ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 3

Click to this video!


achei legal mas nem um dos dois me convidou RSS, fiquei ali sem saber o que fazer então criei coragem e disse em um tom normal e também para marcar território, TA BOM, VÃO INDO QUE VOU TOMAR UMA DUCHA E DEPOIS OS ENCONTRO, sai da barraca e enquanto ia para a ducha assisti minha esposa desfilando pelada com aquele pauzudo pela mão, o pau dele denunciava claramente que havia sido usado a pouco, meu pauzinho também ainda lambuzado e meio mole, fui para a ducha quase na obrigação pois queria mesmo era ficar escondido mas não tinha outra escolha, na ducha fria meu pau voltou a ficar minúsculo, pessoas também passavam por mim, uns até comprimentavam, vi dois casais passarem também conversando normalmente, uma das mulheres era muito gostosa, tive que me controlar para não ficar olhando demais, pois não sabia bem como funcionava rsss, não vi ninguém mais com cara de sacana ou que estivesse fazendo sacanagem RSS, só imaginava que todos que me viam deveriam pensar ‘ aquele é o corno, marido da fulana que o cara comeu’ e minha timidez só aumentava, ainda vi de longe minha esposa com a canga em uma das mãos e aquele cavalo na outra, até iria demorar mais na ducha pois estava bem calor, ainda era cedo da tarde, mas um casal estava já ao meu lado esperando, dei um oi meio tímido e notei que ela olhou para meu pau já mais encolhido, ela era gostosa, vi que o pau do namorado dela era mais ou menos do tamanho do meu, tirei o sabão do meu corpo, ainda mais a vontade dei uma lavada no pau tudo com ela assistindo, vi que aqueles ali deveriam curtir alguma sacanagem, sai do chuveiro em direção a barraca do cara, deitei um pouco molhado mesmo no colchão, o que era um pouco de água para um colchão que já fedia a porra? Sentia o cheiro de tudo novamente mesmo cansado agora o cheiro me excitava pois junto com ele vinha as imagens de minha esposa tendo todo aquele prazer com o estranho, já devia ter passado uma meia hora desde que eles saíram então decidi ir ver como estavam, segui o mesmo caminho de volta ao local onde os dois tinham tomado banho antes, ainda de longe os avistei, estavam ambos deitados na canga, já haviam se banhado, ela disse que ele foi muito carinhoso que namoraram bastante na água e agora cansados deitaram na areia, eu que estava nu mas com uma sacolinha onde havia minha bermuda, o biquine dela e minha carteira, fui até um bar sem que eles me vissem, peguei um refri e sentei em uma mesa onde podia vê-los bem, haviam nesta hora várias pessoas na praia, no bar poucas, haviam famílias inteiras brincando na areia, na água, jogando frescobol, todos nus, vi também ali bastante gente de mais idade, no bar só eu e outro casal do outro lado, minha esposa estava deitada no braço do cara, ele de barriga pra cima ela de lado virada para ele bem como ela gosta, por vezes se beijavam, mas mais conversavam, a mão dela fazia carinho no peito do cara pois ali, segundo ele não poderiam haver muitas intimidades, eles descansavam mesmo pois estavam exaustos RSS, olhando os dois imaginei as diversas loucuras que já havíamos feito e esta certamente era uma das maiores até então, olha que demorei ali, os dois pareciam cochilar tomando banho de sol, depois minha esposa contou que falaram bastante, ele falou do trabalho dele que já foi casado que começou no swing com a esposa, acabou se separando e adorava a praia ali, muitos amigos casais o visitavam, ela disse que ainda riu e falou que imaginava o porque RSS, claro que tudo isto depois dele comentar que adorou comer ela, que ela era muito gostosa e tal, que o cuzinho dela era muito apertado e fazia tempo que ele não comia um, ela me disse que não chegou a dormir mas em certos momentos acha que ele dormiu, as pessoas passavam por eles e via que muitos homens ficavam olhando principalmente para ela claro, a via de pernas abertas para aproveitar e bronzear parelho as virilhas RSS, imaginava que quem visse sua bucetinha certamente saberia que havia transado a pouco, ainda mais vendo o pauzudo ao lado dela. Eu já havia tomado um refri e agora mais calmo e acostumado com a situação de estar nu havia pedido um lanche também pq a fome bateu, agora os amantes estavam deitados um ao lado do outro agora aproveitando o sol, ainda conversavam em determinado momento o cara levantou e saiu sozinho em direção a barraca novamente, achei que iria me procurar ou me chamar mas não, depois vi que ele havia ido buscar um protetor solar para ambos pois eles não haviam passado, enquanto ele foi lá dois rapazes que passavam por ela sozinha ali deitada pararam e vi que conversaram com ela mas foi rápido, depois ela me contou que eles perguntaram seu nome, se estava sozinha pois eles não a conheciam então ela teve que dizer que estava com o Paulo, este era o nome do comedor, eles disseram um AH SIM bem safado, olharam fixamente para a xotinha dela exposta ali e se despediram, os dois vieram em minha direção, na hora eu que não sabia do diálogo cheguei a gelar imaginando que ela havia me visto e falado que eu era o marido mas como eles foram direto ao balcão do bar e pediram cervejas fiquei mais tranquilo, logo eu via o Paulo voltando para junto dela, agora ela virava de bruços e então eu mais tranquilo entendia o que ele havia ido fazer pois via ele espalhando bronzeador em minha esposa, pelos seus movimentos eu notava que mais que espalhando