SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3

Click to this video!


Continuando a sequencia dos contos narrando mais uma noite que passamos com o atual amante dela.
Após a transa no quarto onde os amantes gozaram e foram dormir, tbm me recolhi a meu quarto que era o da empregada de propósito sendo o mais longe do quarto dele, pois o de visitas era do lado e ele preferia que eu nao visse ou ouvisse como ja disse, o quarto de empregada fica situado após a cozinha mas quase colado a ela, tem q passar pela cozinha sair na área de serviço e ali é a entrada do quarto da empregada, de propósito deixei a porta aberta pois se fosse como na última vez escutaria eles pela manha e veria uma bela foda na cozinha, mas desta vez devido a muito trabalho e o cansaço eu dormi mais que eles, acordei lá pelas 9e30 da manhã com algum barulho na cozinha, ao ir rapidamente espiar vi ela nua ainda mas sozinha, preparando um lanche que rapidamente foi levado a ele, depois ela me contou que acordou com ele a pegando por trás e mau abriu os olhos o pauzão ja estava invadindo sua vagina com ele deitado atrás dela, posição que ela adora, ela disse que fuderam um pouco assim mas nenhum gozou, pois ele queria brincar mais mas ela estava com a bexiga cheia teve q ir ao banheiro, então aproveitou e preparou um lanche para eles e foi quando acordei e a vi voltando para o quarto, então dei um tempo e novamente fui atrás deles, a porta do quarto nem fechada estava, ouvi as conversas em que ele dizia estar morrendo de fome portanto a comeria depois rsss, e assim foi, ainda escutei eles dando beijinhos e elogiando a noite anterior, ouvi minha mulher reclamar que seu cuzinho estava ardido e ele falando que ela se preparasse pois ficaria pior, os dois riram e em nenhum momento falaram em mim, como vi q demorariam com o lanche voltei para a cozinha e tambem fui fazer o meu, não demorei muito e tentei nao fazer barulho e pela distancia do quarto dele até a cozinha seria dificil me ouvir, então após ter acabado ouvi barulho da porta do banheiro dele, então rapidamente voltei a meu quarto, escutei os dois vindo a cozinha, agora procurando algo para beber, conversavam baixinho e riam as vezes, escutei ela comentando que eu ainda dormia, entre barulhos na geladeira e em armários tambem escutava beijos e prováveis amassos, não deu para espiar na hora mas depois soube que estavam nus pois ela falou em certo momento que o pau dele ja estava ficando duro, então tomei coragem e espiei por entre o vidro da porta q estava aberta mas separava a varanda da cozinha, vi ela mexendo no armário tentando pegar algo e ele colado atrás dela agarrado a sua cintura, ambos nus ela tentando fazer algo e ele a agarrando por vezes beijando seu pescoço, ainda comentou que ela só deixou ele dar uma metidinha de manhã e não o deixou gozar, ela riu e disse q eles teriam bstt tempo, que teriam o dia todo, então percebi q desta vez demoraríamos, da outra vez q passamos a noite fomos embora de manhã mas neste dia não haviamos combinado nada mas tinha visto q ficariamos a tarde tambem, continuei espiando, ela preparou um nescau para eles rss, mesmo com ele a perturbando, por vezes claro ela dava atenção a ele o beijando gostoso e ele parecia um tarado atrás dela, esfregando aquele pauzão ja quase totalmente duro, eu via o pauzão piscando querendo endurecer bem, mas logo ela afastava ele e continuava o q estava fazendo, terminado então aquela tarefa dela, ela o arrastou agora para o sofá na sala, o mesmo sofá que ela havia levado uma gozada dele e outra minha na noite anterior, ao irem para lá novamente fui para a cozinha e agora poderia velos melhor pois o sofá ficava numa posição em que eles não me veriam tão fácil, então os vi sentados, cada com um copo na mão, mas ele abraçando ela enquanto ligava a teve, falaram pouco, assim q terminaram de beber, largaram os copos e ele ja estava a beijando, ela sentada de frente e ele virado para ela, logo via a mão dela acariciando aquele pauzão que ja crescia bstt, ele a beijava e agarrava um de seus seios, apertava as vezes fraco as vezes forte arrancando gemidos dela, parecia rever a cena do dia anterior, mas agora ele estava mais a vontade por não perceber minha presença, e assim foi até que ele com o pau completamente duro falou não estar mais resistindo então ajoelhouse no sofá e ela permaneceu sentada esperando ele por o pauzão ao alcance da boquinha dela, ela só sorriu e iniciou mais uma vez o boquete naquele safado, agora pela posição podia ver o rosto dela a olhar para seu amante que por vezes fazia movimentos de ir e vir, fodendo a boquinha dela que tentava abocanhar o máximo daquele pau grande, uma das mão dela agarrava e massageava o saco dele enquanto a outra cravava as unhas na nádega dele como que pedindo que a fodesse mais, e ele entendeu, logo ele fodia a boca dela com vontade mas sempre com poucos movimentos mesmo assim ela sufocou algumas vezes, entre metidas, gemidos via agora o macho mexer na buceta molhada de minha mulher que logo recebeu dois dedos dele dentro