Visitando o amigo

Click to this video!


Visitando um amigo
Bem o que vou contar aconteceu no início do ano, tenho um amigo de colégio, e sempre mantivemos contato desde essa época, inclusive fizemos surubas com meninas, ménage, coisas assim.
Depois mudamos e perdemos o contato, viemos nos ver depois de um bom tempo, todas a gente se encontrava regularmente e tomava umas cervejinhas, ate que acabamos relembrando o passado, de como eram legais as festinhas.
Na vida da gente acontece coisas que a gente não espera, e nem imagina sou casado, minha mulher e muito gostosa morena, olhos verdes, corpo bem feito pernas bonitas, uma bunda carnuda, arrebitada, eu na verdade não esperava e nem imaginava acontecer o que aconteceu, o meu amigo me convidou para ir na casa dele na sexta à noite para beber umas, só que minha mulher resolveu ir comigo, não tive como dizer não a ela. Meu amigo é bem safado, com certeza iria querer fazer um ménage e eu não sei se minha mulher iria topar uma coisa dessas.
Lá chegando, antes de subir no apto dele, comentei com ele que minha mulher quis vir junto, ele disse tudo bem, sobe ai, ela estava com um vestidinho preto curto e uma calcinha tipo fio dental 9 como ela sempre usa), uma delícia, assim que entramos no apto ele arregalou os olhos, e disse “nossa como sua mulher é linda!!”; ela cumprimentou ele com um abraço e um beijo no rosto, sentamos na sala, ele ofereceu uma cerveja, ela aceitou ( ela adora uma cerveja gelada), começamos a beber e comentar os velhos tempos, depois de uns copos de cerveja ele colocou um CD de musica lenta das antigas, anos 70, e perguntou para ela : “posso dançar com você ?”, ela me olhou como que pedindo permissão, eu disse tudo bem, mas fiquei preocupado porque ele era bem malandro mesmo; ele apagou uma das luzes da sala ficou a meia luz, escurinho.
Ele então perguntou para mim: “ lembra das nossas festinhas a meia luz ?”, sim eu lembrava que acabava em sacanagem, fui até a cozinha pegar umas cervejas, quando voltei percebi que ele se esfregava nela e ela correspondia, eu não sabia se ficava com raiva ou com tesão, porque eu tinha ciúmes dela e ao mesmo tempo lembrava das festas de antigamente. Ela estava bem abraçadinha, ele sussurrava alguma coisa que eu não podia ouvir, e ela rebolava aquela bunda maravilhosa enquanto dançava. Após algumas músicas e muitos amassos ( mas não vi nenhum beijo), eles vieram beber, ele foi na cozinha trazer mais cerveja, então eu disse a ela : “pô, você estava no maior amasso com ele”, ela me disse: “você me trouxe aqui para que ?”, “eu trouxe porque você quis vir”, ela disse : “Amor não esquenta, vamos nos divertir”. Nesse momento, percebi que ela, sabendo que a gente havia feito muita suruba antigamente, estava curiosa e até vendo se iria rolar alguma coisa. A mistura de ciúme e tesão foi aumentando.
Ele voltou, trouxe outro copo para ela, e disse “eu vou até o bar aqui em baixo buscar umas cervejas, está acabando”, e saiu. Eu e minha mulher ficamos conversando, ela então disse: “Se você quer ir embora, nós vamos, eu então disse “você sabe se ficar o que vai acontecer”, ela me respondeu “claro que sei, não sou tão boba assim”, eu completei “olha, ele é bem safado, e adora comer uma bundinha, você vai aguentar ?” ela me respondeu “eu estou bem curiosa, vamos tentar deixa rolar”, nisso ele chegou.
Começou a tocar uma música lenta, ele tirou ela para dançar novamente, e ficaram nos amassos. A música acabou, ele colocou outro CD. Fomos na cozinha pegar cerveja, ele me disse “pô, amigo, lembra dos bons tempos? Posso transar com ela, será que ela dá aquela bunda maravilhosa pra mim ?”, e eu respondi “ a bundinha é dela, se ela quiser dar...”, “Mas posso tentar então, aí voltamos para a sala.
Ele novamente tirou ela para dançar, a música era bem romântica e sensual, então ele começou devagar a ousar mais, dar uns beijos no rosto, depois no pescoço, e a passar a mão na bunda dela. Como ela não ficou braba nem recusou as investidas, passou a beijar primeiro o canto da boca, depois os lábios, enquanto passava a mão ia levantando o vestido e pegando na bunda ...nossa, fiquei de pau duro na hora, me deu um tesão danado, ele ia levantando o vestido dela, mostrando aquela bundinha para mim, apertando suas nádegas enquanto dançava, e ela gemia e ronronava. Começaram a se beijar de maneira mais sensual e apaixonada, como se fossem um casal de namorados. Devagarinho, ele foi levantando ainda mais o vestidinho dela, deixando ela só de calcinha, e continuaram esfregando os corpos naquela dança sensual. Então ela pegou e abaixou a calcinha, que caiu aos seus pés, ficando totalmente peladinha, ela estava linda naquela luz, a dança tomou um rumo totalmente erótico, ela completamente nua esfregando seu corpo naquele macho, ele beijando sua boa, seu