Descanso em Serra Negra

Click to this video!


DESCANSO EM SERRA NEGRA.

Já fazia um bom tempo que eu não descansava como devia, tenho 52 anos e venho numa fase de intenso estresse, perda de emprego, problemas conflitantes em família, casamento enfim em preciso continuar, pois aqui não irei relatar meus problemas e sim meu conto.
Decidimos ir para Serra Negra e passarmos uma semana, alugamos um apartamento modesto na região Central, com uma boa varanda e em uma rua de pouco movimento, assim evitaria sair com o carro para realmente descansar.
Dirigimos-nos até a cidade em uma segunda-feira, pois assim o transito estaria tranquilo, chegamos próximo ao horário do almoço e combinamos de não cozinharmos, apenas fazermos alguns petiscos para bebermos com vinho, nada mais, descanso total.
Alojamos-nos, descemos todas as compras e malas, e após almoçarmos retornamos para o apto e montei a rede na varanda para descansar, após um coxilo, peguei uma taça de vinho e ficamos observando o movimento e o dia que estava lindo, um dia de inverno, mas com a temperatura agradável e foi observando que percebi um movimento diferente no prédio da frente, creio que deveria ser uma republica ou um apto alugado por moças, pois tanto eu como minha esposa, comecei a ver mulheres nuas andando de um lado para o outro sem se preocuparem com nada, como estava em baixa temporada quase não havia ninguém no prédio onde estávamos. Olhando, pois eu não poderia deixar de reparar, lindos corpos transitando com toalhas e sem toalhas, me excitando, minha esposa percebeu e não gostou muito, mas nada falou e ficou olhando. Em uma das janelas percebia duas mulheres deitadas se acariciando uma cena que não há como não se excitar, era uma mulher com seus 26 anos um belo corpo, morena com 1,65 de altura, 55 kgs a outra mais velha teria uns 38 anos, loira com 1,70 e 60 kgs, falo isto pois estávamos no 5 andar e elas no quarto, então a visão era perfeita visto que a rua era um tanto estreita.Via elas se contorcerem como cobras numa misto de dança e se enrolando uma na outra, beijos e uma delas tinha um penis vibrador em sua mão, olhei para meu lado e vi que minha esposa estava muito compenetrada na visão.
Eu nem falar, se há uma coisa que me deixa louco são duas mulheres fazendo amor, acho que além de mágico, há muita ternura e elas sabem muito bem como lidar uma com a outra, a sena estava se passando mais intensa, depois de um 69 maravilhoso uma delas colocou a outra de quatro e a penetrou com o vibrador levando –a loucura, era nítido que a mulher mais velha era quem estava dando o ritmo, passados alguns minutos a mais nova pegou um penis daqueles em que se veste simulando a figura de um homem e colocou o falso penis na boca da outra e esta vigorosamente chupava e colocou na bucetinha da mais velha que estava raspadinha num vai e vem descompassado, estavam mantendo a relação linda, percebi que ela despejou algo na bunda da mais velha, creio que um gel e massageava o cuzinho avisando que penetraria a mais velha estava gemendo e pediu para ser penetrada nestas horas olhei minha esposa que estava se tocando por debaixo de seu agasalho, eu já de mastro em riste não sabia o que olhava primeiro, a transa das duas estava chegando ao fim pois vimos que o orgasmos mutuo fizeram as duas deitarem uma ao lado da outra se beijando carinhosamente e foi aí que as coisas tomaram outro rumo, a mais velha cutucou a outra e apontou para nós. Fiquei sem graça confesso que devo ter ficado vermelho, parecia que havia invadido a privacidade, mas me contive, elas mais uma vez no olhando riram e comentou algo uma com a outra e nos acenaram mandando nos beijinhos, retribuímos e elas fizeram mais algumas gracinhas e entraram no banheiro. Minha esposa excitadíssima, me pegou pelo braço e