ACORDEI NUA NA PRAIA RODEADA DE NUDISTAS DE PAU DURO. LOUCA POR ROLA FUI PUTA PARA TODOS POR UM DIA

Click to this video!


Toda envolvida por machos conhecidos, batendo punheta e loucos para me foder, fiquei louca por rola e fui puta por um dia com gang bang, dupla e tripla penetração. Eram muitos machos, mas dei conta. Eu era muito gostosa e todos me quiseram.

Fiz daquela praia dos belos rochedos (ver contos 96459 e 97534) o meu ponto de encontro com meu namorado. Todos os sábados e domingos eu desço a serra e vou direto para a trilha. Nós simplesmente nos encontramos na trilha fazendo uma longa caminhada. Não o via há sete dias e eu estava babando pela pica. Babando literalmente porque boca e boceta salivavam e o cu nadava nos sucos da boceta. Eu ia comer tudo o que tinha direito como dona daquela rola de delícias. Naquela praia dos belos rochedos que praticamente virou praia de nudismo e a transformamos no clube dos pelados, porque a usufruímos nus, onde todo mundo se despe para tomar sol e para superfodas desenfreadas. Eu me entrego completamente ao meu macho em meio a um alvoroço de casaisinhos se pegando. Eu estava tinindo pela pica quando ele me telefonou se desculpando que não poderia vir.

Vá se foder! Que faria eu da boceta toda molhada fremindo para trepidar na rola bruta? Aquele sábado sem pica era demais para mim. A boceta me mordia com os desejos do caralho.

A praia já se tornara bastante frequentada por belos casais que desfrutavam alegremente de picas e bocetas e de belos cus que acabavam sempre na rola com garotas loucas para dar e caralhos doidos para fuçar nelas. O número de frequentadores aumentava com frequência porque um trazia outro e foi surgindo uma intensa amizade. A praia era semi-deserta e todos se despiam para gozar plenamente o sol, picas e bocetas, pouco se importando se aparecesse alguém alheio à zorra. Se era gente fina era bem vinda. E o melhor: éramos todos jovens, belos, respeitosos e colegas de folguedos. Havia até ternura. Eram todos gente fina e estudiosa e sabiam como aproveitar a vida. Ao conhecer aquela praia linda e praticamente deserta que dispensava roupas, todos iam aderindo. Não havia inibição e havia quem simplesmente namorava, fazia DPs, swing, menagem... Todos no clube ganharam o meu livro e eram fascinados por sexo de qualidade. Instruídas pelo meu livro, as fêmeas não aceitavam sexo chinfrim. Quem insistisse em sexo de cachorrinho seria enxotado do grupo.

Sem rola para chamar de minha, eu estava deveras frustrada. Naquele paraíso de prazeres e espectativas sem a amada rola, eu estava quase chorando de
tristeza e desejos. O sol estava amigão, tirei a roupa, blusinha e minissaia, e pus na mochila, estendi uma toalha grande, deitei a cabeça sobre a mochila e entreguei-me ao sol que aquecia carinhosamente os meus mimos. Virei-me de bruços, relaxei e adormeci. As pernas se afastaram, expondo cu e boceta ao sol amigo, mas não foi só ao sol...

Despertei com algo caindo na minha bunda e nas minhas costas. Passei a mão na bunda e vi que era porra. Quando me virei, estava rodeada de machos manuseando as picas. Eram muitas durezas e até meninas babando pela minha bocetinha e meus peitos. Sorri ao me ver rodeada de punhetas com mãos azafamadas nas picas duras com exclamações de admiração pela beleza da minha bocetinha, da minha bundinha, das minhas coxas... "e que tetas... caralho, que vontade de mamar".

Eu já suspeitava que, além da amizade comum a todos, eles me desejavam: comiam-me tetas e bunda com olhares tarados e, quando me viram sozinha, vieram me fazer companhia e gozar da visão dos meus mimos bem de perto. Postado entre as minhas pernas abertas o bastante para exibir cu e boceta, estava um macho sarado e belo com uma pica que parecia feita para mim, na medida da minha bocetinha.

Grossa, cabeçuda e na dureza bruta, entraria toda sem nenhum desconforto, porque não excedia o comprimento da minha boceta e poderia entrar toda com toda a força. Era o caralho dos meus sonhos, todo empinado com desejos de mim! Que se foda o namorado, tenho de comer essa porra!

