Minha priminha virgem, novinha e safadinha 2

Click to this video!


Os dias foram passando e sempre que tínhamos chance eu e Fabiana brincávamos como foi descrito no conto anterior, embora ainda não tivesse avançado as coisas estavam quentes e picantes entre eu e minha priminha, não era frequente mas quando tínhamos a oportunidade não desperdiçava, meus tios decidiram vender a casa na baixada e se mudaram para o Município do rio no bairro de Madureira, na casa da sogra de meu tio onde no mesmo quintal tinha a casa da sogra, da cunhada e uma outra que tava vazia e foi onde ficamos, eu já havia saído da fabrica de shampoo ha dois meses(eles não estavam pagando em dia e sempre atrasavam muito o pagamento, como tinha poucos meses de carteira pedi conta e fui procurar outro) bem já instalados eu continuei na sala, voltamos as nossas rotinas, por sorte meus primos do meio continuaram estudando na parte da manhã e Fabiana na parte da tarde, minha tia como agora estava perto da família (tios, irmãos, primos ) todos nos arredores ou próximos de Madureira sempre tava saindo com a mãe e levando a caçula com ela, e ficava eu e Fabiana em casa (maravilha) não demorou muito para conseguir trabalho agora numa rede de lanchonete famosa, no bairro de Copacabana e a noite, eu chegava em casa um bagaço e só queria dormir, mas as vezes era um pouco difícil pois Fabiana quando tinha chance de ficarmos a sós sempre me acordava para fazer algumas brincadeiras bem safadas, e passou praticamente a ditar as nossas ações, beijos chupadas em seus peitinhos e masturbar seu grelinho já não a satisfaziam ela queria mais,(na época ela começou a namorar um garoto de sua idade, mas vivia reclamando comigo que ele era muito bobinho, só ficava no beijo e abraço)srsrsrsrs.
Bem ela começou a ousar, mas, um dia quando estava dormindo acordei com um susto, algo me sufocava o rosto quando me situei vi que Fabiana estava de saia sem calcinha e posto sua xotinha peludinha em meu rosto, ela fez "xiiiiiii, tem gente no quintal não faz barulho, e chupa minha boceta".
Devo dizer que foi o melhor susto que levei na época e não deixei por menos comecei a linguar sua bocetinha e escutava seus gemidos baixinhos para não chamar atenção, quase uns 20 minutos depois só nisso a senti rebolando e aumentando o ritmo já gemendo e falando safadezas enquanto me punhetava, foi quando deitou sobre mim e me chupou pela 1ª vez não sei explicar, mas mesmo nunca tendo me chupado antes a putinha pagou um boquete muito gostoso, acho que a excitação foi tanta que ela começou a fazer coisas, mas safadas que antes não fazíamos, ela tava tão alucinada que senti seus espasmos quando gozou seu melzinho em minha boca, devo dizer que chupar uma bocetinha virgem é delicioso, e sentir seu gozo é melhor ainda .Mas isso teve um preço pois enquanto ela gozava e me chupava de um jeito selvagem eu não segurei e despejei jatos fortes de porra em sua boca, ela se engasgou e quase vomitou e me xingou " filho da puta, vc gozou na minha boca" falava cuspindo a porra com nojo, eu me desculpei e disse que não deu para segurar, ela muito safada com a boca ainda suja veio e me deu um beijo de língua melado de minha própria porra, tentei sair (mas foi um teatrinho que fiz, para ela não desconfiar que gosto dessas coisas) e por fim aceitei o beijo, ela riu e falou "agora vc tb provou porra seu viado" eu me fiz de indignado mas mal sabia ela que adorava esse tipo de sacanagem.
O tempo foi passando e ela sempre reclamava do seu namoradinho banana, rsrsrsr, e quando ficávamos sós sempre aproveitávamos a oportunidade para brincar bem gostoso, nessa vez estávamos pelados de conchinha e eu pincelando meu pau na portinha de sua xota(16cm, não é grande mas sempre foi grosso e cabeçudo como um cogumelo).