disse, agora vamos nós e no quarto transamos muiito .Fiquei pensando que delicia seria elas participando conosco numa orgia louca, apenas falei para minha esposa, te excitou muito não? Ela me disse sim e como me excitou, viu como lhe dei gostoso? Sim respondi como há tempos não me dava tão gostoso, perguntei aproveitando o tesao no ar, você toparia transar com outra mulher?Ela corou e tentou mudar o rumo da pergunta, mas deixou no ar que isto a excitou e que se acontecesse seria legal, mas que não procuraria e não admitiria que eu procurasse, disse apenas que se fosse para ser isto rolaria e você aceitaria? Respondeu-me sim. Com esta reposta minha mente viajou e transamos mais uma vez somente pensando na opção de isto realizar.Tudo transcorria normalmente, estava descansando mesmo, sem preocupação nenhuma, acordava, fazíamos uma bela caminhada pela cidade, tomávamos um brunch em uma padaria muito boa, passeávamos e retornávamos para o apto até próximo ao almoço e assim foi por mais 3 dias, não vimos mais nenhuma visão do paraíso no apto da frente, víamos de 3 a 4 mulheres tendo uma vida normal, as vezes passava alguma delas nua e logo sumia, chegamos a ver as duas que protagonizaram aquele filme, mas nada de mais.
Na quinta feira, acordamos e por uma besteira acabamos discutindo após o café, ela retornou ao apto e nós saímos para espairecer a cabeça, nada como uma caminhada para baixar os ânimos após 2 horas retornou para o apto, abri a porta e vejo para minha surpresa as duas que haviam transado dia anterior em minha sala, meu olhar era um misto de espanto, tesao e duvida, minha esposa, olhou e foi logo me esclarecendo,olha que eu encontrei voltando para casa? Esta é Cintya (a mais velha) e esta é Bruna uma nissei linda, apresentados eu parecia uma criança que estava num sorveteria, mas sem autorização de pedir nada.
Olhei para minha esposa sem entender nada do que estava acontecendo, ela me olhou com um olhar diferente e me disse, as meninas estão aqui para nos conhecer pessoalmente, engoli seco dei uma risadinha sacana e sentei-me para ver o que iria acontecer. Cintya me olhou e perguntou ; você gosta de ficar olhando pela janela? Mal tentei responder e a Bruna já disparou e gostou do que viu? Raspei a garganta e respondi, não sou um vouyer, mas também não sou cego e nem poderia deixar de ver as cenas. Elas se entre olhararam e perguntaram se gostariam de participar de uma transa entre todos? Pensei em responder, mas minha esposa falou, sim e porque não? Afinal eu sempre tive esta fantasia, mas não tinha coragem de falar para você meu amor e agora estamos longe de casa, não as conhecemos, bem que poderíamos brincar um pouco, lógico se você quiser. Se eu quero? Respondi? Sim tenho este tesao, mas como você não gosta nem de filmes pornôs imaginei que nem queria. Então as meninas nos disseram o que acham de começarmos a quebrar este gelo agora, o que tem para nos bebermos?Minha esposa disse, temos vodka, wiskye e cerveja. Elas disseram nós duas vamos de vodka,eu peguei uma dose tripla de wiskye e minha esposa ficou na cerveja. Servidos todos, aperitivos á parte, ficamos conversando um pouco, uma sentou de cada lado e minha esposa ficou na poltrona da frente, começamos a beber para então ficarmos mais á vontade, e após a segunda rodada, tudo começou a se transformar, Bruna estava vestida de camiseta e uma calça leg, pela camiseta percebi seus seios pequenos, durinhos e com os biquinhos armados, Cintya, vestido de malha, sem sutiã, seus seios mais fartos estavam também com os mamilos eretos, minha esposa, estava de camiseta e calça de agasalho, eu de bermudas e camiseta. Como estavam sentadas ao meu lado, achei que já partiriam comigo, mas se levantaram e foram de encontro a minha esposa, ela ficou estática, sabia que estava