Minha filha de criação.

Click to this video!


RECEBI ESTE CONTO POR EMAIL E ESTOU REPASSANDO depois de fazer algumas correções. Como não podíamos ter filhos, eu e minha esposa resolvemos adotar uma criança. Adotamos uma menina e a criamos com todo amor e carinho. Aura cresceu uma menina linda e passei a ter muito ciúmes dela. Ficava puto ao vê-la aos abraços e beijos com algum rapaz... Minha vontade era de poder proibi-la de namorar. Mais o pior, foi quando comecei a ficar excitado dentro de casa olhando pra sua bundinha cheinha e redondinha destacada em algum shortinho curto e apertado... Ela tinha um corpinho de sereia: morena clara, cabelos ruivos, 1,60 mt e uns 53 kgs. Mas fui conseguindo segurar aquela minha tara. Aura com 22 anos estava na faculdade quando eu e minha esposa resolvemos nos divorciar. Minha EX tinha 45 anos e eu 55 quando ela mudou-se pra outro Estado com seu novo macho e Aura veio pra ficar morando definitivamente comigo... O problema era que eu continuava sozinho e novamente tive que controlar aquela minha tara pela minha filha de criação. De vez em quando saindo do serviço, pra fugir do trânsito no horário do rush passava perto da faculdade onde Aura estudava. Um dia a vi entrando em um carro e ao passar ao lado notei que era um homem já bem de idade. Mais na frente encostei o suficiente pra ele me ultrapassar e fui seguindo-o até vê-lo entrando em um motel. Aquilo foi como o chão estivesse sido aberto debaixo de mim. Fui pra casa e no caminho fui raciocinando que Aura já era adulta e que eu não podia fazer nada pra impedir dela se entregar pra outros homens; mas achei que tinha que lhe dar alguns conselhos.
Ela chegou da faculdade (motel) quase 11 horas da noite e quando ela estava na cozinha fazendo um lanche toquei no assunto de que a tinha visto entrando no carro e o carro entrando no motel. Aura arregalou os olhos assustada e eu carinhosamente fui conversando e acalmando-a explicando meu ponto de vista. Ela se negou a me dar maiores explicações; achei até que ela estava no seu direito já que o homem devia ser casado... Mais tarde é que fui descobrir que ele era um dos professores na faculdade. Mas Aura fazendo biquinho de choro quando falei que ela devia estar perdendo sua juventude com um homem casado:
- Desculpa paizinho... Mas é que eu não consigo evitar de me encontrar com ele!
Meses depois, Aura caiu numa depressão profunda que tive que leva-la ao médico... Vivia andando pela casa de madrugada e chorando as escondidas. Por mais que eu tentasse que ela me falasse o motivo, ela não me contava... Só podia ser por causa do seu caso com aquele professor que era casado e até indaguei se ela estaria grávida; fiquei aliviado quando ela me garantiu que não. Fiquei receoso quando o médico lhe receitou um sedativo pra ela tomar a noite, durante um mês em dias alternados. No dia seguinte que ela tomou o remédio, tentei acordá-la de todas as maneiras e notei que nem uma explosão de uma bomba atômica a faria abrir os olhos... Resolvi que eu tinha que controlar o horário e os dias pra ela tomar o tal remédio que fazia efeito por oito horas seguidas. No segundo comprimido, fiquei com ela no quarto e Aura em menos de 20 minutos apagou totalmente... Fiz-lhe bastante carinho e sabendo que ela não acordaria passei a mão nas suas coxas por baixo da camisola, apalpei seus peitinhos por cima do tecido e levantei sua camisola pra ficar olhando sua calcinha... Com meus 55 anos tive que ir pro banheiro me masturbar. Dois dias depois, no terceiro comprimido, ela com a mesma camisola acendeu novamente minha tara. Pra garantia, esperei uma hora após ela enjerir o comprimido pra entrar no seu quarto. Tirei sua calcinha e abrindo suas pernas comecei a passar minha língua na sua linda, carnuda e apetitosa bucetinha... Mas aquilo não foi suficiente pra mim. Tirei meu pijama, e fazendo-a ficar deitada de lado fui pra trás da sua bundinha e segurando sua perna pra cima coloquei minha piroca na sua xoxota... Que delícia sentir minha pica ir entrando dentro daquela bucetinha que eu tanto desejava. Fiquei socando até que senti que tinha que tirar... Aparei todo meu gozo na minha cueca e depois coloquei a calcinha direitinha no lugar. Fiz isso novamente mais uma vez e minha consciência começou a ficar pesada... Resolvi parar com aquilo. Num dia em que não era pra ela tomar o comprimido, sentei do seu lado na cama e ao lhe perguntar como estava se sentindo, Aura sentou na cama me dando um abraço e um beijo:
- Muito obrigada paizinho... Agora estou bem melhor; mais deixei você muito preocupado né?
- Fiquei sim filha... Eu só quero ver você feliz!
Ela deitou com a cabeça sobre uma das minhas coxas e começou a me contar desde quando se apaixonou pelo tal professor; que ele era casado sim, e que ela sabia exatamente que não podia ter muitas esperanças de ficar com ele por muito tempo... Mas que ela sofreu e estava sofrendo por ele ter largado a faculdade e ido embora da cidade sem nem ao menos se despedir dela.
- Acho que foi melhor assim filha... Quem sabe agora você arruma um namorado da sua idade e que seja solteiro? – Falei rindo e fazendo carinho no seu rosto.
Aura também soltou uma gargalhada e quando levantei:
- Deita um pouquinho aqui comigo e me abraça até eu dormir?
Fiquei meio que atordoado com aquele seu pedido, mas acabei me ajeitando atrás dela que encaixou seu corpinho contra o meu me fazendo passar meu braço direito por baixo do seu pescoço... Evitei me encostar totalmente pra ela não perceber que tinha ficado de pau duro. Mas, não resisti e com minha mão esquerda comecei a lhe fazer carinho na sua coxa pouco abaixo da sua bunda por cima da camisola. Ela chegou o bumbum mais pra trás que não tive como mais me afastar... Meu pau duro ficou imprensado nas suas nádegas e ela ainda se mexeu várias vezes roçando sua bundinha nele:
- Pode me apertar mais paizinho!...
Abracei-a com mais força e desci a mão abaixo da camisola passando a mão direto na sua coxa. Aos poucos fui subindo e não demorou pra minha mão chegar na lateral da sua calcinha... Tive que fazer um esforço tremendo pra segurar a barra e esperar que ela dormisse. Logo no dia seguinte, ela chegou da faculdade e depois do banho estava na cozinha lanchando quando pedi pra que ela parasse de tomar o remédio... Ela concordou; mas fez uma exigência:
- Mas você vai ter que ficar comigo até eu conseguir dormir; tudo bem?
Eu achava que ela já estava bem e que não havia mais a necessidade do remédio e nem da minha presença no quarto pra ela conseguir dormir... Mas já que ela estava pedindo, não custava nada fazer sua vontade.
Abracei-a forte e sem nenhum pudor fui apertando-a sobre meu pau duro e passando a mão na sua coxa... Subi a mão entrando por baixo da camisola e fazendo carinho ao lado da calcinha lhe dei um beijo:
- No que você está pensando filha?
- Nada paizinho... Estou com tanto soninho... Me aperta mais; me aperta!
Ela falou roçando novamente sua bundinha no meu pau duro... Aura era esperta e experiente pra saber exatamente o que estávamos fazendo. Lentamente fui descendo sua calcinha e ela mexeu suas pernas pra uma posição exata facilitando tirá-la totalmente... depois continuou como se estivesse dormindo. Levantei toda sua camisola deixando-a peladinha da cintura pra baixo e cada vez mais ousado tirei minha pica pra fora e fiquei passando na suas nádegas... Aura continuou fingindo e eu dessa vez fui levantando sua perninha sabendo que ela estava consentindo. Botei meu pau na portinha e ela ajeitou suas pernas pra que houvesse um melhor encaixe... Meu pau foi entrando e Aura começou a se mexer:
- Uiiiii! Uiiii! Hããããmmmmmm! Hãããããmmmmm! Ooooohhhhh paizinho!...
Beijando seu pescoço:
- Tá gostando filhinha?...
- Muito paizinho... Ohhhh! Hummm! Aaaaiiii! Aaaaiii!...
Tirei meu pau:
- Deixa o papai entrar pelas suas pernas; vai!...
Ela abrindo as pernas:
- Então vem paizinho... Vem!!!!
Com o consentimento da minha filhinha estava satisfazendo toda minha tara por ela... Atolei meu pau e comecei a socar com vontade fazendo-a gemer de prazer:
- Só cuidado pra não gozar dentro de mim paizinho!...
- Ok filhinha... Hummm! Hummm! Então goza você; goza!...
- Mais paizinho! Mais! Está vindo! Está vindo! Aaaah! Aaaah! Aaaahhhhhhhhhhh!!!!