soltando um gemido gostoso e abafado ao mesmo tempo que puxava o safado contra si, em certo momento o comedor retirou os dedos da chota dela em que pude ver a excitação dela e o buraco que havia ficado, ele então pegou e montou sobre ela, passando uma das pernas para o outro lado, ou seja, agora ele estava ajoelhado no sofá com ela entre as pernas, ela se abaixou mais para poder ficar exatamente da altura do cacete dele então agora ela era literalmente fodida pela boca, ele se apoiava no sofá com uma das mãos e com a outra a segurava pelos cabelos fazendo movimentos de entra e sai, por vezes socando mais em sua boquinha, via que ela quase engasgava mas como ele não demorava dentro ela suportava bem, uma das mão dela o puxava pelo saco sempre forçando ele contra ela, a outra revesava entre cravar as unhas na bunda dele e mexer em sua boceta o que me deixava louco pois via seu tesão nisto e sei que ela adora fazer isto, se sentir sendo fodida na boca tambem, em dado momento ele retirou o pau da boquinha dela ofegante e ofereceu o sacão ela atendeu o pedido e lambia e xupava aquele saco que estava com os pentelhos aparados bem como ela gosta, a lingua da safada passeava pelas bolas pelo tronco do pau e por vezes ia quase ao anus dele o enlouquecendo, dele eu ouvia só gemidos e poucas palavras do tipo, ISTO AMOR, ASSIM, AHHH GOSTOSO, LAMBE AHH, e ela com o tesão a flor da pele lambia e babava todo aquele saco grande, enquanto por vezes mexia em seu clitoris, ele como disse estava bem diferente do comedor timido do outro dia, talvez por achar que eu nao assistia a foda deles, depois soube que ela novamente influenciou para foderem no sofá uma pq ela adora outra para poder me dar este presente, embora não soubesse se eu assistia ou não, eles demoraram nesta tortura ele voltava a fuder a boquinha dela dpois tirava e novamente ela sugava o saco dele como uma bezerra faminta até que ele caiu sobre ela ainda ajoelhado como se ele fosse a mulher a montala até que percebi sua intenção, agora com ele sentado sobre as pernas dela a puta prensava o pauzão dele sobre os seus seios fazendo uma deliciosa espanhola, para meu delirio agora eu via ele voltanto a mexer, ela segurando os dois peitoes pressionados, via então o pauzão dele sumir e por vezes aparecer aquele cabeção entre os peitos de minha mulher que lambia a cabeça como podia, ele fudeu um pouco assim e as vezes deixava ela saborear a cabeçona em sua boca, ele apoiado no sofá agora fazia um belo exercicio paras as pernas rss, mas a cena era deliciosa, assim como ele deveria estar adorando aqueles peitões, a saliva dela molhava bastante seu peito todo a ancia dos dois era grande, novamente via ele subir e fuder a boca de minha esposa que de cansada ja ficava imovel com a boca bem aberta só deixando ele controlar a penetração, por vezes a lingua dela brincava com a base do cacete, mas quase nao succionava como ela gosta, cansado os dois agora ele voltava a sentar do lado dela a beijando, ela com o rosto todo lambuzado da sua saliva, agora eu via melhor os peitos molhados tbm, a baba escorrendo até sua barriga, ela com o rosto bem vermelho de tesão, e o safado novamente introduzia os dedos em sua buceta e como ela estava bem exposta, os dedos do safado entravam em sua boceta saiam e lambuzavam o cuzinho tbm, ele não meteu o dedo no rabo dela mas o lambuzou bastante me fazendo delirar imaginando que poderia assistir ele a fuder o cu ali no sofá. Continuaram se beijando até que ele levantou e se ajoelhou no carpete entre as pernas de minha esposa quase sempre a beijando, então vi eles se posicionando ela vindo com a xota mais para a beirada do sofá e ele ajustando a altura até segurar aquele pauzão e direcionar para a chota dela, ele olhava fixamente a penetração enquanto ela com a cabeça escorada no sofá e os olhos fechados esperava anciosa aquela tora, nao podia ver claramente a penetração mas pelo movimento dele e os gemidos dela via que ele enfiava devagar mas sempre, sem meter e tirar, ela tbm estava lubrificada o suficiente para isto, ela ainda de olhos fechados falava AHHHH DELICIA DE PAU, AHHH ME PREENCHE TODA, ele retirou a mão que segurava o cacete e agora as duas agarravam os seios dela e ele não falava só gemia, assim que a penetração chegou ao fim ele colou os lábios nos dela ela por sua vez abraçou forte ele enquanto suas pernas se tramavam por de trás dele, no inicio os movimentos eram curtos ele deixava o pauzão quase todo cravado dentro dela a fazendo delirar, enquanto suas bocas não se desgrudavam seus gemidos eram sincronizados e abafados, só se soltaram quando ele baixou a boca para sugar os seios dela, enquanto isto ela beijava a orelha o pescoço dele, eu ja me controlava na punheta para não gozar na cozinha, depois de bombar nela assim ele agarrou as pernas dela as levantando bastante e agora ajoelhado e ereto novamente podia ver seu pau entrando em minha esposa, via que ela mexia em seu clitoris enlouquecida e agora de olhos abertos gemia encarando ele com uma cara tesuda, ela mordia seus lábios