Louca por rola e com tantos supermachos loucos para me foder, todos conhecedores das superfodas arrebatadoras, e a boceta em fogo como a de uma ninfeta, decidi ter meu dia de puta e me esbaldar na caralhada, e que me foda quem quiser. Eram todos afáveis, confiáveis e desejáveis, mas aquele era muito especial e havia de iniciar a fila para me fazer puta. Dei-lhe o meu sorriso mais cativante e sem vergonha, fazendo-lhe sinal com o dedo:

- Vem em cima de mim! Cobre-me com teu corpo fornicador. Quero me acabar nesse caralho! Tu já conheces as superfodas de paixão arrebatadora que enlouquecem de gozo uma fêmea que exija o melhor dos machos?

Era sua primeira vez naquela praia e ainda não tinha o meu livro. Portanto não conhecia as superfodas arrebatadoras e assustou-se. Estava fascinado pelo meu corpo, era afável, e se juntara à leva de punheteiros, sendo bem recebido. Babava pelos meus peitos e pelos meus buraquinhos. Era o retrato da frustração e, desolado, perguntou:
- Não conheço. Por quê? Vou perder esse pitéu deslumbrante?

Eu ri:

- Não. Tu tens o caralho que eu quero e eu te ensino a ser um super-macho. Tu queres? Depois te dou o meu livro para completares o teu aprendizado para enlouquecer as fêmeas de prazeres arrebatadores.

Ele sorriu alegremente:

- Claro! Para te comer eu faço qualquer coisa.

- Fazes mesmo? Então chupa minha bocetinha e dá-me essa porra para eu mamar.

Que 69! Enquanto eu lhe ensinava o básico das superfodas, ele me chupou na maior gostosura peitos e boceta e aquela pica super dura fazia delícias, fodendo a minha boquinha. Nossos gemidos, os meus e os dele, eram muito indecentes, denunciando gozos arrasadores. Ele era muito bom com o clitóris e eu o conduzi ao ponto "G". Que delícias ele fazia com a língua no meu ponto "G"! E com dedos carinhosos, transformou meu clitóris numa porrinha dura, uma dupla masturbação de arrasar. Quanto gozo! Aquele mundo de caralhos eretos, prontos para me penetrar, me excitava mais ainda: eu gemia os desejos das entranhas. Estava toda em fogo vivo. Gemi:

- Ai, gostosão, estou muito feliz e quero dançar.

Agarrei-o, coxas com coxas, e correu a maior lambada com as coxas ralando tudo, em meio a caralhada dura. Era a festa do caralho, uma verdadeira Bacanal em que eu era a Bacante e o garotão piçudo era o meu Baco a que eu rendia todos os tributos do meu corpo numa excitação que me arrepiava toda. Até mesmo o vinho veio ter na nossa boca e, como um verdadeiro Baco, ele bebeu-o derramado nas minhas tetas apertadas como taça e na bocetinha.

Picada pela pica que, muito dura, espetara a minha bocetinha, derrubei-o sobre mim e gemi: Dá-me duas taponas na bunda e me enterra o pinto. Podes ir com tudo que ele cabe na minha bocetinha. Eu confirmei a medida chupando-o.
Ele pôs-se na posição que eu lhe indiquei, agarrou-me firme, e enterrou gostoso. Era macho dos bons e eu faria dele um supermacho. Degustei cada centímetro da penetração do cabeção com gemidos indecorosos. Dava tanto prazer arrepiando tudo que eu pedi para repetir:

- Enterra outra vez, mais bruto.

E as punhetas se multiplicavam ao nosso redor. Machos incontáveis. Será que eu dou conta de todos?

Por enquanto, porém, aquele me tomava todos os sentidos. Era envolvente e prazeroso e tanta bicada do pinto arrasava. Enquanto a pica ia entrando, eu contraía forte a bocetinha, apertando a boceta na pica. E o cabeção enterrando boceta adentro, arrepiando tudo muito apertado nas contrações da bocetinha, fazia-nos dar gemidos indecentes de gozo arrebatador. Ele gemia escandaloso com os abraços apertados da bocetinha no pau duro que ficava mais duro ainda.