Tirei rapidamente e gozei muito sobre sua barriguinha. Ela voltou do banheiro e sorrindo me abraçou me dando vários beijinhos:
- Muito obrigada paizinho... Te adoro!...
E deitou entrando debaixo do lençol... Fiquei ainda do seu lado e em menos de 5 minutos ela dormiu sem se preocupar em se vestir. Cedo, preparei o café da manhã e fui acordá-la... Nem bem sentei na cama admirando seu lindo corpinho nú que estava sem o lençol, ela abriu os olhos sorrindo. Dei-lhe um beijinho no rosto e outro no seu peitinho e ela rindo segurou minha cabeça pra baixo pra que eu continuasse beijando seus peitinhos... Beijei, chupei e mamei nos biquinhos salientes:
- Levanta sua pestinha... Vamos lá tomar café que eu preciso ir trabalhar!
Depois do café, fui me arrumar e ela foi tomar um banho. Ao ir me despedir de Aura, fiquei feliz dela não ter trancado o banheiro e a vi toda sensual debaixo do chuveiro. Tive vontade de me atrasar algumas horas... Mas tive que me contentar em lhe dar um beijo e sair.
Cheguei em casa e após um banho fui pra sala e em poucos minutos Aura entrou em casa:
- Ué; e a faculdade?
- Ah! Hoje resolvi ficar em casa com meu paizinho!...
Foi a melhor coisa que eu podia ouvir naquele dia... Aura me abraçando e me beijando:
- Não gostou não?
Percebi que não precisava mais ficar encucado por ela ser minha filha de criação... Era ela que parecia ser muito fogosa e não sei por que tinha me escolhido pra apagar seu fogo:
- Adorei sua danadinha... Só que eu não esperava você aqui em casa tão cedo!
Quando comecei a abrir sua blusa, Aura rapidamente foi se livrando das suas roupas até ficar só de calcinha... Eu que só vestia uma bermuda, foi fácil ficar pelado em poucos segundos. Aura ficou de frente pra mim colocando um joelho de cada lado do meu corpo:
- Beija meu peitinho; beija!
Novamente lambi, chupei e mamei nos biquinhos dos seus peitos fazendo Aura gemer; sem que eu esperasse ela segurou meu rosto e lascou um beijo na minha boca:
- Você gosta de sua filhinha; gosta?
- Sou louco por você sua safadinha; vamos tirar essa calcinha?
Ela ficou de pé sobre o sofá na minha frente e após tirar sua calcinha, Aura demostrando ser bastante desinibida no sexo chegou seu corpo perto do meu rosto:
- Quer dar um beijinho na xoxota da sua filhinha; quer?
Caralho! Percebi que pra ela sexo não podia ter limites. Enfiei a cara no meio das suas pernas e fui passando a língua na sua bucetinha cheirosa:
- Que língua gostosa! Ohhhh! Ohhhh!...
Ela mesma tomou a iniciativa de ir descendo o corpo e segurando minha piroca sentou com sua buceta em cima:
- Hummmm! Estou adorando transar com você paizinho!
- Então senta no meu pau filha, senta! Oooohhhh! Oooohhhh! Isso! Mexe! Mexe!
De repente ela parou de ficar pulando com a buceta no meu pau e só mexendo a cintura foi me beijando fazendo minha boca abafar seus gemidos... Tive que pedir pra ela sair pra gozar muito usando sua calcinha pra aparar toda minha porra. No dia seguinte cheguei em casa com várias cartelas de camisinha... Não podia correr o risco de engravidá-la.
Eu que dias atrás tive que aproveitar pra meter na sua bucetinha quando ela dormia a base de um sedativo, agora a tinha ali peladinha se oferecendo toda pra mim. Passei a meter na minha filhinha de criação quase todos os dias... Bastava chegar em casa após o serviço e ela vir ao meu encontro muitas vezes já sem roupas me pedindo pra fode-la mesmo antes de tomar meu banho. Aura virava uma verdadeira putinha ao ver meu pau duro que resolvi mesmo sem ter seu consentimento comer seu cuzinho... Até aquele momento eu achava que ela não ia permitir; mas, bastou pega-la na posição de frango assado sobre a cama e dobrando bastante suas pernas comecei a meter:
- Aaaaaiiii paizinho! Aaaiiii! Mete tudo; mete! Ooooh que delíiiiicia!...
Descobri que minha filhinha também gostava de dar o cuzinho.
Hoje Aura tem seus namoradinhos e até transa com eles; mas o combinado é usar sempre camisinha mesmo quando ela der a bundinha... Aura só deixa eu que sou seu paizinho meter na sua bundinha sem camisinha e o meu é o único pau que ela chupa.
Foto 1 do Conto erotico: Minha filha de criação.