entre os gemidos, agarrava ele pela nuca e o puxava contra si para rápidos beijos, ele continava segurando as pernas dela bem abertas enquanto castigava aquela boceta agora com metidas mais vigorosas, ele entrava e saia quase todo até que seu pau escapou da buceta ficando sobre sua barriga, ela agarrou e deu uma punhetiada e comentou NOSSA COMO TA LAMBUZADO, ele então falou SIM E É TUDO TEU, eu pelo pouco que via notava mesmo que o pau dele estava muito molhado, por vezes o cheiro de sexo invadiu até a cozinha onde eu estava me deixando mais louco ainda, percebia que logo os amantes estariam gozando pois os movimentos dele e os gemidos dela denunciavam isto, foi então que vi o safado a puxando mais para baixo fazendo ela expor mais seu cuzinho, ela entendendo ele começou a suplicar, NAO AMOR, QUERO GOZAR, CONTINUA METENDO AMOR, QUERO GOZAR COM ESTE PAUZÃO NA XOTA, NAO TIRA AMOR, NÃOOOOOOOO AHHHH e então percebi que ele retirou aquela mangueira de sua xota, ela tentando o puxar devolta para dentro mas foi em vão, logo ele ja agarrava de novo seu pauzão e mirava para o cu de minha esposa, mesmo ali na mesma posição onde certamente via o estrago feito na boceta dela, agora ele pincelava para lubrificala novamente, vendo que estava dificil a posição ouvi ele falar ABRE A BUNDINHA PRA MIM AMOR, então as mãos dela que estavam sobre o sofá foram por baixo em direção a suas nádegas e via agora minha esposinha, mãe de minha filha, tão séria e respeitada em nosso convívio social, ali de pernas abertas para aquele homem, com suas duas mãos nas nádegas expondo seu cuzinho, esperando aquele pauzudo a foder no cu, novamente de olhos fechados ela esperava e falava AH SAFADO NÃO ME DEIXOU GOZAR AGORA VAI ME ENRABAR, AH AMOR POE NA TUA XOTINHA PÕE, mas mesmo pedindo isto continuava abrindo a bunda para ele,ele ao acertar o local que seu cacete logo sumiria continuou segurando com uma das mãos o pau, mas pegou e foi beijar minha esposa, o beijo foi apaixonado e assim ele iniciou a penetração, vi que teve alguma dificuldade, ela gemeu alto e vi ele redirecionando o pauzão mas sem parar de beijala até que ouvi outro gemido agora mais gostoso dela e notei que o cu tinha cedido novamente aquele cabeção, ela continuava com as mãos nas nádegas e ele ja retirava a mão do pau me dando certesa que ja estava dentro do rabo de minha esposa, agora ele ajudava ela a manter-se com as pernas erguidas mas não deixava de beija-la, então via ele indo cada vez mais em direçao de minha esposa, ele só parava a penetração quando ela gemia mais alto, deixava ela acostumar e continuava, agora nao metia como na xota que foi tudo de uma vez, agora ele metia um pouco e ficava indo e vindo até ela acostuar e ele meter mais, ela gemia gostoso, até que achei que ele ja estava todo dentro dela mas me enganei pois agora via minha esposa largar as nadegas e pegar ele pela cintura e o puxando todo contra ela ajudando gostosamente a concluir aquela penetração, quando ele estava todo no rabo dela eles desgrudaram os lábios, ouvi dela um QUE GOSTOSO, e ele retribuindo GOSTOSO É TEU RABO AMOR então novamente agora ele metia e tirava devagar observando seu pau sumir no cu de minha esposa que tambem fazia força e dobrava seu corpo para olhar, ela baixou o que deu as pernas e olhava o pau sumindo dela enquanto gemia e beijava seu macho, ele novamente sugava forte os seios dela que eu ja via bastante marcados dos xupões que ela sempre pede, ouvi ela falar ao mesmo tempo que gemia mais gostoso ISTO MEXE NA MINHA BUCETINHA, então sabia que o macho estava fodendo o cu dela ao mesmo tempo que com a mão mexia em seu clitoris, ela enlouquecida novamente se atirou para trás de olhos fechados gemendo enquanto ele castigava seu rabo com estocadas firmes, os movimentos eram fáceis seu cu aceitava bem aquele mastro a invadindo e a mão dele a faria gozar rápido, e assim foi, em poucos minutos vi ela falar AI AMOR VOU GOZAR FODE, FODE TUA CASADA, AHHH, agora de gemidos eram quase gritos, em momento algum se preocupando comigo ou me procurando para ver se eu estava por perto ou dormindo, ela continuava AHH AMOR VOU GOZAR AHHHH METE, METE NO MEU CU AHH, NAO ACREDITO AMOR, TO GOZANDO TE DANDO MEU RABINHO AHHHH, AHHHHH COME FORTA AHHH AHHHH e assim minha esposa gozou novamente com aquele cavalo em seu rabo, o safado não gozou desta vez com ela, e ainda para completar e provocala mais quando ela estava quase no fim de seu demorado orgasmo, ele tirou o pauzão do cu e meteu de vez em sua buceta fudendo mais forte ainda enquanto ela continuava gritando AHHHH ISTO NA BUCETA AHHHH DELICIA DELICIA AHHH AHHHH e ele foi maltratando a boceta dela sem dar sinal que iria gozar até que ela nao aguentando mais perdeu as forças e chegou a pedir para ele parar de fode-la daquela forma, ele atendeu o pedido, achei que ele iria voltar a comer o rabo dela mas não ele retirou o pauzão da xota dela e foi beijala deliciosamente mas sem penetrala, ficaram curtindo aquele momento delicioso dela, ela respirava fundo e sorria enquanto o beijava até que ouvi ele