Ela endoidava forçando para trás, mas eu sempre procurava evitar, e ficamos nos beijando e mamando seus peitinhos que começavam a se desenvolver, mas, e que ainda assim cabia todo em minha boca, ela pegou minha mão e ficou massageando sua xota, eu a dedava e ela já alucinada pedia "enfia o dedo fundo" eu falava "não Fabiana eu não quero tirar seu cabaço, assim já ta bom" com raiva ela pegou sua própria mão e começo a enfiar dois dedos dentro de sua xota e me dizia "ta vendo Célio, assim não tem problema, já que vc não que meter o pau enfia os dedos assim vai" me pedia com uma voz melodiosa avida por ser possuída, eu obedeci e fiz como ela queria, isso sempre pondo meu pau no meio de suas pernas ora rocando sua bocetinha com os dedos dentro dela e ora botando pressão na entradinha de seu cu mas sem penetrar, mudamos de posição e fizemos um 69 gostoso, e pedi para gozar em sua boca e ela engolir, ela se negou de inicio, mas depois eu falei "se vc não deixar tb não vou querer que vc goze em minha boca" na hora nem precisou falar duas vezes, foi um dos boquetes mas gostosos que levei, quando ela começou a gemer e percebi que ia gozar meu tesão foi a mil e gozamos quase ao mesmo tempo, desta vez ela não deixou escapar uma gotinha de porra, abriu a boca para me mostrar, e a beijei, ela retribuiu o beijo com tesão e nos abraçamos.
Mas parecia que ela queria mais, estava com uma excitação sem tamanho, ficamos nos beijando e ela não parava de masturbar meu pau, não deu outra ele logo deu sinal de vida. Ela veio por cima e tentou sentar nele, eu me assustei com sua ousadia e rapidez com que se movimentou, quase não consegui tirar a tempo, e ela ficou muito puta comigo "porra Célio, que isso? não quer comer minha boceta? caralho eu quero dar to cheia de tesão, deixa vai?" sei que pode parecer estranho mas brincar desse jeito já tava de bom tamanho para mim, tinha medo dela perder o cabaço, engravidar, ou sei lá o que, foi um custo mas consegui convence-la, ela então abriu as pernas e sentou sobre meu pau que ficou deitado sobre minha barriga e ela ficou só no esfrega, esfrega, que tava uma delicia, ela então não satisfeita me pediu algo que não esperava, " come meu cu? já que não pode na minha boceta no cu tem problema?".
Vou dizer que ela me pegou de surpresa, mas analisei seu pedido e decidi atende-lo, ela sorriu e foi até a cozinha voltou com o pote de manteiga e disse “uma colega da escola disse que o namorado dela passava manteiga quando queria comer o cu dela, rsrsrsr vamos usar?” eu tb ri e disse “Fabiana vc ta me saindo uma vagabunda de primeira, eu to criando uma monstro” ela lambrecou meu pau e me passou o pote, eu lambuzei seu cu e comecei a penetração com meus dedos, um, dois e finalmente três, ela gemia e dizia que doía mas tava gostoso, seu buraquinho foi se alargando e ela pedindo para meter meu pau que nessa hora parecia uma rocha e chegava a doer de tão duro e vontade que tava de meter naquele cuzinho virgem, ela ficou de quatro e como um cachorro no cio fui montando nela, meu pau forçava e quando começava a entrar ela soltou um gritinho de dor com um choro fraco (vi as lagrimas saindo de seus olhos) e escapou a investida reclamando que doía muito, que seu cu tava dolorido só de começar a por a cabeça, que se sentiu sendo rasgada no meio (sei bem como é a primeira vez, senti isso tudo tb, mas o tesão de dar foi tão forte que segui em frente).
Eu tava com o pau muito duro e tinha de aliviar esse tesão, comecei a beijando, mamando seus peitinhos e depois sua bocetinha, já mas molinha e sujeita aos meus carinhos fui a colocando de quatro e a preparando “vou por devagarinho, é assim mesmo dói no inicio mas depois que entrar vc vai gostar” ela retrucou “como vc sabe? Já deu o cu por acaso?” eu bem que gostaria de ter dito que sim mas desconversei “não priminha, mas já comi e sei como é, confia no seu primo, vc não quer dar o cu? Então tem de aguentar, no inicio dói mas logo acostuma” tive de ficar mas um tempo tentando converse-la mas a dobrei, meu pau até já amolecia, a coloquei para chupar e assim que endureceu passei mas manteiga nele e em seu buraquinho, me