ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 1

Click to this video!


Vou relatar uma história mais antiga que acabei lembrando, minha esposa possui dois empregos,um deles é ser professora em um colégio particular, através deste emprego todo ano existem alguns encontros da rede onde ela da aula que é nacional, o conto que eu relato agora aconteceu em um encontro que tivemos aqui no Sul, mais especificamente na serra na cidade de Gramado que todos conhecem por sua beleza, era um encontro de fim de ano como que um congresso que iniciaria na sexta o dia todo, e no sábado acabaria, moramos razoavelmente perto de Gramado talvez uns 300km, ela foi com o pessoal do colégio de ônibus, eu fiquei em casa ainda não tínhamos nossa filha mas já fiquei esperando que com aquele monte de desconhecido pudesse acontecer algo, na verdade sempre após estes congressos onde vem gente de todas partes do Brasil sempre rola um pega pega. Ela foi como sempre linda, apesar de ser uma região de frio, como era no fim do ano estava muito calor, ela possuía poucas amigas no colégio onde trabalhava, pelo fato de ter dois empregos pouco interagia com seus colegas de trabalho de lá, na sexta de manha na chegada era mais para o pessoal se conhecer, um rápido café de manha cedo e depois todos irem para seus hotéis largar malas e tudo mais, o encontro se resumiria na sexta a tarde e sábado o dia todo, ela linda como sempre, com roupa comportada mais sensual exibindo suas pernas e seus decotes sempre generosos, ela não ficou no mesmo hotel onde era o encontro pois quem pagava as despesas era o colégio e o hotel Serrano de gramado é um dos mais caros rsss, Ela e seus outros colegas ficaram num bom hotel próximo a este, minha esposa embora não quisesse acabou tendo que dividir o quarto com outra professora, uma mais velha que ela mas bem legal. Na sexta após se acomodarem no hotel na parte da tarde passaram as palestras, geralmente motivacionais que ela até gostou mas sua atenção maior era entre os poucos homens que lá estavam, pois o universo dos professores ainda é dominado pelas mulheres, ela procurava alguém interessante para tentar uma paquera os poucos que achava geralmente não correspondiam, a sexta foi assim, a noite a saída delas foi bem comportada, um jantar com as colegas de trabalho um pequeno tur pela cidade e depois hotel pois o sábado começaria cedo. No sábado ela acabou trocando de lugar no enorme salão onde eram realizados os encontros a procura sempre de uma paquera e já com fogo na xotinha rsss, quando estava já sem esperanças depois do intervalo matinal sentou ao lado dela um negro, ela não estava imaginando logo um negro, naquela época ela havia dado a apenas um negro junto comigo e outro cara, claro que adorou, o mais interessante que ele era baiano, veio com os integrantes da Bahia, depois ela soube que ele sentar ali havia sido proposital, ele a viu sozinha e provocante mas ela não havia notado ele, logo ele puxou assunto e foi bem correspondido, o palestrante era muito bem humorado contando aquelas piadas e fazendo aquelas brincadeiras de grupo, ela já havia falado bastante com ele e notado que ele olhava muito para seu decote quase que descaradamente o que ela correspondia com sorrisos e enquanto sentados deixava sua perna tocar a dele levemente, já estava bastante excitada, ele era um negro daqueles bem escuros mas bonito com uma pele parecendo de criança, pelo moleton ela já identificava que ele era professor de educação física mas mesmo se não fosse isto ela já saberia pelo seu belo corpo, conversando ela soube que ele lecionava educação física e capoeira, um corpão só, em mais ou menos a minha altura que tenho 1,8m e ela só 1,6m, logo já estavam mais íntimos e o auge foi quando entre as brincadeiras eles deveriam abraçar um ao outro, ela sentiu que ele a apertou mais do que o normal pressionando seus seios contra ele e claro ela também correspondeu pois sabia que se não fosse receptiva talvez não rolasse nada pela falta de tempo, em outra brincadeira para acabar o turno da manha, um abraçado ao outro de lado, um dos integrantes do par deveria ficar de olhos fechados para que o outro o guiasse e depois se invertia para tbm ser guiado, enquanto ela ficou de olhos fechados ele a abraçando bem apertadinho a guiava por entre as cadeiras, era um exercício de confiança, como o salão era lotado nem sempre ele ficava ao lado dela por vezes para passar entre um e outro obstáculo ele teve que a colocar a frente dele e não perdeu a oportunidade de literalmente a coxar, ela foi as alturas ao sentir seu volume em sua bunda, ela de olhos fechados então resistia mais, ele forçava ela para frente e entre sorrisos e ela fingindo estar com medo de caminhar de olhos fechados parava e pressionava a bunda contra ele, logo de brincadeira não tinha mais nada, enquanto os outros riam e se divertiam os dois agora mais sérios se sentiam um ao outro, ele abraçado a ela por trás apertava a cintura dela pressionando seu bundão contra seu pau já duro, assim que a brincadeira terminou ele não conseguiu disfarçar sua ereção, ela safadamente olhava para seu pau e sorria olhando para ele, então ele foi logo ao ponto, falou ao ouvido dela, VAMOS SAIR LOGO DAQUI ANTES QUE ACABE E TUAS AMIGAS TE PROCUREM, ele estava certo, estava perto de meio dia e logo acabaria a palestra, saíram os dois enquanto o palestrante ainda se divertia, sem falar nada ele pegou ela pela mão no corredor e foi para a escada do hotel, subiram em silencio, como que escondidos, ela já imaginava o que aconteceria e sua xota piscava, ela pensou até como que não tinha notado aquele negro gostoso, olhou para vários homens provocante e não tinha visto aquele, ele tinha a idade dela na época, também casado pois ela olhava sua mão esquerda, assim que