pedindo para ela para ela ficar de 4 para ele, meu coração em disparada, meu pau sem eu poder ao menos tocar nele para não gozar, ouvi ela dizer um cansado SIM, agora ela descia do sofá e se posicionava de quatro para ele ajoelhada no carpete, com seu corpo todo deitado sobre o sofá, ainda bem cansada agora ela se arreganhava toda para ele, ele novamente entre as pernas dela agora posicionava-se para novamente comer o cu de minha esposa, ela empinava bem a bunda para ele, o rosto para minha sorte virado para o lado que eu podia ver, o rostinho lindo dela com suas buxexas vermelhas, cabelo desarrumado olhos fechados com expressão de cansaço, quando ele posicionou em seu rabo vi ela com semblante de dor, mas pela forma que ele entrou fácil e rápido em seu rabo não foi doloroso não, notava que era mais cansaço que outra coisa, ele meteu firme e de vez, parou um pouco e logo estava entrando e saindo, agora devagar, aproveitando a penetração para admirar aquela mulher gostosa, seu cabelo comprido ele puxou para cima das costas estendendo ele quase até seu cu tbm, ela parecia quase dormir não fossem seus pequenos gemidos quando ele enterrava tudo, ele apertava e segurava forte os quadris dela por vezes a puxando contra si, ela nenhuma reação a mais do que gemer e ceder a suas metidas, nem as palmadas que levou na bunda a motivaram para expor algo a mais que os gemidos baixos, ele falou NOSSA QUE RABO GOSTOSO AMOR, QUE DELICIA, e ele continuava a arrombar minha esposa, ela esta assim mortinha, até que ele pegou ela pelos cabelos e começou a puxar a cada bombada, ela mais animada nos gemidos então ergueu o corpo, agora ficando de joelhos tambem enquanto ele abraçou ela agarrando seus seios, agora os dois com os corpos colados procuravam um a boca do outro, ele continuava mexendo agora ajudado por ela que forçava o rabo contra o pauzão dele, a cena era deliciosa, ela ainda cansadinha tentando satisfazer seu macho que afoito a beijava apertava e fodia, por vezes mesmo com ela ajoelhada ele a pegava pelos quadris cravando forte em sua bunda enquanto ela apoiava as mãos no sofá para aguentar as estocadas, aquela tortura para mim continuava e eles revezavam beijos apaixonados com seus corpos colados e metidas fortes com ela se segurando como podia para aguenta-lo, ele aproveitou ao máximo aquilo, se controlando o que pode para comer bastante aquele rabo que certamente estava ardendo, pois quando ela inclinava o corpo e ele não a via, eu via seu rosto com expressão de transtorno não prazer, mas ela bravamente gemia gostoso e por vezes pedia mais pau, até que após mais uma sessão de metidas fortes vi ele mais empolgado e forçando mais a entrada em seu rabo, tirando quase tudo e metendo com força novamente, ela ja sem forças novamente deitou seu corpo no sofá ficando agora imóvel novamente, seu olhos fechados, sua testa franzida demonstrando o sufoco que estava passando com aquele macho tesudo a devorando e ele por sua vez anunciava o gozo e cada vez mais metia alucinado ele que ja estava entre as pernas dela sendo para mim a posição mais gostosa de comer um cu ou uma buceta, agora a cada estocada forçava mais seu corpo contra o dela, a cabeça dela ja encostava no encosto do sofá sem ter mais para onde fugir, qdo ele enfiava tudo ouvia gemido dela que não mais era de prazer, mas ela continuava sem reclamar, ele que ajoelhado estava ja chegava a erguer os joelhos ao final de cada penetração e eu vendo aquilo tinha certesa que a penetração era total que nada do pauzão ficava de fora quando ele enfiava tudo, minha esposa estava agora não só com a testa franzida mas todo seu rosto com semblante de choro e não gemia mais, só dizia AIII AIII AIII AIII, mas mesmo assim não falava nada para impedir aquele estupro nem falava nada para ele ir devagar ou parar, até que ele metendo sem dó começou a dizer, AHHH AMOR VOU ENCHER TEU CUZINHO AMOR, VOU GOZAR GOSTOSO AHHHHH e ela sem abrir os olhos respondeu quase choramingando AII AMOR ENCHE, COME MEU CUZINHO AII GOZA TUDO GOZA LOGO, vi ele então dando uma cravada mais forte e parando com o pau todo dentro do rabo de minha esposa por um instante onde soltou um gostoso gemido AHHHHHHHH TOMA GOSTOSA, ela ainda com o ar de angustia nao o decepcionava e falava AHHH DELICIA, QUE QUENTE AIII QUE GROSSO, então depois de dar umas esguixadas no fundo do rabo dela agora ele voltava a meter forte e rápido terminando sua gozada enquanto gemiam e ela completava AHHH QUE LAMBUSO, AHH DELICIA, então via seu rosto esboçando um sorriso ainda exausto, tbm via o macho diminuir o ritmo das metidas e agora cair sobre o corpo dela, ele todo suado ofegante, agora a puta estava novamente normal pois mesmo cansada e sufocada pelo peso do corpo dele tentava rebolar os quadris e sugar todo o esperma do seu macho, ele ofegante ria do esforço dela a puta ainda torturou um pouco o macho pois ouvi ele gemer e falar AI GOSTOSA, como a conheço sei que a puta estava piscando o cu, pois ela adora fazer isto, e mesmo com o cu esgaçado pelo pauzão certamente dava apertões