PROFESSORA GOSTOSA ALEGRA MINHAS FÉRIAS

Click to this video!


Tirei uma semana de férias agora em dezembro/2003 e fui mergulhar em uma praia do litoral catarinense. Enquanto montava meu equipamento de mergulho, o barco com cerca de 50 mergulhadores se dirigia a uma ilha próxima. Como no mergulho se mergulha em dupla, comecei a olhar quem estava sozinho para arranjar minha companhia. Eis que surgiu Melissa, professora de educação física, morena, 25 anos, corpão espetacular, seios lindos e bem arredondados, coxas delineadas e uma bunda avantajada levemente empinada. Com seus 1.75m realmente se destacava no barco. Veio de SP com a irmã que ficou em terra, pois não curte barcos. Mergulhamos juntos, e na viagem de volta conversamos o tempo todo e acabei ficando excitado contemplando aquele corpão num biquíni muito provocante. Meu pau levantou com tudo ficando bem definido dentro da sunga. Melissa logo reparou e não parava de olhar para o volume de minha sunga. Com um olhar malicioso me pediu para passar protetor nas costas no qual atendi para logo em seguid a iniciar uma deliciosa massagem. Os bicos de seus seios ficaram rijos aumentando sutilmente o volume do seu biquíni. Combinamos de sair a noite, e após o jantar fomos passear numa praia isolada onde começamos a provocar um ao outro. Nosso tesão floresceu e resolvi levá-la para meu quarto numa pousada bem afastada do centro da cidade. Abri um delicioso vinho, espalhando um pouco em sua barriguinha. Ao deslizar minha língua em sua barriga torneada, ela soltou um suspiro onde levantei seu top e chupei seus mamilos, fazendo com que ela instintivamente acariciasse sua bocetinha por cima da calcinha. Para não ficar atrás, ela tomou posse da garrafa de vinho e derramou em meu peito e também encharcou minha cueca. Começou lambendo meu peito, descendo até a barriga e com os dentes foi tirando minha cueca. Meu pau duro feito rocha latejava de tesão e umedecido com vinho foi um prato cheio para Melissa que caiu de boca fazendo um boquete inesquecível. Ela deliciou-se com meu caralho durante um bom tempo. Lambia meu saco, chupava meu pau com vontade e vez ou outra batia uma deliciosa punheta. A safadinha também colocava um pouco de vinho na boca e derramava sobre meu pau para rapidamente chupar gota por gota. Por muito pouco não lotei aquela boquinha de porra, pois com tudo o que ela estava aprontando ainda me beijava e sussurrava ao meu ouvido que meu pau era muito gostoso, saboroso e que não via a hora de ser penetrada. Ela vestia uma mini saia com uma calcinha vermelha por baixo. Derramei da mesma forma o vinho em toda a calcinha para em seguida afastá-la para o lado e começar a chupar aquela boceta pequenina e completamente raspadinha do jeito que eu mais gosto. Quando fui masturbá-la meus dedos foram envolvidos pelo seu gozo que escorreu pela bocetinha em direção ao seu cuzinho. Lambi aquele néctar precioso passeando pela bocetinha umedecida, pelas coxas até chegar ao seu cuzinho apetitoso. Com um dedo em sua boceta e outro de leve no seu cuzinho fui pouco a pouco deixando-a com muito tesão e seus gritos e gemidos me convidavam a penetrá-la com tudo. Porém fui rapidamente surpreendido quando Melissa se colocou por cima de mim esfregando sua boceta no meu caralho e comprimindo seus seios contra meu rosto. Enquanto massageava e chupava seus peitos, a professora sentou com tudo no meu caralho deslizando até o final. Com pequenas reboladas ela começou a se esfregar engolindo com sua bocetinha todo meu pau. A partir daí seguiu-se várias sessões de gozo que eu nunca tinha visto antes. Melissa não cavalgava para cima e para baixo, somente rebolava e se esfregava para frente e para trás, colocando seus peitos direto na minha boca. Com movimentos rápidos e muito ritmados, ela literalmente me fodia com muita força, agilidade e rapidez. Dois