Minha filha também sentia tesão por mim.

Click to this video!


Eu ficava puto da vida quando via minha filha Débora vestindo roupas muito provocantes: saias muito curtas, calças de tecido fino colante no corpo e blusas muito decotada mostrando mais da metade dos seus volumosos seios. Várias vezes tentei proibir Débora, mas minha mulher a apoiava dizendo que não tinha nada de mal ela na sua idade se vestir daquele jeito. Débora nos seus 18 anos tinha um corpo de fazer inveja a muitas meninas e mulheres: 1,65 m.; 53 kgs; coxas grossas; cintura fina; bumbum cheio, durinho e exageradamente redondinho... O problema que ela sabia que era gostosa e fazia questão de se exibir pra todo mundo. Numa das saídas de Débora pra alguma festinha, novamente fui reclamar da saia muito curta e minha mulher mesmo na frente dela:
- Larga desse ciúme todo Nestor; você precisa confiar mais na sua filha!
Só aí é que fui dar conta que realmente eu estava tendo ciúmes da minha filha. Meu receio era de algum namoradinho não resistir tamanha tentação que era Débora e convencê-la a se entregar pra ele. Nesse mesmo dia, deitado tentei com muito jeitinho falar com minha esposa sobre meu receio de Débora acabar se entregando pra algum namoradinho e ela rindo:
- Que mundo você vive Nestor? Qual o problema se ela resolver fazer sexo? Não se preocupe que eu já conversei com ela sobre esse assunto.
- Mas ela ainda não está na idade, mulher!...
Ela sempre rindo:
- Claro que está... Hoje em dia isso é muito normal.
Eu não era assim tão fora de época; mas o problema era que eu não queria admitir que minha filha já pudesse estar transando... De repente fiquei todo arrepiado:
- Será que ela já fez alguma besteira?
Minha mulher ao invés de me desencucar, botou mais lenha na fogueira:
- Tô desconfiada que ela já fez sim!...
Aí fodeu tudo... Assim que fechei os olhos pra tentar dormir, veio a imagem na minha mente da Débora peladinha numa cama de pernas abertas e uma figura desconhecida com um pinto duro tentando enfiar na sua bucetinha. Mas, o mais estranho foi o sonho que tive... Débora peladinha de quatro com sua maravilhosa bundinha virada pra mim, e eu vindo com meu pau duro tentando comer seu cuzinho. Acordei de repente com o pau muito duro e fiquei chateado de ter meu sonho interrompido... Pelo menos daquele sonho eu queria ter ido até o fim e enrabado minha filhinha gostosa. Estranhamente passei, vendo Débora dentro de casa de shortinhos indecentes e até de minissaias mostrando a calcinha, a ficar de pau duro imaginando como ela seria peladinha... Não era nada difícil imaginar. Num domingo em que minha esposa saiu cedo pra igreja, estava na sala assistindo TV ainda só com o short do pijama quando vi Débora saindo do seu quarto usando somente com uma camiseta curta aparecendo praticamente toda sua calcinha. Novamente comecei a minha imaginação dela peladinha e não demorou pra aparecer um enorme volume no meu short do pijama. Vi que ela foi ao banheiro, depois até a cozinha, e quando ela voltava e eu vendo que ela vinha pra sala fiquei procurando alguma almofada pra tentar esconder o volume do meu pau duro... Mas não tinha nenhuma ao alcance das minhas mãos. Mas também, nunca que eu ia imaginar que minha filhinha pudesse ser tão desinibida a ponto de chegar perto de mim daquele jeito. A opção que tive foi de deixar um dos meus braços caído entre minhas pernas na tentativa de esconder um pouco... Meu coração disparou quando ela veio sentando no meu colo (tive que tirar o braço) e me abraçando me deu um beijo:
- Bom dia paizinho!...
Eu não tinha saída, e era lógico que Débora ia logo sentir algo duro debaixo da sua bunda:
- Bom dia filha; está tudo bem?
Ela se ajeitou melhor no meu colo: meu pau que estava sob suas coxas, passou a ficar bem debaixo da sua bundinha:
- Tá sim paizinho; é que ainda estou com sono!
Ela se recostou no meu corpo colocando sua cabeça no meu ombro e ficou com uma das suas mãos brincando com os cabelos do meu peito. A merda, é que eu não conseguia nem evitar do meu pau ficar pulsando e cutucando sua bundinha:
- Volta então pra cama filha!
- Deixa eu ficar mais um pouco no seu colo, deixa!