chegaram a frente de um quarto ele puxou a chave e abriu rapidamente a porta, ela entrou ainda em silencio, assim que ele chaveou a porta ele se virou para ela e olhando em seus olhos a beijou, ela retribuiu o beijo gostoso daqueles lábios carnudos característicos da raça negra, o beijo foi de tirar o fôlego, ao mesmo tempo que ele a beijava suas grandes mãos percorriam as costas, os cabelos e finalmente a bunda de minha esposa, ela se detinha a aproveitar aquele beijo gostoso enquanto acariciava a cabeça e costas do seu novo macho, como disse ela já tinha tido um negro antes, mas não desta forma, tão grande de corpo, e sozinha, qdo saímos com o primeiro fomos direto para foda no motel e só, ali ela estava sendo beijada, amassada bem como ela gosta, a boca enorme dele engolia a dela, a língua grossa e áspera era forte ao mesmo tempo que suave a deixando louca, ele acariciava e apertava a bundona dela, como era um quarto a cama ficava a passos atrás deles e assim eles foram até lá, quando ela sentiu suas pernas tocaram a cama e logo ela estava caindo sobre ela já deitada de costas, ele caiu ao lado dela, continuou a beijando sem nada falar, então ela finalmente conseguiu levar a mão até o volume entre as calças dele e sentiu que tinha dado muita sorte RSS, o pau estava já completamente duro e tinha um bom tamanho e principalmente grosso, ela encheu a mão e pela primeira vez gemeu gostoso antes mesmo dele que estava sendo acariciado por ela, ficaram beijando-se por um bom tempo como um casal apaixonado, ele baiano como era não tinha pressa alguma RSS, ao contrário dela que já estava louca para ver e sentir seu pau duro de fora, ele percebendo isto levantou, ficou de pé ao lado da cama e foi tirando sua roupa, olhando safadamente para ela que permanecia deitada, ela viu ele tirar todas peças com calma ficando só de cuecas, o negro tinha um lindo corpo, malhado, era prof de educação física e capoeirista, não resistindo antes dele retirara a cueca branca que contrastava com sua pele negra ela rapidamente sentouse na cama e foi ajudar ele em sua ultima peça de roupa, antes de baixar ela agarrou novamente o volume enorme em sua cueca, via o cabeção quase saindo para cima, não resistindo beijou e mordeu o pau do cara por cima da cueca, este não foi seu primeiro comedor negro, mas foi o primeiro negro que a comeu sozinho, sem minha presença, naquele jogo sedutor ela delicadamente levou a mão e baixou um pouco a cueca fazendo saltar aquele pau preto e enorme que já quase bateu em seu rosto, ela ficou admirando o pau que piscava a sua frente batendo a cabeça acima do umbigo do negro, o saco quase sem pelos e enorme brotava a sua frente a medida que ela continuou baixando a cueca dele, quando a cueca chegou aos joelhos caiu naturalmente aos pés dele, ela subiu as mãozinhas acariciando as coxas grossas e musculosas daquele negro forte, ela curtindo cada momento ficou beijando as pernas dele até as virilhas mas ainda evitando o pau, ela me falou que tava adorando ver o pau dele batendo na barriga a cada piscada, ele gemia e segurava a cabeça dela delicadamente, bem ao contrário do que normalmente ela gostava RSS, pois adora que a segurem para fuder sua boca forte, as mãos dela subiam e desciam pelas pernas dele indo até sua bunda grande normal aos de raça negra, quando chegava lá ela dava uma leve cravada de unhas o torturando mais e mais, ela disse que sentiu o cheiro forte do pau do macho que já parecia até babar no cabeção roxo a sua frente, o pau era preto com uma cabeça enorme vermelho arroxeada, tinha uma ótima grossura, xeia de veias grossas em seu contorno, a base do pau bem como ela gosta era a parte mais grossa dele, ela adora assim sentir o Maximo do alargamento quando o macho crava tudo, para provocar mais ainda aquele belo macho a sua frente ela aproveitou que o pau apontava bem para cima e finalmente chegou com sua boca até o saco do cara, começou dando beijinhos até levemente passar a língua entre suas enormes bolas, ele delirava gemendo e já a chamando de safadinha, ela só interrompeu Os beijos e chupoes nas bolas dele para falar um breve TU NÃO VIU NADA, como disse o cheiro era forte mas não de sujo ou xixi pois ele tinha tomando banho pela manha, era cheiro de pau tesudo mesmo, cheiro da babinha que já brotava na cabeça do pau pela excitação do macho e isto a deixou maluca, ela lambia o saco do macho sentindo aquela tora bater em seu rosto a cada piscada que ele dava, ela sentia o pau quente e extremamente duro e claro logo estava já agarrada ao pau do macho apertando punheteando, ele não resistindo mais pediu para ela falando, BOTA NA BOQUINHA GATA, não precisou falar a segunda vez, minha esposa então baixou a cabeça daquele pau agora a admirando de mais perto ainda, deu uma nova cheiradinha, uma lambida na glande arrancando um urro do macho e por fim abocanhando tudo que pode daquele pau grosso, a boca dela não é tão pequena senão a cabeça não entraria mesmo assim ela conseguia por pouco mais que a cabeçona que já trancava devido a sua grossura, ela salivou bem para ficar mais fácil sentindo o gosto do pau já prenunciando a porra toda que tinha naquela vara, agora sim ela cravava as unhas mais forte na bunda dele fazendo ele entender o que ela queria e ele entendeu, pois já mexia e metia mais forte na boquinha de minha esposa que gemia gostoso enquanto tentava desesperadamente abocanhar mais e mais daquele pau, daquele estranho que a fodia a boca, ao olhar para cima via o negro de olhos fechados gemendo gostoso parecendo não acreditar no que estava acontecendo, ela continuava xupando, lambendo punhetiando ele tbm falou em determinado momento, NOSSA QUE GAÚCHA GOSTOSA, e continuou a bombar na boca dela, a puta fez questão de ficar punhetiando o restante do pau que não entrava