seu macho, não ficou ajoelhada sobre ele como uma cavalgada normal, ela sentou como se senta em uma cadeira com as pernas para frente colocando seus pezinhos ao lado do rosto do negro, assim ela pode sentir o pau estucando mais fundo ainda, seu peso todo fazia a penetração mais profunda, ela mesma não acreditava que tinha sugado todo o pau daquela forma, embora ela já tivesse tido amantes mais pauzudos até, a diferença que naquela época só eu e um outro a comiamos sem camisinha então esta estava sendo sua primeira vez com um negro pauzudo, o cara era tão grande que nesta posição ela logo pegou e colocou ambas as pernas sobre ele ficando todinha sentada nele, os pezinhos dela agora tocavam o peito forte dele que os segurava enquanto tentava acompanhar as reboladas dela, estava tão gostos ela sentindo-se pequena sobre ele então novamente inovando RSS, ela pegou de se atirou para trás, deitando-se completamente sobre o corpo dele, sua cabeça deitou nas pernas do macho e a cena deveria ser linda, minha mulherzinha completamente estendida sobre aquele negro, só que em posições invertidas, ela com os calcanhares sobre o peito dele e com a cabeça nas canelas dele agora ela sentia o pau já não tão atochado em seu interior pois sua xoxota ficou mais para cima mas a sensação de ter a xota invadida naquela posição era muito boa segundo ela, ele safadamente pegou suas pernas e as abriu para ter a melhor visão de seu pau em sua vagina e fazendo isto ainda acariciou o clitóris duro de minha esposa enquanto ela rebolava e gemia sem parar, depois de assistir ela rebolar deitada sobre ele,ele então abriu as pernas e minha esposa caiu na cama entre as pernas dele ainda encaixada em seu pau, agora a visão era dos dois um deitado para cada lado da cama, ela entre as pernas dele e com suas perninhas abertas, o pau dele bem virado para baixo mas ainda dentro dela em legítima cena de filme pornô, deitados no máximo ela conseguia poucos movimentos, mas logo eles sentaran-se se abraçando numa posição muito gostosa, agora os dois transavam sentados um de frente para o outro, ele sugava os peitoes dela enquanto ela afagava os poucos cabelos dele, eles novamente observavam o pau entrando e saindo, agora pela posição o pau penetrava pouco mais que a metade de sua extensão mas as pernas tramadas estavam uma delicia, faziam com mais calma, com mais carinho, até que ela não aguentando mais ver só parte do pau entrar ela novamente o empurrou fazendo-o deitar de costas e agora sim ajoelhou-se sobre ele fazendo o pau ir novamente fundo nela, agora na cavalgada tradicional ela podia controlar tudo, metia tudo tirava voltava a meter, por vezes ficava com o pau enterrado e só rebolava sobre ele, enquanto fazia tudo isto ela esfregava os peitos no rosto dele que chupava e mordia o que dava, beijavan-se, ela mordia também o peito musculoso e suado dele e nesta loucura toda deu mais uma gozada enorme naquela vara, agora gozou beijando a boca dele até o fim, depois de acabar sua gozada sempre mexendo forte cessou os movimentos cansada enquanto ele ainda permanecia com o pau feito ferro dentro dela, ela iniciou movimentos para satisfazer seu macho e ele abriu sua bunda procurando seu cuzinho com seus dedos, ao tocar no anus de minha esposa ela protestou, com carinho falou a ele que estava muito dolorido e que ela não aguentaria dar o rabo para ele novamente, ele não insistiu falou que ela já havia feito demais transando daquela forma mas pediu para ela ficar de 4, ela que estava cansada não falou nada, só tirou o pauzão de sua xoxota que ficou com o buraco aberto, ela sentia isto pelo ar frio que penetrava em seu interior, como uma cobra ela foi deslizando o corpo dela pelo peito e barriga dele, ambos suados, então ela novamente chegou ao pau duro dele acomodando-se entre suas pernas como no inicio da transa, sem sentir nenhum nojo ela voltou a chupar o pauzão agora com o gosto de sua xota, alem do gosto da sua xota ensopada que estava no pau dele ela ainda identificava com menor teor o gosto da porra dele que ainda