Foto 2 do Conto erotico: Minha filha de criação.

Foto 3 do Conto erotico: Minha filha de criação.

Foto 4 do Conto erotico: Minha filha de criação.

Foto 5 do Conto erotico: Minha filha de criação.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario jcp50

jcp50 Comentou em 11/11/2016

Excelente, votado!

foto perfil usuario venus2013

venus2013 Comentou em 02/02/2014

Que paizinho gostoso.... quer ser o meu também e me fazer gozar hummmm.....

foto perfil usuario

Comentou em 10/03/2013

kkkkkkk muito bom....

foto perfil usuario morenasafada16

morenasafada16 Comentou em 27/08/2012

Adoraria que vc tbm fosse meu paizinho pra me foder gostoso todos os dias... Amei o conto estou toda molhadinha rs

foto perfil usuario bi_safa

bi_safa Comentou em 23/07/2012

Fiquei molhadinha e cheia de tesão... hummm gozei gostoso imaginando esse pau me fodendo...

foto perfil usuario negah_pimentha

negah_pimentha Comentou em 02/06/2012

Gozei gostoso lendo seu conto!

foto perfil usuario carloszfonseca

carloszfonseca Comentou em 01/06/2012

excelente conto, ganhou meu voto!

foto perfil usuario gato loiro

gato loiro Comentou em 01/06/2012

belo conto .. valeu meu voto.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


14584 - Virei o viadinho do meu tio. - Categoria: Gays - Votos: 15
14685 - Pai probre e tio rico... Descobrindo um segredo. - Categoria: Incesto - Votos: 31
15190 - Papai... Meu melhor amigo. - Categoria: Incesto - Votos: 19
15434 - Fiel ao primo e ao amigo. - Categoria: Gays - Votos: 10
15632 - Tia popuzuda. - Categoria: Incesto - Votos: 14
16115 - Meu pai foi meu primeiro macho. - Categoria: Incesto - Votos: 18
16606 - Minha filha Zara. - Categoria: Incesto - Votos: 22
16641 - Minha esposa virou atriz pornô. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
17136 - Sobrinha gostosa e safadinha. - Categoria: Incesto - Votos: 16
17287 - Minha filha peladinha na webcam. - Categoria: Incesto - Votos: 38
17635 - Ganhei outra amante... Minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 26
17915 - A melhor sogra do mundo. - Categoria: Incesto - Votos: 18
17994 - Depois dos 45, voltei a dar a bunda. - Categoria: Gays - Votos: 16
18080 - Se minha filha gosta, não vejo problema... - Categoria: Incesto - Votos: 23
18422 - Meu padrasto me iniciou. - Categoria: Gays - Votos: 13
18823 - NASCI HOMEM E CRESCI MULHER. - Categoria: Travesti - Votos: 40
19674 - Meu bebezão. - Categoria: Incesto - Votos: 17
19756 - Eu mesmo me enrabei na primeira vez. - Categoria: Gays - Votos: 18
20087 - Amigos da onça. - Categoria: Gays - Votos: 8
21192 - Minha doce irmãzinha. - Categoria: Incesto - Votos: 26
21533 - Meu irmão me fez gostar de um pau bem grande. - Categoria: Gays - Votos: 22
22093 - Tem muito macho que gosta de bundinha masculina. - Categoria: Gays - Votos: 24
24067 - Final de ano na cama com minha filha. - Categoria: Incesto - Votos: 43
25826 - Amigos pra sempre. - Categoria: Gays - Votos: 16
26167 - Corno - primeira vez foi em família. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 33
28462 - A FAMÍLIA MARRETA... - Categoria: Incesto - Votos: 17
31019 - Dona Dalva e seu filho Igor. - Categoria: Incesto - Votos: 28
32750 - Minha filha Mariana. - Categoria: Incesto - Votos: 40
34452 - Filha e esposas puta. - Categoria: Incesto - Votos: 47
35961 - FILHÃO DO PAPAI... - Categoria: Incesto - Votos: 37
36643 - Meu irmão sabe que eu como sua mulher. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
40065 - Troca de chifres. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
41385 - Não resisti minha filha fogosa. - Categoria: Incesto - Votos: 39
42069 - Transformando o filho em amante. - Categoria: Incesto - Votos: 29
43310 - Pai careta & filha maluquinha. - Categoria: Incesto - Votos: 27
45352 - Filha ninfomaníaca. - Categoria: Incesto - Votos: 36
69357 - Virando a putinha do filho. - Categoria: Incesto - Votos: 47
87275 - Um pai bastante safado... - Categoria: Incesto - Votos: 22
89091 - Meu filho é uma boneca linda. - Categoria: Incesto - Votos: 26
89356 - Minha filha me provocou... - Categoria: Incesto - Votos: 26
89748 - Indo morar com meu tio Júlio. - Categoria: Incesto - Votos: 18
91359 - Eu, tia Dalva e tio Paulo. - Categoria: Incesto - Votos: 31
91437 - Meu pai imaginava me comendo, transando com mamãe. - Categoria: Incesto - Votos: 24
91670 - Incesto japonês. - Categoria: Incesto - Votos: 26
92341 - Minha tia Rose... - Categoria: Incesto - Votos: 30
94651 - Dou pro meu pai até hoje. - Categoria: Incesto - Votos: 17
98268 - Família incestuosa. - Categoria: - Votos: 8
103439 - Pai e Mãe & Filha e Filho - Incesto consentido. - Categoria: Incesto - Votos: 34
105311 - Com ciúmes do meu pai, ele acabou me comendo... - Categoria: Incesto - Votos: 33
105602 - Pelo tamanho, meu pai parece um jumento... Adoro. - Categoria: Incesto - Votos: 38
105836 - DO TÊNIS DE QUADRA, PRA CAMA COM MEU PAI... - Categoria: Incesto - Votos: 19
106012 - FÉRIAS NA PRAIA, SOZINHA COM MEU PAI. - Categoria: Incesto - Votos: 34
106316 - Eu, meus pais e meus dois irmãos... Putaria gostosa. - Categoria: Incesto - Votos: 21
111615 - QUANDO FLAGREI MINHA IRMÃ MAMANDO NO MEU PAI. - Categoria: Incesto - Votos: 24