em sua boca com a mão esquerda deixando bem a mostra a aliança, ele continuava a gemer e falar, chegou a comentar entre gemidos que já tinha pego mulher gostosa nestes congressos mas não uma casada assim, ela vendo a loucura que o cara estava então tirou a boca perguntando se ele já queria gozar em sua boquinha, ele tirou o pau rápido e não acreditando falou,VOCE VAI DEIXAR, ela safada concordou com a cabeça, mas ao invés dele meter novamente na sua boca ele a beijou agora mais forte e brusco, então falou ao seu ouvido,AINDA NÃO, QUERO TE COMER ANTES, pegou ela e a levantou da cama, agora ele abaixou e foi tirando a parte de baixo da roupa dela, enquanto ela retirou a de cima, ficando só de sutiã e calcinha, ele levantou o corpo e olhando para ela libertou os peitões volumosos de minha esposa, ela sentiu o pau dele bater em sua barriga, admirou eles falando que eram gostosos e os xupou um pouco cada um a deixando mais louca ainda, logo ele a fez deitar novamente subiu por cima dela a bejiou com ela agarrando seu pauzão molhado, mas ele a fez soltar, retirou a calcinha dela gemendo ao ver sua xota com poucos pelos e bem curtinhos, a safada assim que se liberou da calcinha já arreganhou as pernas esperando pelo macho que agora estava ajoelhado entre suas pernas, mas ele não subiu sobre ela, ele sugou forte seus seios e foi baixando lambendo sua barriga seu ventre e finalmente chegando a sua xota já ensopada de desejo, assim ele ficou de 4 com o rosto enterrado na xota dela, e o primeiro contado da língua dele com a xoxota dela foi direto em sua vagina, sim ele não lambeu o clitóris como de costume, ele foi direto enfiando aquela língua grossa e áspera em sua vagina a penetrando como um pau que lhe penetrasse o que quase fez com que ela gozasse na hora, ele ficou enfiando e tirando a deixando maluca, até que para completar começou a lambe-la toda, lambendo clitóris, vagina e indo até seu cuzinho que piscava desesperado, nesta época ela já fazia sexo anal com dotados, mas todos conhecidos, geralmente no primeiro encontro não dava o rabinho mas pelo que sentia naquele dia seria diferente RSS, o cara ficou usando toda sua boca e lábios grandes, ele por vezes sugava toda a xota dela, enfiava tudo na boca, sugava pequenos e grandes lábios colocando tudo dentro de sua boca enquanto sua língua tarada acariciava o clitóris duro de minha mulher que gemia e agarrava a cabeça dele pressionando mais e mais contra sua vulva, ele a chupou gostoso assim por um bom tempo, só tirava a boca para chamala de gostosa, dizer que a xotinha dela era uma delicia, cheirosa, ela não aguentando mais começou a pedir para ele comer ela, tava louca para sentira aquele pauzão na xoxota, então ele levantou ficou ajoelhado sobre ela.
“Abro um parêntese aqui, aos amigos que acompanham meus contos sabem da tara de minha esposa em transar sem camisinha, este conto é mais antigo, quando ela me relatou a primeira vez falou que o cara a comeu de camisinha, tanto que tem um conto que escrevo ai abaixo que falo do primeiro negro gozando nela sem camisinha, mas depois de varias descobertas e revelações ela acabou me contando que quase sempre que saiu sozinha e que eu porventura não a encontrasse logo depois como neste dia ela deu SIM sem camisinha então voltou a me relatar este dia ai que foi a primeira vez q levou esperma de um negro dentro, claro que me pediu perdão e tudo mais, depois de brigas e conversas sobre perigos que sabemos bem acabamos por nos acertando, tanto que hj sei que se ela sair sozinha e o cara insistir ela não resistirá portanto evitamos que isto aconteça tentando sair sempre com os mesmos parceiros.”
Como ia dizendo ele ficou de joelhos no meio das pernas dela a admirando nua, imagino eu que esperava ela mandar ele pegar um preservativo, na primeira versão que ela me contou foi isto que ela fez, mas depois me confessou que não, que antes dele fazer qualquer coisa ela o pegou pelo pauzão duro e disse, VEM LOGO, ME COME GOSTOSO, ele como acredito que a maioria dos homens com tesão fingiu não lembrar de preservativo e foi para cima dela, ela sem tirar a mão do pauzão guiou ele para a entrada de sua xota, quando o pau tocou sua gruta úmida ela gemeu alto mas foi logo sufocada pela boca e pela língua que invadiu sua boquinha, língua esta ainda com o gosto de sua xota que ela sugou com força misturando agora o gosto de xota da língua dele com o gosto de pau da boca dela, a mão dela continuou agarrando o pau que logo começou a pressionar a entrada, apesar do diâmetro do cabeção não foi nada difícil visto a lubrificação que ela já estava, embora o braço dela atrapalha-se um pouco o corpo dele ela continuou segurando o pau, não que ele fosse escapar mas ela tava curtindo sentir toda potencia e tamanho em sua mão, embora já estivesse com o cabeção dentro dela ainda tinha muito pau para invadi-la ainda, quando ela sentiu o a base do pau tocar sua mão ela retirou a mão para a penetração ser completa, e quase gozou ao sentir que aquele negro enorme e lindo estava já todo dentro de sua xota e logo estaria fazendo o que ela mais gosta, o que ela mais tem tesão, ejacular em seu ventre, enche-la de esperma e de preferência fazer isto la no fundo de sua xota com um pau daquele tamanha então, seria quase em seu útero.Como todo bom comedor e pauzudo, assim que ele sentiu que estava todo dentro dela, sentindo a xotinha ainda apertada dela ele ficou imóvel para que ela acostumasse, ainda se beijavam ardentemente, ela sentia agora o pau piscar dentro dela, e a casa piscada sentia ele ficar mais grosso ainda como se isto fosse possível, e, novamente descontrolada falou AHHH ME FODE, MEXE QUE QUERO GOZAR, e foi prontamente atendida,ela de pernas encolhidas para o ar agora sentia aquele macho entrando e saindo dela, a principio