ele já fazia movimentos em forma de carinho, movimentos provocantes por vezes acariciando mais do que preciso o bundão dela exposto ali, os dois jovens sentaram numa mesa a meu lado e como estava tudo em silencio eu ouvia o papo deles, a principio falando de assuntos deles até que eles avistaram o Paulo com minha esposa, sem saber quem eu era eu ouvi os comentários deles agora direcionados aos dois. Um deles disse, TU VIU AQUELA GOSTOSA QUE O PAULO TA PEGANDO?, o outro respondeu VI É A QUE ESTAVA TRANSANDO COM ELE LA NA BARRACA A POUCO LEMBRA? Ai o outro riu e disse ‘é mesmo nem havia me ligado” e riram, um disse pro outro, PUXA QUE CARA DE SORTE TU OUVIU AQUELA HORA QUE ELE TAVA COMENDO O CU DELA NÉ, o outro respondeu, CLARO QUE OUVI, SAFADA, E É CASADA VI A AMIGA DO PAULO COMENTANDO QUE ELE TINHA PASSADO COM UM CASAL NOVO PARA A BARRACA, eles denovo riram e um deles não vi qual comentou, VIU SÓ, PORQUE TU NÃO TEM UM PAU DAQUELE TAMANHO, em referencia ao dote do Paulo e a facilidade que com isto arranjava mulheres, seguiram ainda fazendo outros comentários falaram que ela era muito corajosa e puta para aguentar o Paulo no rabo e que haviam falado que o pau do corno era pequeno, eu ali gelado sem saber o que fazer pois a qualquer momento eles notariam que o ‘corno’ poderia ser eu, felizmente passou outra gostosa na praia e os comentários deles deixaram de ser sobre minha esposa e seu amante, neste momento via agora minha esposa espalhando protetor no Paulo, inicialmente nas costas e por fim ele deitará de barriga para cima e ela caprixava nos carinhos no peito dele e claro por vezes ela segurou o pau dele, passou protetor no pauzão dele também deve ter adorado sentir aquilo tudo na mão e deslizando, ela depois me disse que ele ainda comentou que o óleo de bronzear que ele usava era ótimo para fazer sexo anal e a safada me falou que ainda o provocou dizendo que queria experimentar, depois deste arreto todo onde um acariciava o outro fingindo agora estar espalhando o protetor e o óleo bronzeador eles novamente começaram os beijos, inicialmente sentados na canga mas depois os dois deitaram, de longe eu conseguia ver que ele já ficava animado denovo, agora eles estavam deitados um de frente para o outro bem coladinhos, certamente ela estava sentindo o pauzão roçar em sua xota, ela depois me disse que para evitar que vissem ele de pau duro ele novamente encaixou o pau entre as coxas dela a deixando louca denovo pois agora o pauzão estava todo cheio de óleo deslizando gostosamente entre suas pernas acariciando a xota ainda inchada de minha mulher ela disse que apesar das duas gozadas que ela já havia dado estava ficando uma tentação quase insuportável sentir aquele pau crescer e endurecer entre suas pernas, eles tentavam não fazer movimentos para que outros não vissem pois como já disse eles tentam manter o respeito na praia, tanto que se um dos administradores da praia notam arretos deste tipo imediatamente pedem para que o casal se retire, namoro carinho é permitido claro mas no momento que notam algo a mais é chamado atenção, como eles estavam mais longe do resto do pessoal quem olhasse imaginaria só que eles estavam se beijando deitadinhos um ao lado do outro, mas a tortura que minha esposa estava passando era grande RSS, ela disse que sentir o pau crescer ali estava demais por vezes ela não resistia e dava uma mexidinha fazendo o pau deslizar entre os lábios de sua xoxota, e novamente por vezes o cabeção esteve na entrada de sua vagina, qualquer movimento a mais ele sumiria, e assim eles ficaram neste jogo, quando o pau encaixava bem ambos se beijavam e sorriam como um esperando pelo outro,Um parêntese aqui RSS, olha gente conhecendo minha puta RSS duvido que ela não tenha deixado o cara dar uma metidinha sem ali na xota ainda mais depois do resto que ela me falou, se não meteu foi porque apesar de tudo como tinham que disfarçar a posição era difícil pois para ele meter ela deveria se ajeitar mais não parecendo dai estar simplesmente deitada a frente dele, tanto que quando vi ela estava virando de costas para ele, ela me disse ter feito isto porque ambos não aguentavam mais aquele arreto todo mas para mim o motivo foi facilitar tudo, eu os via de longe, imaginava o que estava acontecendo e o que poderia acontecer, já estava excitado mas também preocupado, a única vantagem que onde eles estavam o pessoal que circulava por ali era só os do lado dos solteiros que certamente eram mais coniventes com aquela sacanagem, as famílias, os casais que eu via estavam distantes quase no outro lado daquela praia, eu agora não via muitos movimentos mesmo, só via os dois abraçadinhos como que encaixados um no outro, imaginei que estavam só namorando com ela sentindo o pau em sua bundinha, mas então lhes conto o que ela me falou agora, ela disse que virou porque não estava mais resistindo se ficasse de frente mas foi pior, pois logo ele novamente encaixou o pau entre suas pernas com a desculpa de escondelo pois estava bem duro e com ela virada de costas dai sim o pau logo estava na entrada de sua vagina, quando ele vinha bem para perto dela o cabeção ficava aparecendo a frente de sua buceta o que poderia ser pior, ela disse que eles chegaram a rir da situação, foi então que ele pediu e ela não aguentando ficou quieta deixando ele entender como um Sim, ela falou que ele pediu a seu ouvido AH GOSTOSA DEIXA EU ESCONDER ELE MESMO, DA FORMA