Meu Deus!... Aquela situação estava me deixando um pouco nervoso. Passados alguns minutos com Débora no meu colo, e analisando de que era impossível ela não ter percebido que eu estava de pau duro, resolvi ficar um pouco mais relaxado e aproveitar daquele contato. Levei minha mão numa das suas coxas e comecei a fazer carinho... Fingindo distração, subi minha mão e deixei meu dedão encostar na calcinha bem onde estava sua xoxota. Débora continuou fazendo carinhos nos pêlos do meu peito e eu resolvi encostar novamente meu dedão com mais pressão na sua calcinha. Débora chegando o corpo pra frente pra olhar direto no meu rosto; e sorrindo:
- Pai???!!! Você está percebendo o que está fazendo?
- O que foi filha?...
- Você está encostando o dedo na minha calcinha.
- Perdão... Realmente eu não estava percebendo!
Ela segurando meu rosto e me dando um beijo:
- Hihihihi... Está tudo bem pai; encostar só na calcinha não tem problema, não é?
- Também acho que não filha!...
Ela voltou com a cabeça pro meu ombro e eu descaradamente fiquei passando o dedo sobre a calcinha bem onde estava a racha da sua bucetinha. Eu passando o dedo veio a pergunta:
- Você tem mesmo ciúmes de mim, paizinho?
- Só um pouquinho!...
Sentindo que sua calcinha já estava ficando úmida, cheguei-a um pouco pro lado e passei a passar o dedo direto da bucetinha da minha filha... Débora só voltou a se manifestar, quando tentei enfiar o dedo; ela apertando minha mão com as coxas:
- Enfiar não pode paizinho; só carinho!...
Achei que fosse por ela ainda ser virgem. Mais alguns minutos passando o dedo até onde era o seu grelinho, Débora passou a gemer cada vez mais alto:
- Hummmm! Hummmmm! Mais rápido paizinho; mais rápido!... Ohhh! Ooooh!
Acelerei meu dedo:
- Isso filhinha; goza! Goza bem gostoso!...
- Tô quase paizinho; tôôôô quaaaaaaase!... Aaaahhhh! Aaaahhhhhhh!!!!!!!
Inesperadamente, Débora me deu um beijo e levantando do meu colo:
- Nossa paizinho; você foi demais!...
Fiquei ali de pau duro vendo aquela menina sapeca ir pro seu quarto. Pensei em até ir lá, mas achei que não devia por não saber também o que eu ia fazer... Fazer o que eu tinha vontade achava que ia ser impossível. Vinte minutos depois, Débora saiu do quarto vestida, me deu outro beijo dizendo que estava indo pra casa de uma amiga. Eu e minha esposa, em relação a sexo, já não tínhamos mais aquele ímpeto de quando éramos mais novos. Mas naquele dia, ela chegou da igreja e foi pra cozinha começar o almoço. Eu ainda louco de tesão por causa da minha filha, me aproximei da minha mulher e passando a mão na sua bunda fui levantando seu vestido:
- Que isso homem; o que está fazendo?
- Quietinha mulher!...
Fui tirando sua calcinha:
- Ficou maluco, é?
Ela sabia exatamente o que eu ia fazer e ficou segurando seu vestido na altura da cintura e arqueou um pouco o corpo sobre a pia enquanto que eu esfregava meu pau na sua buceta... Sentindo que sua buceta já estava no ponto, enterrei até o talo e agarrando-a pela cintura comecei a socar forte que minha virilha afundava suas nádegas... Fechei os olhos imaginando que quem estava ali na minha frente era minha filha. Quando senti que ela estava tendo um orgasmo, passei também a gozar; sem parar de socar. Passados uns três dias, minha mulher foi dormir mais cedo e eu resolvi ir até o quarto da Débora. Ela lia um livro e colocando-o de lado sorriu pra mim, perguntando:
- E a mãe; está dormindo?
Sentei na cama ao seu lado:
- Está sim; por quê?
Sua resposta foi com um novo sorriso:
- É que eu estou pelada!...
- Não acredito; posso ver?
Débora só descobriu seus lindos seios e o restante deixou eu terminar de tirar. Puta que pariu; o corpo da minha filha era muito mais bonito do que na minha imaginação. Apalpei seus dois peitos e não resistindo me reclinei pra dar uma chupada naquele biquinho pontudo e durinho levando minha mão pra sua bucetinha... Senti a mão da danadinha segurando minha piroca por cima do short:
- Deixa eu ver como ele é pai?
Era uma loucura o que eu estava fazendo, mas o animal macho que existia dentro de mim foi me fazendo prosseguir... Fiz meu pau duro sair de dentro do short e ficar exposto pra minha filhinha ver. Ela arregalando os olhos e voltando com a mão pra segurar meus 20 cms com uns quase 6 cms de diâmetro:
- Nossa pai, o seu é enorme!
Quando ela falou “o seu”, fiquei encucado achando que ela devia estar comparando com algum outro que ela já tinha visto... Mas estava tão gostoso aquele contato da sua mão na minha pica e a minha na sua xoxotinha que achei melhor não falar nada. Acho que tivemos uma puta sorte quando deu pra ouvirmos o barulho da descarga lá do banheiro sendo acionada... Guardei rapidamente minha piroca e Débora cobriu seu corpo com o lençol. Não demorou nem um minuto pra minha esposa abrir a porta do quarto:
- Ah bom; tá conversando com a Débora, né?
- Já estou indo pra cama meu amor; só mais alguns minutos!
Débora riu baixinho:
- Quase, hein pai?
- Temos que tomar mais cuidado com sua mãe; ok?
No domingo, enquanto minha esposa andava pra lá e pra cá antes de sair pra ir à igreja, vi Débora saindo do seu quarto por duas vezes pra ir ao banheiro e voltar pro seu quarto. Minha esposa saiu e eu fiquei na janela até vê-la dobrar a esquina... Tranquei tudo; inclusive passei o trinco na porta da sala (seguro morreu de velho), e fui rapidamente pro quarto da Débora:
- Ela já foi?
- Já filha!
Débora de camisola, enfiei minhas mãos e fui tirando sua calcinha. Depois, ela sentou na cama e eu tirei sua camisola deixando-a peladinha. Pedi pra que ela ficasse de pé sobre a cama pra eu vê-la melhor... Era realmente um piteuzinho minha filha; quando ela virou seu bumbum quase tive uma parada cardíaca... Era uma bundinha simplesmente espetacular. Ela voltando a deitar enquanto eu continuava sentado na beirada da cama:
- Deixa eu ver ele de novo paizinho?
- Posso ficar pelado também; você quer?
- Eu quero; eu quero!!!
Débora ficou de joelhos na cama vendo tirar minha camiseta, minha bermuda e minha cueca... Ela novamente rindo:
- Kakakakaka!... O seu é grandão pra caramba!
Fui deitando e me ajeitando do lado dela aproveitando a oportunidade:
- Como sabe que meu pinto é grande; você já viu algum outro?
Percebendo que ela ficou toda sem jeito, fui fazendo carinhos nos seus peitinhos e dando beijos no rosto:
- Calma filha; tudo bem se você não quiser me contar!
Sem mais nem menos, ela levando a mão pra segurar minha pica:
- Não tô namorando não pai; faz mais de um mês que eu terminei!
Eu chupando seus peitinhos logo percebi onde ela estava querendo chegar:
- Foi o pinto dele que você também já viu?
- Foi sim paizinho; mas não briga comigo não!!
Eu já estava colocando a mão na sua bucetinha e resolvi perguntar:
- E você transou com ele, não foi?
Ela levou quase um minuto pra responder:
- Transei sim paizinho; mas só foi três vezes e todas com camisinha!
Se fosse em outra circunstância eu simplesmente teria explodido de ódio; mas ali naquele momento fiquei até feliz por ela não ser mais virgem... Fui enfiando o dedo na sua bucetinha e ela deixando:
- Então você não é mais virgem?
- Não; não sou não!...
Ela segurando firme minha pica puxou meu rosto que estava nos seus peitinhos com sua outra mão pra que eu olhasse pra ela:
- Enfia ele na minha xoxota paizinho; enfia!
- Você quer isso filha?
- Quero sim paizinho; vivo sonhando com isso!
Passou a ser algo praticamente incontrolável, Débora deitada abriu as pernas dobrando pra cima seus joelhos e eu fui procurando a melhor posição pra comer aquela linda e maravilhosa bucetinha... Tive que fazer um pouco de força pra conseguir enfiar a cabeça e mais alguns centímetros... Débora fechando os olhos e fazendo careta:
- Puuuuuta merda; como é groooosssssso!!!...
Parei só com a metade da minha pica dentro e ela abrindo os olhos:
- Uuuuufa! Acho que agora eu aguento o resto!
Fui empurrando o resto e ela gemendo:
- Isso paizinho, enfia tudo; tuuuuuudo... Aaaaahhhh! Aaaaahhhh!
Era inacreditável que eu estava ali socando minha pica na bucetinha apertada da minha filha... Não senti nenhum arrependimento por ver que era isso que ela queria e estava gemendo com um baita sorriso no rosto. Débora com suas pernas travadas na minha cintura começou a gritar e a jogar sua cabeça de um lado pro outro:
- Tô gooooozando pai; mais! Maaaiiiis!...
Tirei minha pica e mirando na sua barriga fui gozando enquanto ela ria vendo meu pau cuspir jatos e mais jatos de porra. No domingo seguinte, primeiro chupei bastante sua bucetinha pra depois fuder gostoso até ela gozar pela segunda vez. No terceiro domingo foi ela que me surpreendeu ao dar algumas chupadas na minha piroca antes de meter na sua bucetinha. Um mês depois, consegui realizar meu sonho de meter naquela maravilhosa bundinha... Débora adorou tomar no cuzinho, que por um bom tempo tive que comer muito mais sua bundinha do que sua xoxota.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario c1