Estávamos ambos malucos de tanto gozo. Eu fazia a porra grossa e cabeçuda entrar super apertada na boceta, dando-me o gozo do caralho e ele enterrava tórrido e gemia loucuras com a boceta apertando a pica. Estrebuchando de tantos orgasmos, pedi-lhe:

- Agora vamos às superfodas. Dá mais uma enterrada, mas bruta. Aaaiii, caralho. Tu brutalizaste mesmo! Acho que tu vais me deixar maluca. Segura firme aqui com toda a força da fornicação e me ataca de supermacho. Fode, fode forte, fode firme, fode fundo, aaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiii, fode gostoso. Aaaaaaaaaaaaiiiiiiiiii. Assim! Caralho, que pau gostoso!

Eu o tinha encaixado em mim numa superfoda de boceta e clitóris e ganhei mais uma leva de orgasmos na boceta e no clitóris que me arrebataram de gozo e gemidos indecorosos. Instiguei-o:

- Tu me arriaste com a gozo das superfodas. Agora vamos com toda a força do Tratamento de Choque. Vamos transformar-te num supermacho. Dá o
Tratamento de Choque na minha boceta. Segura forte nesse ponto como te ensinei e põe toda a força na porra. Quero-te bruto como um macho pode ser. Fode sem dó nem piedade: quero morrer de gozo no teu pau.

O pau gostoso ficou selvagem, muito selvagem, e me comia com quanta força tinha. Eu gemia, estrebuchava e contraía a boceta na pica que me comia com toda a selvageria em estocadas desenfreadas. Eu gemia escandalosa e gritava de gozo extremo com a respiração alterada de quem estava fodendo. E com tanto caralho ao meu redor querendo me foder... Gritei-lhes:

- Hoje é meu dia de puta e se quiserem me foder, aprendam a comer uma fêmea e a fasciná-la.

Com mais um grito de gozo arrebatador, pedi ao Baco que me fodia gostoso para virar-me de bunda para o ar e me dar a superfoda de boceta e ponto "G" com Tratamento de Choque:

- Segura bem firme no mesmo ponto e me penetra com força no ponto "G" como te ensinei. Soca firme e enterra tudo até tocar-me o fundo da minha boceta.
Aaaaaiiiii, que gostosura! É isso. Vai fundo, forte e firme. Arrasa a puta de tanto gozar! Que toques agradáveis na portinha do meu útero me fazendo estrebuchar de gozo!

Arrebatada de orgasmos na boceta e no ponto "G", pedi-lhe para virar-me e meter-me uma superfoda de cu e grelinho.

- Tu queres, não é? E tu mereces. És um amor de macho e meu cu é todo teu.

Com as superfodas de paixão arrebatadora, ele tornou-se um macho fascinante e eu queria dar-lhe tudo. Ele era um presente para mim.

? Mete no meu cu, mete.

Num átimo, o selvagem tinha me virado e meu cu levou pau. O cabeção enterrou-se firme arrebatando-me de prazeres. Com estocadas firmes foi afeiçoando meu cu ao caralhão cabeçudo, mudando a dor em prazer, e o gozo foi transbordando do meu cu e do meu clitóris em orgasmos alucinantes.

Eu bem via que os desejos de me foder assoberbavam a platéia ávida de gozo. Eu gostava de experimentar de tudo e ser puta por um dia era uma experiência que me fascinava. E com caralhos de alta qualidade... eu queria me fartar neles. Eu estava aprendendo a foder como uma ninfeta e pretendia dar para todos.
Agradeci à namoradinha do Baco que me fodera, dizendo-lhe:

- Tu vais ter um supermacho para te arrasar de gozo.

A macharia amiga fascinada pelos meus mimos babava por uma foda e gemia:

- Eu também quero! Você é gostosa demais. Não dá para não te comer.

Alguns excitados com o nosso espetáculo fodiam as meninas. Da caralhada dura se destacou um de grossura normal, mas bem longo, com dureza de pau-ferro. Mandei-o deitar-se de costas e fui-lhe em cima, rebolando a dança da boquinha da garrafa. Rebolando, dancei afundando na "boquinha da garrafa", dura de pedra. Ele gemia prazeres inauditos e eu me deliciava com aquele caralho entrando no meu cuzinho arrombado rebolando adoidado na dança. Eu ia rebolando e comendo o belo caralho a grandes bocados em fricções arrebatadoras de vai e vem alucinantes até tocar-lhe as bolas. Forniquei fundo nelas e deitei-me de costas sobre o seu peito com o caralho todo enterrado no meu cu e gritei para a putalhada punheteira:

- Quem tiver caralho bruto, que me foda! Mas numa superfoda de boceta e clitóris numa dupla penetração. Façam fila para vir em cima e me fazerem puta. Aproveitem que é só hoje!

