Eu e minha irmã...

Click to this video!


Ainda hoje, aos 32 anos, casado e tudo mais, lembro de minha pré-adolescência e como foi marcada sexualmente falando. Eu tinha meus poucos anos e vivia alugando filmes pornográficos na ficha de meu tio em uma locadora onde a dona era um rolo dele. Acabei sendo muito influenciado na parte sexual por estes filmes. Junto a isso, uma de minhas duas irmãs gêmeas, que estava sempre querendo ficar gostosa e ser reparada por todos os garotos, com seus também poucos anos, começou a se aproximar mais e me perguntar do que eu gostava nas meninas. Desde que isso começou a acontecer e os assuntos eram mais picantes eu chamava ela para falarmos. Eu sempre inventava para minha mãe que eu e ela iríamos ver um filme que passaria mais tarde e ela ía para meu quarto. Minha outra irmã sempre acabava achando chato ficar até tarde acordada e ía dormir cedo. Em uma das conversas com minha irmã ela foi para meu quarto com uma camisola vermelhinha e uma calcinha muito pequena e que desaparecia na bunda. Tinha o tipo de corpo de mulher desenvolvida. Seios grandes, coxas grossas e um rabo muito grande e generoso para a idade dela. Ela chegou no quarto e me perguntou o que eu achava da roupa dela. Eu suspirei e disse: "se eu fosse o Walter eu não sairia de cima de ti" (Walter era namoradinho dela). Ela sorriu e deitou-se comigo em baixo do edredon. Eu acabei ficando de pau duro e de todas as vezes que falamos de sexo essa foi a mais excitante. Ela perguntou: "tá com o ele duro?" E eu respondi que sim. Ela pediu para ver e eu fiquei muito nervoso...meu coração disparou e tudo mais. Falei: "trancou a porta" e ela não havia trancado mas levantou-se para trancar. Olhei ela levantando e como foi saindo da cama meio que de quatro eu encherguei até as pregas do cuzinho e parte da buceta, pois a calcinha ficou meio que dividindo a bucetinha dela. Quando ela voltou veio dizendo: "tá...tira para fora que eu quero ver maninho". Tirei...ela olhou sorrindo e disse: "Nossa! como tem veias hein?..." eu sorri e disse que achava que podia ser maior (tem 15cm duro e meio grosso). Ela disse: "mas eu acho grande e grosso". Eu fiquei louco com isso e propuz que ela fizesse um favor para mim quando eu fizesse um para ela. Ela topou e perguntou: "O que tu quer?" Falei: "Adoro teu corpo todo e te acho muito gostosa mana, mas gostaria de te ver de quatro e sem calcinha. Ela fez aquela carinha que os olhos quase fecham e deu uma rizadinha me chamando de safado...foi para os pés da cama e ficou de quatro. Olhou para trás e começou a dar umas reboladinhas...eu fiquei muito louco e passei a mão...ela suspirou e disse: "ai...isso é bom...". Foi quando tirou a calcinha e empinou bem a bunda. Vi bem o cuzinho e a buceta dela com poucos pelinhos. Eu comecei a tocar meu pau e me aproximei...senti o cheiro do cuzinho com a buceta dela. Foi quando ouvimos uma porta se abrindo. Puxei logo o calção e ela se ajeitou. Abri suavemente a porta e rapidamente também. Minha mãe abriu a porta e fingimos estar vendo o filme. Era tarde e ela mandou minha irmã dormir. Eu fiquei com tanto tesão que bati uma antes de dormir. No outro dia (domingo se não me engando) fomos ao clube de piscinas aqui em porto alegre. Normalmente íamos nós três, mas minha outra irmã ficou resfriada e não foi. Na piscina vocês imaginam como fui provocado...Só não transamos porque ficaria muito na cara. A piscina estava vazia. Ficamos simulando brincadeiras em que eu jogava ela para cima, mas eu colocava as mãos na buceta e cuzinho dela...acariciando. Ela disse que iria no meu quarto denovo pela noite. Conversamos e eu falei que era uma pena não dar para transar por sermos irmãos. Ela falou sobre camisinha e que já tomava pílulas. Mas eu não achava seguro pelo risco. Daí ela tocou em meu ponto fraco. Falou que poderíamos tentar fazer anal. Eu não acreditei e disse que se enfiasse no rabo dela acabaria comendo ela toda. Pela noite ela foi denovo no meu quarto e levou com ela um preservativo. Minha mãe havia ido em uma janta na casa de alguns amigos dela. Minha outra irmã dormindo. Fechamos a porta e ela disse que não poderíamos perder tempo. Eu falei: "como quer começar..eu estou nervoso" ela disse: "eu também estou nervosa...." Deu um sorriso e veio com um shortinho e sem calcinha com um top para a cama. Tocou no meu pau e perguntou o que os homens mais gostavam que uma mulher fizesse. Eu falei que várias coisas mas que quando eu via os filmes achava o boquete e sexo anal um ponto alto nas mulheres safadas. Mas quando elas gostavam pois apenas com dor não curtia. Daí ela baixou meu calção e segurou firme. Falou:"tá saindo uma melequinha...é porra?" Eu sorri e disse que era...ela encostou a língua e falou que era amargo...eu ri denovo...mas ela não ligou e colocou a cabeça inteira na boca. Olhando para mim naquela hora foi difícil segurar o gozo...tive que afastar ela até me acostumar. Ela me chupou muito bem. Eu coloquei depois um filme para ela ver em que aparecia muitas coisas que eu curtia (óbvio..rsrs). Ela disse que já que eu não queria por enquanto enfiar na buceta dela era para eu tentar comer o cuzinho. Respirei e fiz ela ficar de quatro. Quiz fazer sem camisinha no começo. Comecei a lamber o cuzinho dela enquanto ela me chupava. Ela olhava para trás e dizia: "ai...é bom isso....se tu quiser ficar assim um tempo tá bom para mim". Daí chupei ela um tempão...adorei o cheiro e o sabor da buceta e o cú dela. Fiz ela ficar denovo de quatro...empinei a bunda dela e fiz ela baixar as costas para ficar bem aberta. Pincelei e comecei a enfiar. Senti um lance no pau que parecia estar latejando...foi entrando mas não completamente...usei um pouco os dedos...língua...foi quando forçando...forçando...a cabeça passou...ela deu uma contraída e diss:"aiiii....agora entrou...ui..." Perguntei se estava doendo muito e ela disse que um pouco. Daí fiquei imóvel mas ela dava umas forçadinhas para trás...aos poucos ficou bem fácil de tirar e colocar e em instantes eu acabei gozando e esquecendo de colocar a camisinha...eu fiquei sem reação mas com o pau dentro. Ela riu e disse que eu não precisava me preocupar pois ela tinha tomado pilula. Depois de poucos minutos eu estava de pau duro denovo. Coloquei a camisinha e como queria dar o mesmo prazer que ela havia me dado disse que eu comeria a buceta dela...ela adorou e quiz sentar. Quando ela sentou começou a mexer de um jeito que eu tinha que me concentrar muito para não gozar mesmo tendo gozado a pouco tempo. Ficamos quase uma hora brincando...eu comi ela na ponta da cama...em uma cadeira da escrivaninha...ela deixou na mesma noite eu gozar na boca dela e inclusive nesta vez tinha pouca porra acumulada rsrsrs...fizemos isso por quase 2 anos...depois acabamos fingindo que isso nem tinha acontecido...mas ainda hoje olho para ela com tesão.
Espero que tenham gostado pois foi meu primeiro conto. Valeu!
Foto 1 do Conto erotico: Eu e minha irmã...