gostosos com seu anel no pau do macho, depois de alguns gemidos e ele desfalecido sobre ela, os dois ergueram seus corpos novamente se beijando ele ainda enterrado no rabo dela, ele beijava e agradecia a enrabada gostosa e ela dizia que tinha sido gostoso mas que estava com a bundinha esfolada, ele riu e fez menção de tirar o pau de dentro então ela novamente inclinou o corpo para frente pegando no sofá uma toalhinha que nem tinha visto estar ali, ele entendeu pois o carpete da sala poderia ficar bem molhado rss e é um carpete bem espesso, parece um colchão rss, ele posicionou o pano abaixo de seu pau mas vi que ele queria observar o cu dela no momento que o pau saisse, ela muito safada ficou de bunda empinada olhando para trás, então vi aquele macho retirar de dentro de minha esposa aquela vara ja meio mole mas enorme, o pau caiu sobre o pano que ele segurava e ele ficou olhando e ainda abrindo a bunda dela, só disse NOSSA QUE BURACO GRANDE E GOSTOSO e ela respondeu SAFADO FUI TU QUE FEZ ISTO e ainda deu uma rebolada enquanto ele abria e olhava acho q o intestino de minha esposa rsss pois ela disse que quando ele tira o pau do cu dela ela sente o ar frio la dentro da barriga dela pois o cu fica aberto por um tempo até voltar ao tamanho normal, ele sentou para trás ainda observando minha esposa rebolando o rabo aberto para ele, ele comentou, AMOR VAI FICAR COM TUDO AI DENTRO, NÃO TA VAZANDO MEU LEITINHO, então ela com a bunda empinada falou, SIM AMOR, QUERO FICAR COM TUDO DENTRO SIM E NOS DOIS BURACOS, e riram então ela vendo que não mais vazava porra dele, pegou o paninho da mão dele que ja tinha limpado o cacete, colocou tapando o cu e sentou no carpete ao lado dele, deitando logo em seu peito abraçadinhos, eu me cuidei mais para não me verem fiquei mais escutando que vendo, qdo olhei novamente ambos estavam deitados naquele carpete gostoso, descançaram um pouco falando mais baixo como tomando cuidado comigo, chegou a ser engraçado pois tinham acabado de fuder aos gritos se eu tivesse que acordar ja o teria feito rss, então ouvi ele falando que iria tomar banho, vi ela dizer para ele ir q ela iria me ver, corri para o quarto e fiquei deitado a esperando, não demorou a ela entrar no 'meu quartinho' suada e vermelha, eu fingi ter acordado a pouco e não falei q assisti a foda, ela me beijou suada e ainda com cheiro de pau no rosto, ao beijala não tinha como deixar de ver que havia transado a pouco então falei que ela deveria ter aproveitado a manhã ela falou com a maior naturalidade, NEM FALE ELE QUASE ME MATOU, virei para ela e ela viu meu pau meio duro, e falou, tenho q tomar um banho, então levantou peladinha como estava, virou de costas, vi as marcas de mão na bunda dela pelos tapas que levou, e fiz um UMMMMM FOI BOM EINN, então antes de sair ela virou e safadamente disse, FOI SIM, E MUITO, olhando para meu estado completou TU QUER?? claro que nao resistindo levantei logo a peguei abraçando-a por trás, virei ela para a cama e ela logo estava de quatro para mim, meu pau doia de tesão, achei que ela não me daria o cu então coloquei direto naquela xota ensopada e larga ainda dela, ela gemeu baixinho e pediu, NÃO AMOR, GOZA NO MEU CU QUE ELE JA GOZOU, SE TU GOZAR NA XOTA ELE VAI VER POIS AINDA NAO GOZOU NELA HOJE, nem acreditei, depois de tudo aquilo ainda iria dar o cu, apesar que para quem suportou um pau o dobro da grossura do meu seria fácil não é? rss, então tirei de sua boceta pois estava quase gozando mesmo e enfiei naquele cuzão vermelho parecia assado, não preciso dizer que entrou correndo pois ainda estava muito laceado, senti ainda a porra do macho la dentro e isto me fez perder a cabeça, metia forte nela como querendo fazer ela sofrer o que sofreu com ele, mas ela nao esboçava a mesma reação e dizia enlouquecido a ela TOMA PUTA QUE CUZÃO ARROMBADO CADELA, DEU PRAQUELE PAUZUDO É, e ela concordava tentando me olhar mas eu só tinha olhos pro rabo alargado dela, eu continuei metendo forte e tentando me controlar para aproveitar aquele momento de extase de qualquer marido liberal, mas ela cortando meu barato falou, VAI GOZA AMOR QUE QUERO IR LA TOMAR BANHO COM ELE, nossa apesar do tesão quase broxei, nao fosse ela iniciar um movimento com os quadris me fazendo penetrala mais fundo ainda e pedir GOZA LOGO AMOR GOZA NA TUA PUTINHA GOZA, OLHA O ESTADO DO MEU CUZINHO AMOR, COMO TU DEIXA ELE FAZER ISTO COM TUA ESPOSINHA, não tinha como nao me animar então ja quase gozando eu falava, EU DEIXO PAIXÃO DEIXO TUDO QUE TU QUIZER, DEIXO TU FAZER O QUE TU QUISER COM ELE TESUDA, ela ENTÃO TÁ, GOZA LOGO QUE VOU LA LAVAR AQUELE PAUZÃO GOSTOSO NO CHUVEIRO, ao falar isto ela viu que estava ja ejaculando em seu rabo largo então ela me olhava e ria com o prazer de ter o segundo macho enchendo seu rabo de porra e este segundo macho sendo seu marido com seu pau nadando naquele buraco imenso que um dia foi só dele mas agora tinha outro dono, ela nem esperou eu retirar meu pau quando viu que eu havia gozado ela mesmo saiu de mim fazendo pingar em minha cama se levantou e saiu rindo