posicionei, com uma mão tocava uma siririca nela para excita-la e com a outra mão dirigia meu pau na entradinha de seu rabinho virgem, fui forçando ela voltou a reclamar, mas agora já a dominava, segurando –a pela cintura fui entrando e a cabeça invadindo aquele orifício apertado, quente e delicioso, ela tentou sair e quando já tava na metade dei um esporro a segurando firme “cala boca putinha, agora já entrou deixa seu cu acostumar que daqui a pouco você vai pedir para socar gostoso nesse cu sua vadia” e deu certo, ela gemia e soltava algumas lagrimas, mas obedeceu, meu pau se acomodou dentro de sua bundinha e depois de um intervalo comecei a socar lentamente, seu cu foi dilatando e seu choro e gemido de dor foi dando lugar a um gemido de prazer, tive de falar para ela gemer mas baixo pois ela já tava perdendo a linha, quando começou a rebolar e a jogar a bunda para trás foi o sinal que estava esperando para bombar forte naquele cuzinho recém deflorado e ainda bem apertadinho apesar de meu pau ser cabeçudo e grosso, ela então começou a me xingar de safado, cachorro, viado, puto e outros nomes que já nem lembro direito, só sei que foi tão bom que minutos depois eu gemia junto com ela retribuindo suas palavras obscenas, ela siriricava a própria xota e senti que ela estava pronta para gozar, foi quando tb aumentei o ritmo e senti os primeiros espasmos de meu gozo surgindo, a segurei firme em sua cintura e comecei a socar tão forte que sentia sua bunda batendo em meu saco, seu cu engolia meu pau por completo e anunciei “ vou goozaaaaaar sua puta vou gooozaaar nesse cu sua vadiaaaaaaaa to gozandooooooo” foi um gozo tão forte que senti minha pernas bambas.
Quando tirei meu pau de dentro de seu cu foi que vi o estrago, sujo de sangue, merda e porra, que tb escorria de seu cu por suas pernas, e vi suas lagrimas “ te machuquei amorzinho? “ falei a abraçando enquanto deitávamos no tapete do quarto “ ai Célio ta doendo, machucou, se soubesse que era assim nem tentava” eu enxugando suas lagrimas e a beijando disse “vc que quis, não gostou não? “ ela me abraçou e disse “gostei sim, mas dói muito, vai ser sempre assim?” eu respondi “Fabiana vc é muito safada, nem acabou de perder o cabaço do cu já ta pensando como vai ser a próxima?” ela limpando o rabo com minha camisa disse “ depois que entrou e vc ficou metendo ficou muito gostoso, mesmo doendo muito, claro que vou querer de novo mas hj nem pensar, seu pau é muito grosso, puta que pariu, tu tem de dar esse cu pra ver como dói” confesso que não me contive e comecei a ri (e morri de vontade de contar que já tinha dado e gostava muito disso, mas me segurei). Depois desse dia ela me deu o cu outras vezes, mas sua insistência passou a ser para que comesse sua bucetinha, eu me vi num beco sem saída e me sentia pressionado, foi quando um tio que mora num bairro próximo me perguntou se gostaria de morar com eles ( nessa casa que era alugada era de 3 quartos, sala cozinha e banheiro ) e eu teria mas privacidade num quarto que dividiria com meu primo. Foi a solução para meus problemas, agradeci ao meu tio que havia me acolhido durante um ano em sua casa e expliquei que lá no meu outro tia teria mas espaço, ele entendeu, me despedi de todos, Fabiana não gostou e ficou sem falar comigo, mas eu entendi, depois com o tempo voltamos a nos falar, nem passara 6 meses longe e fiquei sabendo que ela tinha ficado gravida de um rapaz de 18 anos que ela namorou depois de dispensar o garoto que era seu namorado bobinho, esse rapaz nem três meses de namoro e a engravidou, bem eu acho que foi sorte não ter sucumbido ao desejo, e nova ela foi morar com ele na casa dos pais dele. Bem é isso como eu tinha dito antes eu criei um monstro de sexo deu no que deu.
Bem espero que tenham gostado e votem nele, não deixem de comentar e se puder, me add no msn e como amigo no conto erótico no meu perfil. Beijos a todos.
Foto 1 do Conto erotico: Minha priminha virgem, novinha e safadinha 2