c1 Comentou em 21/08/2014

D+.

foto perfil usuario louise

louise Comentou em 11/09/2013

Adorei.

foto perfil usuario tiozinho63

tiozinho63 Comentou em 07/07/2013

eita filhinha linda

foto perfil usuario notório

notório Comentou em 18/05/2013

Brilhante conto e pro ser um incesto entre pai e filha merece nota 1000 !!!!

foto perfil usuario

Comentou em 07/03/2013

escritor nato hein votei

foto perfil usuario fodo muito bem

fodo muito bem Comentou em 01/03/2013

muito excitante, gostei..

foto perfil usuario sogro atencioso

sogro atencioso Comentou em 15/02/2013

Espetacular...temos algo em comum!!!

foto perfil usuario incesteiro

incesteiro Comentou em 15/02/2013

excelente conto...

foto perfil usuario c1

c1 Comentou em 14/02/2013

MUITO BOM GAROTO,D+.

foto perfil usuario pueteiro

pueteiro Comentou em 14/02/2013

parabéns não tem como não ter uma ereção, Deus abençoe

foto perfil usuario

Comentou em 14/02/2013

SHOW O SEU RELATO

foto perfil usuario

Comentou em 14/02/2013

Ótimo conto, amigo, mas vc pegou pesado, não?