QUE TA NÃO ESTOU AGUENTANDO, como ela ficou em silencio ele então investiu contra ela, ele deu uma olhadinha como não vinha ninguém ele tirou o pau do meio das pernas dela segurou com uma mão e sem que ela dissesse algo ele pegou o pauzão e mirou mas em seu cuzinho, ela que esperava na chota já molhada e sedenta não falou nada disse que só apertou mais o braço dele onde estava deitada e ficou esperando, como os corpos deles estavam bem lubrificados pelo óleo bronzeador assim como o pau e o cu dela a penetração foi fácil, ela disse que largou poucos gemidos até que sentisse novamente seu anus preenchido, sentiu ele novamente todo encostado no corpo dela ele deu ainda uma ultima forçada terminando de cravar tudo em seu cu, ela quase gozou novamente, agora ele estava denovo abraçado nela, ela botou uma de suas pernas entre as dele para que ele segurasse o corpo dela bem prensado contra o dele então ele falou NOSSA DELICIA, TEU CUZINHO AINDA TA ABERTO E MOLHADINHO DO TEU MARIDO, em referencia a minha porra que ali dentro ainda estava, e gente, não sei se notaram mas esta penetração foi sem camisinha pois eles estavam ali nus, só com a canga e os protetores solar, ele não havia levado nem tinha como estar colocando camisinha pois dai sim veriam tudo, ela vadia e puta que é estava adorando a situação pois como já falei aqui uma das taras dela é transar sem camisinha temos até hoje amigos fixos para isto mas sei que se um comedor insistir e ela estiver com fogo ela não resiste e assim foi, eu de longe olhava mas não tinha ideia que minha mulher havia deixado aquele pauzudo enfiar em seu rabo sem camisinha eu achava que estavam ainda somente de arreto, ele novamente falou ao ouvido dela, AHH DELICIA, PENA QUE NÃO POSSO SOCAR ASSIM NESTE RABO, IRIA TE ARREBENTAR, QUE DELICIA ASSIM SEM CAMISINHA, mas ele aguentava firme não fazia movimentos, ela disse que o suadora havia começado denovo pois estavam os dois ali no sol engatados suas respirações ofegantes, pessoas passavam e no máximo viam os dois coladinhos e talvez pensassem que estivessem dormindo, ele por vezes levantava a cabeça, eu via e notava que ele estava cuidando o movimento, quando não vinha ninguém ele beijava o pescoço dela, fazia ela virar o rosto e beijar a boca dele por vezes eu notava algum movimento e imaginava ela estar acavalada na vara dele, imaginava o tesão dela a tortura que ela sentia mas não imaginava que esta tortura era maior ainda pois ela estava entalada naquela vara duríssima e só o que fazia era piscar loucamente o cu deixando ele mais louco ainda ela disse que a cada piscada que ela tentava dar pois o cu estava muito esgaçado, a cada piscada ele gemia baixinho a elogiando, chamando de gostosa, de cadela, dizia que tava louco para gozar no cu dela também e ela aguentava a tudo quieta pois disse que se fosse falar algo não resistiria e iria mexer até sentira aquele homem gostoso ejaculando dentro dela, a buceta dela vertia a vontade dela era pedir que ele acariciasse seu clitóris enquanto metia em seu rabo para que ela pudesse gozar logo mas ela resistia e não fazia nada, por instantes ela disse que tentou relaxar ali engatada com ele, ele também tentou mas ai os corpos se distanciavam o pau saiu um pouco de dentro do rabo dela fazendo com que ele tivesse q novamente cravar tudo, e novamente o tesão era de mais, não sei quanto tempo eles ficaram assim imóveis na medida do possível, eu via que eles se beijavam muito e comecei a me preocupar, finalmente aqueles dois que estavam perto de mim saíram dali sem antes comentar do casal na praia, um deles falou OLHA LA O PAULO, LOGO VAI LEVAR ELA DENOVO PRA BARRACA, então saíram na outra direção, eu criei coragem peguei minhas coisas e então fui em direção a eles, eles demoraram muito a me ver pois estavam em um longo beijo, quando me viram vi que ele falou algo ao ouvido dela, ela respondeu e riram baixinho, rapidamente eu sentei ao lado deles sem perceber ainda a situação, o detalhe, sentei pelado na areia rssss, enchi a bunda e o saco de areia RSS, vi o suador deles e comentei que eram loucos estar daquela forma, mas ainda sem saber onde o pau estava, olhei a xota de minha esposa imaginando ver o cabeção ali perto e nada, ele sorriu e disse que namorar podia que tudo bem, só agora em diante o acompanhante deveria ser eu já que ambos pareciam um casal, ela estava suada, suas buxexas vermelhas de excitação, mantinha os olhos fechados agora com vergonha de mim pois sabia de minha reprovação quando visse que ele tava dentro dela sem camisinha, minha chegada foi um alivio para os dois pois via que agora o safado ao conversar comigo fazia leves movimentos, muito discretos de entra e sai, a mim ele só elogiava ela dizendo que era muito gostosa, que eu era um cara de sorte e ele também RSS, ela continuava ali imóvel, via que quando ele juntava novamente o corpo ao dela ela não conseguia evitar um gemido então comecei a desconfiar de algo, ela ali sem me olhar nos olhos, o corpo deles quando colados eu via que ele estava forçando contra o dela e o pior, eu não enchergava onde o pau estava, como disse eu deveria estar vendo ele sair pela frente da xota dela, se estivesse só esfregando pelo seu tamanho e estando duro deveria aparecer ao lado sei lá, ele conversava comigo, acariciava o corpo dela e por vezes segurava seu quadril forte forçando mais seu corpo contra o dela, ela novamente gemeu, até que perguntei