com tesao, pois a conheço bem, pelo menos eu estava com o membro em estado de extrema alerta, ela sugeriu vamos todos para o quarto?E assim fomos, sentados na cama, elas cairão em cima de minha esposa e começaram a despi-la inteira se despirão também, eu olhava e não esperei sinal fiquei pelado também, só que não me chamavam e fiquei olhando esperando a hora certa, Bruna despiu se toda e despiu minha esposa, Bruna começou a beija-la no pescoço enquanto Cintya se encarregava da barriga e coxas, já sentia o cheiro de mulher excitada no ar. Meu pau já latejava e começava a minar liquido lubrificante, mas ao ver Cintya de bunda para cima chupando minha esposa, não me contive e comecei a lamber sua bunda, passando a mão em sua bucentinha que já estava molhada, Bruna se encarregava dos peitos e minha esposa a masturbava, minha língua, percorria sua bunda e parando no seu cuzinho, rosinha e via uma pintinha bem perto de uma preguinha, passei minha língua e sentia-a contraindo seu cuzinho a cada lambida, forcei minha língua e não encontrei resistência, brincava com ela no cuzinho, Ela pegou meu pau e começou a brincar com ela enquanto chupava minha esposa, gemidos foram aumentando. Cintya se perdia na buceta de minha esposa a Bruna mamava nos seios dela e sendo masturbada, eu sendo tocado pela Cintya e lambendo seu cuzinho, mudamos a posição e Bruna caiu de boca no meu pau, minha esposa começou a chupar Cintya e em um 69 com minha esposa, meu tesao estava a mil, queria comer o rabinho da Bruna, pedi para ela virar enquanto me chupava e virou-se e deu seu rabo para que eu lambesse, aquele rabinho pulsava de tesao, suas preguinhas pareciam que jamais haviam sido tocadas, tudo lisinho, lambia vigorosamente, ela brincava com sua língua na cabeça do meu membro, eu a masturbava e comecei a colocar meu dedo em seu cuzinho, ela deu uma paradinha de me chupar, abriu um pouco ele e ficou esperando eu continuar a enfiar, tirei e molhei mais e inseri um segundo dedo, ela se contorcia enquanto a minha outra Mao estava lhe masturbando, sentia escorrer seu tesao enfiei um dedo, ela gemeu mais alto, já sabendo que sua bundinha teria minha preferência, coloquei o terceiro dedinho para ele ir se acostumando, mas ela tinha uma força muito forte e parecia uma elástico novo, apertando, quanto mais eu mexia em sua bucetinha, mais forte ela apertava os que estavam em seu cuzinho. Minha esposa, já gritava palavras sem sentido e percebi que orgasmos estavam vindo, Bruna deu um gemido alto e vi uma quantidade enorme de liquido molhando o rosto de minha esposa, que parou sem saber de nada,Cintya ficou um tanto sem jeito e passou a mão no rosto dela, pedindo desculpa, mas ela gozava tanto que não tinha controle sobre o liquido que saia, ( squirt), mas minha esposa apenas lambeu os dedos e as duas deitaram lado a lado e ficaram vendo eu brincando com a Bruna, tirei ela da posição que estava e puxando pedi para sentar em cima de meu pau, ela veio devagar e pude ver a cabeça sumindo dentro dela,que tesao, sabia que não poderia aguentar por muito tempo, ela subia e descia lentamente como se estivesse apreciando muito, a cada subida ela fazia questão de deixar a cabeça quase sair e voltava, eus dedos estavam masturbando seu clitóris que estava enorme, seu tesao aumentando ela gritava não para, não para que eu vou gozar eu disse não para também que eu vou encher seu rabo de porra e assim foi ela subiu e desceu de uma vez e não tirou mais, gozei muito sentia seu cuzinho com movimentos descontrolados,ela me disse estou sentindo sua porra esquentando me toda por dentro e suas veias pulsando.coloquei ela em meu peito e fazendo caricias, relaxamos,meu pau não amolece após uma gozada, desde jovem ele é assim e se mantem ate hoje.retirei meu pau e fui me lavar, voltei