Seria mesmo? Se o namorado me der o cano de novo e a macharia me rodear de pau duro... quem resiste? Decidida a ter o meu dia de puta, eu me dispunha a dar enquanto meu cu e minha boceta aguentassem. De pernas abertas para fodas de boceta e clitóris e o cu enterrado no porrudo, gritei-lhes:

- Venham em cima e divirtam-se, com fodas de boceta e clitóris, seus putos! Mas só dou para quem estiver na fila. Quero ordem na putaria.
Perdi a conta de quantas DPs eu tive. Fodiam-me a boceta com as superfodas e tratamento de choque e chupavam-me as tetas cheios de gula. Tetas naturais, firmes e empinadas, quem resiste? Outros fodiam-me a boca, como nem puta é fodida, deliciando-me com a porra tanta que escorria pelo queixo. O porrudo cansou-se de foder-me e eu deixei-o ir.

Eu estava querendo um pouco de desordem e gritei para os punheteiros: Venham em cima e que me fodam os caralhos. Fodam-me como puta. Os punheteiros restantes, que não eram poucos, alvoroçaram-se e me foderam numa gang bang, abusando da minha boceta, do meu cu, da minha boca, dos meus peitos... na maior desordem com minha boceta e meu cu.

Sabiam que eu amava estocadas tórridas e deram o máximo de si em fornicadas arrasadoras. Fodiam tudo com força bruta. Boceta, cu e boca eram fodidos sem dó com toda a selvageria. Eu já estava toda arrombada e eles entravam direto arrombando tudo a cada buraco que se abria e, quanto mais selvagens, mais prazeres me davam. Tinha sempre um caralho enterrado na boceta e outro no cu e quando um saía outro tomava-lhe o lugar imediatamente. Era uma disputa maluca pelos meus penetráveis. Caralhos não ferem por mais brutos que sejam, a menos que sejam maiores do que a bocetinha. Mas eram tantos caralhos! Será que eu aguentaria? Tinha de aguentar: uma Bacante não pode falhar. Que julgamento me daria o Baco?

Os apressadinhos que não tinham boceta nem cu fodiam-me mesmo a boca e mamavam nas minhas tetas dando taponas na minha bunda. Todos me faziam de puta, queriam foder e dar prazer à fêmea e eu era puxada à bruta de um caralho para o outro que já vinha enterrando, chegando a ter dois caralhos enterrados no cu e outro na boceta mais três para eu chupar. Porra! Eu era a festa dos caralhos! A Bacante aberta para todos os caralhos. Era só meter. Eu tinha uma fartura de supercaralhos, de porra com sabores, e de vinho. E todos bebiam o vinho nas minhas tetas. Todos prestaram tributo a Baco, fodendo a bacante, mas eu não estava sendo violentada e podia parar quando quisesse, mas o prazer era tão grande que eu não me animava a parar, embora me ardessem cu e boceta.

Fálas-se em sexo violento. Isso não existe. O que há é violência no sexo quando o homem usa da força para obrigar a fêmea a dar, como os estupradores. O pênis não pode ferir e nem mesmo causar desconforto, a menos que seja maior do que a vagina, mas é como colocar um pacote numa embalagem menor: rompe a embalagem. O pênis maior também vara a vagina indo parar no útero que é inadequado para o pênis. De fato tamanho não é documento. Qualquer que seja o seu tamanho causa grande frustração na fêmea se fode como cachorrinho de madame. O importante é que seja um pênis “Cachorrão” ou que conheça as superfodas. O que é mais prazeroso? Foder com um homem que fode como um cachorrinho de madame que causa desespero na fêmea? Ou com um homem que fode como um cachorrão, que fornica com selvageria, e dá prazeres dos grandes?