sorrindo, O QUE VCS ESTÃO FAZENDO? Meio em tom de brincadeira, então ele pegou e me disse, BAH AINDA BEM QUE VOCE CHEGOU, VAI NOS AJUDAR A SAIR DESTA, peguei e falei então que se ele estivesse de pau duro que fosse logo para a água para podermos sair dali então ele me corrigiu NÃO PARA A AGUA NÃO VOU QUERO TERMINAR O QUE COMEÇAMOS, então ele pegou, olhou ao redor, como não vinha ninguém ele pegou e foi se afastando do corpo dela e olhando para sua bunda, acompanhei então seus olhos, de onde estava vi o pau dele ir aparecendo e confirmando o que eu já suspeitava, ele estava dentro dela mesmo, e pelo ângulo vi de cara que era no cu, ela agora abriu os olhos e gemeu gostoso eu só disse NOSSA, VCS SÃO LOUCOS, E SEM CAMISINHA, ela então falou baixinho, AH DESCULPA AMOR, NÃO RESISTIMOS, falei então para ele que se ele quisesse sair ele poderia tirar o pau rapidamente e virar de bruços até acalmar mas ele novamente falou NÃO QUERO ME ACALMAR, QUERO TERMINAR DE FUDER ESTE CU GOSTOSO, TEMOS QUE SAIR DAQUI então fiquei quieto, vi novamente ele enfiar o pauzão dentro dela que novamente fechou os olhos segurando a respiração, ele novamente falou AH DELICIA, TA DIFICIL TIRAR ELE AQUI DE DENTRO AHH e apertava minha mulher pelos quadris, ficaram ali naquela, eu sentado ao lado não sabia o que eles fariam, seria melhor se ele gosasse, mas sabendo que ele já havia dado duas gozadas seria difícil ele conseguir gozar sem poder mexer, ficaram ali mais uns instantes até que ele olhou ao redor, retirou o pauzao que saiu duríssimo, ela novamente gemeu gostoso, ele pegou e disse para ela, vamos rápido, continuei sentado, eles levantaram imaginei que iriam para a barraca foi ai que ele falou para mim, VEM TU TAMBEM, AJUDA A CUIDAR SE VIRÁ ALGUEM, e saiu rápido com ela pela mão com aquele pau duro balançando, levantei e sai atrás como um bom corno, com a bunda e saco xeios de areia rsss, então vii ele se dirigindo ao um local onde havia muiitas pedras, passamos por dois caras e mais um casal, nem olhei para eles de vergonha que estava pois minha mulher estava ali de mãos dadas com aquele cara de pau duro e eu o marido vinha atrás com meu pauzinho encolhido, passamos por algumas pedras e fomos a um local que ele já conhecia, era uma pedra razoavelmente grande, ele posicionou ela atrás da pedra, os dois ficaram de frente para o mar e a pedra os protegia da visão de quem passasse, para vê-los só se alguém chegasse muito perto, minha esposa foi o tempo todo muda, e eu olhando aquele bundao dela a minha frente imaginando o estado de seu cu, desci e fiquei ao lado deles até que ele disse, TA FICA AI E CUIDA, O PESSOAL VAI PASSAR MAS NÃO VÃO NOS VER, SE ALGUEM VIER NESTA DIREÇÃO DAI TU AVISA, então entendi a ajuda que ele queria, não era ajuda para comela mas sim ajuda para ele a comer, pela primeira vez veria minha esposa fudendo ao ar livre em pleno dia, ele rapidamente a colocou escorada na pedra a fazendo oferecer a bundona para ele, ele abriu bem as pernas para encaixar na altura exata e logo já escutava minha mulher falando, AHHH ISTO AI, AHHH METE LOGO QUE NÃO TAVA AGUENTANDO MAIS, novamente imaginei ele metendo na buceta dela mas não logo ela já dizia, AHHHH AIII AHHH MEU CUZINHO AHHH, AGORA MEXE, METE E MEXE GOSTOSO, então eu ao mesmo tempos que olhava em volta cuidando se alguém passaria via minha esposa segurando firme na pedra enquanto empinava a bunda para aquele pauzudo a fuder o cu, o safado ainda deu umas batidas na bunda dela com aquela ferramenta, pegou novamente o óleo bronzeador e espalhou pela bunda toda dela e claro pelo seu pauzão, o pau dele que estava já com a metade dentro agora ganhava um banho de óleo para poder entrar e sair melhor de minha vadia, e assim foi, logo ele soltou o frasco do óleo junto com a canga e esta fudendo minha vadia como em um filme pornô, as mãos dle novamente ensopadas de óleo passeavam pelos seus quadris e por vezes agarravam seus peitões dando apertões fortes e arrancando gemidos mais gostosos ainda dela, ele não falava muito só metia e olhava tudo, por vezes falava que ela era gostosa, fazia ela pedir mais, dizia que fuder o cu dela sem camisinha era mais delicioso ainda, e a puta pegou e ainda disse, DELICIOSO É SENTIR ESTE PAU ASSIM SEM NADA, FICA MAIS GROSSO AINDA, ela fazia esforço para se segurar na pedra enquanto ele metia fácil no rabo dela, por vezes ela me olhava com cara de vadia, com cara de tesão mostrando que estava adorando aquela situação, eu mais acima deles ainda ao lado via o pau aparecer e sumir dentro de minha esposa que não reclamava em nada daquelas violentas penetrações em seu rabo, por vezes vi gente passando mas como ele havia falado só passaram não vieram em nossa direção, e quando olhavam só viam a mim ali parado tipo uma estátua rsss, me controlei o que pude para não ficar de pau duro mas não aguentei, logo eu mexia em meu pauzinho duro olhando ali em baixo aquela vadia fudendo, aquela vadia que casualmente era minha esposa, futura mãe de minha filha RSS, e ela aguentava bem, aguentava e pedia mais e mais, quando alguém passava eu só avisava para fazerem menos barulho mas logo os amantes estavam gemendo e um provocando o outro, eu não resisti e desci um pouco mais ficando bem do lado então minha puta vendo isto agarrou meu pau, desta vez depois de ter gozado em seu rabo eu suportava mais tempo a punheta dela, ele novamente me olhou e disse, FICA DE OLHO, então eu pegava