rápido para a cama e Cintya estava deitada de costas apoiada com sua cabeça na barriga de minha esposa e esta lhe fazendo carinhos nos cabelos, cheguei me devagar e abrindo as suas pernas coloquei meu pau em sua buceta, minha esposa apenas comentou este cara é insaciável, puxando ela pelos ombros trouxe para ficar de quatro e comecei a dar estocadas e umas palmadas, vendo sua bundinha com a marca de biquíni, começando a ficar vermelhinha, entrava e saia, minha esposa ao ver isto começou a se masturbar e falou eu também quero seu pau, Bruna retrucou eu também, então coloquei as três de quatro e fiquei revesando buceta por buceta, enquanto se beijavam, olha que visão três rabos e três bucetas somente para mim, tinha que comer ainda mais duas bundas que sabia que queriam sentir meu pau dentro.Fui variando de buceta em buceta como uma abelha pousa em cada flor, meu tesao era intenso, parei na bunda de Cintya e comecei a introduzir um dedo para ele ir se alargando enquanto bombava em sua buceta, dois dedos e Citya me implorava para comer seu rabo, já molhado encostei em seu cuzinho e comecei a forçar a entrada,aos poucos para não machucar ela me pedia, mais uma vez vi seu rabo engolir meu membro ela me segurava para ir lentamente, comecei a aumentar o vai e vem, Cintya me apertava intensamente, já não aguentava mais e gozeiii muiito, não deu tempo para esperar Cintya gozar, não deixei ela na Mao cai de boca em sua buceta molhada e mordiscando seu clitóris ela gemeu e mais uma vez molhou-me o rosto com um esguicho de gozo, que gosto delicioso, exausto deite-me, minha mulher e Bruna se deliciavam com um vibrador brincando mutuamente, sabia que minha esposa iria reclamar seus direitos, pois ainda não tinha sentido me pau,fiquei deitado acariciando o corpo de Cintya enquanto me recompunha, tomamos energético com nossas bebidas,meu pau estava ativo, porem um tanto esfolado, mas nem me preocupava, pois uma festa destas não era sempre.Cintya, olhava para as outras duas e gostaria de imaginar o que ela pensava, até que mexendo em sua bolsa tira um consolo destes de amarrar na cintura, olhei fixo para aquilo e não fiz cara de contente, ela riu mas sua intenção era Bruna ou minha esposa,como Bruna estava brincando com a buceta de minha mulher, ela apontou e penetrou de uma so vez na buceta de Bruna que soltou um gritinho, meu pau já estava dando sinais de bateria carregada e puxei minha mulher deixando ela de quatro, molhei seu rabo,e colocando um dedo de cada vez ela rebolava pedindo para ser fudida, molhei meu pau e comecei a comer um rabo conhecido, mas pouco usado, ela não gostava de sexo anal e quando me dava era motivo de festa, desta vez nem chiou e me deliciei com ele, ela tinha a bunda maior das três, mesmo com 49 anos ainda tinha um belo corpo e eu não precisei jamais troca-la por outra, pois dava conta do recado, exceto seu rabo que como disse era difícil me liberar.estava eu me deliciando, num entra e sai frenético quando ela me pediu goze na minha cara, via as outra duas se fodendo mutuamente, ao tirar meu pau as três vieram e se aproximaram para receber um pouco de minha porra, que nesta altura já não tinha muito, mas consegui saciar um pouco para cada e elas o deixaram limpinho dando um pouco para cada lamber. Cai deitado sem força nenhuma, percebi que as três ainda ficaram brincando, até todos adormecerem.
Depois de algumas horas, acordamos e fomos nos banhar na hidro do banheiro, sacaneamos um pouco e nos despedimos . Naquela semana não encontramos mais a Bruna e Cintya e retornamos para São Paulo, haviamos trocados emails e em breve espero encontra-las novamente, para minha esposa foi um experiência nova, para mim uma fantasia realizada, jamais havia sonhado que com minha idade ainda haveria como realiza-la.