ainda e olhando para meu pauzinho ja mais pequeno ainda, fiquei caido na cama por instantes morto pela enorme gozada que havia dado e vendo meu pau murxar cada vez mais ainda melecado com porra minha e certamente do outro, demorei um pouco mas fui me lavar, quando voltei ainda escutei o barulho do junquer na área de serviço dando sinal que eles ainda estavam no banho, coloquei uma bermuda e fui para a sala, depois de alguma demora ela saiu ja de roupa, bem arrumada falando que iriam sair para almoçar, perguntou se eu 'iria querer ir junto', achei tão estranho pois seria meio lógico eu ir junto, então notei que era quase uma indireta deles querendo sair sozinhos, então disse que não que estava cansado e ficaria os esperando. Sairão os dois muito arrumados pelo que vi foram a um bom restaurante, eu fiquei e fiz um lanche, olhando tv na sala fiquei imaginando se saiam como casal e quão perigoso seria, passadas umas duas horas eles voltaram alegres e cansados foram deitar novamente, realmente dormiram bstt, mais umas duas horas, eu cochilei no sofá mas sempre acordando e indo os ver, numa destas ouvi eles conversando, ela falando q tinha q ir embora e ele pedindo que não, dei mais um tempo e quando fui espiar ele estava sobre ela ja a comendo, bem devagar, bem gostoso, muito carinho, beijos sem aquele fogo todo, pelo que vi novamente a puta ja havia gozado no pau dele pelos seus gemidinhos e pela forma como pedia pra ele gozar logo e ele estava aproveitando a ultima foda, gozou assim a comendo devagar só escutei seus gemidos abafados pelos beijos dela, o cheiro no quarto de sexo era inebriante, escutava as bombadas dele na medida que a boceta dela ia ficando mais e mais melecada até ele novamente perder as forças sobre minha mulher que continuava pedindo leite mais e mais fundo, ele ficou a beijando mais um pouco e logo caiu do lado dela, ela de pernas abertas certamente curtia sentir a porra vazando pela xota afora. Ficaram abraçadinhos fazendo carinho um ao outro então sai, voltei para a sala de pau duro, não demorou minha esposa apareceu ainda nua na sala, foi até mim e convidou para irmos embora eu concordei e fiquei olhando para sua xota que escorria porra entre as coxas, ela sorriu e veio até mim, baixou minha bermuda e me vendo de pau duro se posicionou sobre mim para sentar em meu pau ajoelhada sobre o sofá, não falei nada, só aproveitei, enquanto ela se posicionava minha perna ficou molhada pela porra do outro que ainda vazava, ela sentou no meu pau sem dificuldade alguma pois entrou nadando, tambem não esboçou tesão por isto, só falou melosa ao meu ouvido GOZA AMOR, GOZA PRA IRMOS EMBORA, então deitou no meu ombro sem me beijar mas pude sentir em seu hálito o xeiro de pau então vi que a puta havia xupado seu macho antes da ultima foda, ela ajoelhada sobre mim seu corpo quente e ainda suado da foda com seu homem, o cheiro do macho ainda nela, ela só subia e baixava em meu pau, sentia a porra do cara vazando sobre minha virilha e saco e isto me dava mais tesão, me segurava ao máximo para aproveitar aquilo, tentei enfiar um dedo no cu dela mas ela disse q estava dolorido então só fiquei a segurando pela bunda grande, mais uma vez queria aproveitar a foda até que ela falou a meu ouvido GOZA AMOR SENÃO ELE VAI VER, aquilo era quase que humilhante, pois o marido era eu, e dai se ele visse?? Mas para qualquer marido liberal isto é uma tortura e um tesão, então me concentrei a puxando mais contra mim, ela notou e falou gostoso ISTO AMOR METE, METE NA TUA PUTA, e me beijava o pescoço, claro que nao resisti e na hora do gozo para mim nao fazer barulho ela praticamente enfiou um seio em minha boca, gozei gostoso mamando naqueles peitos ainda com gosto da saliva do outro, quando terminei minha gozada, a safada desengatou meu pau de sua boceta e ficou esfregando sua xota encharcada em minha barriga, até quase meu peito, não preciso dizer que um rio de porra desceu me lambuzando todo, menos mau que muito daquela porra era minha rsss, ela me deu um selinho e ainda antes de sair pude notar melhor seus seios, haviam umas 5marcas fortes de xupões quase ematomas na sua pele branca, ela saiu e foi para o banho, ele havia dormido denovo, só levantou para nos levar até a porta onde ainda assisti beijos calorosos entre os dois, pegamos nosso carro e chegamos quase no fim de tarde em casa, passei o resto do fim de semana passando um óleo entre seu cu e xota, aquela pele que separa os dois chegou a ficar com fissuras de tanto dar o rabo para aquele cacetudo, nao sei como ela aguenta rss. Eles continuam se encontrando, se ligam, mandam msgs calorosas, fotos deles não tenho ele não curte, as que postarei serão dela com outro fixo q tivemos e outros amigos q a comeram. Qualquer coisa só adcc meu msn que nos falamos.
Foto 1 do Conto erotico: SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3

Foto 2 do Conto erotico: SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3

Foto 3 do Conto erotico: SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3