e espiava como não vinha ninguém novamente eu dava meu pau para ela segurar, ela já estava com bastante tesão já falava mais coisas ainda do tipo, AHHH DELICIA, AHH ME COME GOSTOSO AHH QUERO GOZAR NESTA VARA DURA, e ele também já parecia controlar as penetrações, por vezes ele tirava todo o pauzão e ficava admirando o estrago feito, chegou a comentar que o cu dela ficava mais lindo assim arreganhado, meu pau já tinha areia da mãozinha dela que hora se afirmava na pedra hora me segurava o pau, imaginei até se não teria areia no comedor, mas pela facilidade que ele voltava a meter no rabo dela imaginei que não tivesse, por sorte minha poucos passaram por ali e pude ficar bem perto vendo aquela foda espetacular, ela não aguentando mais ergueu o corpo encostando ao dele que continuou metendo nela e os dois se beijavam, ela mais louca ainda não aguentou e começou a falar, AHH NÃO AGUENTO, METE NA MINHA BUCETA, QUERO GOZAR, METE NELA METE, o cara continuou metendo no rabo dela e ela pedindo, até que ele olhou para mim e pediu, POSSO METER SEM NA CHOTA? Antes que eu falasse algo ela olhou para mim também e com cara de coitada falou, AHHH AMOR DEIXA ELE COMER MINHA BUCETA, NÃO AGUENTO MAIS QUERO GOZAR, DEIXA ELE METER NELA, eu não entendi bem pois afinal o cara já havia metido nela sem camisinha mas depois entendi, no cu afinal não tem perigo de engravidar não é RSS, então ela me segurou pelo pau novamente e pediu mais uma vez, então eu disse já louco de tesão também, VAI METE NESTA PUTA, FAZ ELA GOZAR AFINAL JÁ ARROMBOU O CU DELA SEM CAMISINHA MESMO, PODE METER ELA TOMA COMPRIMIDO, então o cara retirou aquela mangueira do rabo de minha esposa que novamente se segurou com uma mão na pedra e outra em meu pau, quando ele pincelou a buceta dela para meter e começou a penetração ela quase me arrancou o pau fora de tanto que apertou, seu gemido não foi alto mas foi extenso um AHHHHHHHHHHHHHH AHHHH QUE GOSTOSOOOOOO AHHH, e assim vi o pau novamente sumir dentro dela, agora via ela gemendo ainda mais gostoso se concentrando para gozar, to pensando aqui agora e desde aquela época até hoje não lembro de outra situação que ela tenha atingido o orgasmo assim fudendo de pé, mas foi assim mesmo, ela começou a mandar ele meter forte e rápido que iria gozar, se segurava e por vezes me punhetiava, eu já ajudava a segurala afirmando seu corpos com minhas mãos, e ele por vezes falava que a buceta era muito gostosa que parecia que tinham gozado La dentro, foi então que minha puta começou a pedir para meter bem no fundo que iria gozar, ele então falou para ela gozar logo que ele não resistiria muito tempo e teria que tirar o pau para gozar, mas para que foi isto, a cadela já quase gozando falou, NÃO, NÃO TIRA GOZA AI DENTRO, QUERO TEU LEITE AI AGORA TAMBEM, ele só caprixou mais nas metidas enquanto ela anunciava o gozo pedindo AHHH GOZA PAUZUDO GOZA AI NO FUNDO QUE TO GOZAAAAAAANNNNNNNDO AHHHHH VAIIIII METE, via ele metendo forte já quase sem controle então me olhou rapidamente eu entendi o recado e já quase gozando na mão dela falei VAI GOZA DENTRO DESTA PUTA, ENCHE ELA É ISTO QUE ELA GOSTA, GOZA BEM NO FUNDO DESTE BUCETÃO, mau acabei de falar e ele já estava gemendo, gozando e cada vez mexendo mais rápido, escutava aquele barulho delicioso da boceta ficando cheia de leite enquanto ela ainda falava desesperada dizendo estar sentindo o leite do macho gostoso dentro dela,não resisti e coloquei minha mão em sua boceta acariciando o clitóris dela ajudando em seus últimos espasmos do gozo mas também para sentir o estado que estava ficando a puta e senti, senti aquilo quente escorrendo pelos meus dedos, era a porra do Paulo já escorrendo dela, ele estava diminuindo seus movimentos enquanto eu louco tinha meu pau amassado pela mão dela, não resisti e por vezes apertei o sacão dele que soltou gemidos de prazer então eu louco disse, ISTO DEIXA TUDO AI DENTRO DA PUTA, LARGA TODA TUA PORRA, então os dois acabaram o gozo, continuei massageando ela enquanto sentia a porra escorrer pela chota até que ele saiu de dentro dela, ela ficou ereta denovo largando meu pau, os dois riram bastante, ela olhando para o pauzão meio mole e todo lambuzado e ele ohando para o corpo dela suado, eu via o leite dele descendo pelas pernas dela e ela disse a ele NOSSA, TUA TERCEIRA GOZADA E AINDA SAIU TUDO ISTO? Ele riu e só disse que com ela também só podia ser assim, ele olhou para mim e falou então que iria para a água se refrescar, ela entendeu e me pegou pelo pau denovo, ele saiu então ela me agradeceu, disse que me amava e que estava tudo muito bom, falou da loucura que tinham feito e finalmente me perguntou como eu queria gozar, eu disse que adoraria sentir a chota dela usada e cheia de leite, ela riu e disse que não pois meu pau estava com areia de tanto ela agarrar então ela se agachou a minha frente e iniciou uma punheta, ela não me chupou ficou só punhetiando e pedindo leite, enquanto isto o Paulo estava no mar já se refrescando, não demorei muito a gozar ainda mais ouvindo ela dizer que estava escorrendo bastante porra de sua xota, chegou a colocar a mão e me mostrar a mão com porra pois agachada como estava fez escorrer o leite do comedor, foi ver isto e comecei a gozar, gozei na mão dela que segurava meu pau e esfregava em seus peitos quentes, assim que ela viu minhas ultimas gotas saindo ela levantou e me disse que iria para a água, fiquei ali sentado na pedra