Foram horas fodendo como puta enquanto tive machos e terminei com a cara e a boca cheia de porra, mamando vários sabores. O certo é que a festa de Baco teve pleno sucesso e a bacante ficou arrasada de gozo. Mais metida do que putinha novinha estreando na zona, eu estava arriada de gozo e prostrada com o cu e a boceta ardendo de tanto levar pau, mas dei cabo da fila. Caralho! Quanta metida! Quanto gozo! Que puta para tomar rola e gozar! Nunca pensei que pudesse foder tanto, mas por Baco, amei a pintalhada. Pedi ao último da fila que ainda resistia me comendo o cu:

- Põe-me de quatro, fode com toda a força e dá-me uma estocada muito bruta para eu rodar cambalhotas.

Fui parar no mar, trombando nas ondas, para me limpar da porra.

Se quiser entrar na fila, vota aí, gostosão! Tem cu e boceta para todos, mas só hoje! Ou até quem sabe? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk. As meninas também gostaram de ver como se fode super gostoso como cachorrona, não é? Então votem enquanto coçam a xoxota. Ah, taradinha, se aqueles machos te pegam... Olha só o que eles fazem com superfodas com tratamento de choque:

Fim

Foto 1 do Conto erotico: ACORDEI NUA NA PRAIA RODEADA DE NUDISTAS DE PAU DURO. LOUCA POR ROLA FUI PUTA PARA TODOS POR UM DIA

Foto 2 do Conto erotico: ACORDEI NUA NA PRAIA RODEADA DE NUDISTAS DE PAU DURO. LOUCA POR ROLA FUI PUTA PARA TODOS POR UM DIA

Foto 3 do Conto erotico: ACORDEI NUA NA PRAIA RODEADA DE NUDISTAS DE PAU DURO. LOUCA POR ROLA FUI PUTA PARA TODOS POR UM DIA

Foto 4 do Conto erotico: ACORDEI NUA NA PRAIA RODEADA DE NUDISTAS DE PAU DURO. LOUCA POR ROLA FUI PUTA PARA TODOS POR UM DIA

Foto 5 do Conto erotico: ACORDEI NUA NA PRAIA RODEADA DE NUDISTAS DE PAU DURO. LOUCA POR ROLA FUI PUTA PARA TODOS POR UM DIA


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario frances21

frances21 Comentou em 23/08/2017

Que delicia, onde ser essa praia para me tomar sol com uma cadelinha no cio?

foto perfil usuario geraldocoelho

geraldocoelho Comentou em 20/08/2017

Que delícia!!! Votadaço!!! Beijos!!! "...As pernas se afastaram, expondo cu e boceta ao sol amigo, mas não foi só ao sol..." Ah...eu quero, minha menina; // ser o que entra no teu cu, o sol!...// Teu cu, o peixe que alucina; // MEU PAU, DO TEU CU, O ANZOL!!// BEIJOS NAS NÁDEGAS!!! OK?

foto perfil usuario mrpain

mrpain Comentou em 23/07/2017

Ótimo conto bem envolvente e cheio de tesão, escolheu bem imagens parabéns.

foto perfil usuario skarlate

skarlate Comentou em 22/07/2017

colossal

foto perfil usuario hotstorm

hotstorm Comentou em 22/07/2017

Adorei, essa última foto ficou sensacional, delícia einh.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