ele retirava só até a metade e novamente a preenchia todo mas vendo a loucura dela não resistiu e começou a castigala mais, vendo então que era disto que ela gostava, agora minha esposa sentia o pauzão sair quase que todo de seu interior ficando só o cabeção e voltando a penetrala forte e seu gozo logo viria forte como aquelas estocadas, os movimentos de ambos aumentaram, o pau chegou a escapar de sua xota ansiosa, ela sentiu o ar frio que a penetrou no fundo da vagina pelo buraco que ficara aberto e vazio, mas logo sua mão novamente guiou aquela cobra preta para sua vagina arreganhada, entrou que foi uma delicia e quando ela sentiu novamente a base grossa do cacete lhe alargando a xota o gozo foi inevitável, descontrolada ela começou a gemer e pedir mais e mais pau, ele vendo o êxtase dela acelerou os movimentos agora bem como ela gosta sem retiralo muito de dentro, e ela teve seu primeiro orgasmo com ele, em poucas metidas já estava gozando com aquele estranho que lhe possuía toda, nua, sem camisinha, bem como ela gosta, e não foi diferente para ele, vendo aquela gaúcha gostosa tendo todo aquele prazer em sua vara, antes que ela terminasse seu gozo sem aviso prévio ele começou a despejar sua gala em minha vadia que sentindo isto prolongou mais ainda sua gozada enquanto o abraçava forte forçando seu quadril contra o dele apertando forte a bunda do macho e falando ao seu ouvido, NO FUNDO, GOZA NO FUNDO BEM NO FUNDINHO, novamente ele entendendo permaneceu no fundo da sua xota enquanto ejaculava um riu de porra segundo ela, os dois desconhecidos estavam tendo um orgasmo ao mesmo tempo, e todos nós sabemos o quão isto pode ser difícil, mas o tesão do momento fez isto, ela chegou ao orgasmo em poucas metidas e ele não aguentando a acompanhou, os gemidos foram poucos pois ambos sufocaram eles com um beijo ardente, ela que sentia a xota dela pegar fogo com aquele pau grosso a preenchendo agora sentia este fogo ir aliviando a medida que sua xota era inundada e já expulsava um pouco do esperma dele que a lubrificava, devido a grossura do pauzão talvez, ao mesmo tempo que mexia devagar já curtindo o fim do gozo ela sentia que vazava porra pois o estufamento pela sua grossura era grande.Enfim os movimentos deles cessaram mas suas bocas continuaram unidas num beijo ardente, suas respirações ofegantes se união, ela sentiu mais ainda o peso do macho sobre ela, sua xota como de costume dava as tradicionais piscadas, como já disse antes ela tem muita força nos músculos da xota, e cada piscada parece um apertão de mão no pau do cara, e é uma delicia, a cada piscada também ela sentia a porra vazar, já sentia sua bunda molhada pela porra que escorria, finalmente ele parou de beija-la e gemia a cada piscada enquanto recuperava o fôlego sobre ela, já controlava mais seu peso sobre ela, e gentilmente começou a fazer elogios a ela, falou que era uma mulher gostosa, muito fogosa de fazer qualquer homem ficar louco, pediu desculpas por ter gozado tão rápido, ela falou que de maneira alguma deveria pedir desculpas, que ela havia gozado gostoso também, e mais gostoso ainda por sentir ele todo dentro dela, por ele ter a inundado daquela forma, que ela adorava isto, novamente ele chamou de safada, beijou mais um pouco ela com seu pau ainda dentro dela mas agora menor, pegou uma das tolhas do hotel que estavam em cima da cama e deu para ela se limpar e finalmente saiu de cima dela, ela sentiu o pau meio mole mas ainda grande deixando sua xotinha inchada e antes de colocar a toalha sentiu o riu de porra que verteu dela, deixou a tolha entre as pernas e deitou no braço forte daquele macho suado que estava ao seu lado, por instantes ficaram um elogiando o outro, trocando beijos gostosos, ela como puta que é agarrou o pau dele lambuzado ainda pois adora sentir um pau grande lambuzado em sua mãozinha, parecia mais grosso ainda do que antes, deitada no peito dele ela agarrava e olhava aquele cabeção inchado que havia a pouco arreganhado sua boceta, sua xota piscava novamente fazendo a porra vazar mais ainda, então ele rapidamente levantou falou que ia para o banho pois estava suado e saiu, a xota dela que ainda ardia pela sua grossura dava sinais de tesão novamente por ver aquele corpão todo nu ir para o banheiro, ela escutou ele abrindo o chuveiro e não demorou a ir atrás dele, não sem antes dar uma olhadinha em sua própria xota, retirou a toalha e sentada na cama enfiou dois dedos na xota para sentir a porra dele e me disse que era bem como ela gosta, uma porra espessa e bem branca, bem diferente da cor do pau rsss, então ela foi para o xuveiro entrou no Box e recebeu um sorriso de seu novo comedor, ela percebeu a água bem quente e olha que ela adora o banho quente, ele falou que sabia mas que para ele mesmo a temperatura amena daquele dia era frio, ele a puxou para a água logo a beijando e ambos ficaram novamente namorando, não demorou para ela ficar segurando aquele pau e punheteando, por instantes se largaram e ela então pode fazer outra coisa que gosta, lavou o pau do macho, ensaboou bastante sempre mexendo com carinho por vezes punheteando, ele gemia gostoso enquanto dava atenção aos seios de minha esposa, conversaram amenidades ele perguntou sobre mim, ela só salientou que me amava muito mas adorava sexo e não era como as mulheres que acham que sexo é só com amor, para ela, e é verdade, sexo é um prazer independente de com quem, desde que seja bem feito e com respeito, novamente ele falou que havia dado muita sorte que sempre achou as gaúchas bonitas mas não sabia que eram tão gostosas na cama, novamente beijos e ela então começou a ver que o pau novamente crescia em sua mão, safadamente ela terminou de lavar, retirou o sabão todo e baixou para xupar aquele pauzão novamente, ela adora isto, sempre faz no