olhando ela ir em direção a ele e novamente voltarem a namorar agora dentro da água, não demorei muito e logo entrei também me juntando a eles mas sempre como o acompanhante agora o casal era eles. Todos exaustos ficamos um tempo aproveitando aquela água gelada que nos refrescava, de ruim ela só comentou que ‘tudo ardia’, a água salgada fazia sua boceta e cu arderem RSS, também depois de tudo que ela aguentou certamente estava raladinha, mas mesmo assim a puta não soltava o cara nem dentro da água muito menos largava seu pau, mesmo mole ela ficava segurando seu troféu. Ficamos um tempo ali e logo já tinha outro pessoal por perto não era tarde mas estávamos cansados e a água apesar de relaxar também cansa, ela então reclamou que estava com muita fome então ele sugeriu que fossemos ao bar comer, eu sinceramente não achava uma boa ideia, cheguei a dizer que iria para a barraca mas ele insistiu para que eu fosse junto eu poderia dizer o porque não queria ir mas isto parecia me humilhar mais ainda, então decidi encarar já que estava ali, saímos da água e antes que retornássemos ele pegou novamente o óleo e voltou a passar pelo corpo de minha esposa antes que saíssemos, claro que ele estava curtindo aquilo mas também ela precisava estava já bem vermelha do sol ela que é bem branquinha enquanto espalhava pelo corpo todo dela eles riam e se elogiavam, quando ele passou na bundona dela deu atenção especial dizendo que era uma delicia e o safado deu mais uma metidinha com o dedo no cu dela que protestou desta vez mas logo sorriu, ele só disse que tinha que cuidar bem dele e riram, depois dela bem lambuzada fizemos o caminho contrário da vinda, voltando pelas pedras, achei que iríamos no bar perto do camping mas não estávamos indo em direção ao bar que eu havia ficado os observando isto foi ainda mais constrangedor para mim pois ali o movimento era bem maior e se notassem que eu era o marido certamente os atendentes lembrariam que estive ali antes e sozinho. Novamente os dois foram de mãos dadas comigo ao lado agora, ela estava deliciosa, a intenção dele em passar o óleo bronzeador não era só protege-la mas sim deixa-la mais apetitosa ainda toda lambuzada daquela forma, chegamos no bar ele comprimentou algumas pessoas nos apontou uma mesa e sentamos, como disse nesta hora estava com mais gente, casais, solteiros, muitos pelas mesas, mas uns três ou quatro caras de pé perto do balcão, eu havia entendido que existia uma área só de casais mas claro que como muitos se conhecem não é obrigatório que homem e mulheres andem sempre juntos, então imaginei que aqueles ali deveriam ser casados e talvez só estivessem sozinhos, sei lá, também não fiquei perguntando, vi que todos olharam para nossa chegada uns mais discretos olhando só para ver quem era mesmo e outros mais safados conferindo o material que o Paulo carregava, ela por estar bem branquinha já chamava a atenção em si pois notava-se bem quem era dali pelo bronzeado sem marcas de biquíni ou sunga, sentamos enquanto o Paulo continuava desfilando normalmente com aquele pauzão mole, mas pelo inchaço dava para ver que havia sido usado a pouco, ele perguntou o que queríamos, minha esposa escolheu um sanduiche, eu só um refri, ele um lanche e uma cerveja, depois de ir lá fazer os pedidos, ainda conversou com os caras ali, falou algo que não ouvíamos e todos olharam para ela, infelizmente reconheci um dos caras era um daqueles que eu havia encontrado quando estava sozinho e que fizeram os comentários de terem ouvido ele comendo o rabo dela, certo que o comentário entre eles lá foi sobre isto pois o cara depois não tirava os olhos dela, eu agora de óculos escuros podia observar melhor a volta sem que vissem meus olhares mais uma vez vi que o mais pauzudo era o que estava sentado ao lado de minha mulher, agora até via um ou outro pau mais avantajado mas a grande maioria era tipo o meu, pequeno e bem encolhido, as mulheres todas sentadas nem dava para reparar se eram ou não gostosas, conversamos amenidades, sobre trabalho, verão e tudo mais, ele falou que sempre veraniava ali e imaginei o porque, os dois não ficaram namorando mas um sentado ao lado do outro com os corpos encostados era notória a cumplicidade, acabei relaxando e aproveitando aquele local bonito, mas o fato de todos estarem nus era o mais chamativo, vi gente bem depilada, homens com pentelhos maiores que o pau RSS, vi sacos grandes principalmente dos velhos, um casal negro chegou, ela com uma bunda linda, bem característica da raça, ele com um belo dote também, não tão comprido mas parecia grossão, minha esposa claro olhou bem assim como fazia com todos que por nós passavam, certa hora um grupo de dois casais ficaram de pé ao lado de nossa mesa, muito engraçado porque via minha esposa comer seu sanduiche com um estranho pelado quase a seu lado, ah, esqueci de dizer também que no bar para sentar-se todos usam as toalhas é proibido sentar sem uma proteção no assento de uso comum, quando estive a primeira vez sozinho o garçom me ofereceu uma toalha descartável, agora eu usava uma destas denovo enquanto minha esposa e o Paulo sentavam na canga, acabado o lanche, eu e ela continuamos no refrigerante e o Paulo já estava em sua segunda cerveja, agora os dois estavam ainda mais coladinhos, a mão dela sempre na coxa dele e por vezes claro em seu pau, via pelo olhar dele nela, pelo movimento de seu braço que ela por vezes agarrava o