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico baudoscontos

Nome do conto:
Minha filha de criação.

Codigo do conto:
17532

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
31/05/2012

Quant.de Votos:
20

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


porno em quadrinhos mae e filhosinicio de uma fantasia conto eróticokomik porn illustratedprovoquei meu irmao e ele socou na minha bucetanayla contos eroticoscontos veridico de incesto cunhada casada fode com o cunhado pra pagar dividacontos eroticos a velha boaxudaContos Eróticos de Incestos Verídicos de mulheres gordinhas com idade 45anos ou mais e fotos delas peladashistória em quadrinho pornomonicasprado@bol.com.brhomem estranho fazendo menina novinha chorar na praia deserta no primeiro anal contos eroticosconto eurotico amigo bumbudo gayConto erotico Bernado e ManuelaQuadrinhos eróticos a caronaTrai meu marido com um garoto roludoultimos contos eroticos o corno da festacontos eroticos de sogras LMconto bebado virei veadoconto erótico dedo melado grelo melcontos eroticos sou casada minha amiga scat deliciosocontos gay tomei porra dormindoa maior pica contosultimos contos sadoconto erotico travesticontos gay o casado virou putinhacomedordepassivosConto safadacontos eroticos mamei o negao e falando com o namoradoquadrinho porno gayconto porno minha mulher na cachoeira aconto erotico doce nandamamae que letinho de filhinhocadelascontoeroticosconto erótico noracontos etoticos fui comido na marra vestido de mulherContos de corno chingamdo de puta biscatea fazer sexo com a sogra de 36 anos viuva a forca na camaPepeca da minha vizinhaconto gang bang velhos na noracontos transei com minha tia gostosa no cinema ela chupou 23cmcasada contos reclamando do marifo fodedorcontos eróticos de gay comi o meu colega de trabalhoconto erotico patroa taradascontos de mulher casadacontos eroticos guardetes noturna trepandoconto traiçao da esposa intima no presidioContos gay pau pequenocontos erotico de estradaconto erotico num conseguicontos gay roçahentai porno incesto eu minha mae e minha irmaConto podolatria gay, policialconto porno me exibiram feito um trofeucontos eroticos com fotos categorias pag 154contos eroticos top orgia pag 26Encontrei porra na buceta de minha esposa mas finjo não saberfamilia sacana seu dedinho e grosso papaiporno da gravidez com pênis Grandemoca transando com avo neto tvpai e filho gays sexo desenhosconto tirando o atraso da sogra coroaconti erotico bisex curitibahomem nu da cu sigamoconto dei a bucetinha para o tiominha duas sobrinhas gostosas me seduzindo conto eroticochequei em casa e mao aquentei ver minha enteada dormindo peladadoce nanda contos eroticosContos e fotos de idosas boqueteirasconto erotico de incesto.minha mae flagrou eu e meu irmaocontos casada e a vizinha dando e tomando porrasou puta do meu tiocontos eroticos ninfetasex mulata do sargentelli metendoconto erotico gay o gurizinho e o negao antigogrelao contos eróticos