pescoço, sua nuca, seus seios... foram para o quarto, ele começou a beijar ela por trás, descenso pela nuca até a bunda, que ele mordiscava enquanto ela gemia e estremecia de prazer, chegando a ficar com a pele completamente arrepiada. Na beira da cama, ele esfregava seu cacete por trás dela, desde a bucetinha até o cuzinho. Ele fez com que ela deitasse, e passou a beijar suas coxas, seu umbigo, e chegou ao clitóris, que lambeu ávidamente. Ela estava completamente dominada, com suas mãos acariciava os cabelos dele e apoiava seus pezinhos nas costas do novo macho. Após algum tempo, ela teve o primeiro orgasmo, muito forte, muito intenso, ela gemeu e deu gritinhos de prazer. Ele continuou, ela gozou novamente mais algumas vezes, surpreendendo minha esposinha, que não esperava por isso, então ela se ajeitou na cama e pediu para que ele a penetrasse. Após o primeiro orgasmo, a excitação era tanta que ela iria gozar muito ainda. “Vem, mete esse cacete, vem”, ele foi e enterrou tudo, ela levantou bem as pernas, ele socava forte, ela teve mais um orgasmo bem forte, aí ele anunciou que ia gozar, ela disse “Goza meu macho, goza!” ele gozou, ficou deitado em cima dela enquanto ela abraçava as costas dele com as pernas. Ficaram se beijando bem apaixonados, os beijos estalavam, ela fez com que ele se virasse e deitou por cima dele, aconchegando seu rosto no peito dele, enquanto segurava o seu cacete, que com os movimentos da mãozinha dela já foi ficando duro de novo. Ele falou para ela “você é maravilhosa, quero comer essa bucetinha sempre”, e foi acariciando a bundinha dela, passando os dedos em seu cuzinho. “Agora eu quero essa bundinha para mim, você dá o cuzinho para mim?” “Dou sim, faço tudo o que você quiser”. Ela continuou acariciando o cacete dele, foi se abaixando e começou a chupar e lamber e membro do nosso amigo. Ela demorou bastante nas bolas, percebeu que a ereção dele aumentava quando ela fazia isso. Ele gemia e dizia : “Que língua gostosa você tem”. Quando o cacete dele estava bem duro, ela ficou de quatro na beirada da cama, pediu para que eu pegasse o KY gel e entregasse para ele, então pediu para que ele apoiasse os joelhos nos pezinhos dela, e ele, após lubrificar o cuzinho dela com o gel e também passar no seu membro, começou lentamente a penetrar seu cuzinho, enquanto ela gemia de prazer. Depois de estar com o cacete todo dentro, ela ergueu o corpo, e ele a abraçou por trás, apertando seus seios com uma mão e segurando sua boca, “agora lambe minha mão que nem uma cadelinha!” e ela lambia, enquanto gemia e levava na bundinha. Ela adora levar na bunda, então gozou novamente. Depois, ficou de quatro enquanto ele a pegava pelos cabelos, como se estivesse cavalgando, e batia fortemente seu quadril na bunda dela. Ela gozava alucinada. Então, ela deitou com as pernas esticadas, ainda com o cacete dentro dela, e ele se deitou sobre ela, continuando o vai e vem da penetração, com ela sentindo o peso do corpo sobre o dela. Ela gozou novamente, desta vez dentro do cuzinho dela.
Eu até então estava somente assistindo, assombrado pela situação, minha esposinha estava completamente alucinada . Então meu amigo ficou deitado com o cacete para cima, ela chupou novamente seu cacete e suas bolas, e quando o cacete ficou duro, ela montou em cima dele, deixando a bundinha exposta para mim. Estava claro que ela queria uma dupla penetração. Lubrifiquei meu cacete e comecei a colocar a cabeça no cuzinho dela, enquanto o do nosso amigo estava na bucetinha dela. Com dois cacetes enfiados e dois machos a abraçando e beijando, ela teve um orgasmo muito forte, seguido de outro menos intenso. Ela estava completamente suada, e após gozar de novo, caiu exausta, quase desmaiada, sobre ele. Ficamos assim eu abraçado nela e ela sobre ele, até que ele reclamou do peso de duas pessoas em cima dele. Saí de cima, ela continuou abraçada nele, beijando sua boca sensualmente.
Fomos nos lavar e tomar umas, continuamos os três pelados, ele começou a beijar ela na boca de novo, ela acariciando nossos dois cacetes. O cacete dele ficou duro de novo, ele disse a ela “ quero comer seu cuzinho de novo, você tem a bunda mais maravilhosa que já vi na vida”, ela respondeu então vamos para a cama, ele pegou um creme, começou a chupar o cuzinho dela, e logo foi penetrar, colocou tudo até o saco, ele começou a colocar e tirar, ela então dizia “não goza logo não, demora bastante, está muuuito gostoso”, ele esperou ela gozar outra vez, aí acabou gozando, caindo exausto.
Acabamos indo embora pela manhã, no caminho de casa acabamos conversando, ela disse que adorou, nunca tinha gozado tanto. Depois disso, transamos várias outras vezes com nosso amigo, até que ele casou de novo e a mulher dele começou a encrencar. Uma pena...
Foto 1 do Conto erotico: Visitando o amigo