xuveiro, e principalmente gosta de fazer antes do cara ficar com o pau bem duro, ela adora pegar mole ou meia boca para xupar e sentir ir crescendo em sua boca, e assim o fez, na primeira ou segunda metida na boca dela o pau já estava como ferro novamente, ela deu um belo trato naquele pau que havia feito ela gozar gostoso, chupou lambeu, punheteou e por vezes para delírio dele ela pegou o pau duro e batia no próprio rosto, ele sem palavras gemia e chamava ela de gostosa, novamente fez ele fuder forte a boca dela quase que engasgando, e já não aguentando mais as pernas pois estava acocorada levantou, novamente foi muito beijada, foram de novo para baixo da água do xuveiro e agora ele manuseava a xoxota dela enfiando um ou dois dedos que entravam fácil na boceta alagada de minha vadia, ela segurava ele pelo pauzão, safadamente ela pegou e virou de costas para ele, a diferença de altura era grande mas ele abriu as pernas se arrumando para ela, em instantes ela estava com o ferro do negrão entre as pernas, como ela quase sempre faz e adora estava acavalada sobre o pau dele, sentia o pau entre as pernas e quando pressionava a bunda contra ele sentia o cabeção sair a frente de sua xota e isto é um delírio para ela, sentir aquele ferro duríssimo quase a levantando de tanta potencia enquanto isto ele a beijava o pescoço e segurava forte pelos seios, uma das mãos dela acariciava o cacete dele por entre as pernas e a outra mão apertava a bunda dele contra ela, por vezes se beijavam, ele fazia movimentos de vai e vem esfregando o pau por toda sua bunda indo até seu clitóris, novamente o tesão era alto entre os dois, foi ela empinar mais um pouco a bunda para que o cabeção novamente encaixasse em sua vagina e logo veio a nova penetração, apesar dela estar ainda com a xota ensopada não foi muito fácil pois a agua do chuveiro que caia sobre eles atrapalhou um pouco a penetração, mas assim que o cabeção venceu a resistência o resto entrou mais fácil e fundo, agora ela gemeu mais alto, falando que o pau dele era muito grande, ele mordia como um garanhão o pescoço dela e controlava os movimentos de vai e vem a segurando pelos seios, ela para aguentar os solavancos e poder empinar mais a bunda se segurou na parede, ele a comia agora forte por trás, a agua refrescava os dois e fazia um barulho gostoso na bunda dela, ela novamente louca pedia mais e mais pau, dizia que ele ia acabar com ela, ele não falava muito só elogiava ela, até que parece que se controlando para não gozar ele diminuiu as metidas, ela levou a mão para trás para novamente sentir o pau entrando nela, nisto ela abriu mais a bunda para a penetração ser mais profunda e ele então elogiou seu cuzinho, que era lindo, ela sem falar nada, continuou com uma mão se segurando, a outra mão ela pegou o sabonete e começou a esfregar na bunda e na barriga dele que continuava a comer agora devagar,quando ela me contou isto eu delirei pois vi o que ela iria fazer, até hoje ela adora assim, é muito mais fácil ela fazer anal no chuveiro com bastante espuma do que com pomadas e tudo mais, pois bem, ela continuou esfregando o sabonete na bunda, desligou o chuveiro e fez bastante espuma, ele continuava a comela devagar a beijando a agarrando ainda sem saber o premio que ganharia, assim que havia muita espuma ela mesmo pegou a base do pauzão que a comia, olhou para ele e falou,OLHA, NUNCA FIZ ISTO ASSIM COM UM ESTRANHO, MAS TU TA ME DEIXANDO LOUCO, então retirou o pau de dentro de sua xota, deu uma punhetiada espalhando espuma sobre o cacete e colocou o cabeção na entrada do cuzinho, o cara olhou sem acreditar e falou, A GATA, VAI ME DAR ESTE CUZINHO LINDO, ela só concordou com a cabeça e completou, MAS FAZ BEM DEVAGAR, É MUITO GRANDE, ele então a pegou pelos quadris enquanto ela segurava o pau na entrada, ele foi forçando a puxando gostoso contra ele, ela me disse que quase se arrependeu pois a primeira estucada doeu muito, ela fez ele parar,guiou o pau para a xota e enfiou com força novamente, ele sem entender nada até que ela falou, POE O DEDINHO PRIMEIRO, BRINCA UM POUQUINHO COM ELE, o macho entendeu e logo enfiou o dedão no rabo de minha mulher, brincou um pouco até que pediu para tentar novamente, ela concordou, agora novamente se segurou na parede com as duas mãos e esperou, ele segurou o pauzão e botou no seu anelzinho, com carinho foi empurrando, quando a cabeça entrou ela gritou e disse um NAOOOOOO, mas ele foi paciente e ficou imóvel, ela quase arrancou os azulejos do banheiro rsss, mas aguentou até que foi acostumando com a grossura do cabeção então ela mesmo foi voltando a mexer, deu uma leves mexidas e ao sentir que o pior já tinha passado foi forçando para trás, ele que estava imóvel ainda segurando o pau, sentiu que dali não sairia mais RSS, então a abraçou forte por trás mas sem pressionar o pau, procurou a boca dela que virou para trás para beijalo e feito isto os dois começaram a forçar o corpo um contra o outro, ele gemia de prazer ela de sufoco ao aguentar tudo aquilo em seu rabo que agora queimava muito mais que sua xota, com dificuldade ela sentiu o corpo dele colar ao dela, sentiu-se completa, seu intestino todo pressionado, ficou feliz ao saber que tinha aguentado todo aquele homem em seu rabo, não era o maior pau que ela havia levado até aquele dia, mas deveria ser igual ao mais grosso que já levará, novamente ele ficou imóvel todo dentro dela para que ela acostumasse, mas ela mesmo começou a gemer e mexer, então os movimentos dele começaram leves, bem leves, sentindo o pau apertadíssimo dentro daquele buraco ele foi carinhoso, muito carinhoso,quando parou de beijala era só elogios, falava que fazia tempo que não comia um cuzinho, que a namorada dele não curtia e não o aguentava. Aqui gente outro fato omitido a mim na época do