permanecia em sua xota, ela iniciou um boquete leve nele, fazendo-o delirar, desta vez ela não precisou salivar para lubrificar o pau visto o lambuzo que aquele pau preto estava da xoxota dela, minha esposa sugava forte o cabeção enquanto punhetiava forte o restante do pau com sua mãozinha, ele percebendo que não aguentaria muito daquela forma novamente falou para ela que queria a comer de 4, ela safadamente enquanto manuseava intensamente aquele pauzão retirou a boca e falou safadamente a ele, NÃO, QUERO NA BOCA, TU JÁ ENCHEU MEUS DOIS BURAQUINHOS COM TEU LEITE GOSTOSO AGORA QUERO NA BOQUINHA, VAI GOZA FORTE PRA MIM VAI... e continuou batendo forte enquanto lambia o cabeção, lambia o saco e voltava a meter tudo que podia na boca, então ela só ouviu ele falar AHHH SAFADA VOU GOZAR AHHHH então ela posicionou a boca na saída daquela mangueira preta,ela não colocou a cabeça toda na boca porque não sobraria espaço para o leite que viria a seguir, sua mão deslizava suave por toda extensão do cacete que parecia engrossar mais e mais enquanto o leite vinha forte, ela ficou como que fazendo biquinho no cacete e assim que começou a jorrar leite quente e grosso ela caprichou mais na punheta e nas xupadas, embora as várias gozadas dele saiu muito leite ela que não queria acabou deixando vazar por entre seus lábios e isto a excitou mais ainda pois ela alem de toda situação via a porra branca escorrer por sobre aquele pau negro, o gosto era forte mas não a incomodava, sua buceta ainda piscava devido a ultima gozada e ela agora com a boca mais vazia abocanhava toda a cabeçona que ainda fornecia leite, a punheta ficava mais gostosa a medida que a porra lubrificava o pauzão, ele gemia alto de olhos fechados e ela não parava, tanto de xupar como de bater punheta nele, ele já tinha espasmos pelo corpo mas ela continuava, a porra também escorria pelo queixo dela numa bela cena de filme pornô, imaginem minha esposinha de rosto lindo, branquinha e delicada sugando o pau preto lambuzado de porra branca, sua mão batia uma punheta ainda vigorosa nele, por entre seus dedinhos escorria o restante da porra que lambuzava barriga e saco de seu amante, para quem já levou uma bela chupada até o fim sabe que não existe orgasmo mais forte que assim, quando a gente penetra uma mulher por mais que tu goze, por melhor que seja a posição o homem acaba perdendo as forças enquanto mexe e o orgasmo não é igual, não é tão forte como quando se tem uma tarada grudada a seu pau que não para de xupar nem mexer nele até que você praticamente implore, isto gente não tem igual, e ela sabe e faz isto, claro que depois do pau parar de jorrar porra em sua boca ela diminuiu o ritmo de sua xupeta mas continuou manuseando e lambendo o pau que agora pulsava menos mas não menos duro, ele começou a sorrir a chamando de louca, ela não engoliu a porra dele nem foi ao banheiro cuspir como quase sempre faz, ela enquanto chupava o pau deixou cair todo o leite por sobre ele, como uma verdadeira puta ela lambia a glande do pau olhando nos olhos do seu macho, coisa que só mulher bem vadia e gostosa faz, ele ria satisfeito enquanto ela brincava com seu pau gozado, lambuzado, ela beijava o cabeção esfregando ele na boca e queixo espalhando também a porra que escorrerá por seu queixo a mão ela deslizava sentindo toda potencia de seu macho, uma cena inebriante que infelizmente fica só em meus pensamentos quando ela me contou em detalhes, hoje já vi ela fazer isto tudo mas na época enlouqueci batendo inúmeras punhetas pensando nisto, ela disse que depois de brincar bastante, ainda lambeu todo o pau tirando a porra que havia nele, a mesma toalha usada para se limparem das outras transas agora ela usou para limpar o saco e a barriga dele, limpou também sua mão mas não passou no pauzão, este ela fez questão de limpar lambendo tudo e ele adorou, ficava falando para ela lamber aqui e ali, para beijar bastante o pauzão, depois que o pau já estava bem mole ela finalmente o largou, saiu para o banho, escovou bem os dentes para tirar o gosto forte do amante e