minutos depois ela explodiu num gozo e com gemidos escandalosos era possível observar sua alegria e satisfação. O mais impressionante para mim foi que após uns 15 a 20 segundos de intervalo, Melissa recomeçava, rebolando e se esfregando, com força e ritmo fazendo meu pau latejar de tesão. Após dois minutos explodiu em novo gozo, iniciando tudo novamente. Melissa gozou 5 ou mais vezes consecutivas em pouquíssimo tempo, e só parou quando o suor começou a escorrer pelo seu corpo sinalizando seu cansaço. A visão de vê-la gozar continuamente foi demais e tão intensa que consegui controlar meus instintos para não explodir num gozo e interromper com a "festinha" dela. Enquanto ela descansava (montada ainda no meu caralho), agarrou a garrafa de vinho e derramou o restante (meia garrafa), em seus peitos molhando todo seu corpo. Comecei a chupar seu pescoço e seus peitos enquanto ela me provocava com leves reboladas. Deixei que ela me comesse o quanto quis, até que num dos intervalos de descanso fui para a beira da cama e agarrando firme seu bundão comecei a dominar a situação com leves estocadas. Melissa ameaçava querer rebolar, porém se eu deixasse não conseguiria mais me controlar. Acabei ficando de pé, com ela agarrada firme no meu pescoço. De pé fui estocando meu cacete na professora que gemia sem parar. Nossos corpos molhados de suor não sinalizavam para nenhuma trégua e sim muito tesão que ainda viria pela frente. Sentei na beira da cama novamente e deixei-a cavalgando no seu ritmo agora bem mais lento. Introduzi um dedo (molhado na sua boceta) na entrada do cuzinho e conforme Melissa cavalgava meu dedo avançava poucos centímetros. No momento que sentia algum desconforto, ela parava de cavalgar, dava uma rebolada bem sacana arrombando seu cuzinho aos poucos até não perceber mais que todo o dedo já se encontrava dentro dela. A cavalgava recomeçou, e agora sua boceta castigava meu caralho e meu dedo indicador, o cuzinho dela. O ritmo era ditado por ela, e como aumentava consideravelmente era sinal que estava adorando tudo aquilo. De vez em quando ficava de pé e metia fortes estocadas, depois sentava novamente e com o dedo no inicio do cuzinho esperava por suas cavalgadas preenchendo assim seus dois buraquinhos. Coloquei-a deitada numa bancada de mármore que servia como mesa, onde com as pernas bem abertas podia contemplar meu cacete invadindo sua bocetinha e seus peitos balançando sem parar. Com um pouco de KY, lubrifiquei seu cuzinho para provocá-la mais um pouco. Coloquei a cabeça do meu pauzão na entrada daquele cuzinho que piscava sem parar, rompendo o anelzinho e suas pregas, invadindo aos poucos enquanto Melissa se masturbava sem parar. Os gemidos faziam meu tesão ir as alturas e meu cacete cada vez mais fundo naquele cuzinho lubrificado e bem apertadinho. Comi deliciosamente seu cuzinho e quando não agüentei mais despejei meu leite quentinho em sua barriguinha. Melissa apenas lamentou: que desperdício... Molhou o dedo no leitinho e levou a boca com cara de sapeca. Elogiei sua performance e comentei que adoro mulheres que possuem livre iniciativa e que conseguem me surpreender. Adoro realizar fantasias sexuais, porém quando partem de uma mulher, é muito excitante. Melissa além de gostosa era desinibida e criativa. Fiquei louco por ela. Tomamos uma ducha deliciosa e depois acabei indo na sacada do apto. para atender o celular e quando desliguei, Melissa estava cochilando, nuazinha, exibindo seu maravilhoso bundão. Fui a cozinha buscar um pouco de chantilly para passar naquele corpão bronzeado fazendo com que ela despertasse na hora. Minha professora posicionou-se de quatro e me deixou que a decorasse a vontade. O chantilly cobriu uma parte das costas, seu cuzinho e também a bocetinha. Minha musa adorou quando comecei a limpá-la com a língua, deixando-a bastante excitada. Fui