ocorrido, como ela não me contou que fizeram sem camisinha, ela também não falou que deu o cuzinho, pois eu poderia desconfiar, uma porque ela não fazia anal tão facial assim, na época ela só fazia anal sem camisinha, a camisinha atrapalhava, portanto se ela contasse que deu o rabo eu iria desconfiar que ela tinha feito sim sem camisinha, só agora a pouco acabei descobrindo este e outros fatos que ela me omitiu por anos.Pois bem, depois dele ficar por tempo parado dentro dela ela mesmo começou a rebolar lentamente no pau do macho, agarrada na parede e empinando toda aquela bunda para ele ela ia e vinha com aquele bundão delicioso, e ele só parado curtindo aquela gata engatada em seu mastro, imagino eu que um pau daquele tamanho parece que vai ser atorado por seu rabo, pois o meu que é pequeno parece ser estrangulado RSS, ele tava assim comendo ela ainda com carinho, cheio de espuma, até que ele para agrada-la curvou o corpo sobre o dela e começou a acariciar seu clitóris que estava duro de tesão, isto foi um estopim para ela que imediatamente começou a mexer mais forte fazendo o pauzão quase abandonar o rabo dela e voltando a empurrar forte seu anel contra ele, não demorou também para entre gemidos ela pedir para ele meter mais forte o que para ele foi uma loucura também, agora ele usava todo seu tamanha para com um dedo acariciar a xota dela e com a cintura tirar e meter no rabo dela que louca gemia, entre delírios da cadela ela acabou confessando que ele era o primeiro negro a enraba-la o deixando mais louco, depois das trepadas eles conversaram bastante, ela não contou que éramos liberais mas contou que costumava me trair com outros homens pois era tarada em sexo, apesar de me amar ela não resistia, e naquela hora de loucura ela lembrando que já havia transado com outro negro mas sem anal, falou em meio a gemidos e pedidos de come meu cu, METE, METE QUE TU É O PRIMEIRO NEGRO A COMER MEU RABINHO, ele então caprixava mais e mais nas socadas vendo que ela resistia bem e apesar dos gemidos fortes que pareciam de dor ela continuava pressionando o corpo contra o dele fazendo ele entender que ela estava gostando, como já disse aqui, podem ler na lista abaixo como ela perdeu o cabaço do cuzinho, o amante dela da época comeu o cu dela a força, na hora ela não gostou, ficou braba e até acabou o caso com este amante, mas depois que acostumou a ser enrabada sempre teve a tara de dar o cu forte, adora quando o cara passa um pouco dos limites para enrabala, e ali agora já louca para gozar com aquele negro a enrabando ela gemia e pedia mais e mais, o cara a comia e mau falava alguma coisa do tipo gostosa, safadinha, deveria não estar acreditando em tudo aquilo rsss, em certa hora ele cansado da posição ficou mais ereto tirando assim a mão da xota dela para poder segura-la pelos quadris e imprimir mais força na penetração, mas ela protestou, falou para ele,AHHH DEIXA A MÃO, BRINCA NA XOTINHA QUE QUERO GOZAR COM TEU PAU NO MEU CU, nossa, ele então sem falar nada tirou o pau do cu dela que já ia protestar quando ele falou, VAMOS PARA A CAMA ENTÃO, ela até foi pegar a toalha para se secar mas ele não deixou a agarrou a beijando e a levando quase a força para a cama, o pau como ferro batia em sua barriga e depois as costas,ao chegar na cama ela olhou para ele que parecia transfigurado de tesão, ele a beijou forte acariciando seu corpo molhado e ainda todo ensaboado assim como ela fez com o dele, depois disto ele mandou ela deitar, ela sem saber como ele queria deitou de barriga pra cima abrindo as pernas e expondo o cuzinho num frango assado, ele sorriu com a visão e logo veio por entre as pernas dela, ajoelhou-se e enquanto ela segurava as pernas no ar ele pincelou o cabeção do pau entre a xota e seu cu tirando suspiros dela mas antes que ela falasse qualquer coisa ela já sentia novamente a pressão em seu cuzinho que agora cedeu facilmente aquela tora que a penetrava, ela ainda abriu o bundão para ele ir até onde pudesse e ele ficou a bombar agora mais devagar em seu rabo já acostumado com tudo aquilo, como antes agora ele mexia na xota dela enquanto a enrabava, estava bom mas não tinham mais o fogo todo de antes do banheiro, ela via que ele admirava ela, admirava seus buracos seus peitos, até que ele deitou sobre ela num papai e mamãe a diferença que o pau entrava em seu anus, não entrava todo como antes pois a posição assim impede uma total penetração, mas agora ele a beijava carinhosamente, o atrito dos corpos deles ensaboados e molhados ainda era delicioso, a cama estava completamente molhada, ela esforçava-se para levantar ao Maximo as pernas pois assim como na xota ela adora que a penetração em seu anus seja completa, depois do mais difícil que é aguentar a grossura de seus comedores a pressão interior, o saber que esta com todo o macho dentro de si a deixa louca, embora estivesse ótimo, as pernas dela já cansadas de ter gozado a pouco e de ter ainda feito novo esforço dando em pé no xuveiro para ele, já não aguentavam tão levantadas e iam cedendo para baixo ao mesmo tempo que o pau deixava de invadir tão profundamente seu cu sedento, ele a beijou e sugou seus seios mais um pouco até que vendo a ânsia dela por ter todo o pau dentro ergueu o corpo e calmamente retirou o pau do seu rabo, ela sentiu o vazio que ficou em seu cu que certamente estava um buracão só, então ele a pegou pelo braço e ela tentando entender o que ele queria ficou de 4 na cama, posição que qualquer macho adoraria fuder-lhe o cu, mas não ele pegou um travesseiro colocou por debaixo dela e disse para ela deitar, ela então deitou ficando com a bunda bem empinada, ela se arrumou bem na cama esperando aquele macho vir novamente preencher seu rabo, ele com todo cuidado deitou sobre ela fechando-lhe as pernas, uma das mãos