71573 - MINHA PRIMEIRA VEZ FOI UMA DP - Categoria: Virgens - Votos: 85
71724 - REBOLANDO NO PICAÇO NO JOGO DA ARGOLINHA - Categoria: Exibicionismo - Votos: 18
71847 - SEDUZI MEU TIO - Categoria: Incesto - Votos: 51
71890 - SEDUZINDO MEU PRIMINHO - Categoria: Exibicionismo - Votos: 27
72102 - A SURUBA DAS VIRGENS - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
72162 - COMO COMER UMA FÊMEA - Categoria: Lésbicas - Votos: 13
72289 - COMO UMA CADELA NO CIO - Categoria: Incesto - Votos: 17
72330 - ESTUPREI O ESTUPRADOR - Categoria: Exibicionismo - Votos: 22
72452 - ESTUPREI O ESTUPRADOR – 2 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 13
72498 - NÃO RESISTI E DEI PARA O PERSONAL TRAINER - Categoria: Heterosexual - Votos: 15
72843 - EXIBI TUDO PARA MEU PRIMO E ELE ME PEGOU DE JEITO - Categoria: Incesto - Votos: 15
73298 - MEU PRIMO ME FEZ A FODA DO SÉCULO - Categoria: Exibicionismo - Votos: 10
74145 - PEGOS PELA CÂMERA DE VIGILÂNCIA NO BEM BOM - Categoria: Exibicionismo - Votos: 5
74224 - REBOLANDO NO JOGO DA ARGOLINHA - Categoria: Exibicionismo - Votos: 9
74471 - MEUS TRÊS AMORES ME PEGARAM - Categoria: Incesto - Votos: 18
75591 - PEGADA PELOS PINTORES - Categoria: Exibicionismo - Votos: 10
75887 - NATAL NA CAMA COM MEUS PRIMOS - Categoria: Incesto - Votos: 8
77986 - DON’T DISTURB: CHEFE FODENDO A SECRETÁRIA - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
78130 - MEU TIO, MEU MACHO - Categoria: Exibicionismo - Votos: 11
83598 - A SURUBA DOS PRIMOS - Categoria: Incesto - Votos: 14
83896 - A RIQUEZA E A POBREZA DAS NAÇÕES - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 21
84288 - ARREBATADA DE GOZO PELO MEU PAI - Categoria: Incesto - Votos: 63
84777 - O PIZZAIOLO TARADO - Categoria: Heterosexual - Votos: 25
85071 - DESLUMBRADA POR HOMEM ARREBATADOR - Categoria: Heterosexual - Votos: 37
85738 - DEPOIS DE ODIÁ-LOS, DESLUMBREI-ME PELOS HOMENS - Categoria: Heterosexual - Votos: 11
87167 - DESLUMBRADA PELA PICA DOS TESÕES GRANDÕES - Categoria: Heterosexual - Votos: 21
87785 - MEUS AMORES DE PAIXÃO ARREBATADORA - Categoria: Heterosexual - Votos: 35
89017 - DEU PARA O MASCARADO PENSANDO QUE FOSSE O NOIVO - Categoria: Heterosexual - Votos: 23
89661 - O MECÂNICO ME ENCHEU DE GRAXA E FODAS BRUTAS - Categoria: Exibicionismo - Votos: 27
90473 - O MECÂNICO ME ENCHEU DE... (2ª Parte) - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 26
92948 - O MECÂNICO (3ª parte) DÁ O QUE FODER - Categoria: Heterosexual - Votos: 15
96272 - COMEMOS AS PORRAS DOS PRIMOS ANTES DA CEIA NA FESTA DO PERU DE NATAL - Categoria: Incesto - Votos: 14
97534 - DUPLA PENETRAÇÃO COM DESCONHECIDO - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 12
98785 - O NEGRÃO DE PAU ESPERTO QUE VEIO CONSERTAR O CHUVEIRO CONSERTOU TAMBÉM A MINHA XANA DE CADELA NO CIO - Categoria: Interrraciais - Votos: 27
99402 - MEU PADRASTO ME TIROU O CABAÇO E VIREI SUA PUTINHA - Categoria: Incesto - Votos: 11
99473 - O PAPY COMEU MEU CABAÇO E EU VIREI A PUTA DA FAMÍLIA COM A ADESÃO DO MANO E DA MAMÃE - Categoria: Incesto - Votos: 20
99730 - DUAS FÊMEAS ARROMBADAS PELO SUPER CARALHO. - Categoria: Interrraciais - Votos: 21
100958 - LOUCOS PARA FODER ELE ME CANTOU COM O PAU DURO E EU COM AS TETAS EXIBIDAS - Categoria: Exibicionismo - Votos: 18
101038 - TRAÍDA, MAMÃE VINGOU-SE COM A XANA. OS COLEGAS DA EMPRESA AMARAM - Categoria: Traição/Corno - Votos: 29
105166 - FUI O TROFÉU NO TORNEIO DE BILHAR último conto se não for votado dignamente - Categoria: Exibicionismo - Votos: 40
105505 - DEI PARA UM TIME DE FUTEBOL COMO O TROFÉU DA VITÓRIA. DESTA VEZ FOI UM JOGO COLETIVO - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 21
106337 - FODENDO NA CHUVA SACUDIDA PELOS TROVÕES. COM FOTOS - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 21
106378 - MAIS SUPERPEGADA COM CHUVA E TROVÕES. COM FOTOS - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 17
109285 - ENRABADA NA CHUVA E OUTRAS TARAS - Categoria: Heterosexual - Votos: 18
109562 - FODIDA PELO TITIO NO SÍTIO DAS TARAS - Categoria: Incesto - Votos: 19
110135 - VIAGEM AOS SEIOS DE MELISSA - Categoria: Heterosexual - Votos: 13
110995 - FODAS DE NATAL NO SÍTIO DAS TARAS E A GRANDE SURUBA - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 14
111098 - A GRANDE SURUBA DE ANO NOVO - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 20
111259 - ARROMBADA À FORÇA NO CU PELO NEGÃO PAUSUDO - Categoria: Interrraciais - Votos: 25