Foto 2 do Conto erotico: Visitando o amigo

Foto 3 do Conto erotico: Visitando o amigo


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario karldalismo

karldalismo Comentou em 17/11/2017

Que tesão. Parabéns!

foto perfil usuario

Comentou em 22/10/2017

show votado




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


81250 - Ménage com o amigo - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 25
81252 - Ménage com um amigo em curitiba - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 17
81254 - Ela sentou no cacetão do negão - Categoria: Interrraciais - Votos: 31
81255 - Cleber, o Negão - Categoria: Interrraciais - Votos: 17
81259 - Ménage com o amigo sacana - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 24
82316 - Ela quis conhecer o amigo sacana - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 29
84637 - Ménage com Máscaras - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
85635 - Ménage com Máscaras ( continuação) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 8
86085 - Ménage no apartamento do amigo - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 19
91322 - Ménage com dupla penetração - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 17
110800 - Minha mulher e nosso amigo -I - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
110816 - Minha Mulher e nosso amigo -II - Categoria: Traição/Corno - Votos: 27
111969 - Presente de dia dos Namorados - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 19
112458 - Aconteceu no Sítio - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 33

Ficha do conto

Foto Perfil sexycouple
sexycouple

Nome do conto:
Visitando o amigo

Codigo do conto:
107850

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
22/10/2017

Quant.de Votos:
19

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


contos veridico de incesto cunhada casada fode com o cunhado pra pagar dividaquadrinho gay meu selvagem e atrvido filho parte 2meu ginecologista gostosowww.nora tarada contos e fotosquadrinhos porno vovo voieurconto travesti estupra mulherNamorado vendo namorada emrrabada por dois ao mesmo tempoContos eroticos fodi a bucetinha da minha subrinhacontos minha vida de cornocontos eroticos pai e filhinha dengosaconto erótico gay com marinheiro carinhosocontos eroticos seduzindo meu cachorro e ficando grudada com elefilha mostra a buceta pro pai conto ilustradochupanda uma buceta ate ela senti prazer tremendoManuela Monte pornvelho metendo em netinha porno conto erotico mendiga cufiume porno marido pede a espiza prachama nome de otro omecontos eróticos de corninhocontos eroticos chantageada pelo megadotadocontos erotico minha meu bebezinhoeu e a sogra contosquadrinhos eroticos piratas do sexoConto erotico garotinho fode primascontos doggingabusada e humilhada parte 2submiss viado contoconto erotico cunhada masturbandodei tanto minhA buceta no carnaVaL q to toda ardidaconto erotico foda com policialimagenrs+atrevidas++srxo+petsonasrelatos meus amigos embebedaram minha mulher e arrombaram elaConto erotico negao interracial comeu m mulherconto de casal na dpdei a xana de graca contos eroticoscontos eroticos negao jumento e minhas esposa1contos eroticosem quadrinhosConto erotico de novinho com cachorrobinho de chiquititas de pau duroconto eroticos com velho vizinhorelatos meus amigos embebedaram minha mulher e arrombaram elaporno mae e filha transformadas em putas contoporno conto eroticom com a netacontos eroticos amigos do meu maridocontos pornor lebian incestuosoConto anal Arrombada por pirocoesNegro pirocudo comendo a ninfeta contoquadradinhos erocticos mae de tesaoConto erotico - Estuprei a empregada da minha mãecontos eroticos gays de a carona do velhoHq de eroticos porno gayminha madrasta mi seduziu pra fuder a buceta rachadaultimos contos sadoconto erótico comi o minha amiga bicontoerotico gay estupradocolo do vovo conto gayestorinhas eroticas. de menina de semaforocontos heroticos encoxei de pau duru cuzuda rabuda gostoza punhetacorno swing venus desire buracoconto caminhoneiro sexocontos eróticos dei o cu ea buceta da cunhadinhaChupo bucetinha da filinha confessocontosheroticos/menininho do vovoconto de não aguentei a pica grande no meu cu apertadoContos éroticos padrato tarado rasgando o cusinho da entiadinhaContos eroticos bizarros: pau hiper gigante me arromboucontos eroticos sogro fudendo genroPorn gay meu selvagem e atrevido filhoconto erotico gay harry potterhomem escroto excitado gozando gemendo no grelo pra caralhoo amigo negro do meu filho desenho enthai erotico em quadrinhocasal fudendo com personal conto eróticomeu padrasto disse que me ama contos eroticos