segurava seu peso para não pressiona-la e a outra guiava o pau para seu buraco, os corpos ainda molhados mas quentes e já suando, ela sentiu ele pincelando em sua bunda procurando seu buraco, gemeu quando ele achou o local certo para forçar, ele deixou o pau entrar suavemente agora sem nenhuma resistência, o gemido dela era de total prazer, para enlouquecelo novamente agora com as duas mãos ela segurou e abriu as suas nadegas para que a penetração fosse total, ela só escutou dele um gemido e um QUE CUZÃOOOOO, então sentiu o corpo dele encostar no dela, sentiu suas pregas se alargarem mais e mais indicando que ele tinha finalmente socado tudo pois a base do pau era extremamente grossa, ele ficou ainda se apoiando nos braços enquanto socava já mais firme nela, para quem já fez acho que é a melhor posição para se comer um cu, tu domina a mulher ela não pode fugir e tu sente a bunda dela toda encaixada em ti, e a minha mulher tem uma bunda muito gostosa, grande, durinha, ainda mais nesta época com seus 20 e poucos anos, agora eles gemiam novamente sem controle, ela alem de gemer gostoso para provocalo mais dizia, AIIII MEU CUZINHO AHHHH QUE PAU GOSTOSO, ISTO METE, ACABA COMIGO AIII AIII, e ficava neste falso choro, então finalmente ele fez novamente outra coisa que a deixa louca, novamente ele provou que ela tinha dado a sorte grande naquele dia, ele deitou sobre ela largando um pouco do seu peso, uma das mãos foi por baixo de sua cintura procurando sua xotinha a deixando louca, a outra mão entrou entre os peitos a segurando pelo ombro fazendo com que as enterradas fossem mais firmes e profundas, quando ele tocou a xota ela viu que iria gozar pelo cu com aquele estranho o que era uma novidade, seu gemidos aumentaram, ela como gosta de fazer enterrou o rosto no colchão sufocando seus agora gritos, com a facilidade da posição ele enfiou dois dedos grossos em sua xota ainda alagada enquanto penetrava profundamente ela, agora com os corpos colados o pau não saia tanto como antes, ele retirava mais ou menos a metade e voltava a cravar fundo alargando ao máximo seu anel e pressionando todo seu intestino, enquanto isto seus dedos faziam poucos movimentos dentro dela, a boca dele beijava e mordia o pescoço dela sua língua por vezes achava a sua sensível orelha e ela mesmo sufocada mandava ele meter fundo, nossa quando ela me contou tudo que aconteceu de verdade imaginei que naquela época adoraria ver um negro daqueles comendo seu cu daquela forma, hoje até já estou acostumado RSS, mas naquele tempo ainda não tinha visto, ela falou que não demorou muito começou a pedir mais e mais pau, mais e mais metidas fortes e loucamente começou a falar que iria gozar, ele acelerou seus movimentos tanto metendo como mexendo em sua xoxota então sentiu o clímax de minha mulher, enlouqueceu metendo em seu cu que piscava sem parar enquanto ela tinha um enorme orgasmo, o legítimo gozo pelo cu, até aquele dia um dos melhores dela, novamente ela ficou gozando por um bom tempo, seus gozos são sempre longos, a medida que a respiração e os gemidos dela foram normalizando ele foi diminuindo as mexidas, ela então puxou a mão que estava com os dedos enterrados em sua xota já satisfeita e ainda com espasmos pelo corpo, ele retirou calmamente, ela viu que ele não havia gozado pois o pau continuava como ferro em seu rabo, ele falou que ela era uma louca por gozar assim, que foi uma delicia enfiar os dedos em sua xotinha que pode sentir com os dedos dentro dela o pau dele entrando e saindo de seu rabo, ela sorria satisfeita enquanto ele ainda rebolava calmamente dentro dela, então ela para poder descansar falou a ele, VAI GOZA, ENCHE MEU CUZINHO TAMBEM, novamente deitou a cabeça agora mais calma, ele novamente se apoiou na cama e voltou a bombar dentro dela, não eram estocadas tão fortes ela via que ele novamente aproveitava e admirava a meteção, até que ele pediu para ela abrir as pernas, até então ela estava de perninhas fechadas e ele a comia com as pernas abertas sobre ela, agora ela abria as pernas e ele ficava com as dele entre elas, isto fez ela expor mais seu cu e sua xota, embora ela tivesse gozado ela acabou curtindo as metidas daquela forma pois o saco enorme do negro agora batia em sua xota ensopada quando ele cravava fundo, ela, claro, arrebitava e mexia a bunda para delírio do seu novo comedor, não demorou para ele anunciar seu gozo também, e logo ela sentiu o pau como engrossando mais e espirrando um liquido quente em seu interior, como na outra gozada a puta novamente pedia METE, GOZA, NO FUNDO, METE NO FUNDO, AIIII AIIII, TA ENCHENDO MEU CUZINHO AHHH SAFADO, e ele obedecia ela cravando fundo, os últimos jatos ela sentiu bem pois ele já havia quase que parado de mexer mas permanecia pressionando forte seu pau contra ela, então ela tinha a louca sensação do pau vibrando em seu intestino, como na xota ela começou a sentir o cu mais lubrificado por seu leite, a ardência do rabo também já passava mais com aquele liquido kente que a umedecia, até que seu amante literalmente desabou sobre ela, o cara gemia ainda e ria, ria sem parar, ela quase sufocou com seu peso até que ele desceu dela, ela foi sentindo aquela cobra preta abandonar seu cu, parecia que estava fazendo um cocozão RSS, ele caiu do lado dela ainda rindo, ela meio sem entender sorriu também, até que ele a beijou gostoso e falou, NUNCA COMI UM CU ASSIM, AS QUE CONSEGUI METER ATRAS NÃO AGUENTARAM ASSIM, TU É ÓTIMA E TARADA, agora ambos riam cansados, ele pegou a toalha que ela havia limpado a porra da xota e limpou seu pauzão, desta vez não foi para o chuveiro, ficou deitado ao lado dela que logo aninhava-se em seu braço, pouco falaram logo adormeceram agarradinhos.
CONTINUA
Foto 1 do Conto erotico: ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 1