Foto 2 do Conto erotico: Minha priminha virgem, novinha e safadinha 2

Foto 3 do Conto erotico: Minha priminha virgem, novinha e safadinha 2


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 04/06/2016

Familia tudo de bom! Quero fazer parte! Betto

foto perfil usuario fabim1970

fabim1970 Comentou em 01/10/2015

Cara. Tesão este conto. Fiquei com vontade de comer sua prima e vc tbm.

foto perfil usuario

Comentou em 15/05/2015

caramba amigo,adorei teu conto,no primeiro so votei estou fazendo o comentarios dos dois,eu tenho varios contos de incestos,eu tbm gosto de uma brincadeira com outro macho,mais adoro uma boceta e passei por isso com,irmãs,primas,sobrinhas,filhas,e tbm com os masculinos tbm,por ultimo tive meu filho de 18 que me comeu,mais ja toquei muitas punhetas vendo ele tocar nele sem ele saber na espoca.vlw

foto perfil usuario notório

notório Comentou em 02/12/2014

Realmente bom e excitante Parabéns, votado !!!

foto perfil usuario jordanel

jordanel Comentou em 14/10/2012

Eu não acho que você tenha criado um monstro. Sexo desperta em cada um de uma forma e em algumas pessoas é de forma tão intensa que é incontrolável. O que você poderia ter feito é comido ela de camisinha e instruído ela para ela não engravidar. Mulher que enfia dois dedos na boceta não tem mais cabaço

foto perfil usuario

Comentou em 13/10/2012

Muito bom, porem dê mais parágrafos e 2 enter para gerar espaço Parabéns, você é bom para descrever os fatos Recomendo o conto 18838, comente Votei




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


18600 - minha foda com meus machos parte I - Categoria: Gays - Votos: 10
18629 - minha foda com meus machos parte II - Categoria: Gays - Votos: 4
18654 - minha foda com meus machos parte III - Categoria: Gays - Votos: 5
18720 - minha foda com meus machos parte IV - Categoria: Gays - Votos: 5
19334 - Descobrindo que gostava de meninos 1ª parte - Categoria: Gays - Votos: 21
19335 - Descobrindo que gostava de meninos 2ª parte - Categoria: Gays - Votos: 15
20377 - nova foda com meu macho - Categoria: Gays - Votos: 9
20527 - Minha irmã tirou minha virgindade - Categoria: Incesto - Votos: 20
20958 - minha irmã minha amante - Categoria: Incesto - Votos: 6
20959 - minha irmã minha amante e seu tio - Categoria: Incesto - Votos: 4
20962 - Minha priminha virgem, novinha e safadinha - Categoria: Incesto - Votos: 11
20980 - Descobrindo-me no cinema pornô - Categoria: Gays - Votos: 16
21262 - Dando uma rapidinha com meu macho - Categoria: Gays - Votos: 6
21512 - No escurinho do cinema:é que rola a putaria - Categoria: Gays - Votos: 15
21514 - No escurinho do cinema:é que rola a putaria II - Categoria: Gays - Votos: 8
21515 - No escurinho do cinema:é que rola a putaria III - Categoria: Gays - Votos: 8
21552 - No escurinho do cinema:é que rola a putaria IV - Categoria: Travesti - Votos: 10
21556 - Minha primeira vez num motel com a morena gostosa - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
21672 - Dando outra rapidinha com meu macho - Categoria: Gays - Votos: 9
22103 - No motel com a morena e na rua com o viadinho safa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
22265 - Minha ultima vez com a morena gostosa no motel - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
31834 - conhecendo e dando uma rapidinha com leticia - Categoria: Travesti - Votos: 18