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


14516 - Comendo a nora safadinha. - Categoria: Incesto - Votos: 61
15148 - Cunhada amante... - Categoria: Incesto - Votos: 26
15811 - Mulheres, filha e biquinis... Muita tentação. - Categoria: Incesto - Votos: 61
16630 - Eu e meu primo dando pro tio Borges. - Categoria: Incesto - Votos: 29
16762 - Travesti, sou feliz graças ao meu pai. - Categoria: Travesti - Votos: 35
17009 - Uma filha bastante liberal. - Categoria: Incesto - Votos: 49
17110 - MINHA MULHER TREPA E DEPOIS ME CONTA. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
17236 - Sou pai solteiro. - Categoria: Incesto - Votos: 34
17371 - Minha filha é igual a mãe...Também gosta de mulher - Categoria: Incesto - Votos: 31
17610 - Com meu professor, e depois com meu motorista, - Categoria: Gays - Votos: 18
17909 - Ninguem desconfia que dou a bunda. - Categoria: Gays - Votos: 20
17999 - Minha sobrinha é um furacão. - Categoria: Incesto - Votos: 19
18372 - Dando casa, comida e cama pra minha sobrinha. - Categoria: Incesto - Votos: 26
18590 - Milena... Minhas filha gordinha e gostosa. - Categoria: Incesto - Votos: 42
19568 - Amizade com o coroa vizinho. - Categoria: Gays - Votos: 21
19856 - Minha filha mais nova. - Categoria: Incesto - Votos: 36
20124 - Cunhadinha - A Bela Adormecida. - Categoria: Incesto - Votos: 22
20681 - Virei corno e viado no hotel fazenda. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 45
21434 - Dei até banho na minha mãe. - Categoria: Incesto - Votos: 60
22084 - Emprestando até a mulher pro patrão. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 52
23359 - Três homens e um destino - O início. - Categoria: Gays - Votos: 20
25816 - Cuidando da irmã. - Categoria: Incesto - Votos: 68
27039 - Minha vida secreta. - Categoria: Gays - Votos: 14
29406 - A FILHINHA DO PAPAI. - Categoria: Incesto - Votos: 68
31069 - Descobrindo a irmãzinha safada. - Categoria: Incesto - Votos: 36
31729 - Não resisti ao ver minha netinha pelada. - Categoria: Incesto - Votos: 41
33646 - Fui a mulherzinha do meu irmão. - Categoria: Gays - Votos: 48
33860 - Síndrome do "sono profundo". - Categoria: Incesto - Votos: 43
36135 - Duas xoxotinhas caseiras. - Categoria: Incesto - Votos: 21
36679 - Um amigo, um vizinho e um padre. - Categoria: Gays - Votos: 14
37075 - Depois de aposentado, peguei minha sobrinha. - Categoria: Incesto - Votos: 24
39726 - A melhor amante... Minha própria filha. - Categoria: Incesto - Votos: 39
40252 - Comendo a cunhadinha e também sendo corno? - Categoria: Incesto - Votos: 17
41866 - Minha família é do caralho... - Categoria: Incesto - Votos: 45
44187 - Minha mãe é uma deliciosa putinha. - Categoria: Incesto - Votos: 35
46486 - Iniciado pelo professor. - Categoria: Gays - Votos: 13
47050 - Filha casada precisando de um macho. - Categoria: Incesto - Votos: 65
47720 - Sou meio viado só pro meu pai. - Categoria: Incesto - Votos: 54
49856 - Meu padrasto me comeu gostoso. - Categoria: Gays - Votos: 32
51591 - Ganhei o cabacinho da minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 64
52248 - Comenda a tia Julia. - Categoria: Incesto - Votos: 20
57274 - Dei pro tio João. - Categoria: Gays - Votos: 19
58242 - Tudo muito rápido... Meu padrasto me fodeu. - Categoria: Incesto - Votos: 11
58782 - A prostituta do filho. - Categoria: Incesto - Votos: 37
62276 - Engravidando a própria filha. - Categoria: Incesto - Votos: 24
63422 - Os três amigos. - Categoria: Gays - Votos: 23
65714 - Sou casado, viado e corno. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 44
70597 - O delegado e suas duas filhas. - Categoria: Incesto - Votos: 25
71600 - Filha fogosa. - Categoria: Incesto - Votos: 49
72755 - APRENDI SER CORNO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
74553 - Na sauna com papai. - Categoria: Incesto - Votos: 35
75127 - Minha vida de universitário. - Categoria: Gays - Votos: 9
75343 - Irmã de bunda gostosa. - Categoria: Incesto - Votos: 56
75802 - Carnaval com minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 53
77035 - Ganhei uma nova família. - Categoria: Incesto - Votos: 40
82468 - Substituindo o consolo de borracha da filha. - Categoria: Incesto - Votos: 42
84159 - Mesmo sendo casado, ainda gosto de uma pica dura. - Categoria: Gays - Votos: 14
84588 - Minha filha, minha paixão. - Categoria: Incesto - Votos: 30
86699 - Minha filha: casada e carente. - Categoria: Incesto - Votos: 24
88391 - Chamais imaginei transar com a minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 27
88445 - Minha mãe é muito gostoza. - Categoria: Incesto - Votos: 40
88488 - Além de ser corno, também gosto de dar... - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
88699 - INCESTO GOSTOSO, COM MEU PAI E MINHA IRMÃ. - Categoria: Incesto - Votos: 16
90332 - Minha filha e sua amiga. - Categoria: Incesto - Votos: 32
91248 - Minha filha é muito putinha. - Categoria: Incesto - Votos: 33
92048 - Meu pai descobriu que eu dava a bunda. - Categoria: Gays - Votos: 38
92293 - Eu e meu amigo Cristiano. - Categoria: Gays - Votos: 24
93154 - Voltando aos velhos tempos. - Categoria: Gays - Votos: 8
93521 - Minha primeira boceta foi a da minha mãe. - Categoria: Incesto - Votos: 33
95122 - MInha filha, minha mulher... - Categoria: Incesto - Votos: 23
97972 - Tentei evitar, mas acabei comendo minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 23
98776 - Não resisti minha irmã boazuda. - Categoria: Incesto - Votos: 29
98977 - Engravidei tia Dalva. - Categoria: Incesto - Votos: 22
100001 - Eu e minha sogra... Minha esposa não pode nem desconfiar. - Categoria: Incesto - Votos: 35
102107 - Trepo com minha filha e também com minha ex-esposa. - Categoria: Incesto - Votos: 33
102365 - FIQUEI LOUCO PELA BUNDINHA GRANDE DA MINHA FILHA. - Categoria: Incesto - Votos: 34
102888 - Eu e minha mãe... Acabou acontecendo. - Categoria: Incesto - Votos: 31
103717 - Minha filha provocou, até acontecer... - Categoria: Incesto - Votos: 27
104125 - Minha filha Rosa veio morar comigo. - Categoria: Incesto - Votos: 29
105245 - NORA BONITINHA E ORDINÁRIA... - Categoria: Incesto - Votos: 31
105519 - Corneando meu filho, com minha nora árabe... - Categoria: Traição/Corno - Votos: 27
105577 - Descobri que minha filha é sapatão... - Categoria: Incesto - Votos: 38
105871 - MEU TIO JORGE. - Categoria: Travesti - Votos: 23
106902 - Minha filha fazendo cursinho pré-vestibular. - Categoria: Incesto - Votos: 24
108753 - Espiando minha filha tomando banho peladinha. - Categoria: Incesto - Votos: 34
109836 - DIVIDINDO A NAMORADA COM O AMIGO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30