Foto 2 do Conto erotico: ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 1

Foto 3 do Conto erotico: ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 1


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario LINGUADOXUPADO

LINGUADOXUPADO Comentou em 27/04/2013

bom

foto perfil usuario fabio n.m.

fabio n.m. Comentou em 23/04/2013

Ótimo conto! Se fosse pra dar nota seria um 10 com louvor!

foto perfil usuario ksadocarinhoso

ksadocarinhoso Comentou em 23/04/2013

muito bom o seu conto, parabens

foto perfil usuario arrependido

arrependido Comentou em 23/04/2013

Excelenteeeee!!!!!!!!!!!

foto perfil usuario gatoreno

gatoreno Comentou em 23/04/2013

valeu belo conto sua esposa parece ser bem gostosa adorei a bucetinha muito linda valeu um abraço




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


12342 - Amante da esposa la em casa. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
12371 - Minha esposa me fazendo surpresa(Verídico) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
12436 - Esposa perdendo(realmente) o cabaço do rabinho. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
12469 - INICIANDO A ESPOSA NO MENAGE(VERIDICO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
12479 - PROSTITUINDO A ESPOSA(PRIMEIRA VEZ) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
12578 - PROSTITUINDO A ESPOSA (NOVOS CLIENTES) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
12645 - ATUAL AMANTE O INICIO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
12666 - OUTRO CLIENTE DE MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
12709 - ESPOSA TRANSANDO NA FESTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
13013 - MINHA ESPOSA COM DOIS AMIGOS - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
13169 - NEGRO GOSANDO NA MINHA ESPOSA(REAL) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
13171 - AMIGO NEGRO LA EM CASA(EDITADO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13325 - ESPOSA TRANSANDO COM ESTRANHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
13603 - AMANTE FIXO EM CASA A SÓS COM ELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
13769 - ESPOSA SENDO GOSADA NA FESTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
13955 - ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
14253 - ESPOSA PASSANDO FINAL DE SEMANA COM AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
14557 - ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
14729 - ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL PARTE2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
14935 - QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
14949 - QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA(CONTINUAÇÃO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15094 - ESPOSA TRANSANDO GRÁVIDA DE 7MESES - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
15096 - PRIMEIRO AMANTE DO TRABALHO DELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15216 - ESPOSA TRANSANDO COM EX NAMORADO(VINGANÇA DELA) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
15259 - ESPOSA TRANSANDO COM UM COROA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15968 - PRIMEIRO SWING DO CASAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
16110 - PRIMEIRA VEZ DA ESPOSA SOZINHA COM AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
16607 - ESPOSA SOZINHA COM DOIS AMANTES - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
16627 - ESPOSA CEDENDO A CHANTAGEM DO COLEGA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
16934 - PRESENTE PARA O AMANTE(primeira parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 0
16966 - PRESENTE PARA O AMANTE(Segunda parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 0
18111 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
18115 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO parte2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
18295 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
19314 - ESPOSA FUDENDO COM AMANTE E AMIGO DELE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
19938 - ESPOSA DANDO PARA COROA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
20767 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
20768 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
20769 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
22017 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
22018 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
22019 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
23307 - ESPOSA SE PROSTITUINDO (VERÍDICO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
25452 - ESPOSA DANDO NO ANO NOVO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
26816 - O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
26852 - O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
27032 - NAMORADA DANDO PARA AMANTE NO WC DA FACULDADE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
27652 - ESPOSA COM AMANTE NO ESTACIONAMENTO(REAL)25/03 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
28367 - ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
29811 - ESPOSA COM NOVO AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
30123 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE DOIS AMANTES 1º VEZ REAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
31212 - PRIMEIRO ANAL DA ESPOSA COM O NOVO AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
33094 - ESPOSA SENDO GOZADA POR DOIS AMANTES NO MESMO DIA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
36901 - ULTIMA IDA NO AMANTE PREFERIDO DELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
43645 - DANDO PRO AMANTE NA ESCADARIA DE SHOPING - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
46418 - ESPOSA DANDO NO CARNAVAL 2014 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
50214 - ESPOSA GRITANDO NA VARA DO AMANTE EM NOSSA CASA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
53229 - PRIMEIRA VEZ COM O AMANTE EM NOSSA CASA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
53992 - AMIGO DE AMANTE COMENDO MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
54589 - AMANTE NARRANDO COMO REALMENTE FOI O ENCONTRO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
61019 - ESPOSA E NOVO EMPREGO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
62243 - MARIDO NAO COMEU ELA DEU RABO PARA AMANTE. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
65576 - ESPIANDO AMANTE E ESPOSA SEM ELA SABER - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
66277 - AVENTURAS DE ADOLESCENTE DA ESPOSINHA PUTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
66977 - ESPOSA NOVINHA TRAINDO SEU PRIMEIRO NAMORADO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
68118 - PRIMEIRO ANAL COM AMANTE PREFERIDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
70553 - AINDA NAMORADA AMANTE DO CHEFE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
71654 - FESTA COM AMANTE NEGRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
72266 - ESPOSA LEVANDO ESTRANHO PARA NOSSA CAMA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
73929 - ESPOSA DANDO AO AR LIVRE PARA O CHEFE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
77768 - FINALMENTTE UMA AMANTE AMIGO MEU - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
78053 - Vingança da esposa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
97684 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE NEGRO, PRIMEIRA VEZ - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
98334 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE NEGRO, PRIMEIRA VEZ - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
98619 - MARIDO ESCONDIDO NA CASA DO AMANTE ASSISTINDO ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12

Ficha do conto

Foto Perfil cacolabin
casalsul

Nome do conto:
ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 1

Codigo do conto:
28366

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
22/04/2013

Quant.de Votos:
13

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


contos eroticos comendo cu da vizinha com o vizinhocontos eroticos roupa transparentecontos eroticos zoofilia cao super bravosconto erotico de minha tia novinha casada safada puta e rabudadei a buceta para meu pai e casei com elemamadas seios coroas contoshentai o sogro 4em quadradinho사정conto erotico gay pagado dividaquadrinho erotico cercaniasfavelada rabuda conto erotico sissy conto eroticoconto erotico + filha dando pro encanadorcontos eróticos de corno com fotoconto erotico trai meu marido com um moreno dotadocontos dopou irmã fuder guadrinhoHQ porno justinxvideo.Conto Erotico - Corneando o marido com um travestis !conto erotico tia lucia parte 4se eu pudesse fazer sexo anal g****** horasConto erótico sedução do vizinho traiçãoconto erotic genicologistaVai filho me come ai mae que delicia conto eroticoHomem iniciando virgem curiosa contos eroticossobrinhasafadacontogay dominado contojackfla10@gmail.comConto exibicionismo sem calcinhaConto erótico de coroa com bigodinho na bucetacontoerotico desde de pequena meu vôcontos eróticos vovó gay dando o cunovinhas campo grande ms peladinha incesto contos eróticosconto erotico tripla penetraçaocasal sem saida esposa chatagiada contos eroticoconto erotico acunhada do meu amigo rabuda mete aiiiporno quadrinhosVai como vai sua putinha contosConto erotico incesto novinho filhinhoconto meu sogro passando bronzeador em mimAs Aventuras de Liafricanas porno mulhe aguenta 30centimetro de rolaultimos contos sadomazoquistacontos eroticos gays de fui dormir na casa do meu tiocontos eróticos de duas irmãs vizidade sei cou o cãoContos eroticos gay ex presidiárioconto porno teen gay free mulato favelacontos eroticos cumplices de um resgatehydreigon e seu dono pornoCachorrao com paugg adora fuder cuznho da safadacontos eroticos boca grandeentiadacontoeroticoSou puta um muleke contos gayContos gay pau pequenoflagrei minha mulher com meu primo conto eroticobrasil porno sexafillxoxota dos meus sonhoscontos eroticos meu sogro pauzudoContos erot travesti garota vaicontos de mulher tranzando com homem do pau inormeContos eroticos coroa izabelcasa dos contos tia 22cmsexo com maduro gostoso conto eroticoincesto contos eroticos dora sinsusedutoras e marrentas parte doze contos eroticoseu e meu namorado adoramos uma gay contoxvidiocasada fazendo sexo com pastor dotadocontos papakucontos eróticos publicados Fiz grupal para me vingarcontos eroticos cavalo porraContos eroticos eu flagrei a minha sobrinha casada com outrohttp://googleweblight.com/?lite_url=http://mozto.ru/maridoamigo/contos&ei=9-IR4lIp&lc=pt-BR&s=1&m=352&host=www.google.com.br&ts=1491934763&sig=AJsQQ1AdU4VixHEPShgralA6aGBMBzxXGwcontos eroticos vizinha crente kkkkcontos de lactantesquadrinhos eróticos com fotos reais cornoscontos eroticos escritos lesbicos me dar melzinho.conto de uma puta