voltou cansada e satisfeita para a cama, ele estava imóvel como ela o deixou já parecia dormir, ela deitou devagar para não acordalo e assim que virou de costas para ele, ele virou para ela novamente encaixando e assim dormiram novamente de conchinha. Durante a noite ela acordou algumas vezes, disse que até achou q estava sonhando em determinado momento mas ao sentir aquele estranho ao seu lado lembro de tudo, voltou a dormir por vezes agarrada no pau do cara, ela adora isto, dormir segurando o pau ainda mais daquele tamanho, ele nenhuma das vezes acordou, dormiu direto, ambos acordaram já perto do horário do almoço, ele pediu um almoço básico no quarto porque teriam pouco tempo antes de saírem, ela achou gostoso ficar nu com ele, vendo ele caminhar pra cá e pra lá nu com aquele pauzão balançando, almoçaram em clima ainda de romance e despedida, ele dizendo que teria que voltar logo ao RS pois ela havia o enlouquecido, ela sorria timidamente, uma hora antes da hora prevista para a saída da van do hotel os amantes novamente iam para a cama depois do longo banho, ele já de pau duro pois minha vadia novamente lavou e xupou seu pau no chuveiro, foram para a cama e carinhosamente ele a penetrou num papai mamãe gostoso, a chota dela já estava assada mas para um pauzão daqueles ela sempre tem tempo RSS, embora tivesse que ser uma transa rápida, foi com muito carinho, ela novamente gozou cavalgando o pau do negro, embora ela não quisesse deixar ele gozar na xota pois naquele dia ela me encontraria e sabia que eu iria a comer, foi inevitável pois enquanto ela cavalgava forte e teve seu orgasmo ele gozou no mesmo instante ejaculando novamente no interior de sua vagina, a preocupação dela não foi mais forte do que o tesão de levar outra gozada dele, novamente ela foi para o chuveiro não só para ficar limpa mas para tentar tirar a porra de sua xoxota, ela lavou tudo que pode, enfiou os dedos em seu interior tentando não me deixar vestígio, mas como não curto xupar ela depois de transar com outros não percebi, lembro que a achei bem lubrificada mas não chupei nem senti cheiro de porra de outro, só que que sua xoxota estava muito assada e vermelha, seu cu como não comia periodicamente ela me deu alguma desculpa que não lembro e aceitei tranquilamente RSS, a safada ainda pegou uma carona na van do hotel até porto alegre e veio namorando em clima de romance mesmo com todos os outros vendo, só não se despediu no saguão do aeroporto, se beijaram bastante na rua onde ela entrou num taxi até a rodoviária. Chegou em casa a tardinha cansada, mas feliz, muito feliz e carinhosa comigo pois marido assim é difícil hehehe, como sempre transamos, embora ela com medo quisesse só me chupar não aceitei, ao saber que era um negro pauzudo que a comeu o fim de semana todo quis ver e provar sua xoxotinha, transamos mais vezes comigo ainda a sentindo usada uma delicia, era só meter e gozar, a xupei só no outro dia, não havia vestígios de porra só via sua xota machucada, aquela pele entre o cu e a xota estava toda rachadinha, tive que cuidar de minha esposinha RSS, seu cuzinho comi dias depois e também não notei diferença, para mim já era largo visto que ela dava direto pro outro amante pauzudão. Bom gente isto realmente aconteceu, como disse no conto, na época ela me contou tudo como se tivesse feito de camisinha, na hora das gozadas ela só me dizia que ele tirava a camisinha e despejava sobre ela gozando em sua barriga ou sua bunda, também não me disse que deu o cu pois eu sabia que o cuzinho ela só dava se fosse sem camisinha sempre achou ruim fazer anal com camisinha, passei uns 10 anos sem saber que foi tudo assim, só me confessou porque comecei a descobrir casos antigos dela que ela deu sem camisinha então hoje sei que quase todas vezes que ela saiu com outros ela fez sem, felizmente até hoje demos sorte, não temos nada, sabemos dos riscos mas tesão é tesão, hoje evitamos sair com caras novos ela dedica-se apenas a seus fixos rsss.
Foto 1 do Conto erotico: ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 2