Foto 4 do Conto erotico: SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3

Foto 5 do Conto erotico: SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


12342 - Amante da esposa la em casa. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
12371 - Minha esposa me fazendo surpresa(Verídico) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
12436 - Esposa perdendo(realmente) o cabaço do rabinho. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
12469 - INICIANDO A ESPOSA NO MENAGE(VERIDICO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
12479 - PROSTITUINDO A ESPOSA(PRIMEIRA VEZ) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
12578 - PROSTITUINDO A ESPOSA (NOVOS CLIENTES) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
12645 - ATUAL AMANTE O INICIO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
12666 - OUTRO CLIENTE DE MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
12709 - ESPOSA TRANSANDO NA FESTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
13013 - MINHA ESPOSA COM DOIS AMIGOS - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
13169 - NEGRO GOSANDO NA MINHA ESPOSA(REAL) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
13171 - AMIGO NEGRO LA EM CASA(EDITADO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
13325 - ESPOSA TRANSANDO COM ESTRANHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
13603 - AMANTE FIXO EM CASA A SÓS COM ELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
13769 - ESPOSA SENDO GOSADA NA FESTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
13955 - ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
14253 - ESPOSA PASSANDO FINAL DE SEMANA COM AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
14557 - ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
14729 - ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL PARTE2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
14935 - QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
14949 - QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA(CONTINUAÇÃO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15094 - ESPOSA TRANSANDO GRÁVIDA DE 7MESES - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
15096 - PRIMEIRO AMANTE DO TRABALHO DELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15216 - ESPOSA TRANSANDO COM EX NAMORADO(VINGANÇA DELA) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
15259 - ESPOSA TRANSANDO COM UM COROA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
15968 - PRIMEIRO SWING DO CASAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
16110 - PRIMEIRA VEZ DA ESPOSA SOZINHA COM AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
16607 - ESPOSA SOZINHA COM DOIS AMANTES - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
16627 - ESPOSA CEDENDO A CHANTAGEM DO COLEGA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
16934 - PRESENTE PARA O AMANTE(primeira parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 0
16966 - PRESENTE PARA O AMANTE(Segunda parte) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 0
18111 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
18115 - SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO parte2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
19314 - ESPOSA FUDENDO COM AMANTE E AMIGO DELE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
19938 - ESPOSA DANDO PARA COROA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
20767 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
20768 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
20769 - ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
22017 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
22018 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
22019 - ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO4 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
23307 - ESPOSA SE PROSTITUINDO (VERÍDICO) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
25452 - ESPOSA DANDO NO ANO NOVO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
26816 - O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
26852 - O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
27032 - NAMORADA DANDO PARA AMANTE NO WC DA FACULDADE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
27652 - ESPOSA COM AMANTE NO ESTACIONAMENTO(REAL)25/03 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
28366 - ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
28367 - ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
29811 - ESPOSA COM NOVO AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
30123 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE DOIS AMANTES 1º VEZ REAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
31212 - PRIMEIRO ANAL DA ESPOSA COM O NOVO AMANTE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
33094 - ESPOSA SENDO GOZADA POR DOIS AMANTES NO MESMO DIA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
36901 - ULTIMA IDA NO AMANTE PREFERIDO DELA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