Ficha do conto

Foto Perfil meldivia
meldivia

Nome do conto:
ACORDEI NUA NA PRAIA RODEADA DE NUDISTAS DE PAU DURO. LOUCA POR ROLA FUI PUTA PARA TODOS POR UM DIA

Codigo do conto:
103571

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
21/07/2017

Quant.de Votos:
17

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


doce nanda contos eroticosminha putinha contos eroticos de incesto gayhistoria em quadrinho de porno de pai e filhacontos eroticos como convencer esposa a um menagevides porno mulher aseita fazer troca d. casal contra vontadeVer contos eroticos de homeem casado descabaçando novinhasoquei tudinho no c* da minha norapai sai do banheirode pau duroNovinho do cuzinho ardido contos eróticos gayscontos eróticos meu sobrinho acabou com as pregas do meu c******filme porno de empregadasMelhor transa contoscasada que fes zoofilia pela primera vesconfissoes e relatos swing brasilconto erotico casada com vizinho picudoconto erótico minha amante menininhacontos veridico travesti bem dotado,fodi o cu e a boceta da minha irmacome a minha boquinha conto eroticocontos eroticos eu de.comsaia.comno coletivopunheta contoscontos erótico.... dona ires e o andarilho 2 contos erotico,incesto,entre avos e netos,fotosultimos contos sadoContos ensinando a dirigir enteada pornonora bunda gostosa provaca sogro conto eroticoconto erotico onibuscontos eroticos comeram minha namorada carlinha 2contos veridico de incesto irmao novinho bem dotado seduz sua irma casada e fode elaeroticocavalocontos eroticos bato na cara de vadia e arrombo buceta sou selvagemcontos de nifetinhas dando pros arredores de rua##contos perdido na estrada pornoquadrinhos eróticosjamal i mamae gostosa quadrinhocontos eroticos nudismo forçadohttps://mozto.ru/conto/17246/694838/quase-minha-tia-safada-gostosa-do-grelo-gigante-1p.htmlultimos contos sadocontos eroticos relacionados com taxistas bem dotados e ninfetasconto dei o bum bum pro cachorroconto erotico com gosto dechupaHentai de coroa q ameaca nifeta em quadrinhoContos eroticos gays cuecasporno gay quadrinhos simpsonsFiquei impressionada com o tamanho da rola do meu genro contos femininoConto erotico com fotos Cheirando calcinhas da vizinhaaa veterinaria. contos heroticosgravidezcompenisconto erotico comi a gravidaconto erotico amiga de trabalhoquadrinhos+porno+gaycontos eroticos irmao safadovi pai pelado pinto dele e muitograndee ecomeu euconto comi o cuzinho da debutanteContos comendo a vizinha casada barraqueiraConto erotico cornoconto incesto engravidei minha mãe e agora?contos gay o casado virou putinhaContos eroticos filmando minha maehotwife significados das tatuagens eróticas no corpo femininoq u a d r i n h o t r a n s a videos porno amadora fiz minha prima dos labios carnudos mim mamarMeu tio me faz gozar toda noite contos eroticos de gaycontos gay o casado virou putinhaConto no cu da vizinhaver imagem porno dA liga da. justica em quadrinhoconto gay irmaos gemendo no pirocao do irmao c fotocontos eroticos gay negao chibataconto erótico aliviei ele punhetaComtos erotico casada e putavovo dotado em quadrinhoArmando a saia da empregadinha e metendoconto eroticl com com a titiaNo cuzinho doi loirinha novinha conto eroticoprofessor conto eróticoconto gay melhor.amigoGay gosando e punhetiandomulher arrancando sangue do pau do cachorro na zoofiliaquatrinho porno amigo do filhoConto erotico bucetinhacontos gays punhetei o meu sobrinho