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico du.montella

Nome do conto:
Eu e minha irmã...

Codigo do conto:
25191

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
27/01/2013

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


contos eroticos o istrutor da alta escola pauzudoconto porno mulher buceta pau 25cmMenininhas sapecas en contos reais acontecidos em 2012 gratiscontos d fiho q vai viajar e leva seu filho e fodemcomi a melhor amiga da minha mae vai mete seu puto cotos eroticocontos cdzinha e o negroContos eroticos minha mulher traz porra para mimquadradinho porno entregadorContos eroticos meu pai descobriu tudoconto erotico pastorzoofilia cadelaporno casada no onibus excitada com outro na frente do cornopeludoe pauzudo conto corno mansocontos incesto filho amante da maecontos ensesto mae rabuda provocando eu e meus amigoscontos eroticos me amarraram e comeram na obracontos eroticos de caras bêbados com garota de programaConto erotico dei para o amigo do meu pai em quadrinhoconto erotico meu filhosua mãe tem necessidade ponodoidocontos de esposa sendo judiada e/arrombadaContos gay pau pequenomtpornocomcalcinha mijada contos eroticosConto gay me levaram como forma de pagamentocontoseroticoa minha mulher me traiucom um garotocontos comi minha irma por enganoFotos de pau entradadu na bucetaconto erotico tia pousada jacuzzi pornoGugamrapnovinha na piscina conto eroticoContos de viadinho novinho c vestidinho e shortinhoA amiga da minha filha cheira minhA cueca contoeroticihem em ativo piroculdoconto erotico maninhacontos eroticos pau grande grosso oiii ta doendo irmã chorata vendo corno ele fudendo meu cudesenrolar do Boyzinhoirmãincestocontoquadrinhos pornoavos cuzudas fotosContos errotico com fotos minha tia cavalona com meu pai rroludocontos eróticos delícia ver outro homem fuder minha esposano conto erotico melho tramsa d minha vida foi com minha mae e minha tiafudendo cadela de frango assado zoofiliaConto porno putinha do velho desde de novinhacontos eróticos de traição as mulheres do pastorcontos eroticos/flagrei meu marido comendo o cu do meu/filhosó provocar amigo conto erótico cornocontos d tia emrrada por sobrinhocontos de estrupo em família comeram meu cu quando era bem novinho sofri na pica grandeconto erótico bundona carenteconto fuder cona peludacontos eroticomeu padrasto me cumeu na casa de praia na praiacontos eroticos irmao fode irmao e irma com seu cacete de 27cmescravo gay contocontos meu sobrinho e meu cuconto erotico meu filho hermafroditafui sem calcinha e meu maridomilftoonmachos saco pelancudo xvideoscatvedeocoto erotico equadrinho de mae vadiaporno entai liga da justisa gaycontos de assediosmeu sobrinho comeu minha esposaDominação Tântrica V – Transcendênciacache:LylcghEHlBUJ:mozto.ru/allessy69 tirou cabaco da enteada dormindocontos eroticos trai meu marido em casa com dois negoesmeu padrasto me assedia sexualmentecontos erotico meu pai mim fez de corno familiar 02