Ficha do conto

Foto Perfil andre.lino
andrelino

Nome do conto:
Minha filha também sentia tesão por mim.

Codigo do conto:
25865

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
12/02/2013

Quant.de Votos:
27

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


dotoado furou minha xana conto eroticoconto da casada que deu para o pauzudo sofreu muitoultimos contos sadoMinha cunhada chifra meu irmão e me ensinou a ser putacontos heroticos cornos inversão de papéis explícitoporno quadrinho familia e assim parte 3minha namorada me traio com meu tiomeu marido não da conta do meu fogo quadrinho gay: o jardineiro gayinquilina e proprietario sexocontos eroticos com mendigos dotadosenteadacontoeroticocontos eroticos do meu filho dotado me comendoegua buceta piscandocasada que fes zoofilia pela primera vesconto erotico de novinhoconto erótico leite quenteputinha bundinhaconto estuprada por um pauzudocontos veridico minha mulher trepando com um caminhoneiro bem dotadoa filhinha do papai contosconto de cunhada peladinha no banheirocontos eroticos mulher casada transa com velho de 60anosconto erotico estuprando a amante da mulher violenciamandei meu irmao novinho chupa meu cucontos erotico minha cunhada me viu mijano no matoCamila minha enteada com a b********minha esposaxvquadrinho erotico DBZ hentainovinho chupando um pau com nariz fechado sexo gay agressivo contos eroticos gay chupador de cucontos eroticos dopando cunhada virgem pra meter no cu delacontoeroticodfconto erotico meu marido me comeu do lado do meu filho dormindocontos heroticp minha levava os homen para lhe fudera fazer sexo com a sogra de 36 anos viuva a forca na camaQuadrinhos eroticos ay papiconto erotico orgiaentiadacontoeroticoconto ajudando meu paiconto de casada tesudaGugamrapgulusinha sorridende videoconto buceta filhaConto erótico gay grupal de meninoshistorinhas eroticas hentai em quadrinhos 2017 de estuprado pelo padre violentamenteconto erotico com neguinha da rocaContos erotico Dominador possessivo contos eróticovi meu concunhado quase matando minha cunhada com uma rola enormecontos eroticos guardetes noturna trepandomulher gozando no casete do maridoComi.a cunhada na marra contosQuadrinhos eroticos estrupada por animaisminha esposa arrumou macho chegou mandando em tudo contosQuadrinhos porno engravidando mae 2Conto erotico de garçom do jebao e meninacomtos erotico da novinha deu ocu proconto erotico gay pai também não resistiu ao filho safadinhofilha e nora putas cu pequenokelly e jenny porno parte 3sapecacontoseroticosconto erótico dona de casa sozinha Conto erótico esposa com consolonetinha pedi pro avo colocar soa cabecinha pornovelhas e novinho contos erótico,contos eróticos ladrão entraram na casa e mandaram ficar todos peladoscache:96w4Biafn4wJ:mozto.ru/fogoma conto erotico hoje voce vai ser meuminha filha nao passa de uma cadela contos insestoclitorio grande n cio t meladndo d tesaoconto porno roludocontos eroticos de casais liberais em gostoso menage com cacetudobucetaon vermelho molhado escorrendo comsexo gay piratascora rabuda fodendo na marra no pressidiochupançastransei com pica gostoso do meu aluno deliciaconto erotico fui na casa da minha sogra e so ta minha cunhadinhameu marido dormiu e o meu padrasto socou pau na minha buceta. conto eróticoultimos contos sadoQuadrinhos incesto mãe real gostosacontos eroticos funk pesadao