limpando sua bocetinha e logo o gozo se misturou ao creme. Seu cuzinho recebeu o mesmo tratamento e os gemidos aumentavam quando minha língua tocava o anelzinho de seu rabinho. De quatro meu cacete invadiu mais uma vez aquela bocetinha apetitosa e Melissa sentiu as fortes estocadas aumentando cada vez mais. Segurando firme sua cintura pude penetrá-la com vontade dando leves palmadas em sua bunda gostosa. A medida que o tesão foi tomando conta dela, minha professora rebolava freneticamente encaixando meu caralho na bocetinha ensopada. Puxando com força seus longos cabelos negros ela urrava de prazer, e quando anunciou que iria gozar, aproveitei para gozar também, uma vez que já estava me segurando há algum tempo. Gozamos juntos deixando cair meu corpo suado sobre o dela. Melissa ficou mais 5 dias na cidade, e transamos todos os dias. Depois dessa primeira noite ela notou o quanto adoro sexo e o quanto ficou a vontade comigo. Nas noites seguintes, Melissa fez inúmeras surpresas para me agradar. Uma delas foi vestir uma saia branca e uma blusinha transparente com lingerie igualmente branca fingindo ser médica e dizendo que cuidaria de mim a noite toda. Como eu estava "muito doente" e mal podia me mexer, minha médica se aproveitou de mim. Tirou minha cueca e chupou meu caralho com maestria. Para me provocar, afastou a calcinha branca para o lado e se agachou sobre o meu rosto. A medida que ia baixando, meu rosto ficava encoberto pela saia deixando sua boceta ao alcance da minha habilidosa língua. À medida que chupava, o leitinho dela começou a pingar sinalizando que seu tesão estava no máximo. Melissa esfregava sua boceta em meu rosto no que eu aproveitava para sugar seu gozo. Quando minha professorinha gritou que não agüentava mais, ainda de roupa e apenas com sua calcinha afastada, sentou com cuidado no meu caralho, de costas para mim, me deixando com uma visão privilegiada. A cavalgada iniciou timidamente, porém em poucos instantes já havia gozado, e continuou com a cavalgada que foi aumentando fazendo sua bocetinha abrigar todo meu caralho. Quando começou a rebolar, enfiei um dedo em seu cuzinho deixando-a louquinha. Depois de algumas gozadas, Melissa deitou-se de lado sinalizando em qual posição queria levar ferro. Primeiramente penetrei sua boceta segurando firme sua coxa torneada. Meti com força em rápidas estocadas, pois estava louco para gozar, porém minha amante pediu para comer seu cuzinho, e mantendo a mesma posição troquei de buraquinho e com muito cuidado invadi seu rabinho. Quanto mais profundo meu caralho ia mais ela se masturbava, e eu aproveitava para sussurrar ao pé do ouvido o quando ela estava apetitosa. Inundei aquele rabo com meu leite quente arrancando urros de prazer. Logicamente que com esse tratamento melhorei rapidamente. Tirei toda sua roupa sexy deixando-a só de calcinha. Ficamos nos amassando durante algum tempo. Fui ao frigobar buscar uma champagne e quando voltei, ela estava de quatro só me esperando. Resolvi enfiar meu caralho numa só estocada, fazendo Melissa gemer como uma putinha. Pressionou seu corpo para trás indicando para fodê-la sem dó nem piedade. Derramei uma garrafa inteira de champagne em cima dela e aumentei as estocadas. Na posição de frango assado pude penetrá-la com vontade e quando senti que o gozo estava próximo consegui sair para gozar dentro em sua boquinha. Melissa adorou e engoliu tudinho com cara de safadinha. Foi uma noite de muito sexo, dormindo poucas horas onde transamos até o sol nascer. Nas noites seguintes sempre havia alguma novidade em nossas sessões de sexo, que terminava em múltiplos orgasmos e muito carinho. Os demais dias desta aventura prometo relatar em breve. Você garota que gostou da minha transa e queira trocar algumas sacanagens ou uma aventura para colocarmos aqui, me escreva... Estou aguardando seu email...