Ficha do conto

Foto Perfil fofuxo4.0
fofuxo.erotico

Nome do conto:
Minha priminha virgem, novinha e safadinha 2

Codigo do conto:
20974

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
13/10/2012

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


Contos eróticos gay Novinho maloqueiro chorando na picaconto peituda se assanhando pro molequenão gozes dentro filho incestopapai chupando novinha contocontos eróticos eu recem casado e o patrao comeu minha mulherconto erótico de objetos no cuboquete da coroa contowww.garota cota comu pedeu u cabasu du cuhentai lucia e arthur quadrinho completoleres casada nuasMamando o genro contoseroticosintercâmbio conto eroticos gayconto erotico a excurssao 3conto erotico gay harry pottercontos eroticos maes com filhos roludosContos guey oralcontos heroticos gay meu tio de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosboquete priminha contodp porno machuca contos casadascontos de vovos safadas cachorrascontos eroticos pau grande grosso oiii ta doendo irmã choraMassagens eróticas contosputanocioporno conto erotico depois de malhar fui fodida na academiaperdi as preguinhas do cu quando era pequenarevista em qadrinho de mae gostosa dando abuseta pro filho comecontos eroticoa de avo netaminha esposa nao restiu uma rola enorme eu tambem nao resisticonto erotico na casa de repousofricanas porno mulhe aguenta 30centimetro de rolachupei conto erotico gayconto erótico fudendo com a priminha com os pais seladotive a vagina alargada contolesbica conto 52 anos ultimoscontoConto erotico cine porno gayconto erotico gay em bertiogavideos de porno primo come prima no quarto escodindocontos eroticos tio sobrinhazinhasdoce nanda contos eroticoswww/boceta da minha sobrinha gisele de 35 anos.comconto erotico consoloconto aventura no onibussou puta safada/contosConto erotico de irma tendo orgasmo com irmaoconto erotico minha buceta e peluda you tubecontos eroticos uma doce de cunhadaquadrinho porno dos simpisomconto gravida de outroConto erótico pagando aposta do filhoconto errotico tive que bater punheta para aliviar o vovoVelho fazendeiro sendo enrabado contos gaysSala conto eroticosobre o cuckoldcontos eróticos papai meu amorconto erótico gaycontos meu sobrinho e meu cuContos reais de marido corno arependido em deixar esposa trepar.conto erótico incesto meu marido comeu a bucetinha da nossa filha e eu aproveitei pra dar gosstoso pro nosso filhocontos gay com estupro por guarda vidaschorou na pica contoConto virgem dei so o cuzinho para cunhadoa mulher maravilha beijando com a mulher cilarconto erotico espiaram tomando banho nuaesposa velho pauzudo contosSeiren Contos erotico Ousadias de casal 4conto erotico fodendo minha tia negramae e filha iniciada na zoofiliagenro roludoO filho da patroa da minha mae conto erotico gaycontos eróticos de patricinhas trasando com os pais das amigas e engravidouConto erotico 12 bucetinhasedutoras e marrentas parte dozeContos gay pau pequenoLiga da justiça porno gayconto erotico amando meu amantecontos flagras tia