Foto 2 do Conto erotico: ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 2

Foto 3 do Conto erotico: ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 2


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario noroesters

noroesters Comentou em 13/01/2015

Ola estou lendo todas as histórias de vcs, e estou adorando...Vcs tem perfil no ?

foto perfil usuario negraocasado

negraocasado Comentou em 14/05/2013

gostei e votei! de novo..se um dia vierem a são paulo e ela quiser experimentar este negrão paulista...vou adorar fazê-la gozar muito...

foto perfil usuario LINGUADOXUPADO

LINGUADOXUPADO Comentou em 27/04/2013

bom

foto perfil usuario terranova

terranova Comentou em 24/04/2013

Que você escreva sempre assim com esta intencidade que me deixou a imaginar o momento e a querer estar no local... simplesmente perfeita suas letrinhas transmitindo uma tesão louca... gostei muito... beijinhos

foto perfil usuario ksadocarinhoso

ksadocarinhoso Comentou em 23/04/2013

muito bom, parabens pelos detalhes




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


12342 - Amante da esposa la em casa. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
12371 - Minha esposa me fazendo surpresa(Verídico) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
12436 - Esposa perdendo(realmente) o cabaço do rabinho. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
12469 - INICIANDO A ESPOSA NO MENAGE(VERIDICO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
12479 - PROSTITUINDO A ESPOSA(PRIMEIRA VEZ) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
12578 - PROSTITUINDO A ESPOSA (NOVOS CLIENTES) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
12645 - ATUAL AMANTE O INICIO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
12666 - OUTRO CLIENTE DE MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
12709 - ESPOSA TRANSANDO NA FESTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
13013 - MINHA ESPOSA COM DOIS AMIGOS - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
13169 - NEGRO GOSANDO NA MINHA ESPOSA(REAL) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
13171 - AMIGO NEGRO LA EM CASA(EDITADO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13325 - ESPOSA TRANSANDO COM ESTRANHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
13603 - AMANTE FIXO EM CASA A SÓS COM ELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
13769 - ESPOSA SENDO GOSADA NA FESTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
13955 - ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
14253 - ESPOSA PASSANDO FINAL DE SEMANA COM AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
14557 - ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
14729 - ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL PARTE2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
14935 - QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
14949 - QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA(CONTINUAÇÃO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15094 - ESPOSA TRANSANDO GRÁVIDA DE 7MESES - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
15096 - PRIMEIRO AMANTE DO TRABALHO DELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15216 - ESPOSA TRANSANDO COM EX NAMORADO(VINGANÇA DELA) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
15259 - ESPOSA TRANSANDO COM UM COROA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15968 - PRIMEIRO SWING DO CASAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
16110 - PRIMEIRA VEZ DA ESPOSA SOZINHA COM AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
16607 - ESPOSA SOZINHA COM DOIS AMANTES - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
16627 - ESPOSA CEDENDO A CHANTAGEM DO COLEGA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
16934 - PRESENTE PARA O AMANTE(primeira parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 0
16966 - PRESENTE PARA O AMANTE(Segunda parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 0
18111 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
18115 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO parte2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
18295 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
19314 - ESPOSA FUDENDO COM AMANTE E AMIGO DELE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
19938 - ESPOSA DANDO PARA COROA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
20767 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
20768 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
20769 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
22017 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
22018 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
22019 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
23307 - ESPOSA SE PROSTITUINDO (VERÍDICO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
25452 - ESPOSA DANDO NO ANO NOVO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
26816 - O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
26852 - O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
27032 - NAMORADA DANDO PARA AMANTE NO WC DA FACULDADE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
27652 - ESPOSA COM AMANTE NO ESTACIONAMENTO(REAL)25/03 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
28366 - ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
29811 - ESPOSA COM NOVO AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
30123 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE DOIS AMANTES 1º VEZ REAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
31212 - PRIMEIRO ANAL DA ESPOSA COM O NOVO AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
33094 - ESPOSA SENDO GOZADA POR DOIS AMANTES NO MESMO DIA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
36901 - ULTIMA IDA NO AMANTE PREFERIDO DELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
43645 - DANDO PRO AMANTE NA ESCADARIA DE SHOPING - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
46418 - ESPOSA DANDO NO CARNAVAL 2014 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
50214 - ESPOSA GRITANDO NA VARA DO AMANTE EM NOSSA CASA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
53229 - PRIMEIRA VEZ COM O AMANTE EM NOSSA CASA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
53992 - AMIGO DE AMANTE COMENDO MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
54589 - AMANTE NARRANDO COMO REALMENTE FOI O ENCONTRO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
61019 - ESPOSA E NOVO EMPREGO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
62243 - MARIDO NAO COMEU ELA DEU RABO PARA AMANTE. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
65576 - ESPIANDO AMANTE E ESPOSA SEM ELA SABER - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
66277 - AVENTURAS DE ADOLESCENTE DA ESPOSINHA PUTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
66977 - ESPOSA NOVINHA TRAINDO SEU PRIMEIRO NAMORADO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
68118 - PRIMEIRO ANAL COM AMANTE PREFERIDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
70553 - AINDA NAMORADA AMANTE DO CHEFE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
71654 - FESTA COM AMANTE NEGRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
72266 - ESPOSA LEVANDO ESTRANHO PARA NOSSA CAMA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
73929 - ESPOSA DANDO AO AR LIVRE PARA O CHEFE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
77768 - FINALMENTTE UMA AMANTE AMIGO MEU - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
78053 - Vingança da esposa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
97684 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE NEGRO, PRIMEIRA VEZ - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
98334 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE NEGRO, PRIMEIRA VEZ - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
98619 - MARIDO ESCONDIDO NA CASA DO AMANTE ASSISTINDO ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12