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


2177 - DOIS MACHOS E UMA FÊMEA - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 2
2189 - SURUBA COM A NAMORADA DO AMIGO - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 1
2212 - TRANSA ARDENTE COM MULHER CASADA - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
2846 - MÉNAGE COM AS UNIVERSITÁRIAS DO SEXO - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 1
2847 - FESTA DE ANIVERSARIO ANAL COM SURUBA SURPRESA - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 1
2924 - AS AMIGUINHAS GOSTOSAS DA MINHA NAMORADA - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 1
3031 - FESTA PRIVÊ COM A ESCRAVA DO SEXO - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico rocco brasileiro

Nome do conto:
PROFESSORA GOSTOSA ALEGRA MINHAS FÉRIAS

Codigo do conto:
2702

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
14/07/2004

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


Armando a saia da empregadinha e metendotirando o cabaco da prima de dez anos no conto eróticomulher massageando a bundinha Pintadinha com a calcinha fio-dentalconto erótico chupa grelocantoerotico belinhasiririca ba amigas contogibis pornovale tudo com a sogra conto pornoContos eroticos dei a buceta para um pêao de obrahomem fode a anã carceleiracontos eroticos gay eu e meu amigo dormimos peladoscontos eroticos podolatria chupando pes de casada debaixo da mesadesenhos fazendo sexoMassagem masculino contossexo com putona de fio dental com argolas na orelhaconto erotico fodendo carioquinhaconto erotico dedo no grelonegras casadas traindo contoscantos eroticos so casado mais dou meu cuzaomundo erotico contoshq porno negrosnegão do pau enorme invade a casa da vizinha e comi ela na toraconto porno vendi minha mulherXVídeos pegando as menininhas as rebarbascontos eroticos irmao safadocontos eróticos de novinhas sendo arombadascontos porno viagem de navioa novia.deu p titio gozadento delaFotos em quadrinhos de homem gozando na buceta da orcscontos eroticos/tetas grandessedutoras e marrentas parte 4 contos eroticosporno incesto. Me chantagearo tomei no cú por usar minha calcinha curtapornô pai e filho em quadrinhosbati punheta pro meu filho contos eroticoscavalo goza dentro de mulherConto erótico gay amor a primeira vistacontos de putaria sou safada minha amiga que me ajudar fazer um dp com negrosesposa safsda me fes uma surpresa contoscontos eroticos sou mulher e transei com minha sograconto erotico com amigo do meu tiocontos eroticos gays,meu tio me fez mulhersinha gratiscontos comi minha filha de menocontos erotico das gostosonas e perigosas.Bundao conto eroticomaegravidafilhocontocine prive na band vizinho transa com vizinho corno porno brasil videosdesenhos de pornoquadrinhos cu invocanteconto erotico safada provocadoraconto erotico a menina crente classicothiagoonoivocontoseroticodas meninasdom-cuervo@gmail.com contos eroticos sexo anal com vizinjo bemContos eroticos dei no portãocontoeroticoburrocontos eroticos travesti como me transformei numa meninacontos eroticos curiosas lllperdi as preguinhas do cu quando era pequenacontos pornor lebian incestuosoConto erotico virando gay cem quere e a força e chencoxadas no desfile 7 de setembroconto erótico sozinha com papaiconhecendo senhora conto eroticocontos de gay dando caronaano fazendo sexo com neta .sexo quenteConto eroticos papakucontos erotico presente. para esposagay recepcionista do hotel contosxvideocontoseroticosgayscontos dois montadores cuzinhocontoporno enfiei bananacontos eroticos de muleque dando o cumulher desmaiada engatada zoofiliaconto erotico buseta azeda