Agradeço á todos e leiam também
Técnico em informática
OTorpedo errado


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario gatoreno

gatoreno Comentou em 25/07/2012

maravilhoso conto uma ja é bom duas melhor ainda tres então cara tudo de bom q sorte a sua e sua esposa parece ser bem gostosa na na idade da loba mesmo valeu




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


18421 - Técnico em informatica - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
18442 - O torpedo errado - Categoria: Fantasias - Votos: 2
18530 - O corretor de imoveis - Categoria: Fantasias - Votos: 1
18586 - Ação trabalhista - Categoria: Fantasias - Votos: 2
18603 - Baile á fantasia - Categoria: Fantasias - Votos: 2
18955 - Viagem ao Rio - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
18984 - O garoto da mercearia - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
19092 - Lembranças Felizes - Categoria: Fetiches - Votos: 1
29990 - Sábado Perdido?? - Categoria: Fantasias - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico reggie

Nome do conto:
Descanso em Serra Negra

Codigo do conto:
18531

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
24/07/2012

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eroticos zoofilia cadelasexo gay conto eróticocontos erodigos meus primeiria ttoca troca gayscontos eroticos abri a xaninha delaconto erotico vi minha sogra se masturbacontos milf escapadinhatoda vez que brigo traiu meu namorado contoscontos eroticos traindo marido no festaconto erotico comi meu primo dormindo gaycontos de casada com haiiano na praia de nudismoconto bunda gigante carnudavirgens assustadas contospornô conto erótico dando um trato na vizinhacontos aneguinha do cu frouxoContos e fotos filhos pauzudoscontos eroticos dei pra o meu cunhado quadrinhoscomeçou no sitio + eroticoconto erotico mae cuidando filhowww.conto erotico tia e sobrinho porno.computinha bundinhaporno freira o'malleyconto de dei o cu para uma pica grande do meu patrão que me rasgouConto erótico ganhei um cucasa dos contos gay incesto o filhinho do meu compadrecOntos minha tia mepegou na punhetacontos erótico acabei indo pela primeira vez num sítio de naturistacontos eroticis bete a cunhada gostosaprofessora e aluno quadrinho pornoconto de incesto minha mae e uma vacameu sogro me comeu contos eroticosconto erotico escravaconvenci minha esposa dar para outros homenscontos enrabei uma cadeiranteconto erotico trazas gostosa detro carrocontoporno enfiei bananamanuela. deu cu virgem para o sogroconti porno mulher do pastorhq eroticoloucoscontos eroticos com norasContos eroticos filhinha pede leitinho para o papaiconto erotico um rasgo de audaciacontos eroticos gay chiquititasconto erotico jogando game com o novinhocontos nao sei quem pai gravidamulhertraz.comomarido e um travestimContos eroticos com fotos de podolatria com a atendenteTraiçao incesto tio casado e sua sobrinha virgem conto eroticoconto ervangelico incesto comi minha filhacontos eroticos lesbicas exibicionistasfodi a buceta da mulher uruguaia contosfilhas gostosas contosfiquei sozinha na casa do titio e provoquei ele sem calcinha pornocontos eróticos nao aguentei o tamanho do dote do travestiPornomulher pebada q mexe muitocontos eroticos incesto minha irma se oferceu para minContos Encoxando rabaocontou.erotico.com.conhada.cogra.foto.sexocontos eroticos de sub 24/7conto erotico em quadrinhos viuva levando cacetao no cuContos eroticos de cuidador de idosose mastubando com frasco de traspirante porno doidocontos de dp com corno e amigosconto erotico mostrando pau pra cobradoraContos eróticos foda de sobrinha que foi fodida pelo tio e o primo ao mesmo tempoconto erotico esqueceram de mim parte 2porno em quadrinho minha mae dando pro meu amigo negro na festacontos eroticos comi minha irmanzinha de 06anoscontos eroticos velha donzelaConto erótico deixando meu filho com tesãoContos eroticos meu ficanteinversao pepino grande conto eroticoDesenhos hentai baba velhinho baba