43645 - DANDO PRO AMANTE NA ESCADARIA DE SHOPING - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
46418 - ESPOSA DANDO NO CARNAVAL 2014 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
50214 - ESPOSA GRITANDO NA VARA DO AMANTE EM NOSSA CASA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
53229 - PRIMEIRA VEZ COM O AMANTE EM NOSSA CASA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
53992 - AMIGO DE AMANTE COMENDO MINHA ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
54589 - AMANTE NARRANDO COMO REALMENTE FOI O ENCONTRO. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
61019 - ESPOSA E NOVO EMPREGO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
62243 - MARIDO NAO COMEU ELA DEU RABO PARA AMANTE. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
65576 - ESPIANDO AMANTE E ESPOSA SEM ELA SABER - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
66277 - AVENTURAS DE ADOLESCENTE DA ESPOSINHA PUTA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
66977 - ESPOSA NOVINHA TRAINDO SEU PRIMEIRO NAMORADO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
68118 - PRIMEIRO ANAL COM AMANTE PREFERIDO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
70553 - AINDA NAMORADA AMANTE DO CHEFE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
71654 - FESTA COM AMANTE NEGRO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
72266 - ESPOSA LEVANDO ESTRANHO PARA NOSSA CAMA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
73929 - ESPOSA DANDO AO AR LIVRE PARA O CHEFE - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
77768 - FINALMENTTE UMA AMANTE AMIGO MEU - Categoria: Traição/Corno - Votos: 5
78053 - Vingança da esposa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
97684 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE NEGRO, PRIMEIRA VEZ - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
98334 - ESPOSA LEVANDO LEITE DE NEGRO, PRIMEIRA VEZ - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
98619 - MARIDO ESCONDIDO NA CASA DO AMANTE ASSISTINDO ESPOSA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12

Ficha do conto

Foto Perfil cacolabin
casalsul

Nome do conto:
SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3

Codigo do conto:
18295

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
12/07/2012

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


papai fode a filiha ate goza na bucetinha delacontos eroticos de coroas fodendo com animascontos eróticos estuprei minha irmãcontos erótico flagrado comendo cu gaycastidade masculina contos eróticosvídeo pornô do Chaves votou na bundinha da Chiquinhacontos eróticos gay babão quadrinhos eroticos de dokiconto eroticos sequestrou mãe filha enrabadaConto erótico na cachoeira com a priminha ingênuacasal praticante de zoofiliaConto erotico neguinho pintudoGeraldo o porteiro conto eróticoConto eroticos papakucontos eroticos corno bebadoSexo selvage contos com padrastodiarista gostosa e safada no predio do bairro portãocontos dei minha esposa pra um comedorcomeçou no sitio + eroticoconto erotico gay coroa viuvo faz viadinho de femeacasada que fes zoofilia pela primera vescontoerotico sobrinha cabacinhao caralho era tao grande e grosso que quase desmaiei com ele dentro do cuBuceta portugal.Compornô em quadrinhos perdendo a virgindade na senzalacontos eroticos novinha chupei a rola grande e grossa do padrinhorelatos sexuais feminino começou com jogo de strip pokercontos eroticos as amiguinhas da minha esposacomendo o cu da aluna da auto escola contoconto sarro entre heteromeu sogro me pegou de jeitoIncesto contos mamaes e papais iniciando suas filhinhas com suas bonecas nas camas e banhosContos:Estuprado por Travestisexo com putona de fio dental com argolas na orelhafiz sexo com meu tiofotos cotos eroticos tirando atrazofilmei uma traicao e chantagiei contosPorno lesbicas doiidaabrexei meu tio cumendo minha tiahentai melhor amigo do filhominha mãe me surpreendeu contos de incestoconto erotico virei uma linda mulherempregadas loiras coroad sedutoraspai fica com tesão da filha na praiasaiu sangue da buceta da minha namorada quando nos estavamos trazandocontos erótico baianinhaconto erotico titioconto erotico a menina me chupouContos porno incesto mae dando cu ao filhoFio dental madrasta contoscontodeumaputaporno conto mae novocontos erotico dividindo a sua esposawww.contos eroticos quadrinhos eroticoshd.com.br30cm no cú de tia contocontos com iquilino com mãe bebadaporno contos negao da mandiocahentai do avatarmamei na patroa contosconntos eroticos de incertos com mega pauzudo pegando irmanzinha e sua amiguinhacontos eróticos meu primeiro quando comecei a me masturbarcontos eroticos sou fogosa me fuderam no clubeporno historias em quadrinho teste para filme porno contofiumi porno adoro ver acaucinha da minha irma no varaucontos eroticos de defloraçao analcontos gay eroticos rola suada e fedendo a seboporno gay meu pai comeu meu cuconto erotico filho fode maecontos eroticos com fotos a tara do corno ver o negao arombar o cuzinho da sua esposacontos papakucontos eroticos minha amiga e seu namorado