pauzão dele, queria ver se ficasse duro, mas certa hora ele mesmo falou para ela que ali ele não poderia ficar “faceiro” eles só riram, neste meio tempo percebia os olhares para minha esposa e para mim, o cara aquele que conversou com o Paulo não tirava os olhos dela e ela claro correspondia, a safada olhava nos olhos do cara e depois para o pau dele, não era grande claro mas já era maior que o meu, o cara safadamente por vezes quando ela olhava para o pau ele disfarçava e dava uma mexida rápida no cacete, o pau não ficou duro mas já tava maiorzinho, mas como todos ali, ele controlava para não ter uma ereção, minha esposa teve que levantar para ir ao banheiro, ainda cruzou pelos caras o safado que a cuidava ficou de olho, neste meio tempo troquei email e fone com nosso novo amigo e ficamos de combinar outro encontro, realmente aconteceu, mas só entre os dois pois no outro ano que fomos veranear ali perto estávamos com amigos que não são da sacanagem RSS, então ela inventou uma ida a casa de uma amiga e foi encontralo num motel passou uma tarde e veio cheinha para casa denovo mas isto é outra história RSS, depois teclando com o comedor ele me contou outros detalhes, entre eles o papo com o cara do bar ali, insisti e ele me contou que o cara perguntou se ela era a mulher que ele estava comendo o cu na barraca, ele disse que confirmou que sim e mais, disse que tinha acabado de comer o cu dela denovo na praia, safado ele RSS, ao menos não disse nossos nomes, até então ele achava que eu gostava de exibição e tal por isto o desfile com ela por lá, bem minha esposa voltou do banheiro vi que ainda esfregou os peitos nas costas do cara que a cuidava para passar por entre eles e veio rebolando provocativamente até nossa mesa, sentou novamente ao lado do seu novo macho, estávamos cansados ele nos convidou para ficar mas tínhamos que ir embora, isto já era quase final de tarde, então ele nos acompanhou até o carro, saiu novamente de mãos dadas com minha esposa, notei agora os olhares de algumas mulheres para seu pauzão, a praia estava bem lotada, não quis ir ao lado deles fui atrás como um bom corno e agora até que curti a situação, fiquei mais um passos atrás e podia ver os homens olhando discretamente para o traseiro de minha esposa, antes de chegarmos aonde havíamos deixado o carro eu coloquei minha bermuda, ela e ele seguiram nus, abrimos o carro me despedi dele e sentei ao volante, eles de pé com a porta do carro aberta ficaram aos beijos, não acreditava, via que ele estava cansado mas minha puta não largava seu pau, pelo vidro eu via ela agarrando o pauzão, achei q seria só uma despedida mas logo o safado mandou ela sentar ao meu lado, ela sentou ele ficou de pé e deu o pau para ela chupar, ela mamou aquele pauzao novamente ali no estacionamento, só paravam quando alguém se aproximava mais, até que ela pediu para ele meter de novo, então ela pegou e ficou de 4 ali no banco do carona mesmo mas com o bundão virado para fora para que ele de pé mesmo pudesse come-la, ele se posicionou e pincelou o pauzão, antes de enfiar escutei ela pedindo NA BUCETA, METE NA BUCETA, e ele obedeceu, ouvi dela um gemido longo e alto quase dentro de meu ouvido pois ela agarrava-se a mim enquanto ficava de 4 para ele, o gemido durou até ele cravar novamente tudo na bucetona de minha esposa, eu via pela expressão dela que aquilo era muito mais para se mostrar a puta que era do que prazer, daquela forma ali seria difícil ela ter outro orgasmo, mas só em ter aquele homem denovo dentro dela e sem camisinha já valia a pena para ela, ele imprimia um ritmo violento de metidas para tentar gozar logo, estava muito tesudo sentir minha puta balançando daquela forma, ver os peitoes dela balançando loucamente com ela se apoiando em mim fazendo caras e bocas de quem gostava mas ao mesmo tempo sofria com aquela penetração violenta, por vezes em vez de gemer ela dizia, AIII AII, DEVAGAR AII MINHA BUCETINHA AIII, e eu escutava ele La de fora respondendo TOMA PUTA QUERIA MAIS PAU AGORA AGUENTA, mesmo assim eu via o esforço dele pois seria sua quarta gozada, até que um casal mais velho começou a se aproximar de nosso carro, ele vendo isto teve que parar e como continuaram ele sacou o pau de dentro dela enquanto ela sentava normalmente no banco ele ajoelhou como se estivesse conversando conosco, o casal veio até nosso lado pegaram o carro deles e saíram, o Paulo estava suado e exausto, assim que o casal saiu ela agarrou denovo o pauzão mas este já estava mole, ela perguntou se ele queria gozar ele riu e disse que não que estava exausto, ela também sorriu e disse que a xota estava pegando fogo mas de assada rsss, então nos despedimos ela beijou ele novamente e saímos, eu já estava de bermuda, ela colocou a parte de cima do biquíni e demorou ainda a botar a parte de baixo, dizia que era para refrescar e havia gostado de andar pelada, em casa transamos muito lembrando de todo o ocorrido, ela me contou coisas que não vi, depois teclando com ele, também soube de coisas que ela não havia me falado e assim foi, no outro ano quando voltamos a veranear estávamos com amigos que não são do meio liberal, mas ela deu um jeito de sair com ele, passaram uma tarde num motel, mas isto é outra história, desculpem pelo tamanho do conto mas é real e não tenho como descrever de outra forma. Grato pelo voto.
Foto 1 do Conto erotico: ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 3