Ficha do conto

Foto Perfil cacolabin
casalsul

Nome do conto:
ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 2

Codigo do conto:
28367

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
22/04/2013

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


tio tarado aromba a xoxota da sobria de dez anos com forsoContos eroticos podolatria com fotos chupando pes de patroascontos casado by o dia que eu goseipelo cu gostosoTesao de muler gostosas bucetudastesao no cuzinho contocontonerotico menininhaminha esposa deu para o amigo viadoxvideomamae boqueteira conto pornoconto erotici gey com foto com homemo negão da academia comeu meu cuzinhocontos eroticos meu filho de dez anos tem um pinto de 20cmcontos dormindo sem calcinhacontos eróticos irmão mais novoContos gay pau pequenopadrasto a proveita a donselinha dormindo a mulhe a vai desvirginar a entiadaconto erotico capo de fuscaporno como novinhas Lesbicascontos eroticos de moz penis 30Cmpunheta contos videos encoxada publicoa virgem e o cavalo zoo comixcontos gays chiquititaslesbian etiada porno filmeContos eroticos com coroasso as gostosa cunhadinha linda. tirando a calcinhamolhadaporno sogrinha bebada chupou contosporno minha madrasta toda gostosa. indo pra piscinae eu doido pra foder elasamira conto eroticosogra fode gostoso nos quadradinjos hentayrelatos minha sogra anda pelada en casa con a buceta cabeludahttp://mozto.ru/conto/78283/773551/casto-e-corno-no-pre-carnaval-de-sp.htmlex espozsa ruiva com os negros contocontos comi a mulher do meu enteado novinhaultimos conto sadocontos erticopatrobuceta arrobadinhas"contos eroticos" "fotos" obrigarammeu maridinho me deixou fuder na madrugadaporno gay brocado de cabacoconto eroticos quatradinho travesti negro a mulher e os mendingos quadrinhosconto erotico onibuscontos eróticos acampando com minha professoraconto erotico dei o cu a estranho no matover conto erotico sob velhos taradoconto erotico com padreporno contos marido contratou negao pra limpar quintal de sua casaContos eróticos gay menage militaresvendo foto da minha mae pelada que eu tireipretinha do semáforo contos eróticocontos erotico de mulhere que trairao seus maridosbunda madrasta contos eróticosdei pro meu irmao mais velho a forca gayMamae fingindo dormindo comi ela canto eroticacasei com meu filho contis eroticoscontoeroticodfcasada no sadomazoquismo xvidionovinha dando pro patrao hentai quadrinhosksado abccontos narrados de nifetas encochada pau enormeconto erotico siririca com pepinocomo comi a mana virgem contomolhei a calcinhafiquei com as pernas abertas enquanto ele me comia/contoxoxotas em perigo cabaçoporno conto mamae senhora putacontos eroticos minha tia flagrou mr mastubandomamei mae contoCONTOS DE VIZINHAS QUI FORAM FUTIDAS A FOAVideos travestis sado dominatrix boafodaconto eroticos netinha de saia sentando no colo do avonovinha rabuda levantando peso e transando na academiarasgando uma bucetinha em camera lentacontos eróticos de punheta