Foto 2 do Conto erotico: ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 3

Foto 3 do Conto erotico: ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 3


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario cesarcarla

cesarcarla Comentou em 15/06/2015

Adoramos quem sabe um dia fazemos algo parecido

foto perfil usuario bianor

bianor Comentou em 23/04/2013

Estou comentando neste mais li os três foi muito tesão e fiquei de pau duro o tempo todo e chegue ate a gozar sem mim tocar bjus na piriquitá fogosa de tua esposa e um grande abraço.

foto perfil usuario ksal c & p

ksal c & p Comentou em 20/10/2012

Adoramos essa saga, já fizemos parecido. Ficamos tão excitados q transamos. Parabéns.bjss




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


12342 - Amante da esposa la em casa. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
12371 - Minha esposa me fazendo surpresa(Verídico) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
12436 - Esposa perdendo(realmente) o cabaço do rabinho. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
12469 - INICIANDO A ESPOSA NO MENAGE(VERIDICO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
12479 - PROSTITUINDO A ESPOSA(PRIMEIRA VEZ) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
12578 - PROSTITUINDO A ESPOSA (NOVOS CLIENTES) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
12645 - ATUAL AMANTE O INICIO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
12666 - OUTRO CLIENTE DE MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
12709 - ESPOSA TRANSANDO NA FESTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
13013 - MINHA ESPOSA COM DOIS AMIGOS - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
13169 - NEGRO GOSANDO NA MINHA ESPOSA(REAL) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
13171 - AMIGO NEGRO LA EM CASA(EDITADO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13325 - ESPOSA TRANSANDO COM ESTRANHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
13603 - AMANTE FIXO EM CASA A SÓS COM ELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
13769 - ESPOSA SENDO GOSADA NA FESTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
13955 - ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
14253 - ESPOSA PASSANDO FINAL DE SEMANA COM AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
14557 - ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
14729 - ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL PARTE2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
14935 - QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
14949 - QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA(CONTINUAÇÃO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15094 - ESPOSA TRANSANDO GRÁVIDA DE 7MESES - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
15096 - PRIMEIRO AMANTE DO TRABALHO DELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15216 - ESPOSA TRANSANDO COM EX NAMORADO(VINGANÇA DELA) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
15259 - ESPOSA TRANSANDO COM UM COROA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15968 - PRIMEIRO SWING DO CASAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
16110 - PRIMEIRA VEZ DA ESPOSA SOZINHA COM AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
16607 - ESPOSA SOZINHA COM DOIS AMANTES - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
16627 - ESPOSA CEDENDO A CHANTAGEM DO COLEGA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
16934 - PRESENTE PARA O AMANTE(primeira parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 0
16966 - PRESENTE PARA O AMANTE(Segunda parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 0
18111 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
18115 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO parte2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
18295 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
19314 - ESPOSA FUDENDO COM AMANTE E AMIGO DELE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
19938 - ESPOSA DANDO PARA COROA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
20767 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
20768 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
22017 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
22018 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
22019 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
23307 - ESPOSA SE PROSTITUINDO (VERÍDICO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
25452 - ESPOSA DANDO NO ANO NOVO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
26816 - O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
26852 - O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
27032 - NAMORADA DANDO PARA AMANTE NO WC DA FACULDADE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
27652 - ESPOSA COM AMANTE NO ESTACIONAMENTO(REAL)25/03 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
28366 - ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
28367 - ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
29811 - ESPOSA COM NOVO AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
30123 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE DOIS AMANTES 1º VEZ REAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
31212 - PRIMEIRO ANAL DA ESPOSA COM O NOVO AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
33094 - ESPOSA SENDO GOZADA POR DOIS AMANTES NO MESMO DIA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
36901 - ULTIMA IDA NO AMANTE PREFERIDO DELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
43645 - DANDO PRO AMANTE NA ESCADARIA DE SHOPING - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
46418 - ESPOSA DANDO NO CARNAVAL 2014 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
50214 - ESPOSA GRITANDO NA VARA DO AMANTE EM NOSSA CASA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
53229 - PRIMEIRA VEZ COM O AMANTE EM NOSSA CASA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
53992 - AMIGO DE AMANTE COMENDO MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
54589 - AMANTE NARRANDO COMO REALMENTE FOI O ENCONTRO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
61019 - ESPOSA E NOVO EMPREGO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
62243 - MARIDO NAO COMEU ELA DEU RABO PARA AMANTE. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
65576 - ESPIANDO AMANTE E ESPOSA SEM ELA SABER - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
66277 - AVENTURAS DE ADOLESCENTE DA ESPOSINHA PUTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
66977 - ESPOSA NOVINHA TRAINDO SEU PRIMEIRO NAMORADO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
68118 - PRIMEIRO ANAL COM AMANTE PREFERIDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
70553 - AINDA NAMORADA AMANTE DO CHEFE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
71654 - FESTA COM AMANTE NEGRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
72266 - ESPOSA LEVANDO ESTRANHO PARA NOSSA CAMA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
73929 - ESPOSA DANDO AO AR LIVRE PARA O CHEFE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
77768 - FINALMENTTE UMA AMANTE AMIGO MEU - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
78053 - Vingança da esposa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
97684 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE NEGRO, PRIMEIRA VEZ - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
98334 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE NEGRO, PRIMEIRA VEZ - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
98619 - MARIDO ESCONDIDO NA CASA DO AMANTE ASSISTINDO ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12

Ficha do conto

Foto Perfil cacolabin
casalsul

Nome do conto:
ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 3

Codigo do conto:
20769

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
07/10/2012

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


submissa nuaWww.bucetabraquinha.com.brcontoseroticos mae negrosConto porno desdi pequena pai e mae me comeconto pai dormindoconto erptico comi minha tiacachorro fudedor de mulherescontos eroticos fudi tanto a buceta da esposa do meu irmao que ela engravidouContos erótico meu pau e enorme mas a sogra quisconto erotico engulo tudoconto erotico comi o filho do meu amigovideos de cornos que chuupama gp contoConto ui ui passa lingua cuConto erótico transei com o motorista do uberconto erotico a mulher do.meu irmaoConto eroticos papakuconto+dei a bunda e meu marido ganhou empregoporno contos eroticos mamai no meu afilhadopassando o ferro na coroa conto eroticoultimos conto sadoporno mulher pega punheta e fode em homem esguioa bela adormecida peladaminha mae e o empregado conto eroticocontos eroticos incesto viciado na buceta da minha filhinhaconto erotico gay peludoxvideis 2017comi a minha tiaincexto contando no pal do irmo hentai quadrinhoscontos eroticos super gostososcontos eróticos suruba de cu arrombado pelo dog e seu donoConto porno desdi pequena pai e mae me comexvidio mais encanador normaldeisnegao comendo o cu da novinhaConto erotico gay o porteirodesde pequena iniciada em zoofiliamassive cocks hand jobconto erotico andandoContos.eroticos.zoofilia.a.enorme.e.inchada.buceta.de.minha.cadela.contos eróticos em quadrinhos de velhos violentado mulheresconto gay virei mulherqudrinho porno de fudedo com marido e amante roludocontos eroticos comeram a minha esposa na marra no hospitalConto porno putinha do velho desde de novinhamae e filha iniciada na zoofiliaperdi as preguinhas do cu quando era pequenaela encostou o cotovelo no meu pau conto eroticoconto de suruba caseira insestuosaConto erotico gay sexo incesto cueca volume tesão cunhado suor cama quatro quartoContos eroticos vizinho bandidoporno guey incesto guey dormi no colo do meu pai e a cordei e a mao dele na minha bundaComi o cu da minha vizinha de quatorze anos a forca e gozei na cara delaPutinha do papai negro contos eróticosconto erotico xoxota velhacontos eroticos fotosgemendo e fritado como loco pau novinho gay fotoscontos de cornos permitidoေအာစာအုပ္conto erotico travestiporno gostoso en quadrinhoFts de bucetas grandes fazendo volume no shortmijei dentro do cu conto pornodupla penetração meu filho e o meu maridoCuchano no cu fasendo elas gosarfoto conto erotico mae cavalonahq pornô gayconto eroticos encoxando crente no onibusconto erotico cunhada onibuspornocontosinsestosentado no colo papai incesto contoscontos eroticos como fode a ben novinharelatos sexuais feminino começou com jogo de strip pokerdei gostoso. pro meu pai pistoludoconto erotico mulher briga com homem de pinto pequenodedao do pe no meu cupornocontosincestosMeus tios fodia minha mãe. Conto erotico heterosexual.